Tópico O Colégio de Wardy City infestado.

59 Respostas

~ShiroKB-chan

Usuário: ~ShiroKB-chan
-x-
Administrador do Grupo


O silêncio reina, sem gritos, apenas gemidos e passos, os mortos começaram a tomar o local.
Apenas um aluno infectado conseguiu sair correndo da escola, abrindo os portões e toda a escola dando o total espaço para os demais saírem a procura de carne.
Alguns permaneceram na escola pois ainda não tinham terminado a ''refeição''. Aonde você está no meio dessa guerra sem muitos vitoriosos?

~ShiroKB-chan

Usuário: ~ShiroKB-chan
-x-
Administrador do Grupo

Rose Scarlet, 19 anos

Senti cheiro de sangue, aquilo não era normal, mesmo eu ignorando o alarme indicando o início das aulas.
- Que saco.- bufo e me viro na grama, normalmente eu estaria na piscina, amo nadar, mas hoje aparentava que iria chover então não fui para a mesma. Ouvi um grunhido. Alguém vinha ali. Eu estava deitada na grama em baixo de uma árvore do lado da gigantesca escola.- Quem ta ai?- ninguém responde e tanto o cheiro quanto o grunhido se aproximam. Me levantei pegando minha mochila e rapidamente escalei a árvore ficando próxima a janela aberta que dava a uns corredores da escola. Observei bem oque vinha. A criatura se mostra visível. Me espantei, era o professor de matemática que eu odiava. Não me espantei por vê-lo atrás de mim, mas ele estava diferente, mais inexpressível, não demonstrava emoção alguma... Tive certeza que algo estava errado quando ao invés dele desviar da árvore, ele ficou umas três vezes batendo de cabeça na mesma.-Estranho-sussurrei pulando na janela. Percebo sangue em alguns locais, observo em volta e ouço uma loira gritando e correndo. Logo muitos alunos subiram as escadas e foram para cima da garota. Estranhei. Logo eles pararam e um deles me avista começando a correr em minha direção. O corredor era meio grandinho deixando que eu visse, antes de correr, a loira de antes, só que cheia de sangue e mordidas se levantando e indo para a direção onde havia saído. Aquilo me espantou tanto que quase soltei um grito, e não é fácil me fazer quase gritar. Comecei a correr para o andar superior mas logo avisei mais alunos da mesma forma e decidi pular. Pulei na piscina. Logo estava encharcada e pesada mas mesmo assim continuei correndo até os muros. Os alunos mortos ainda me perseguiam, com toda certeza, eu estava em meio a um apocalipse zumbi.

~Jhonny_P1

Usuário: ~Jhonny_P1
"I'm just a sucker for pain"


Toy:

Entro no colégio com minhas armas,tenho só um bastão de ferro em mãos,tento entrar na quadra,mas estava trancada,tinha vários zumbis dentro dela,então saio correndo em direção a piscina,pois lá tinha uma escada que ia dar no terraço,mas tombei com uma ruiva-desculpa-falo,mas percebo que ela também está fugindo,vou junto com ela,protegendo suas costas

~ShiroKB-chan

Usuário: ~ShiroKB-chan
-x-
Administrador do Grupo


Um garoto esbarrou em mim, olho e vejo que também estava sendo perseguido. Sorrio. Legal eu estar viva em um apocalipse zumbi, sempre pensei que seria uma daquelas que morreria tentando proteger alguém.
-Nada.- ele vem correndo junto comigo, percebo o muro da escola logo a frente. Não seria sensato ficar no meio dessa escola tombada pelo apocalipse. Mas e se tivesse sobreviventes? Revirei os olhos e olhe para o garoto, aparentava ter 18- Ei garoto. Consegue me acompanhar?- zombei pulando e alcançando o alto do muro, subindo logo em seguida. Sorri e estendi a mão. Se ele não fosse rápido eu iria chutar a mão do mesmo. Olho para o outro lado.- Ah não...- vejo muitos zumbis e gritos vindo do outro lado do muro. Viro o olhar e vejo um cara matando vários zumbis. Era com ele que eu vou tentar me juntar. Quanto mais sobreviventes, mais fácil de continuar a viver. Só você não ser o ultimo nem o primeiro a pisar em um lugar novo dentro de um apocalipse zumbi.
Analisei por um tempo os zumbis e achei meu primo com a parte do crânio pra fora. Vem zombar da lerda aqui!.

~ShiroKB-chan

Usuário: ~ShiroKB-chan
-x-
Administrador do Grupo


Vi uma garota com um taco e seus cabelos pratas. Acenei com uma mão para que ela viesse rápido. Percebi uma manada de zumbis a perseguindo, revirei os olhos, ela estava ofegante então saquei minha arma. Sim eu sempre ando com uma arma na mochila em caso de sequestro. E mirei na cabeça de alguns atirando nas testas. Isso atrasou a maioria. Ajudei o azulado a subir e atirei em alguns que estavam quase conseguindo subir e esperei a prateada chegar logo.
- Ô santa paciência!- falo revirando os olhos, olhei para o lado, não queria perder o outro garoto que também manja nos paranaue de vista e olhei de novo a prateada, ela estava mais próxima, o bastante para eu puxá-la pelo braço e a trazer para cima.
- Prazer, Rose, me sigam.- apresento-me começando a correr pelo o muro.

~Jhonny_P1

Usuário: ~Jhonny_P1
"I'm just a sucker for pain"
Toy:

Sim consigo te acompanhar-falo,guardando meu bastão e pegando uma pistola que estava em minha jaqueta,vejo que a menina ruiva achou outra-ótimo,mais alguém para o grupo-falo,atirando na cabeça de um zumbi-garota,é melhor que saiba manejar armas-falo,percebo que o clipe da arma acaba,saio correndo e acho uma vassoura com uma ponta afiada,jogo na cabeça de um zumbi,pego um novo clipe e volto a correr

~ChrisWhite

Usuário: ~ChrisWhite
#Lollipo!
Andava pela escola infestada de monstros estava com muito medo aquilo era horrivel escutava os grunidos dos monstros atras de mim
-eu...irei morrer assim...?-sussurro para mim mesmo enquanto evitava contato com aquelas coisas.

~ShiroKB-chan

Usuário: ~ShiroKB-chan
-x-
Administrador do Grupo


Alguma coisa me chamou atenção. Não era apenas o simples fato deles estarem com armas e vivos e inteiros, mas algo que escapava-me. A cidade toda? Será possível que foi tão rápido? Sobreviventes. Procurar sobreviventes.
A prateada se apresenta. Senti uma forte palavra me invadir a língua mas me controlei.
-Valeu.- digo ainda correndo. Não sou muito do tipo social mas em um apocalipse zumbi, qualquer elogio era bom. Significa confiança... Eu... acho.
Espera, deis de quando um garoto tem uma arma? Me pergunto guardando a minha em minha mochila e pegando meu celular. Liguei na radio e coloquei em um volume bom para se ouvir em quanto corríamos.-Deixa pra lá Rose!- falo balançando a cabeça.
''-E um alerta urgente para todos de Wardy City! Voltem para suas casas. Parem tudo oque estiverem fazendo e se tranquem em suas casas! Uma infestação de canibais esta invadindo nossa cidade! Escondam-se rápido e não saiam até que a polícia dê um jeito neles, protej....''
A voz do locutor cessou nos fazendo ouvi gritos e barulhos de ossos sendo quebrados e mordidos. Desliguei o celular e pulei para dentro da escola de novo, já tínhamos matado todos os mortos-vivos, olhei em volta e fiz sinal para que me seguissem. Quase toda a certeza do meu mundo desabando que havia alguém indefeso dentro daquela escola. Era certo isso! Deve ter saído por pura sorte.

~ChrisWhite

Usuário: ~ChrisWhite
#Lollipo!
Enquanto corria pelos corredores vazios avistei uma vassoura,rapidamente a peguei e quebrei ela fazendo uma ponta e sempre que um zumbi daqueles aparecia eu so acertava suas testas,depois de alguns minutos fazendo isso acabei cheio de sangue e começei a correr pro andar de baixo daquela escola

~ShiroKB-chan

Usuário: ~ShiroKB-chan
-x-
Administrador do Grupo


-Algum lugar seguro, serve?- perguntei olhando-a pelo canto do olho.
Avistei, por uma janela, um garotinho cheio de sangue descendo a escada para primeiro andar com uma vassoura quebrada ao meio bem pontuda.
-Podemos ajuda-lo?- perguntei. Vai que eles eram do tipo desumano e deixariam o garoto pra lá? Não arrisquei.
Um grunhido chega aos meus ouvidos e avisto o meu professor de matemática, o de antes, sorri e meio que sorrindo o chutei, o mesmo bateu a cabeça na janela quebrada fazendo com que os vidros gigantes o penetrasse.
Amei ter feito aquilo. Sorri e dei uma risada loucamente, aquilo é o meu desejo deis dos 17! Sorri e continuei andando silenciosamente até a porta dos fundos, de lá dava ao pátio e do pátio as escadas e corredores, olhei pela porta de vidro ensanguentada e pude avistar quase todos os alunos do colégio. Eles estavam lentos e lerdos. Peguei uma pedra pequena e por uma brecha da janela do banheiro a nossa direita, a joguei causando um eco que atraiu os mesmos.
Isso era fácil, parece aqueles jogos que eu jogo. Viu mamãe, eles serviram para alguma coisa.