Tópico Eu só preciso de ajuda

3 Respostas

~Pinkzenha

Usuário: ~Pinkzenha
Não me irrita
Oi,eu sou nova aqui e decidi compartilhar uma coisa que não sai de mim, eu sou durona na frente de todos sem exceção,eu sempre tô lá pra te ajudar e aconselhar,mas quando eu estou sozinha, eu choro,choro por tudo que eu tive que lidar,as 6 meses de idade meu pai se separou da minha mãe e ele ainda me visitava e tal,mas aos 5 anos,ele começou a me rejeitar, nessa época ele já tava com a minha madrasta, ele me deu uma irmã,ela era o que eu queria proteger, eu queria ensinar tudo pra ela,só que ele se separou daquela mulher, e ficou com outra,assim ele me deu outra irmã,agora eram duas,de mulheres diferentes,ele estava se tornando um cafajeste,ele as engravidava e se separava desde os 5 anos ele me rejeitava,uma criança de 5 anos,eu tive que aguentar calada,ainda lembro de todas as noites quando eu ia dormir ,eu chorava,chorava bem baixinho para ninguém escutar as únicas pessoas que me entediam eram meus bisavós:Epaminondas,Joaquina e Sildomar. Eles eram meus melhores amigos,infelizmente aos 7 anos eu recebi a notícia que minha bisavó Sildomar havia falecido,ela tinha câncer, e eu fiquei sem chão,quem me acolheu foram os livros,eles eram meus novos amigos,durante esse tempo, eu tinha uma figura paterna:Miguel. Ele é meu avô materno e sempre cuidou de mim desde que eu nasci,ele é meu pai,meu único pai, quando eu tinha 9 anos, meu avô foi enternado em um hospital,ele tem diabetes e problemas cardíacos,eu entrei em desespero,era uma dor enorme que eu sentia,eu não podia deixar mais uma pessoa importante ir embora,eu pedia a Deus para cuidar dele todos os dias,e ele se curou, eu não realmente acho que Deus me escutou,minha felicidade durou pouco tempo, dias depois,meu bisavô Epaminondas havia falecido,ele fumava,desde jovem,eu fiquei sem forças pra continuar vivendo,mas eu tinha minha bisavó Joaquina,ela era meu porto seguro e eu era o dela, ela era casada com ele a 60 anos,ela o amava e ele a correspondia,mas meu porto seguro se foi,a um ano atrás,ela se foi,e isso aumenta minha dor,hoje eu tenho 11 anos e quero saber:como eu posso não entrar em depressão?eu não estou sentindo fome,tudo me dá vontade de chorar,eu não quero isso!eu preciso de ajuda por favor...

~amayaasaku16

Usuário: ~amayaasaku16

sei relativamente como vc se sente
meus pais se separaram,ele tem outra familia
nao ajudei ne?

~nekuma-chan

Usuário: ~nekuma-chan

Eu também sei como você se sente...
Meus portos seguros estão em outro estado...realmente muito long, eu sei... existem muitas formas de comunicação para conversas... mais não é a mesma coisa... aqui, eu ando sozinha... não literalmente, mas não confio em ninguém, por conta do meu passado, que é outra história....
Desculpa sair do assunto...
... e meus portos seguros, não fazem muita questão de falar comigo... isso me deixa muito triste...
estou sem desabafar a muito tempo(desde o início do ano passado) e os pesos vão só se acumulando... o que eu quero dizer é, o melhor que vc pode fazer nesse momento é se divertir... pense... o que vc faz, que te deixa em outro mundo?? e tente fazer amigos... sabe aquela menina excluída que ninguém fala da sua sala?? tenta falar com ela... procure pessoas, saiba escolher as certas...seja legal com todo mundo(mesmo sendo falso...) e por enquanto... desabafe só pela internet... pois as aparencias enganam...tome cuidado com isso...
E se nada mudar quando vc fizer essas coisas... faça amigos on line... tente... eu ainda, não achei ninguém para conversar(nem on-line, nem no colégio) mais tente, é eu sei que não ajudei muito, mais do mesmo jeito...

se quiser chama no chat :3

beijos da nekuma-chan