Tópico [Game] Snd Challenge | Day 1

10 Respostas

~wahlien

Usuário: ~wahlien
'dear no one.
Administrador do Grupo

Second Challenge
Segundo Desafio




Ao estalar os dedos, Yume trouxe todos os jogadores antes pousando na mansão agora estavam no mundo do segundo desafio, era um mundo totalmente diferente do primeiro e podia se dizer que era um mundo pós-apocalíptico. Jazia por ali muitos monstrengos loucos por sangue. Era um lugar totalmente aberto e se encontrava muitos pilares de rochedos pelo lugar, que podiam cair a qualquer segundo. Os monstros eram feitos de gelo e rocha, eram grandes e feiosos, alguns ogros tinham um senso de humor um tanto sarcástico e hostil, sendo os mais fortes dali.

Toda hora haviam terremotos acontecendo, sendo que uns poderiam até mesmo rasgar o chão até o núcleo, que, aliás, ao contrário da Terra era feito de gelo. Era um frio tão extremo naquele núcleo, que quem quer que chegasse ali poderia morrer congelado num segundo, ao contrário da família real que possuía os poderes graças ao núcleo. A família real é a única alma viva do lugar, possuem poderes de gelo e são hostis com qualquer um que chegue perto deles sem ser da família, vivem numa montanha escorregadia num palácio de gelo e rochas, em meio daquela montanha um buraco transparecia levando até o núcleo, a família tira todo o poder dali e ela é a única que chegou tão perto do núcleo.

O clima ali é sempre frio e chuvoso, raramente se vê raios de sol e está sempre nevando. Não existe dia lá, e não se pode ter certeza do horário ou se já se passou o dia. Por ser um mundo seco e desagradável aos olhos, não existe planta ou algum animal sobrevivente dali, raramente se vê rios ou lagos, e se ver, aproveite-o e saboreio pois como a família real diz, ele rejuvenesce a quem se banha nele. Não há comida ali, e o que pode servir como comestível é os grãos que os monstros deixam para trás enquanto andam.

--

Yume não se apressou -como sempre- em discursar para os jogadores, dessa vez ela esperou os jogadores andarem em direção a algum lugar antes de se pronunciar, deixando um presentinho para eles na frente dos mesmos.

–Vocês já sabem como é os desafios, matem antes de morrer, vivam por suas vidas e desejem que seus inimigos se deem mal. Uma má sorte a todos. —Yume sorriu ao terminar de falar e disse em seguida.— O que deixei com vocês é uma espécie de bússola, esta bússola leva vocês ao palácio real, não prometo que eles serão gentis ao ver vocês, mas é o único lugar agradável para se abrigarem.

~0O0K

Usuário: ~0O0K
Hacker


Mashiro Youkuzai - User3301





Antes meus joelhos tocavam o chão da mansão mas agora estavam sob o gelo, a temperatura mudou de forma drástica, já estava em outro mundo. A transição não fora tão forte dessa vez, talvez porque esteja me acostumando.
Me pergunto se é castigo pela a tal poesia que havia feito, mas era mais provável o segundo desafio ter começado para dar o que os outros desejavam, adrenalina.
Com os quadros da mansão, temos noção de como matar de forma agradável aos olhos da Deusa, o primeiro jogador foi eu quem o matou, o segundo cairá em minhas mãos também?
Essa não era a única dúvida, questionava se a aliança que fiz com os outros se manteria firme nesse desafio, ou o que mais poderia aprender com esse mundo.
Ouvia um zumbido junto ao vento, criaturas viviam por ali, talvez fosse até mais seguro ir ao castelo mesmo com os moradores não convidativos.
Antes de qualquer movimento, busco um sinal para o celular o que fora em vão, pelo menos não precisaria me preocupar com satélites caindo.

- Onde os outros estão? Me pergunto observando o local.

~RockerSoul

Usuário: ~RockerSoul
Saint Doo

Viktor Diefork - Black Knight


Guardião:
Hana


Ele estava pronto para ir para o quarto quando percebeu que não estava mais na mansão, agora estava em um local coberto por gelo e neve. Não demorou para perceber que seus pertences que havia deixado embaixo da cama estavam ali no chão.

Estava frio, e então notou que sua bolsa estava com um pesinho extra.

- Coloquei em sua bolsa por precaução mais cedo.

Ao abrir a mochila tinha um grande casaco com forro de lã, com um capuz, luvas e um cachecol, colocou rapidamente para que não morresse congelado.

Havia um pequeno objeto em seu bolso, ao retirar viu que era uma bússola. Logo após isso terminou de ouvir as palavras da Deusa, ele só tinha que achar a loira e ir para o palácio. Como estava em um local onde a neve cobria totalmente seus pés, teria um pouco de dificuldade para andar ou correr, mas tinha que achar a loira primeiro.

Hana se transformou em uma criança, estava usando um grande casaco de lã, luvas, uma touca e um cachecol, além de botas bem quentes. Ela andava ao seu lado mas não tremia de frio, mas Viktor, mesmo com todas aquelas roupas quentes ainda sentia um pouco de frio, tinha que encontrar a loira e ir logo para o tal palácio.

~Crai_IV

Usuário: ~Crai_IV
GIMMIE SOME OFTHAT COLD CA$H


~Cereza O’hare – Accord ~


A dor de cabeça estava me atordoando bastante, o cenário caótico a minha frente me fez esquecer por um segundo quem eu era e o que eu estava fazendo ali no meio daquele apocalipse, quase entrando em pânico, subo minhas mãos aos meus cabelos, estavam ainda curtos, então as alterações feitas aqui eram pra valer e se nos perdêssemos um braço ela não iria concertar isso. Desço as mãos pelo meu corpo enquanto prestava atenção nas palavras ditadas pela entidade superior, sinto um objeto circular no bolso da blusa que eu estava usando, deveria ser a bússola. Suspiro logo vendo a mesma desaparecer no céu gélido.

-Está muito frio – Me encolho ajeitando na blusa –Nós pegamos algo maior quando fomos arrumar a bolsa Gennar? – Encaro o garotinho que balanço a cabeça positivamente empurrando a mala para poder abri-la tirando um grande sobretudo felpudo de seu interior e um chapéu bastante similar ao chapéu dos cossacos, tiro a blusa colocando a blusa e o chapéu fechando o casaco escondendo praticamente toda extensão do meu corpo acima dos tornozelos. Me abaixo pegando a mala já fechada seguindo meu caminho rumo ao castelo, tomando cuidando para aqueles que espreitavam.

~RockerSoul

Usuário: ~RockerSoul
Saint Doo

Viktor Diefork - Black Knight


Guardião:
Hana


Seguiu mais adiante para a direção onde a bússola indicava, porém como nevava ficava mais difícil procurar Cereza. Hana não sentia frio, apesar de ser uma criança usando roupas quentes, não expressava tal sensação, porém Viktor sentia suas mãos congelarem mesmo com luvas.

Não conseguia achar a loira apenas olhando para todos os lados, o único jeito seria esbarrando na garota, mas seria sorte se isso acontecesse duas vezes.

- Hey Viktor! Ela está perto!

Mesmo olhando para frente ele não conseguia ver nada, e a tempestade de areia estava para piorar, se não encontrasse a loira e o Palácio, congelaria.

~Crai_IV

Usuário: ~Crai_IV
GIMMIE SOME OFTHAT COLD CA$H


~Cereza O’hare – Accord ~


O vento forte agredia meu corpo fazendo-me cambalear de um lado parta o outro, a neve estava densa e fria e eu sentia minhas pernas fraquejarem frequentemente, mas eu não poderia deixar de andar seguindo a bússola em uma mão enquanto a mala era arrastada na neve pela outra mão criando um pequeno rastro, coberto levemente por mais neve. Minha respiração saia pesada e eu quase conseguia enxergar ela. Olho para baixo vendo Gennar caminhar calmamente na neve, o casaco dele era mais grosso que o meu portanto ele não teria problemas com o frio, isso é bom, menos um pra se preocupar, agora eu deveria encontrar o castelo, ou Viktor, o que viesse primeiro porque eu tenho a sensação de que ele estava no mesmo rumo que eu.

Uma ventania forte finalmente conseguiu me derrubar me fazendo cair na neve e ser arrastada por ela um pouco, Gennar correu atrás de mim tentando me segurar. Para minha sorte consegui me escorar na mala para me manter parada em um só lugar. Peguei a criança que originalmente era meu protetor o colocando no colo abraçando forte enquanto me sentava na mala para tentar descansar compartilhando calor para não virar picolés.

- Eu sinto passos na terra vindos em nossa direção – Avisou após eu afastar meu rosto do dele, pego uma tesoura escondida no coturno atenta.

~RockerSoul

Usuário: ~RockerSoul
Saint Doo

Viktor Diefork - Black Knight


Guardião:
Hana


O vento ficava mais forte, Viktor já não conseguia enxergar, só seguiria em frente. Hana já não era mais a garotinha que não sentia frio, ela tremia muito, e Viktor percebeu, logo parou e pegou a pequena no colo que voltara a sua forma chibi, a mesma se sentiu confortável nos braços do ruivo.

Viktor ajeitou a mochila e seguiu em frente, ouvindo as palavras de Hana, que estava em seus braços. Porém Hana não sabia dizer se era Cereza ou outra pessoa, Viktor pegou uma de suas pistolas e continuou em frente.

Havia rastros no chão, porém não sabia dizer de quem era. Manteve a pistola a sua frente, se fosse outra pessoa atiraria.

~Crai_IV

Usuário: ~Crai_IV
GIMMIE SOME OFTHAT COLD CA$H


~Cereza O’hare – Accord ~


Ofego baixo e logo o meu chapéu e levado pelo vento me encolho sobre a mala subindo o capuz sobre minha cabeça, pouco vento entrava lá, mas era o suficiente para me fazer tremer um tanto, aperto Gennar levemente encarando a nevasca ouvindo os passos fundos na neve fofinha, eu estava determinada a avançar contra quem quiser que estivesse vindo, me levanto ao ouvir o pequeno som de arma me recordando imediatamente de quem havia mais armas aqui.

- Viktor? – Ofego apertando o cabo da tesoura esperando alguma resposta positiva vindo do branco – É a Cereza, não atire! – Digo um tanto alto esperando que a nevasca não abafasse minha voz de forma alguma.

~RockerSoul

Usuário: ~RockerSoul
Saint Doo

Viktor Diefork - Black Knight


Guardião:
Hana


Seguiu mais em frente, destravando a arma com uma das mãos, enquanto a outra segurava Hana nos braços. Seus pés começavam a afundar na neve, logo ficaria mais espesso com a nevasca que se fazia naquele momento.

"- Viktor? É a Cereza, não atire!"

Ao ouvir a voz da loira, foi correndo ao seu encontro, apesar da dificuldade, corria da maneira que conseguia.

A loira estava caída na neve, Gennar estava ao lado da loira, Viktor a ajudou a levantar.

- Se machucou? - Viktor percebia que a mesma estava com frio, por sorte havia mais uma blusa em sua mochila, tirou e deu para a loira, não queria que a mesma morresse congelada.