Tópico Salão Comunal da Grifinória;

33 Respostas

~seiyadenatal

Usuário: ~seiyadenatal
.starchaser.
Administrador do Grupo


Ganha-se passagem através do retrato da Mulher Gorda dizendo-se a senha correta. Esta é a localização do Salão Comunal da Grifinória e seus dormitórios. O Salão Comunal possui uma lareira e poltronas. Há dormitórios separados para os meninas e meninos, que são subdivididos por ano. As meninas podem entrar no dormitório dos meninos mas os meninos não podem visitar o das meninas porque os fundadores de Hogwarts achavam que os meninos eram menos confiáveis do que as meninas.

~Skaywalker - Clan Blakenburg

Usuário: ~Skaywalker
.queen amidala

George conhecia bem aquele caminho. Ora, ele o fazia diariamente. Era tão normal que julgava chegar ali de olhos fechados, depois que aprendeu a utilizar as escadas movedoras de forma correta. Sofria muito no primeiro ano para chegar onde queria. Sofrendo muitas vezes com a vontade de saltar dali por conta de sua ansiedade.

— Ah, não vejo a hora de acordar amanhã para colocar meu nome no cálice. — dizia jogando-se na poltrona perto de uma janela enquanto seus amigos discutiam sobre alguma outra coisa e subiram, o deixando ali. Deu de ombros olhando pela janela.

Deitou-se ali com a cabeça e as pernas em cada braço. Seu pensamento era apenas um, ser escolhido pelo Cálice. Tanto que as vezes, não se importava mais com nada. Mas tinha uma coisa que George gostava de fazer mais que pensar nisso: Voar em sua vassoura. A ansiedade por aula de voo ou o treino de quadribol era intenso. Colocou a mão cruzada na testa ficando ali por mais um tempo antes de subir.

Lembrou-se enfim da garota qual havia visto no Salão principal, suspirando. Lembrou-se também das meninas Elizabeth e Maera, rindo da situação por qual passara. Queria vê-la de novo para implicar mais um pouco, ou até a conhecer melhor. Isso, depois ele as procuraria.

~RockerSoul

Usuário: ~RockerSoul
Saint Doo



Chegou na entrada do Salão Comunal logo dizendo a senha para a Mulher Gorda, a passagem se abriu e Blair passou, e logo a porta foi fechada atrás de sí.

O Salão Comunal da Grifinória tinha um ar agradável, nunca havia desavenças que pudessem causar grandes tumultos. Olhou para o sofá, vendo George jogado nele, típico.

- Ficar aí jogado no sofá não é o que te faz de melhor. - sentou-se no sofá a frente da poltrona.

Pegou um dos livros que deixou sobre a mesa ao lado, assim como todas as noites. Ela se entretinha muito em uma leitura antes de dormir, era um costume peculiar.

- Flertando com as Sonserinas de novo, é bem típico de você.Mas nunca muda mesmo. mudou a página enquanto se mantinha entretida em sua leitura.

~Skaywalker - Clan Blakenburg

Usuário: ~Skaywalker
.queen amidala

Fora disperso de seus devaneios e sonhos com a chegada de Blair. Ele a conhecia bastante, era a apanhadora do time. Nem tinha a visto do Salão Principal, talvez a mesma estivesse mais interessada em outras coisas. Levantou-se rápido, como se tivesse sido atacado. Manteve um sorriso.

— Até mesmo "eu" preciso de descanso, Blair. O que me faz melhor é apenas eu ser eu. Já tá bom demais. — disse em seu rotineiro tom maroto, vendo a mesma se preparar para uma leitura.

George não era discreto, e nem de incomodava em ser. Arrumou-se largado no sofá com as mãos atrás da cabeça e os pés em cima da mesa de centro. Não se incomodava com isso, e nem achava que incomodaria a morena.

George gargalhou com seu comentário. George não costumava flertar... Bem, não com ela. Sempre fora de fato distante dele, em maioria só se viam no treino de quadribol e por obrigação. Mas boatos se espalham rápido, e sendo capitão do time tinha sua "fama", nem que fosse ruim, mas era a que ele tinha.

— Está com ciúmes? — brincou com um olhar mais malandro. — Aliás, eu não lhe vi no jantar, estava distraída demais com os estrangeiros? — mantinha seu olhar malandro e curioso na apanhadora do seu time.

~RockerSoul

Usuário: ~RockerSoul
Saint Doo



Sua leitura parecia interessante, o livro que lia contava uma ótima história, talvez esta pudesse ser melhor aproveitada no silêncio. O olhou por cima do livro quando disse que era assim, Blair já sabia, por isso disse antes de pegar o livro.

Quase nunca se encontravam, exceto durante os treinos e o torneio de quadribol, aguentando tudo que o Capitão do time diz.

Soltou uma risada baixa, de modo algum ela tinha ciúmes e logo percebeu seu tom de voz, fechou o livro e o colocou sobre a mesa.

- Talvez sim, mas isto não lhe importa, não é mesmo? -colocou-se de uma maneira mais confortável no sofá. - Porque você não tenta com as estrangeiras, algumas delas combinam com você.- devolveu a fala no mesmo tom, havia começado a entrar em seu joguinho.

~Skaywalker - Clan Blakenburg

Usuário: ~Skaywalker
.queen amidala

George se manteve na mesma posição observando as ações da apanhadora. Ela riu de tal forma que fez o rapaz achar que estive rindo da cara dele, o que não seria estranho. Esperava talvez um "Esse menino se acha" ou um "Se toca!" Mas a resposta veio totalmente o diferente a qual imaginava.

Era realmente isso? Blair tinha algum ponto de ciúme dele? Mas porque de tal coisa? George ficara um tanto curioso sobre isso, apesar de nunca ter cogitado antes "chegar" nela. Talvez pelo fato de serem colegas do time. Ou pelo simples fato dela ter passado despercebido por ele.

— Eu me importo sim, e até podemos conversar sobre isso depois se quiser. — seu tom antes maroto mudara para algo mais intenso e galante, mas não durou. — Combinam? Bem, depois quero ver qual acha que combina comigo. Estou curioso para saber o que "combina comigo". — ria fazendo as aspas no ar. — Depois podia me apresentar também para aquela americana que conversava no jantar, também. — propôs com um sorriso mais singelo.

De fato, aquela moça lhe chamara a atenção, talvez por sua beleza pura, um olhar gentil. Sentiu-se curioso para a conhecer melhor e não perderia essa chance.

~RockerSoul

Usuário: ~RockerSoul
Saint Doo



Desde quando o Capitão do time se importava tanto com sua apanhadora? Era algo que Blair queria muito saber.

Quase nunca se viam, e quando ela resolve fazer uma pequena conversa, acabou por se estender mais do que esperava, porém, George se mantinha...preocupado, e isto a deixava ainda mais curiosa.

- Eu sabia! Você está muito interessado nas estrangeiras, mas não consegue deixar de lado as da Sonserina. - disse com um tom desafiador, ela queria ao menos incentiva-lo.

-Está bem, amanhã eu posso dizer, afinal não olhei para todas as estrangeiras. - prendeu seu cabelo em um rabo de cavalo, enquanto se colocava mais a vontade no sofá. - A loira? Ela não faz seu tipo, acho que prefere saber que, garotas implicantes combinam bem com você, acho que as da Sonserina por exemplo.- soltou isto em um tom meio debochante, estava curiosa pra saber até onde isto iria.

~Skaywalker - Clan Blakenburg

Usuário: ~Skaywalker
.queen amidala

George ria, quase chegando a gargalhar. Não estava rindo dela, apenas da forma qual ela colocava as palavras. Teria se irritado tanto com as meninas da sonserina? Por que motivo era sua curiosidade. Levantou-se sentando ao seu lado jogado.

— Está mesmo tão irritada porque eu conversei com as meninas da sonserina? — perguntou com um sorriso interno — Confesso. Quero conhecer as estrangeiras sim, mas não apenas elas. — disse por fim pegando uma pena que havia na mesa de centro e brincando com tal objeto.

— De novo as mencionando... — disse em tom sereno até rir de novo. — Você acha que mesmo que ela não faz meu tipo? Eu tenho tanta cara de gostar de garotas implicantes como as sonserinas que "você" — fez aspas com os dedos no ar — Resolveu implicar? As conhece pelo menos? Eu realmente estou curioso para saber que tipo de garota acha que "combina" comigo. Além das implicantes... — disse agora a encarando de canto de olho.

George estava começando a achar que Blair tinha algo contra elas, porém não entendia como funcionava esse relacionamento de garotas. Talvez ela nem mesmo chegou a conhecer com elas. De implicância a implicância, Blair estava se saindo tal como. Mas ele não mencionaria isso, pois ele sempre tentava pegar os melhores das pessoas. E não queria a irritar.

Colocou novamente os pés em cima da mesa, gostava de ficar ali largado, e até então estava sem sono.

~RockerSoul

Usuário: ~RockerSoul
Saint Doo


Aos poucos o jogo de Blair parecia se transformar em uma discussão, ela havia percebido que, talvez devesse te-lo deixado em paz, era verdade que, ela se sentia incomodada com as Sonserinas, mas ao mesmo tempo se via inferior a elas, pois Blair sempre foi a nerd, e via que, nunca teria a chance de conviver sem fazer um jogo.

- Desculpe, eu acho que, não devia ter feito isso. - baixou a cabeça em lástima, ela se sentia muito culpada por fazer algo do tipo, coisa que quase nunca fez.

Achava errado fazer algo do tipo, ela se culpava por isso.

- A verdade é que...eu tenho inveja, nunca fiquei muito tempo conversando com garotos, e... - sentia-se tão culpada que sua voz quase não saía, talvez era melhor parar, com tudo.

~Skaywalker - Clan Blakenburg

Usuário: ~Skaywalker
.queen amidala

George a observava sereno, estava curioso sobre tal assunto. Pois mal conversava com a garota. Não que ele se importasse com o que andavam falando dele, ele sabia que comentários bons e ruins rondava todo o castelo, sobre o "capitão" do time da Grifinória. Suspirou ao vê-la arrepender-se das palavras anteriores.

George acabou se sentido mal por ter a deixado contra a parede. Afastou-se mais para perto dela com um sorriso.

— Ei, não precisa se sentir assim. Mas não julgue antes de conhecer. Sei que tem a rixa entre nossas casas, e todas essas coisas... Mas nem todo mundo é culpado. E olha, se quer saber, acho que elas nem foram tanto com minha cara. — disse tentando a confortar com um sorriso mais singelo.

— Você pode vir conversar comigo sempre que quiser, Blair. — tentava a animar, sentia-se culpado por a fazer falar dessas coisas. Talvez estivesse se reprimindo e na primeira oportunidade jogou para fora. George suspirou abrindo os braços para um abraço, querendo quebrar todo o clima triste que tinha se formado ali. — Um abraço pode curar sua inveja, elas não ganharam um essa noite, vem cá. — disse a atacando como um abraço de urso.

Queria ao menos tentar fazer ela rir e parar de pensar nessas coisas.