Tópico Biografia

0 Respostas

~anliah

Usuário: ~anliah
Anliah
Administrador do Grupo
Em 15 de janeiro de 1997 a banda La: Sadies anunciava seu fim. Com a sa? do baixista e ex-l?r KISAKI, os outros quatro membros da banda - Kaoru, Kyo, Die e Shinya - decidiram continuar no ramo da m?a juntos. Para completarem o time, eles chamaram (ou "raptaram", como eles pr?os disseram) um baixista que eles j?aviam encontrado algumas vezes - Toshiya. Antes da forma? oficial do Dir en grey, Kaoru, Kyo, Shinya, Die e Toshiya realizaram um show sob outro nome, ainda que com a mesma forma? da futura banda, em janeiro de 1997, em Nagano. Os cinco estavam em sintonia e, enfim, com as palavras de Kaoru "N?amos ser famosos" o Dir en grey foi formado.

Foi no in?o de fevereiro de 1997 que um novo come?se iniciou. Carregando as experi?ias de bandas anteriores, eles logo atingiriam o sucesso, t?esperado por eles e, mais do que a cena "major", estes cinco jovens viriam a conquistar o posto de uma das bandas de rock japonesas mais famosas no mundo.

"Debutaram", ent? com a demo-tape de Karma, uma m?a marcante, logo conquistando seu espa?na cena "indie" (bandas independentes) e lan?am seu primeiro mini ?um MISSA em 25 de julho do mesmo ano, 1997. Um ?um que vai do calmo ao pesado em apenas seis m?as, demonstrando desde cedo a criatividade da banda. A "carga visual" da banda era muito marcante, como ?ostume das bandas do estilo "Visual Kei" at?oje, mas essa caracter?ica viria a perder for?com o passar dos anos.

Foi com o pr?o Dir en grey revelando seus objetivos no CRYSTAL VIDEO BOX, o v?o KAEDE ~if trans...~, de 1997 para 1998, que o maxi-single JEALOUS relevou-os aos olhos dos produtores indies da ?ca. Com a ajuda da sun-krad (www.sun-krad.com) e de sua gravadora, a Free-Will (http://free-will.co.jp/), eles lan?am o videoclipe de -I&--39;ll-, atingindo o 7o. lugar no top da Oricon (www.oricon.co.jp - ranking de m?a japon?. Naquele mesmo ano, o Dir en grey ainda lan?ia dois v?os, o Mousoutoukakugeki (com videoclipes) e o Mousoukakugaigeki (v?o-document?o sobre a hist? da banda at?nt?. O sucesso crescente e r?do da banda atra?a aten? de produtores e da m?a.

Yoshiki, ex-baterista e l?r de uma das bandas mais famosas no Jap? o extinto (e hist?o) X JAPAN, possu?uma produtora pr?a, a Extasy Records (www.extasyrecords.co.jp) e percebendo o talento e o potencial do Dir en grey, aceitou produzi-los. Com este significativo apoio, em 1999 a banda elevou o n?l de suas performances e v?os, lan?do v?os singles de alta qualidade e, logo ap?seu primeiro "full" ?um, o GAUZE (que ganhou videoclipes para todas as suas m?as), entrando direta e definitivamente no ranking dos "majors". O lan?ento obteve uma tremenda repercuss? foi seguido de uma turn?romovendo o CD e, conseq?emente, o primeiro grande show filmado e lan?o, no Osaka-jo Hall (http://ss7.inet-osaka.or.jp/~johall/).

Em 2000 eles iniciam o ano com o lan?ento do single Myaku (16 de fevereiro) e o v?o do show no Osaka-jo Hall (pertencente a uma s?e de dois eventos intitulada "The EVE Event"). Logo ap?o Dir en grey voltou a por o p?a estrada, iniciando a turn?ais esperada do ano, a TOUR 2000 The type of Deity. Outros singles foram lan?os durante o resto do ano e uma nova turn?eve in?o: a TOUR 00>>01 MACABRE brain gain(er) brain drain(er). No entanto, a seq?ia de shows foi interrompida por causa da s?a perda de audi? de Kyo e 25 shows tiveram de ser remarcados. Os f?ficaram preocupados, assim como a banda, temendo que o sonho acabasse antes mesmo de ter come?o. Felizmente, esta primeira dificuldade foi superada e o Dir en grey voltou com todas as for?, lan?do o ?um MACABRE em setembro de 2000, que, contendo treze faixas, ?onsiderado um dos melhores e mais diversificados ?uns do Dir en grey at?oje. O MACABRE conquistou multid?com a f? de sentimentos das letras de Kyo e o instrumental harmonioso e experimental de Die, Kaoru, Toshiya e Shinya.

Ent? mais uma vez, eles se puseram ?rova, iniciando a TOUR 00>>01 MACABRE Deep [-], Deep [-], Deep [-], Deep [er]. Logo no inicio da turn? banda levou outro susto: por causa do trauma da perda de audi? e do esgotamento f?co, Kyo desmaiou em pleno palco no meio de um show. Duas apresenta?s foram remarcadas, mas eles n?desistiram e a turn?ontinuou. Kyo queria a todo custo terminar aquela turn? tanto ele quanto seus colegas de banda estavam alcan?do seus objetivos, eles n?iriam parar.

Substituindo shows cancelados, o Dir en grey come? 2001 e lan? em abril o single ain't afraid to die, cuja bel?ima faixa-t?lo nunca foi inclu? em nenhum ?um. O document?o TOUR 00>>01 MACABRE foi lan?o, assim como o ?um de remixes KAI. Precedendo o lan?ento de seu pr?o ?um, eles come?am a lan? os singles de Filth, Jessica e embryo. Tr?singles diferentes em ritmo, letra e sentimentos, mas n?obstante: todos excelentes.

No dia 30 de janeiro de 2002 o terceiro ?um intitulado KISOU foi lan?o e, novamente, provou que Dir en grey estava em sua linha certa de tempo e espa?e n?temia expressar o que quisesse como quisesse. O v?o KIMON inovou mostrando, al?de clipes, os making-of dos mesmos. A banda conquistou ainda mais f?ao redor do mundo e foi com a turn?o ?um KISOU, a RETTOU GEKISHIN ANGYA 2002 -ASIA- The Japanese Fucker Family, que eles levaram os sentimentos de suas musicas ?sia, passando por Hong Kong, Taiwan e Shanghai, onde a repercuss?da banda foi tamanha que as autoridades locais (depois de tentarem impedir a realiza? do segundo show - inutilmente, gra? ?ecis?firme de Kaoru) foram chamadas para controlar o p?co. Mas, mais uma vez, o destino lhes pregou uma pe? o vocalista Kyo, desfaleceu enfermo por amidalite aguda. Mais tr?shows foram remarcados.

Provando sua perseveran?e for? eles estavam longe de desistir: lan?am o mini-?um six Ugly em 31 de julho, junto com o single Child prey - uma das m?as mais "queridas" da banda. Letras ca?as com frases desconexas (e muito uso do ingl? unidas a um som mais pesado, se fundiram perfeitamente com o que Dir en grey era at?nt? Para finalizar a turn?a sia, a banda viajou at? Cor?, para depois seguir com as turn?no Jap? Eles conseguiram transformar seus desejos, sonhos e pesadelos em m?as, com uma mistura perfeita de harmonia que combinava os cinco membros. Seus gostos e apar?ias vinham continuamente mudando, da mesma forma que os estilos de suas m?as. Era um press?o de uma revolu? no som (e na imagem) do Dir en grey.

Foi em 2003 que a brusca mudan?aconteceu. Depois dos singles de DRAIN AWAY e KASUMI, do v?o RETTOU GEKISHIN ANGYA FINAL 2003 5 Ugly KINGDOM e da realiza? da maratona de shows BLITZ5DAYS, no dia 10 de setembro, o ?um VULGAR foi lan?o. Toda a ira, raiva e ? foram expostos em letras mais expl?tas e em alguns casos, at?ol?cas, carregadas de um sarcasmo e uma ironia amargos (mas absolutamente viciantes). No entanto, apesar do impacto violento da maioria das faixas, ainda havia sensibilidade. Em todo o ?um era poss?l perceber a influ?ia de v?os estilos musicais em combina?s novas e aperfei?das - predominantemente o estilo ocidental de rock mais agressivo. Mesmo com alguns tra? agora totalmente diferentes, eles continuavam a ser o Dir en grey: o poder sonoro e as emo?s continuavam com a mesma for? sen?maior. Eles estavam rompendo as ?mas amarras para tornarem-se o que eles quisessem ser e nada poderia mudar isso.

O Dir en grey era, ?ela altura, uma das bandas de rock mais conhecidas em toda a sia, mas eles queriam mais. N?somente eles, mas o n?o de f?no ocidente n?parava de crescer havia anos - e agora com cada vez mais rapidez - e eles come?am a se fazer ouvir.

O ano seguinte, 2004, foi um ano chave para o seguinte, com a base de f?estrangeiros crescendo de maneira impressionante e, mais do que isso, demandando aten?. Em mar? o single The Final arrebatou mais simpatizantes, enquanto a banda seguia para a turn?OUR04 THE CODE OF VULGAR[ism]. O chocante e controverso single seguinte, -saku-, precedeu a turn?OUR04 KEEN UNDER THE SUN no meio do ano, e o lan?ento do DVD TOUR04 THE CODE OF VULGAR[ism]. A banda n?parou e logo se p?a pr?a turn?chamada THE MANIPULATED LIFE (que teve alguns shows curiosos, reservados somente a mulheres, a homens e a casais).

Ent? em 2005, os desejos de grande parte dos f?fora do Jap?foram atendidos. Depois dos dois singles do ano anterior, que provaram mais uma vez a constante inova? musical do Dir en grey, foi a vez do ?um Withering to death. (mar?de 2005) ser lan?o. Apresentando m?as mais carregadas de sentimentos do que nunca, com letras menos ca?as e mais dolorosas, o ?um possu?um som mais maduro. Era, finalmente, hora de expor ao mundo suas melodias penetrantes.

Ap?lgumas apresenta?s da turn?OUR05 It withers and withers no Jap? Dir en grey atendeu aos pedidos de milhares de f?(e ?suas pr?as aspira?s) e foi ?uropa, onde realizou dois shows ainda dentro desta mesma turn?ficial, na Alemanha (Berlim, no Collumbiahalle) e na Fran?(Paris, no OLYMPIA). Al?destes shows, a banda participou de diversos festivais de rock europeus; tais como o Rock am Ring (http://www.rock-am-ring.com), no qual dividiu o palco com grandes bandas j?onsagradas no ocidente. Durante a passagem da banda pela Alemanha, Fran?e B?ica, houve o lan?ento de dois DVDs de videoclipes (AVERAGE FURY e AVERAGE PSYCHO, o ?mo contendo cenas in?tas) e foi anunciada a 'standing tour' para 2005 no Jap? a continua? da TOUR05 It withers and withers, com in?o em setembro.

E eles n?param. O mais recente lan?ento do Dir en grey marcou o nascimento deste website; o single intitulado CLEVER SLEAZOID veio com a promessa de um novo ?um j?m 2006. CLEVER SLEAZOID, al?da faixa-t?lo, inclui tr?vers?ao vivo de m?as do ?mo ?um da banda.