Fanfics de Final Fantasy IV com Cecil Harvey

O Conto das Três Espadas XV escrita por ~LeKingsglaive, ~MarianaBiancho e ~GoddessClaire

Fanfic / Fanfiction O Conto das Três Espadas XV
Em andamento
Capítulos 7
Palavras 6.950
Atualizada
Idioma Português
Categorias Dissidia: Final Fantasy, Final Fantasy, Final Fantasy II, Final Fantasy III, Final Fantasy IV, Final Fantasy IX, Final Fantasy V, Final Fantasy VI, Final Fantasy VII, Final Fantasy VIII, Final Fantasy X, Final Fantasy XI, Final Fantasy XII, Final Fantasy XIII, Final Fantasy XIII-2, Final Fantasy XIV, Final Fantasy XV, Final Fantasy: Legend of the Crystal, Kingdom Hearts
Gêneros Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Fantasia, FemmeSlash, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mecha, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Slash, Steampunk, Universo Alternativo
Uma guerra entre Cosmos,Deusa da Harmonia e Guardiã dos Portais e Chaos,Deus da Discórdia ,as grandes divindades cósmicas,acabou de forma misteriosa,e um grande mal tomou o controle dos Portais,tentando destruí-los um por um,e então,os Heróis vão se erguer para proteger o Universo
  • 14
  • 9

Dissidia: Final Fantasy - O fim de uma guerra? escrita por ~FantasyWarrior

Fanfic / Fanfiction Dissidia: Final Fantasy - O fim de uma guerra?
Em andamento
Capítulos 14
Palavras 26.184
Atualizada
Idioma Português
Categorias Dissidia: Final Fantasy, Final Fantasy, Final Fantasy II, Final Fantasy III, Final Fantasy IV, Final Fantasy IX, Final Fantasy Type-0, Final Fantasy V, Final Fantasy VI, Final Fantasy VII, Final Fantasy VIII, Final Fantasy X, Final Fantasy XI, Final Fantasy XII, Final Fantasy XIII, Final Fantasy XIV
Gêneros Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Científica, Romance e Novela
Em um mundo dividido pelo medo, as forças do bem devem combater o mau para que a balança do mundo continue equilibrada. Cosmos, deusa da harmonia. Chaos, deus da discórdia. Duas divindades que vêm travando uma guerra desde o primeiro sinal de vida no mundo. Reinando em lados distantes, os dois deuses convocam guerreiros de todos os mundos para serem soldados para cada batalha. Ciclos e mais ciclos de batalhas sem fim são travados, sempre cada lado procurando a supremacia máxima. Não importa o quão violenta ou demorada seja cada batalha, a guerra nunca parecia ter fim. Porém, isso pode estar prestes a mudar...

...
Após um último confronto derradeiro, Chaos finalmente é derrotado pelo Warrior of Light e seus companheiros. Cosmos parecia que finalmente poderia trazer paz total aquele mundo. Após longos conflitos, a guerra parecia ter acabado. Porém, sem que as forças do bem percebam a tempo, o deus da discórdia transfere partes de sua energia para outros seres e cria dragões que guardam seu poder. Garland, eterno seguidor de Chaos, permanece vivo e naquele mundo, garantindo que tais energias apenas aumentem com o tempo. Graças a seu enorme poder, a deusa da harmonia percebe que ainda tem algo inacabado, e que forças das trevas ainda existem. A única alternativa para resolver esse problema seria chamar uma vez mais os guerreiros de outros mundos para duelarem e acabarem com a eterna guerra entre as divindades. O guerreiro da luz, junto com Cosmos, então se prepara para receber os guerreiros. Sabendo que os convocados perdem parte da memória tanto de seus mundos como de ciclos passados quando chamados, ele se apresenta.

-Guerreiros de Cosmos, eu sou Warrior of Light, e vocês foram chamados a esse mundo mais uma vez para fazerem parte do confronto que decidirá o destino desse e de todos os mundos. Vocês estão comigo?
  • 16
  • 12