Tópico Área Residencial - 98 à 110

13 Respostas

~ShiroKB-chan

Usuário: ~ShiroKB-chan
-x-
Administrador do Grupo
Após seguir a avenida principal e entrar a direita, se verá a área residencial onde vários mortos vagabundam o local.



Seja um sobrevivente, sobreviva e ache ajuda de seres vivos! Entulhos e corpos com paredes desabando. Se salve.


Seja justo, seja honesto
renasça e continue nossa espécie.
O MUNDO NÃO PODE ACABAR ASSIM...

~ShiroKB-chan

Usuário: ~ShiroKB-chan
-x-
Administrador do Grupo

CAMILA TAAGASHI


-Um milésimo, um segundo, um minuto, uma hora. Em fração de segundos viramos pó. Eu estou novamente aqui, navegando pelo satélite. Por que uma garota normal faria isso? Simples, eu não sou normal, é isso que a palavra prodígio quer dizer. Sou Camila Taagashi. E é isso que eu faço todo dia para me reconhecer: falo meu nome e o que estou fazendo.

-Técnica falha, eu não sei quem sou realmente, varias pessoas passam todos os dias de sua vida procurando essa resposta. Acho que nunca vou poder dizer com certeza: "Eu sou Camila Taagashi" porque essa frase não tem definição. QUEM É CAMILA TAAGASHI?!

-Talvez eu nunca vá saber quem sou realmente. Mas isso não importa agora.... ou importa? Não tenho mais nada para conversar, e esse assunto pode durar uma vida inteira! ISSO É O REMÉDIO PARA O TÉDIO e a IDA PARA A MALUQUICE já que vários filósofos não conseguiram responder isso.

-Eu tenho que realmente parar de falar sozinha.
Quero alguém para conversar.
Não quero ficar sozinha.
Estou triste.
Mas viva.

~Diogovsky

Usuário: ~Diogovsky
A Face do Bem.
Moderador do Grupo


Lembrança:On

— Vale mais a lágrima da derrota do que a vergonha de nem ter tentado lutar...vamos lá pessoal, eu estou aqui, se vier 40 eu ainda consigo lhes proteger...

— Você é muito convencido Diogo.

— Olha quem fala Keior...

— Bem, Keior está ok, Alessandra?Thaís?Lucas?

— Ok!
— Ok!
— Ok! Eii...espera, alguns problemas no rádio?...nossa...são muitos, uma manada, Diogo dê seu máximo, talvez nós não conseguimos ficar vivos desta v-...

— Lucas?Lucas?Lucas?Lucassss!?Alessandra?Thaís?Alguém? Merda...estão cobridos por todos esses malditos, não consigo os ver...

Falo, olhando para o local, que estavam indo os zumbis, e começo a atirar de um prédio, em cima, eu estava seguro, e com minha barret M82...maldição...atirei umas 80 vezes, matei 79... mas mesmo assim, era inútil...

— Diogo...foi um prazer te conhecer...

— Keior...E...Eu...Foi também um prazer te conhecer...

Logo uma explosão demoli um dos prédios do local...Diogo...eu, tive de pegar os equipamentos que eu tinha ali mesmo... e tentei ligar novamente para a agência, mas meu celular, queimou, os malditos, nos mandaram para uma missão suicida...

Lembrança: OFF.

— Vale mais a lágrima da derrota do que a vergonha de nem ter lutado... — Estava dentro de um quarto, aquilo ali aconteceu a dois dias, e eu fiquei esperando notícias, mas nada, tinha um esqueiro, e fiz uma fogueira pequena ali para me esquentar, sobre roupas, estava com a que vim na missão, bem eu sei fazer uma base, e podemos sobreviver com os sobreviventes, meus 4 amigos morreram, e o local onde eles estavam, estava com os 8 sobreviventes que também morreram, aqui estou fechado e seguro, comida, ainda tenho 3 MRE, um só, já basta para ter energia por 1 dia, é uma comida do exército extremamente horrível, tem gosto de cocô, porém, tem mais nutrientes que comer uma salada de frutas inteira, e vegetais por 2 dias...estava cansado, e joguei o rádio fora,não... eu o guardei, e o que eu tinha de material era...

* Rádio quebrado;
* Barret M82;
* 5 Litro d'água;
* Pequeno kit-médico;
* Minha roupa que vim, de franco-atirador;
* Boina;
* Minha mochila de exército;
* Canteel;
* 5 MRE;
* Bandages;
* Faca de caça;
* Keffyh amarelo.

Estou pesando 22 kilos, posso aguentar até 100, pelo meu treino, bem é melhor eu sair daqui, espero não encontrar essas coisas, que atacam a min...logo estava fora, e comecei a andar...e logo fui em um local estranho, mas avia um menina ali, ela iria ver que sou do Exército, rápido e não iria atacar então logo disse — Ola, você está bem? — Perguntei, a assustando...

~ShiroKB-chan

Usuário: ~ShiroKB-chan
-x-
Administrador do Grupo
Escreveu @Diogovs





CAMILA TAAGASHI


- Defina: "Estar bem". - disse simplesmente ao homem que se aproximara, não minto que me assustei. Pensei que ele demoraria mais até ter coragem de sair daquele cômodo escuro e isolado. Meus olhos não saiam do notebook e as localizações de bases militares estavam quase sumindo do mapa. Olho pelo canto do olho para o homem ao meu lado. Robusto e com roupas do exercito tirando as grandes armas que carregava consigo.

- O que quer?

~Diogovsky

Usuário: ~Diogovsky
A Face do Bem.
Moderador do Grupo


— Hacker...Você é uma Hacker, eu vim em missão da Areá do Japão, único local salvo até agora, para salvar um grupo de civis que estavam em perigo, e uma Hacker que por causa de seu dispositivo, chamou ajuda, talvez sem querer, pela preocupação — Falo, chegando mais perto — Eu sou Diogo, franco-atirador de Elite-máxima do exército Classe S, ''Estar Bem'', não estar ferida, ou infectada, com equipamentos, roupas, armas e comida, e principalmente água''. — Estava em posição de sentido, já que tinha de ajuda-la de um jeito ou de outro.

~ShiroKB-chan

Usuário: ~ShiroKB-chan
-x-
Administrador do Grupo

CAMILA TAAGASHI


-Até que enfim algo me chamou a atenção! Obrigada por existir.- olhei-o novamente pelo canto do olho. Respirei fundo e me levantei fechando o notebook e tirando meu dispositivo da tomada.- E então. Respondendo-lhe já que você me definiu estar bem, eu estou um pouco cansada. Não tenho alimento faz duas horas e estou com preguiça de ir até aquele mercado. Teria que ligar um carro a um quilometro de distancia do mercado para chamar a atenção deles e finalmente entrar no mercado e rezar para que tenha algo útil.

-Brincadeira. Só quero que me proteja, lutar não é comigo, e também que enquanto ainda não nos conhecíamos rastreei sinais de vida em uma região pouco povoada. E aparentemente, sem certeza, tem um prédio com rede ativa. Preciso dela para comunicação com o mundo. Se é que me entende.- resumi contando no dedo o tempo que eu levava conversando. - Vamos? - pergunto um pouco impaciente.

~Diogovsky

Usuário: ~Diogovsky
A Face do Bem.
Moderador do Grupo


— Tudo bem, eu confiarei em você, e você em min, somos parceiros agora, com confiança zerada, vamos aumentando conforme o tempo, já que está cansada, pode deitar no banco de trás do carro e dormir, enquanto eu dirijo. — Falo guardando as minhas coisas e as coisas dela, no carro, no porta-malas, estava esperando ela me dar as chaves do carro, e ela decidir se ia dormir ou não, logo entreguei o rádio e disse — Preciso de um favor, você pode concerta-lo? — Logo depois disso, espero ela fazer suas escolhas.

~ShiroKB-chan

Usuário: ~ShiroKB-chan
-x-
Administrador do Grupo

CAMILA TAAGASHI


Fiquei calada apenas observando e pensando.

- Conto com você. "PARCEIRO" - falei lhe entregando minha bagagem e as chaves. Quando ele me faz aquela pergunta. - Ele é um pouco complicado, precisaria de algumas coisas mas dá para consertar. - disse dando de ombros, entrei na parte de trás do carro e me deitei sobre meu notebook. - Confio em você okay? Não me... decepcion.... - cai no sono.

~Diogovsky

Usuário: ~Diogovsky
A Face do Bem.
Moderador do Grupo


— Não vou...lhe decepcionar. — Falo olhando para frente, e logo começo a dirigir o carro, não tinha entendido no começo, como funcionava o carro, mas peguei um manual, e li 20X enquanto estava andando lentamente, e logo peguei o jeito, já que foi fácil, eu tenho um nível de inteligência forte, onde posso aprender rápido qualquer coisa, mas bem, eu não posso deixa-la dentro do carro quando for pegar as coisas, apenas devo ir para o mercado mais próximo...e continuei dirigindo, por vários minutos, até que atingiu uma hora, logo ela irá acordar...

~ShiroKB-chan

Usuário: ~ShiroKB-chan
-x-
Administrador do Grupo

CAMILA TAAGASHI


Abri meus olhos vagorosamente.

-Descobri algo. - murmuro me sentando e nem bem esfrego os olhos e já estava digitando alguns códigos militares.- Sin salabin bin bin. Abriu! - falo brincando enquanto aperto Enter - 3.311 arquivos do governo americano. Delicia não? - comento com ele um pouco empolgada por ter alguém para conversar.