Aula Sinais de Pontuação V – Reticências e parênteses


Por: +


Sinais de Pontuação V – Reticências e Parênteses

Escrita por ßShoose
Nível: Básico



Olá, pessoal! Bom, nesta aula vou explicar como e quando usar as reticências e os parênteses. É bem simples, vocês vão pegar de primeira! Preparados?


RETICÊNCIAS


As reticências são os famosos “três pontinhos”.
Quando usar: Quando uma frase tem uma parada, seja ela abrupta ou intencional. Existem várias situações em que podemos usar as reticências, por exemplo:

1 – Quando uma ação se repete continuamente:

A neve cai...

2 – Para interromper uma frase, fala, etc.:

Bem que você podia... Ah, quer saber? Deixa para lá!

3 – Para hesitações, ou seja, quando a frase não tem certeza daquilo que diz.

Oi, eu liguei para falar sobre... É... Sobre a reunião... É que ela foi cancelada.

4 – E até mesmo para destacar um elemento da frase.

Não vejo motivos para toda essa... animação.

5 – Para realizar citações ou pequenos pedaços dela.

Ouviram do Ipiranga...

6 – E, por último, mas não menos importante, para deixar que o leitor interprete como quiser a frase dita.

"Estou certo, disse ele, piscando o olho, que dentro de um ano a vocação eclesiástica do nosso Bentinho se manifesta clara e decisiva. Há de dar um padre de mão-cheia. Também, se não vier em um ano..." (Machado de Assis)

Tudo certo até aqui? Agora vamos para o próximo tópico da aula!



PARÊNTESES


Os parênteses são estes símbolos: ( )
Quando usar: Quando algo não precisa ser necessariamente colocado no texto, mas serve de explicação OU complementa uma informação dada. As situações em que ele pode ser usado são as seguintes:

1 – Para explicar, comentar ou refletir sobre algo.

Zilana era uma menina que comprava várias toucas (geralmente azuis) de presente para seus amigos.

2 – Para dizer quem disse tal coisa. Geralmente é usado na bibliografia, ou seja, ao final de um trabalho, onde você coloca todas as suas fontes de pesquisa.

"O homem nasceu livre, e em toda parte se encontra sob ferros" (Jean- Jacques Rousseau, Do Contrato Social e outros escritos. São Paulo, Cultrix, 1968.)

3 – Para isolar termos que também poderiam ter sido “ocultados” por vírgulas ou travessões.

Diz-se (não há provas) que a administração do prédio irá demitir todos os técnicos.

4 – Para dizer a data de nascimento e morte de alguém.

Carlos Drummond de Andrade (1902 – 1987)

5 – Para possibilitar variações do leitor.

Prezado(a) leitor(a)...

6 – E, para finalizar, para indicar as ações que são feitas em peças de teatro!

Jamaia: Não brinque comigo!
(sai pela esquerda)



Mas tome cuidado! O parêntese, embora no meio da frase, tem pontuação própria. “Mas o que é isso, tia Shoose? Veja bem, o texto que se encontra dentro dos parênteses é independente do resto; isso significa que tudo que existe dentro dele é um texto como qualquer outro e que deve haver pontuação correta.

Bom, a aula de hoje era essa!


Você ainda permaneceu com dúvidas? Deixe um comentário falando sobre ela! Eu estarei respondendo cada dúvida remanescente. Muito obrigada pela sua atenção e espero que vocês tenham gostado. Até a próxima!



Shoose
Beta Reader

Gostou da Aula? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...