Tópico Cidade

8 Respostas

~Lady-Merryweath

Usuário: ~Lady-Merryweath
Duquesa de Devilshire
Administrador do Grupo


Uma cidade comum, repleta de prédios, casas e comércios de diversos tipos. Fica longe da casa e para chegar até ela é necessário algum veículo. É na cidade que os anjos imaginam que os nefilins estão, então é um tanto perigoso ir para lá, não necessariamente proibido.

~Lady-Merryweath

Usuário: ~Lady-Merryweath
Duquesa de Devilshire
Administrador do Grupo


Cielle Saint ~ Anjo responsável pelos Nifilins ~



Frio. Tudo o que sinto é frio, não consigo pensar direito, essa sensação de falta de calor, falta de vida, tomava de conta de meu ser, e tudo por causa de um simples pesadelo. Havia tido um sonho, que talvez não seja apenas um sonho, e agora meu coração estava inquieto, minha mente tentava processar o que tinha se passado, e procurar uma solução.

Não podia me deixar abalar por algo assim, eu era Cielle, era uma tenente na ordem dos Serafins, um dos anjos mais antigos que até hoje goza do sopro da vida. Se sucumbisse ao pesadelo poderia por tudo a perder.

Com muito custo me recomponho e olho o horizonte, o sol se erguia e pintava o céu de laranja, uma visão tão bela e divina que fazia meu coração se encher de esperança, a duvida que me corroía já não estava lá, tudo que eu estava fazendo era o melhor, e por esse ideal iria lutar até meu ultimo suspiro.

Esticando minhas asas levanto voou e me deixo ser acariciada pela brisa da manhã antes de me dirigir ao encontro de uma velha amiga.

~&~


Meus pés tocam o telhado da mais alta torre da majestosa catedral que serviria de encontro para dois anjos, dois poderosos anjos que se lutassem ali destruiriam qualquer forma de vida que estivesse perto do conflito...

Um leve suspiro escorrega por meus lábios, se apoiando na cruz que ali havia ergo meus olhos melancólicos para os céus, sentia saudade de casa e isso não podia negar, mas era preciso estar longe, não podia aceitar a loucura que meu benévolo Pai ordenaste.

Minha mão livre segura o pingente em forma de espada, um lembrete de casa...braços estrangeiros circundam-me e aquela voz tão bem conhecida voltar a sussurrar em meu ouvido.

~Saiph - Clan Dragon

Usuário: ~Saiph
King


Axel Archlauss.

Ando pela cidade, com fones no ouvido, escutando uma musica alta. Minha mente estava nas nuvens, literalmente. Eu estava me perguntando como é que o céu estava desde o dia em que eu parti. Olhando para o céu, o observo e continuo com as mãos nos bolsos. Humanos passavam por ali, estava movimentado, tão cedinho.

Tiro os fones, observando o lugar parado. Eu estava com saudades daquele lugar, das pessoas que eu conhecia, eu nunca mais os vi. Mas, também, não posso voltar para o céu agora. Será que volto um dia? Será que eu viverei na terra pro resto da minha vida? Já estou me acostumando com o dia-dia de alguém normal mesmo...

-Sinto falta de vocês, pessoal... Sentem o mesmo por mim?

Murmuro bem baixinho, colocando a mão de leve na frente da boca. Era provável que eu fosse odiado nos céus por ter os deixado, mas eu faria tudo novamente. Dou um pequeno suspiro, e logo depois, volto a caminhar apenas por caminhar, sem destino.

~AyameRei - Clan Hangyaku

Usuário: ~AyameRei
Otaku

Ayame

Enquanto Ayame voava pelo céu seu coração estava disparado, suas mãos estavam frias e sua língua estava presa. O vento batia em seu rosto balançando seus cabelos levemente, parecia que o sol não a aquecia mais, sua vida estava indo por água a baixo e ela não sabia o que fazer.

Seus olhos se moviam sem parar, queria ter certeza de não perder nada, não estava acreditando que iria fazer aquilo, iria cumprir pela primeira vez um desejo seu. Estava à procura do ponto encontro que combinara com uma velha amiga, sua respiração começou a ficar falha de repente, seu nervosismo estava voltando forçando a anja ir mais devagar.

- Achei... – Falou em um pequeno sussurro.

Estava ali o ponto de encontro, a catedral majestosa como sempre. Sua amiga já estava lá, com mais alguém. Talvez tivesse chegado em uma hora errada, não queria atrapalhar mas iria fazê-lo de toda forma, esperava que os dois pombinhos não se importassem com a sua presença, mas aquele encontro poderia mudar sua vida para sempre, então aquilo seria necessário.

A garota respirou fundo, e desceu com tudo para o telhado da igreja, virando o seu corpo na ultima hora para pousar em pé, um movimento gracioso e perigoso. Olhou para sua bela e antiga amiga e um sorriso surgiu em seus lábios.

- Olá! Espero não estar atrapalhando- Sua voz era calma e doce, seus olhos serenos, sua mãos frias entrelaçadas uma na outra estavam junto de seu corpo trazendo uma imagem meiga.

~Lady-Merryweath

Usuário: ~Lady-Merryweath
Duquesa de Devilshire
Administrador do Grupo


Cielle Saint ~ Anjo responsável pelos Nifilins ~



Junto aos braços que me envolviam a voz pela qual era tão apaixonada sussurrou próximo ao meu ouvido.

Escreveu ”Kenway”
- Quanto tempo, minha amada, Cielle...


Os sentimentos que com tanto custo havia suprimido ao longo do tempo agora ameaçavam emergir a superfície de meu ser. Com muito custo me desfiz de seu abraço e virei-me para fitar sua face. Continuava tão belo quanto me lembrava, se não mais.

Meu coração batia tão forte que por um momento achei que fosse morrer, mas é meio impossível um anjo morrer se não fosse por outro anjo ou algo que um dia já foi. Abro a boca para falar mas nenhum som é emitido. E mesmo que se fosse não adiantaria minha amiga chegou a tempo.

Escreveu ”Ayame”
- Olá! Espero não estar atrapalhando


Virei-me para Ayame e num piscar de olhos estava ao seu lado, peguei em seu braço e a puxei comigo para o ar, tinha um mão pressentimento quando a visita de Kenway e não podia me arriscar. Minha velocidade quando ao voou sempre foi melhor entre os anjos, ate mesmo dos príncipes.

– Gomen Ayame-chan, mas não podemos arriscar... – falo de maneira calma com o semblante preocupado.

Carregava Ayame em meus braços,não podia permitir que ela voasse ao meu lado, até porque ela não conseguiria me acompanhar. Eu voava entre os prédios indo por vários caminhos afim de despistar meu antigo e ainda amor. Mordo os lábios para impedir de pensar nele. Não podia... meus olhos se estreitam e um dos meus poderes escondidos se revela, uma enorme esfera de luz se abre e eu entro com Ayame por ela, ela funcionava como uma espécie de portal que me levava aonde eu quisesse, ate mesmo ao Caelum... eu era a única que podia fazer isso, era uma ótima vantagem.

[MDT -> PARQUE]

~AyameRei - Clan Hangyaku

Usuário: ~AyameRei
Otaku

Ayame

A anja olhava para Cielle mas em piscar de olhos a Serafin já estava ao seu lado, pegando em seus braços e alçando vôo. Seu rosto estava um pouco pálido agora, voava em uma velocidade totalmente desconfortável.

Escreveu ”Cielle”
– Gomen Ayame-chan, mas não podemos arriscar... – falo de maneira calma com o semblante preocupado.


-Tudo bem, eu sei que não podemos- Seu rosto já havia voltado para sua cor original agora Ayame tentava se sentir melhor com a velocidade que as duas estavam indo, considerava aquilo de voar em alta velocidade entre prédios um risco consideravelmente alto, mas confiava nas habilidades de sua acompanhante.

A Tronos sabia que Cielle estava tentando não pensar nele, isso era uma coisa obvia já que aquele rapaz era o grande amor da vida da Sefarin. Enquanto avançavam Ayame dava pequenos suspiros suas mãos estavam pousadas nos braços da amiga para se sentir mais segura de que não iria cair. Mesmo sabendo que poderia voar se aquilo acontecesse.

Uma esfera de luz aparece no caminho e as duas anjas passam por ele, indo assim para um lugar ainda desconhecido.

[MDT -> Parque]