Tópico Hargeon

56 Respostas

~Teller-

Usuário: ~Teller-

Administrador do Grupo


É uma grande cidade portuária e é também uma das cidades mais antigas e bonitas de Fiore, além de também ser a sede da Guilda Meow's Shelter. Talvez seja possível dizer que há mais pescadores do que magos na cidade, mas é claro que apenas se formos contar os que moram realmente na cidade, por que sendo uma cidade portuária muitas pessoas passam por ela.
A seguir suas principais localizações:

Guilda Meow's Shelter

Porto

Restaurante

Banho Público


OBS. para postar aqui siga o modelo:
Imagem 480x400
Local em que se encontra no momento

Conteúdo

~Kouha

Usuário: ~Kouha
Trying . com

En-En

A primeira coisa que Silpher fez naquela madrugada foi bater insistentemente na porta do mago das espadas até que este viesse abrir. Ao ver seu estado o loiro teve certeza de várias coisas e uma delas era que ele tinha exagerado no treinamento. En-En entrou voando baixo, bocejando e logo encontrando um canto para deitar e tentar voltar a dormir enquanto Silphr andava de um lado para o outro, preparando tudo que precisaria para cuidar dos ferimentos dele.

- Você realmente deveria ir com mais calma, sabe? Uma hora vai acabar se matando! Olhe só pra quantidade de machucados.

Ele só se calou quando se sentou em uma cadeira ao lado da cama e começou o processo de cura, sussurrando "feitiço de cura" e tocando delicadamente a pele exposta e machucada de Orion. Conforme o processo seguia Silpher foi ficando mais pálido e quando terminou estava ofegando um pouco.

- Pronto, mas não faça isso de novo, ouviu bem? - Falou depois que se recuperou do processo.

En-En enfim acordou e se levantou enquanto se espreguiçava, olhou para os lados e acenou para os dois. - Bom dia pra vocês, Orion, o que vai ter pro café da manhã?

Ao ouvir a pergunta de En-En, Silpher foi se sentar na mesa em que sabia que Orion fazia suas refeições e sorriu para ele. - É verdade, aqueles bolinhos da ultima vez estavam tão bons! - Comentou com um sorriso no rosto.

~seiyadenatal

Usuário: ~seiyadenatal
.starchaser.

Casa do Orion;
Aquela noite fora extremamente difícil param Orion; todo o seu corpo doía como a morte e nada do que fizera aliviou tal sofrimento. Apenas fechou os seus olhos e tentou ignorar toda a sensação ruim que percorria cada mínima célula do seu corpo, até finalmente ver-se em uma nova manhã. Sentiu os ouvidos doerem quando o som da porta batendo ecoou pela pequena casa que o mago habitava. Fez um grande esforço para deixar a cama macia e caminhar até a entrada, onde fora surpreendido — na verdade já esperava por aquilo — por Silpher. Não conseguiu dizer nada, sendo levado de volta à cama e lentamente curado pelo rapaz.

Gradualmente, sentia seu corpo recuperar-se de todos os ferimentos e uma sensação de bem-estar invadir-lhe; não existia nada comparado ao que sentia quando o maior o tocava e lhe presenteava com o sopro de cura. Um mínimo sorriso escapou dos lábios finos, mas desapareceram logo que Silpher interrompera os cuidados. Sentou-se na cama, vestindo-se em seguida e sorrindo para ele.

Eu vou tentar... você sabe o quanto eu quero me tornar mais forte — respondeu ao loiro, sorrindo em seguida. — Mas obrigado — logo seguiu o mago e o seu parceiro até a pequena mesa onde Orion costumava alimentar-se, sentando-se de frente para Silpher. — Ah... o que você preferir. Não quero te incomodar, En-En.

~Kouha

Usuário: ~Kouha
Trying . com

En-En

Silpher e En-En olharam um para o outro e depois voltaram para olhar para Orion sorrindo, o pequeno foi quem se manifestou primeiro:

- Você acha mesmo que eu vou cozinhar? Tem certeza que cuidou dele direito, Sil?

- Claro que sim, deixei ele novinho em folha, não é Ori? - O loirinho respondeu de imediato.

En-En riu baixinho e balançou sua calda. - Bem, eu estou louco por um daqueles bolinhos que eu não sei se você faz ou compra pronto, mas é uma delícia.

- Verdade, a massa é tão fofinha e o recheio é tão suave. - Sil concordou ansioso. - Tem alguns, Orion? - Perguntou para o outro.

Não é como se eles já não tivessem ido milhares de vezes a casa do mago de espadas, portanto não era estranho que ficassem tão a vontade, contudo En-En as vezes percebia que estava exagerando e gostava de ver Orion se esforçando para ser cortês com eles. Geralmente Silpher não percebia quando estavam exagerado e simplesmente aproveitava a estadia na casa do amigo.

Depois de terminarem de comer o que Orion os ofereceu o loiro pareceu se lembrar de algo importante, por que se levantou da cadeira num salto e exclamou para ele:

- Precisamos ir logo para guilda! Temos integrantes novos, lembra?

- Eles não vão fugir ainda, Sil, sem pressa. - En-En respondeu movendo uma patinha num gesto para que ele voltasse a se sentar.

- Mas eu quero conhecer eles. - O loiro argumentou e olhou para o outro. - Você também quer conhecê-lo, não quer Ori?

~seiyadenatal

Usuário: ~seiyadenatal
.starchaser.


Hm? O quê? Ah... acho que eu entendi errado. Perdão — riu baixo, sentindo-se um tanto envergonhado. Coçou a bochecha, levantando-se em seguida e vasculhando os armários bem organizados em volta, não demorando para voltar com um pode lotado de bolinhos, deixando-os sobre a mesa. — Fui eu que fiz, não gosto muito de bolinhos prontos, geralmente ficam tempo demais guardados e acabam ruins — comentou. — Vão querer chá?

Não demorou para o rosado encher uma chaleira com água e colocá-la no fogo para esquentar; estava um tanto pensativo naquela manhã, o que deixava-o levemente distraído. Fazia pouco tempo que Orion e Silpher ingressaram na guilda, mas até agora nenhum dos dois chegara a fazer algo realmente significativo. Queria, sem dúvidas, fazer o máximo para tornar-se ainda mais forte, o mais poderoso dos espadachins. Após alguns minutos, o chá estava pronto e depositado sobre a mesinha, com as pequenas xícaras decoradas com desenhos de flores azuladas cheias do líquido quente e adocicado. Após a refeição, ficou a observar o albino, que parecia exaltado.

Ah, claro que sim — na verdade, não estava muito interessado, mas seus modos não deixariam frustrá-lo.

~Elesa

Usuário: ~Elesa
Shining Diva

x Guilda Meow's Shelter


A noite foi composta por incontáveis remexidas de Stella na cama. O fato de estar dormindo em uma cama de verdade era inimaginável. E claramente causava uma estranheza para as costas da garota, esta tão desabituada a dormir confortavelmente. Isso apenas para sigo pois seus irmãos apagaram ao encostar no colchão. Ver aquela cena a fazia sorrir mesmo com os problemas para dormir. "Eles merecem tanto isso..." Se não fosse a ocasião em que não conseguia dormir, talvez uma lágrima tivesse escorrido de seu rosto.

Algumas horas de sono a foram atribuídas até acordar em meio a noite com alguns breves pesadelos. A sensação de novamente dormir em uma cama a trouxe tais lembranças que, de imediato tentou abandonar. Olhou para os lados apreensiva e assustada, reparando no quarto em que dormia. Por breves instantes imaginou voltar ao seu quarto e se afobou ao tentar levantar da cama e alcançar sua foice encostado no canto da parede.
Mas parou.
Parou por ter ouvido algo curioso. O ronco alto do irmão loiro de total conforto a fez despertar de verdade.
Respirou fundo e se acomodou novamente sobre a cama olhando as costas de sua mão direita. Agora estava lá outro símbolo que a tranquilizaria enquanto os irmãos não estivessem por perto. A marca da guilda que fez no dia anterior agora estava estampada para que sempre lembrasse da mudança de vida. Não seriam mais os restos, miseráveis e inúteis de rua que a sociedade os via.

Adormeceu enquanto ainda encarava o símbolo de sua mão.

_,_,_,_,_,_


No dia seguinte a morena já estava de pé desde cedo. Agora os roncos passaram a sair de Alett enquanto Adamant parecia mais próximo de acordar também. Curioso contando que não costuma acordar cedo. Talvez a noite de sono foi mesmo revigorante.

Stella apertou o cinto preto de seu short ali mesmo enquanto se analisava por um espelho de corpo todo. A blusa remendada não estava tão deplorável assim e sentia que ainda poderia a usar por um bom tempo. Os coturnos em seus pés eram as únicas peças de sua vestimenta a possuir extrema qualidade, sendo o par ainda recente. Ajeitou o colar prateado que achava belo e se viu semi-pronta para sair. Bastou arrumar um pente dentro de sua mochila de itens e ajeitar sua franja, sentindo-se pronta.
No canto da sala olhou para a foice. Ela a ajudava a realizar feitiços, mas não achava que era algo seguro a sair carregando pela guilda. Preferiu então a deixar por lá.


- Descansem o quanto quiserem... eu vou resolver nossa parte. - sussurrou tão baixo que não imaginou que acordaria algum dos dois. Fez um breve sinal de beijo e o lançou, saindo do quarto com pequenas risadinhas de seu ato.


Caminhou passando pelos corredores com alguns quartos em completo silêncio, usando e abusando de passos calmos. Contornou a área dos fundos para chegar até o saguão principal e de lá seguir até o quarto da líder. Conversou pouco com os demais da guilda e se focou em conseguir transitar todos os objetos que a "família" possuía para seu respectivo quarto na guilda. Achou que este seria o melhor momento para conversar com ela e conhecer mais do local, até mesmo porque seus inquietos irmãos ainda dormiam até o que sabia.

Seguiu então até a porta da sala da líder e bateu na porta, levemente tensa. Não sabia se havia acordado tão cedo e se ainda era horário de poder chamá-la.

~Blaziken - Clan Dragon

Usuário: ~Blaziken
Blaze your Soul


- Guilda Meow's Shelter -


Achou que iria estranhar o fato de dormir em uma superficie macia. Mas, assim que deitou na cama e se cobriu, Adamant ja estava dormindo profundamente, tendo seus sonhos favoritos.

" Corria por um campo florido, a tatuagem de fogo verde em seu braço estava brilhando, liberando a sua magia que fazia as plantas crescerem, e então, uma grande flor dourada cresceu a sua frente, e dentro dela havia uma garota extremamente bonita e com um belo corpo, deixando o loiro babando com sua beleza. Mas então, a garota se transformara em um demonio horrivel e devorava a carne de Adamant."

- AAAAAARRRGH!!! - Acordou assustado, fazendo um furacão de bagunça em sua cama, por estar dormindo embaixo das cobertas, mas então percebeu o que estava acontecendo "Foi apenas um sonho ruim, caraca...".

Viu que seu grito apenas fez com que sua irmã caçula se virasse na cama, enquanto seus olhos ganhavam foco. Se levantou coçando o peitoral, que estava completamente a mostra, pois sua jaqueta vermelha estava jogada pelo chão, assim como as faixas que usava amarradas as mãos, para esconder o simples fato de que seus dedos eram multicoloridos.

Vestiu a jaqueta, passando a mão no simbolo da guilda que estava em sua cintura e ajeitou seu cinto a calça, que anteriormente caia sem parar, mostrando a cueca branca de corações que usava, mais uma coisa que sempre escondia.

Amarrou as faixas de forma que seus dedos coloridos ficassem escondidos, amarrando somente até um pouco acima dos pulsos, aonde as tatuagens de chamas saiam pra fora, eram cinco, uma de cada cor, representando o tipo de magia que usava, cada uma lançada de um dedo, que possuia a mesma cor da tatuagem.

- Bem, ja que me forçaram a entrar nessa m*, vamos ver o que encontramos por ai - Disse ao seu reflexo no espelho, passando a mão por seus cabelos loiros para arruma-los e colocando as mãos nos bolsos, dando uma piscadela para seu reflexo no espelho.

Começou então a andar sem rumo pela guilda,ham lhe dar boas vindas. na esperança de algum dia chegar a cozinha para comer, empurrando alguns membros que estavam em seu caminho, e ignorando alguns que vinham lhe dirigir a palavra.

~Teller-

Usuário: ~Teller-

Administrador do Grupo
A cidade estava tranquila até então, era apenas mais uma manhã comum onde mercadores anunciavam suas mercadorias e compradores de todos os tipos vinham atraídos pelas ofertas, crianças brincavam pela rua também, algumas estavam brincando próximas do portão da cidade e puderam avistar quando uma garota se aproximava correndo do Hargeon. Uma das crianças a reconheceu e a chamou "Ah, Maya!".


A garota corria o mais rápido que conseguia, o que era extremamente rápido e passou pelas crianças sem parar nem para cumprimentá-las, passou pelos mercadores e pelas pessoas que compravam seus produtos, desviando de tudo e todos até chegar na Guilda Meow's Shelter.

Maya: Mestra Milliana! Temos problemas!

As crianças que foram deixadas para trás avistaram outra figura ao longe, dessa vez era alguém encapuzado que conforme ia se aproximando fazia a terra tremer. Quando estava próximo da cidade um terremoto começou a acontecer, as crianças gritaram assustadas, suas mães correram pra buscá-las e os mercadores tentaram segurar suas mercadorias.


Milliana: O que está acontecendo, Maya?

Maya: Um elemental!

Milliana: Droga.

A mulher correu para um canto do estabelecimento e pegou um mega fone que aparentemente era mágico, principalmente por que quando ela falou todos da cidade puderam ouvir "Elemental se aproximando, todos os magos devem ir para o portão e impedir que ele entre na cidade! Repetindo, todos os magos devem ir ao portão deter o elemental que se aproxima!".

~Elesa

Usuário: ~Elesa
Shining Diva

x Guilda Meow's Shelter


Bateu na porta e esperou alguns breves segundos. Não teve resposta. Repetiu o ato e chamou pelo nome da líder, Milliana, ainda esperando. Quando não recebeu novamente a resposta, pensou em voltar até o saguão e chamar por alguns membros para perguntar sobre a líder. Desistiu da ideia e voltou a bater na porta, concluindo que ela não deveria estar lá. "Talvez resolvendo algo na cidade... ah, só porque queria falar algo importante."
Deu meia volta para seguir até o saguão mas fora interrompida em seu caminhar pelas palavras da líder. Virou-se para a porta da sala da líder e tentou identificar se as palavras saíam de lá, logo depois confirmando que não.

"Elemental..? Agora?! D-Droga!"

Não conseguiu pensar nada mais além de seus irmãos. Passou a correr pelos corredores evitando qualquer outro membro e olhou todos com pressa procurando os localizar. Ainda não teriam acordado, como pensou.

Foi quando em seu caminho avistou o loiro de jaqueta avermelhada começando a apressar o passo. Ele também recebera a mensagem da líder e agora talvez se dirigisse para a batalha. Stella esticou os braços e tocou no peitoral do loiro como se pudesse o impedir de andar mais, o parando.


- Ei... Mant.. você ouviu a mensagem? - estava levemente ofegante somente com a corrida, o que demonstrava seu fraco treino físico. Sequer o esperou responder, já sabendo a resposta. - Você.. já está indo.. não é? Por favor, tome cuidado.. - seus olhos demonstravam todo o susto de imaginar que logo no primeiro dia passariam por uma situação dessas. No final tentou sorrir de forma otimista para o irmão. - Aliás, bom dia...

~Kouha

Usuário: ~Kouha
Trying . com

En-En

Silpher e En-En estavam prontos pra ir para guilda quando o aviso de Milliana, a mestra da guilda, foi soado convocando todos os magos na cidade para irem até o portão deter um elemental que se aproximava. A primeira reação do albino foi olhar assustado para Orion e depois para En-En.

- Vamos lá, não temos tempo a perder! - O Exceed exclamou e fez surgir suas asas, planou até a porta e a abriu, esperando pelos garotos do lado de fora.

Silpher não soube o que dizer naquele momento para o outro, apenas desejava do fundo do coração que ele tomasse cuidado, coisa que geralmente ele não fazia, por que ficava muito engajado no combate e se esquecia de tomar cuidado. Então ao invés de esperar que ele tomasse cuidado decidiu que estaria com ele e daria todo o suporte que necessitasse, já que dessa forma não dependeria dele e sim de si mesmo.

- Orion, eu vou estar com você. - Afirmou para ele e sentiu o terremoto no instante seguinte, se segurando na mesa para não cair.

- Vocês querem vir logo?! - En-En chamou impaciente.

Silpher acenou para o mago de espadas e saiu da casa tomando cuidado para não cair. Precisavam chegar logo lá e sabia que o alado podia ajudá-los nisso.

- En-En pode nos ajudar a chegar lá. - Acrescentou e fez um sinal para que Orion se aproximasse deles.