Tópico Hogsmeade;

18 Respostas

~tokkie

Usuário: ~tokkie
.starchaser.
Administrador do Grupo

Pequeno vilarejo da Escócia, Hogsmeade é a única cidade exclusivamente mágica da Grã-Bretanha. Ela foi fundada por Hengisto de Woodcroft, quando esse procurava um lugar para se esconder dos trouxas. Hogsmeade também fez história ao ter sido utilizada como quartel general da Revolta dos Duendes de 1612 (segundo o livro Sítios Históricos da Bruxaria).

Possui, através de suas largas ruas, lojas de todos os tipos e gostos mágicos. Esta vila recebe todos os anos no dia primeiro de setembro, em sua estação de trem, os alunos que ingressam na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, situada bem próxima. Poucos são aqueles que conhecem as passagens secretas que interligam Hogsmeade a Hogwarts, por isso essas passagens raramente são usadas.
Todos os anos os alunos de Hogwarts, em datas pré-definidas, fazem visitas supervisionadas pelos professores até Hogsmeade, com o intuito de aprenderem mais sobre a cultura mágica e aliviarem o estresse dos estudos. Este previlégio é concedido apenas a alunos que encontram-se no terceiro ano ou acima.

Hogsmeade é muito popular, não apenas pelo seu ambiente acolhedor, mas pelos maravilhosos estabelecimentos que ali se encontram:

Cabeça de Javali
Casa dos Gritos
Correio
Dedosdemel
Dervixes e Bangues
Estação
Loja de Penas Escriba
Madame Puddifoot
Trapobelo Moda Mágica
Três Vassouras
Zonko's

~Shui

Usuário: ~Shui
The Fallen

Seguindo sempre atrás do pequeno grupo, Kaoru apenas observava os outros três interagindo logo à sua frente. Não era exatamente o tipo tímido ou isolado, mas não sabia ao certo como se enturmar havendo alguém que não conhecia ali. Desta forma, poderia dizer que enquanto seus amigos estivessem se divertindo, estaria tudo bem.

A gata em seu colo pareceu não gostar do clima frio que a cidade apresentava, chamando sua atenção ao fato com o típico miado baixinho que lhe era característico. Ponderou por alguns instantes em como resolver a situação, decidindo por abrir os dois primeiros botões do uniforme e acomodar a gata dentro deste, de modo que apenas a cabeça ficaria de fora. Kiyo pareceu satisfeita com a solução, ronronando confortável em resposta.

Franziu levemente o cenho enquanto olhando os arredores, distraído, imaginando se realmente haveria algum lugar aonde pudesse apenas relaxar naquela cidade gelada. Sua ideia original era procurar um parque qualquer onde poderia deitar sob a sombra de uma árvore enquanto sentindo a brisa soprar, mas naquelas condições climáticas isso era simplesmente inviável.

— Ao menos eu posso repor meus suprimentos.

Murmurou para si mesmo, tentando olhar as coisas de um ângulo positivo. Realmente estava precisando comprar seu estoque de doces e lanches, considerando que não trouxera praticamente nada consigo; imaginava se conseguiria encontrar ao menos algumas das suas marcas preferidas. Remexeu os bolsos das calça na esperança de encontrar algo que pudesse distraí-lo, surpreendendo-se ao retirar dali uma bala.

Um sorrisinho animado trespassou os lábios assim que desempacotou o doce e o colocou na boca, sentindo-se levemente sortudo por tê-lo esquecido no bolso.

Sabor chá verde, um dos seus favoritos.

~Khronica

Usuário: ~Khronica
A Sin

Shun caminhava próximo de Naoki e David. Vez ou outra voltava-se para trás e acenava para que Kaoru viesse mais próximo deles, dizendo como justificativa:

- Está frio, vamos ficar próximos pra ficarmos aquecidos.

Pelo caminho ele falou um pouco sobre o horóscopo, a compatibilidade entre a dupla e algumas características gerais dos signos de ambos, as quais chegou a acertar algumas e nessa ele abria um sorriso satisfeito por ter acertado em suas predições com os signos.

O ambiente pelo qual eles passavam era adorável e o asiático estava se divertindo ali, apesar do frio.

Chegou um momento que ele percebeu que Kaoru não se aproximaria por nada e murmurou para dupla que estava acompanhando até então, em um tom descontraído:

- Vou fazer companhia a ele, vocês dois tratem de andar bem juntinhos para ficarem aquecidos!

Shun então diminuiu o passo até estar ao lado de Kaoru e sorriu para ele, tocou em sua mão de leve por um instante e ao notar o quanto estava fria soltou uma exclamação e deu um pulo, dando a ele uma bronca:

- Kaoru, você está congelando! Venha aqui.

O puxou para andarem mais próximos e acrescentou:

- Se tentar se afastar eu vou algemá-lo em mim, ouviu?

Sabia perfeitamente que Kaoru era mais tímido, mas não via isso como uma razão para que ele ficasse com frio daquela maneira, especialmente por que eram amigos e teoricamente já estavam habituados um ao outro. Dessa forma, próximos, seguiram por Hogsmeade, procurando não perder de vista a dupla a frente.

~tokkie

Usuário: ~tokkie
.starchaser.
Administrador do Grupo

{ruas de hogsmeade}


O sorriso no rosto de David era visível de longe, mesmo com aquele papo estranho sobre signos. Ficou animado por saber que o lufano era "compatível" com Naoki. Compatibilidade seria algo que precisariam daquele momento em diante. Assim que Shunhei fora ter com Kaoru, David aproveitou o momento para aproximar-se de Nao.

O que está achando de Hogwarts, Naokkie? — perguntou o inglês, ajeitando os óculos.

A verdade era que David estava um tanto inseguro quanto à estadia de Naoki em Hogwarts. Sabia que o Japão e o Reino Unido eram lugares extremamente diferentes, mas queria fazer o japonês sentir-se o mais em casa possível. No instante, lembrou-se da sua prática durante a manhã. Tirou a varinha do meio das vestes, chamando a atenção de Naoki, balançando-a em seguida e pronunciando:

Orchideous! — e no mesmo instante, uma luz despontou da varinha, dando um lugar a um buquê de tulipas de coloração arroxeada. Não tinha certeza de quais eram as flores favoritas do melhor amigo, mas conhecia que sua cor predileta era o roxo. — Pra você, Naokkie — aproximou um pouco mais a varinha para ele, um tanto envergonhado. Esperava não estar corado.

~Sirion

Usuário: ~Sirion
Trying . com

Naoki ria das explicações de Shunhei sobre signos, ficou feliz quando ele avaliou a compatibilidade entre ele e David e esta dera alta e principalmente sentiu borboletas no estômago quando enfim estava sozinho com o de óculos, por que Shun fora andar mais próximo de Kaoru, o que achou uma boa ideia, por que seria péssimo se qualquer um deles se perdessem e ficassem sozinhos.

David perguntou o que Naoki estava achando do lugar, mas antes mesmo do asiático conseguir responder o outro tirou sua varinha e demonstrou um feitiço que Nao conhecia bem, até fez surgir um sorriso bobo no seu rosto quando viu as flores e David as oferecendo para ele.

- Ah, David. - Murmurou enquanto as segurava com delicadeza. - Obrigado. - As aproximou do rosto para sentir o cheiro fresco delas e em seguida olhou para o moreno ao seu lado. - Pensei que você não fosse bom com esse tipo de feitiço. - Comentou enquanto ajeitava as flores em um braço e com o outro procurou a mão dele para segurá-la e andarem e mãos dadas.

Talvez Naoki sentisse saudades de casa, o apelido de David para ele era um tanto embaraçoso, mas mesmo assim ele estava muito feliz por estar ali junto dele e dos seus amigos, o sentimento era muito mais forte do que a saudade e trataria de se divertir e ficar ao lado de David o tanto que pudesse. Quem sabe não conseguia enfim admitir seus verdadeiros sentimentos?

Mal percebera o quanto tinham andado e quando parou para notar viu uma loja curiosa que chamou sua atenção. Decidiu perguntar a opinião de todos antes de entrarem, por isso perguntou alto o bastante para Shun e Kaoru ouvirem também:

- O que acham de entrarmos aqui?

~Shui

Usuário: ~Shui
The Fallen

Embora vez ou outra Shunhei o instruísse a se aproximar, Kaoru não via uma real necessidade de fazê-lo; os três a sua frente pareciam se divertir enquanto conversavam algo sobre signos e compatibilidade, de modo que o Kinoshita preferia meramente observá-los enquanto apreciando o doce que lentamente se desfazia em sua boca.

Sua atenção alternava entre o trio e o ambiente ao redor, por vezes se deixando pensar no quanto seria bom poder estar em casa naquele momento. Não é como se não gostasse do frio, na verdade era o contrário, mas tinha seu próprio jeito de aproveitar a baixa temperatura; de preferência vestindo algo confortável sob o kotatsu e comendo tangerinas enquanto observando Kiyo brincar por aí.

Se pegou sorrindo para o nada ao lembrar da cena típica de inverno, notando a presença de Shun ao seu lado apenas quando este tocou sua mão e o breve choque térmico o arrastou de volta à realidade. Estava tão frio assim quanto o outro alegava? Não tinha certeza, mas não se sentia incomodado também. Apenas deixou que o Ryouta o puxasse e esboçou um riso baixo quando este ameaçou algemá-lo.

"Você ao menos tem uma algema?" Ponderou perguntar, mas ao fim preferiu não fazê-lo.

— Não precisava se dar ao trabalho. — Comentou, os olhos voltados para um ponto aleatório da paisagem — Eu realmente não me incomodo de apenas observar vocês se divertirem.

Voltou a atenção para os dois à frente por alguns instantes, exibindo um curto sorriso ao perceber David executar um feitiço simples com a varinha, criando um buquê que entregou à Naoki.

— Apesar de que, talvez seja melhor assim.

Murmurou para si mesmo, contente ao perceber que Naoki parecia realmente feliz naquele momento. Os olhos esverdeados de Kiyo o fitaram por alguns instantes e logo a gata miou baixo, chamando a atenção de Kaoru. O bruxo apenas sorriu para a felina e lhe afagou entre as orelhas, voltando a prestar atenção ao Nakagawa quando este sugeriu que entrassem em alguma loja.

Apenas deu de ombros em um gesto relaxado, em um consentimento mudo.

Seria bom se pudessem escapar do vento frio, de qualquer forma.