Tópico Deuses Lorídas

0 Respostas

~ryanronald-boo

Usuário: ~ryanronald-boo
Vendo One Piece

Lórios é um monstro filho de Sibério e Inamar, é um gigante feito de diamantes, pedras e esmeraldas, ele é 3 seres juntos num grande tronco, sua mãe deu a luz enquanto estava na festa de 18 anos de Líria, era nesse dia que ela iria comer e beber da fruta da imortalidade, no meio da festa ele nasceu sem ninguém, exceto Sibério e Inamar, saberem, o parto foi difícil, pois ele tinha o corpo de um homem, então o jeito ia ser cortar a barriga dela, então nasceu o parto de cesariana em Harnea, Lórios festejou a festa da irmã normalmente, quando ela viu ele se apaixonou pelo mesmo, sem saber dele ser recém-nascido, casou com ele no mesmo dia, isso irritou Cloroflorus. De presente Sibério e seu neto, Sorrido, deram um tridente com poderes de gelo e um arco-e-flecha com eletricidade. Cloroflorus, o desafiou para um duelo, ao saber que o marido não era imortal ainda deu a ele um martelo com poderes incendiários. No dia da batalha ele foi capaz de unir as três armas e matar Cloroflorus, que não tinha virado imortal, mas sua alma levou o corpo, mas foi amaldiçoado, teria que tomar possessão de um novo corpo para continuar utilizando o seu, Lórios teve vários filhos esses foram chamados de Lorídas (como seu pai esses eram monstros, só que tinham aparência humana e erros de genética ou partes animalescas) aqui estão eles:


Sírina, deusa da beleza e do amor
Poder: Atração
História: Ela não é normal como os irmãos, ela tem 3 seios e é hermafrodita. Casou com Sírone, mas o filho, Trepsico, é apaixonado pela mãe, então ele quase matou o pai ainda bebê, mas o mesmo fugiu e se aliou a Cloroflorus, então Trepsico desposou a mãe. Ela é muito amiga de Iaraia, entre as deusas do amor ocorre um romance.

/
Throker, deus da guerra
Poder: Pyrocinese, Fazer crescer pernas de aranha, criar lâminas no corpo (inclusive nas pernas de aranha)
História: Ele puxou mais a mãe do que o pai, como todo deus da guerra ele é malvado, só um pouco, ele não teme nenhum inimigo, quando criança matou uma mulher cobra, é muito assanhado, já namorou com todas as suas irmãs, e sempre trai as mesmas, então Sírina resolveu se vingar, ela pediu ajuda a Iaraia, ela deu a ideia de que ele se casasse com a mortal mais linda e sua filha: Kaiara, o plano era fazer ele se apaixonar de verdade e depois deixa-lo, mas ela ficou com ele, então a mãe a levou para o inferno, aonde seria maltratada de todos os modos existentes, mas o inferno não suportou ver o sofrimento daquela linda mulher e desposou-la, mas isso é outra história, Cloroflorus prendeu a filha da neta por esta ter casado com o filho de seu inimigo. Ela se chamou Floritra, e depois fugiu graças a seus poderes de semi-deusa. Throker encontra Florita e não desconfia da paternidade e então se une a ela.


Thriarka, deusa da morte
Poder: Voo, e regeneração
História: Thriarka é uma deusa com a aparência de um corvo, ela quer ver todo mundo morrer, depois que foi traída por Throker, foi até Gatreu ver sua irmã, e viu Cloroflorus brigando com a Lua, pela liberdade da mesma, Thriarka disse ao deus dos mortos para soltar a lua em troca dela se casar com o mesmo, juntos tiveram 1 filho, Quirato, o juiz das almas, Thriarka se vê podendo fazer o que quer, matar mortais.

/
Frolkita, deusa do mar
Poder: Hydrocinese e troca de forma
História: Seu parto foi no mar, com as ondas tranquilas, sua mãe achou que ela era um deusa normal, não uma monstra, mas ela se enganou quando ela se transformou num elo entre um tubarão e um polvo, ela é muito calma e não se irritou com a traição de seu irmão, pois ela resolveu desposar com seu primo Sorrido, deus do magnetismo e das forjas, juntos tiveram um filho, chamado Resu, deus dos seres abissais.


Upiuc, deus das brasas
Poder: Troca de pele e auto combustão
História: Ta ai um bom candidato a ser normal, o único contra isso é sua marca de nascença, com ela ele pode atear fogo em si mesmo sem uso de chamas externas, mas apenas na marca e em partes queimadas de seu corpo, já foi marido de Frolkita, mas estes não conseguiram ficar juntos, mas tiveram um filho chamado Defiter, deus da névoa