Tópico Fichas de inscrição:

9 Respostas

~CherryCookie - Clan Fantasy

Usuário: ~CherryCookie
Born to die
Administrador do Grupo
Fichas de inscrição:


(Antes de fazer a ficha leia as Regras de convivência Aqui. )




Frase do personagem:





Imagem:





Nome:




Idade:




Gênero:




Sexualidade:



Raça: (Yokai puro ou impuro. Puro: União de dois Yokais. Impuro: União de um Yokai e um mortal.)





Habilidades: (Máximo oito)






Poderes: (Máximo cinco)





Armas: (Máximo três)




Personalidade:




História:




Gosta/Não gosta:




Adicionais:

~CherryCookie - Clan Fantasy

Usuário: ~CherryCookie
Born to die
Administrador do Grupo


Frase do personagem:




Me jogue aos lobos e eu voltarei liderando a alcateia.















Imagem:

















Nome:

Jeon JungKook.













Idade: 18 Anos de idade (Humano). 369 (Yokai).













Gênero:
Masculino.









Sexualidade: Bissexual.









Raça: Puro.









Habilidades:


Raciocínio rápido e estratégico.










Poderes:


-Força desumana (80% devido ao seu sangue Yokai).


-Audição aguçada ( 75% pode ouvir até mesmo cochichos, quando utilizado os outros cinco sentidos são reduzidos).


-Visão 10 vezes mais apurada do que a de um humano comum. (Quando utilizado os outros cinco sentidos são reduzidos).


-Controle do fogo. (68%)


-Pode se transformar em qualquer felino, devido ao pacto que fez com Serena.







Armas:


Katana.












Personalidade:





Timido:


Um garoto de poucas palavras, sempre solitário, nunca se relaciona bem com outras pessoas por medo da não-aceitação alheia. Porém, quando um assunto lhe apetece,
pode vir a ser um rapaz bastante comunicativo e eloquente.



Educado:


Apesar de ser alguém pouco comunicativo e introvertido, Jungkook acaba sendo um rapaz muito educado quando a palavra é dirigida a ele. Sempre respondendo as pessoas
bem ele consegue ser alguém agradável e muito sociável, mesmo que não goste desse ''calor humano''.



Gênio dificíl:


Em palavras chulas, JungKook é aquele tipo de pessoa que você pode provocar o quanto quiser, irritar o quanto quiser, mas se pisar no calo dele... Corra. Ele não
tende a ter piedade das pessoas que o fazem, guarda rancor e dificilmente perdoa uma ofensa, mesmo que engula seco, ele se lembrará.














História:








Jeon Jungkook é sangue-puro, como chamam os Yokais que nascem da união de dois Yokais legítimos. Ele não costuma se vangloriar disto, a não ser que a pessoa seja um impuro e
queira elevar o tom de voz ou ser hostil com ele, o que raramente acontece por ser membro da família Watanabe, mas não qualquer membro, filho de Shinta Watanabe. Pelo
fato da mãe de Jungkook ser Coreana, seu nome foi escolhido pela mesma, o que sempre o incomodou um pouco, pois considera Tókio sua casa apesar de não ter a nacionalidade,
gostaria de um nome Japonês. Jungkook sempre foi o irmão mais novo, mesmo sendo o mais mimado e tendo tudo a sua mão, não é presunçoso ou arrogante como os outros irmãos,
a perda de sua mãe por um membro da A.R.Y o deixou com um cuidado a mais com Yokais e humanos, então o pequeno não gosta de sobressair um grupo e deixar o outro em condições
desfavoráveis, aos seus olhos todo ser vivo merece amor e compaixão. JungKook foi criado como o favorito para a sucessão do internato, como um novo diretor e isso despertou
a inveja de alguns irmãos, que começaram a olha-lo de forma diferente.





Gosta/Não gosta:



[b]Gosta:
Observar o luar, ler, tocar violão e cantar.


Não gosta: Atrapalhem sua leitura, falem muito alto, Que o chamem pelo apelido "Kookie" (Referência a um biscoito americano),
palavreado de baixo calão, toques estranhos.











Adicionais: Tem uma gata preta chamada meia noite.

~iHatsuneUzumaki

Usuário: ~iHatsuneUzumaki
Van Der Woodsen
“Não posso escolher como me sinto, mas posso escolher o que fazer a respeito.”
- WILLIAM SHAKESPEARE.




Nome: Kira Nomura.

Idade: 18 anos.

Gênero: Feminino.

Sexualidade: Bisexual.

Raça: Humana (Impura)

Habilidades:
- Ótima percepção do que se passa ao seu redor e tem reflexos afiados.
- Leitura labial, consegue ler os lábios de qualquer pessoa desde que a mesma esteja pelo menos a 15 metros de distância, capacidade aumentada caso esteja com um binóculos ou instrumento que aumente o alcance da visão.
- Leitura corporal, consegue adivinhar a próxima ação da pessoa com base em seus movimentos, claro que nem sempre está certa.
- Conhece diferentes estilos de luta e combates corpo a corpo.
- É muito habilidosa no manejo de armas.
- Controle emocional afiado, consegue ser manter calma mesmo em situações alarmantes.


Armas:

• Espada de aço longa.
• Kunais
• Besta PMK B1 50 Libras


Personalidade: Forte e determinada, não aceita receber ordens de alguém que considera mais fraco, é extremamente sincera e muito espaçosa, possui senso de humor e faz muito uso do sarcasmo, parece ser fria para desconhecidos, mas quando a conhecem percebem que não é exatamente assim. Não julga as pessoas e espera receber o mesmo tratamento, não gosta de seguir regras e não se intimida fácil. Por ser um pouco impulsiva as vezes é muito teimosa e desobediente.

História: Kira é fruto de uma união entre uma Yokai com um mortal, portanto considerada impura e diferente daqueles que se dizem ter “sangue puro”. Isso sempre a deixou no papel de ser comparada e subestimada por terceiros, fato que a fez ficar um pouco rancorosa com pessoas puras. Sua infância foi tranquila e normal como a de qualquer criança, mas ao completar 10 anos foi posta em treinamento por seu pai que sempre cobrou muito dela, Kira sempre alcançou as expectativas do seu pai que a recompensava a fazendo treinar mais. Sua vida não era apenas treinamentos, Kira sempre soube mesclar isso muito bem com os seus hábitos de leitura e uma vida considerada “normal” aos demais adolescentes e adultos. Essa foi sua vida até seu pai anunciar que para o fim de seu treinamento ela teria que se formar no internato Kuronaisaki, Kira não gostou da ideia, mas engoliu seus motivos para não ir já que o pensamento de ganhar mais conhecimento e experiência dentro daquele internato passou pela sua cabeça, ela concordou e se escreveu na escola fingindo ser uma aluna normal, mas sempre caçando indícios de calamidade.

Gosta:
- Meditar
- Ler
- Café quente
- Musica e moda


Não gosta:
- Não gosta quando interrompem sua leitura
- Não gosta de ser subestimada
- Não gosta de não ser levada a serio
- Não gosta de intrometidos
- Não gosta que mandem nela
- Odeia sujeira e desorganização


Adicionais: [...]

~yukwon

Usuário: ~yukwon
.day[by]day.
Frase do personagem:

Posso parecer um adulto, mas sou somente uma criança alta

Imagem:




Nome:

Min Yoongi


Idade:

23 (Humano) 413 (Yokai)


Gênero:

Masculino


Sexualidade:

Bissexual


Raça:

Impuro


Habilidades:

Tem a grande capacidade de dedução, estando sempre um paço a frente dos outros e sabe absolutamente tudo sobre fatos históricos, geográficos e científicos que marcaram o mundo (ou seja, sabe tudo sobre o universo, mas não sobre as pessoas)


Poderes:

- Aprende com os movimentos do inimigo, sejam esses mentais ou físicos.
- Consegue descobrir o nome e idade do inimigo apenas o observando
- Produz qualquer tipo de matéria, seja química ou sobrenatural
- Alcança a velocidade do som, como consequência, tem uma força nas pernas completamente fora do comum até para yokais
- Provoca explosões com somente o toque de suas mãos.


Armas:

- Foice


Personalidade:

É extremamente seco quando quer, e raramente fala, somente quando é necessário. Dispensa tudo que seja fora de seu interesse, e é rude por natureza. Porém, esconde seu lado doce de ser, o que o faz carinhoso e atencioso. Só desperta esse seu "lado" com pessoas especiais para si. É otimista e despreza todos que são contra esse jeito. Costuma impor suas regras, já que sempre sabe que irá conseguir, e apesar disso, não é arrogante. Está sempre com preguiça de fazer as coisas, mas quando se levanta para tais, dá seu melhor. É masoquista e não sabe a diferença entre "certo" e "errado", para ele, seus atos sempre estão bons, então raramente se arrepende de algo. Não sente medo, muito menos rancor, sendo um alvo difícil.


História:




Abrir os olhos, isso era tudo que eu queria. Ou melhor, abrir os olhos e ver a realidade. Mas não, tive que nascer assim, bem assim sendo sincero. Me odeio, sou uma praga no mundo, uma desgraça, um pequeno erro insignificante. Por que digo isso? Acho que qualquer Yokai puro sabe a resposta; Sou filho de uma humana e um demônio. Nem sequer culpo os outros por me odiar, na verdade. Eles não tem razões para me tratar da mesma forma que eles, sou diferente, isso é fato. Pode ser um diferente bom ou ruim, mas sou diferente. Porém, o "diferente" não precisava ser dessa forma; Desrespeitosa e preconceituosa. Ninguém me conhece, ninguém sabe como realmente sou, e se tu gostar de mim conhecendo-me melhor? E aí? Lide com isso. Mas claro, isso não bastava, eu tinha que ser esquizofrênico. Como convivo com a sociedade? Não convivo, vivo trancado nesse quarto recebendo diariamente visitas de minha mãe.

Mas por favor, não sinta pena de mim, não gosto quando os outros me olham com dó. Ninguém merece um olhar desses, só estás provando superioridade, imundo. Se sou hipócrita? Com certeza, mas desprezo outros semelhantes. Ignorante? Não, por favor, não é necessário tal rebaixamento. Na verdade, pelo fato de eu ser diferente, prova que sou superior. Diferença nunca me provou inferioridade, exatamente pelo contrário. Então tudo que eu quero, é que caiam sobre meus pés, implorem por suas vidas, carreguem todos os seus pecados para o fundo do inferno, pois é lá que meus inimigos merecem estar. Maluco? Não, só diferente, com uma visão diferenciada do mundo, ah sim! Isso eu gosto; Mundo. É interessante, já paraste para pensar que tudo antes era só poeira? Ou que a terra já fora uma esfera de água? Fogo? Gelo! É incrível, o conhecimento é incrível, e é por isso que quero saber sobre tudo, inclusive sobre meus conhecidos. Estudioso? Não, só curioso.

Sei que pode parecer loucura, mas até que gosto de meu quarto. É tudo tão colorido, cheio de cores e flores. Mas as mais presentes são laranja e azul. Para mim elas combinam, não sei por quê. Legal, né? Aliás, nem sequer me apresentei, eu sou Min Yoongi, e daqui dois anos eu explodirei esse lugar de cansaço. Exato, eu sei o que irá acontecer, ou melhor, eu deduzi. É até meio óbvio. Pois sei que daqui esse tempo, eu irei tocar essas paredes, e sabe o que irá acontecer? Bum! Exato, tudo vai para os ares. Minha mãe morrerá amanhã de fome, e nem me preocupo com meu pai, já que nunca o conheci. Mas não pensem que eu não gosto da minha mãe, pelo contrário, eu a amo, mas é humana. E pelo que sei, humanos morrem, não morrem? Ela está fraca já a dias, e infelizmente nada consigo fazer, já que minhas mãos só sabem destruir, não curar.

(.......................)

A forte luz que tomava aquele arredor, até que pequeno, era o suficiente para irritar os olhos da mulher que parava ao lado do jovem de cabelos pretos. Ela sempre soube que ele estava certo; Sua hora estava chegando. E não conseguia tocá-lo, pois isso a mataria mais rápido. O que faria? Passaria suas últimas horas agonizando? Provável. Mas tinha somente um desejo naquele momento, um desejo que na verdade se sentia culpada. Porém a curiosidade é sempre mais forte, coisa que o garoto puxara. Não via como um defeito, não para ele, claro, sendo que dificilmente se daria mal por causa disso. Ele era a revolução.

-- Yoon, me responda uma coisa; O que você vê? -- Qualquer um com a mesma doença que o garoto imploraria para não ser obrigado a contar, mas nem sequer uma reação foi expressa dele. Simplesmente não se importava, já sofrera tanto trancado, sem uma luz verdadeira, somente a que sua mente criava, ou melhor, que ele imaginava.

-- Imagine um grande planalto coberto pela mais verde grama, toda hora esvoaçando pelo vento que é soprado. Agora o por do sol, que tu sabe que jamais irá se por, esse é tão avermelhado que até parece sangue. O céu é contaminado por esse, e tudo isso reflete nas folhas das árvores que circulam um grande terreno coberto por camas com lençóis de cores variadas. Essas sempre chamativas. Na frente disso tudo, há um buquê de flores laranjas e azuis, escrito em tal "Alguém que queria ser". -- Terminou ainda com a típica expressão fria. A mulher, pelo contrário, estava com os olhos cobertos de lágrimas. Então era isso que seu filho via, nada mais nada menos que o paraíso, o que ele desejava; Ser alguém que ele não é. Tudo era sua culpa, isso achava, isso acreditava.

-- Desculpa.

-- Por quê?

-- Fui eu que te fiz sofrer. Eu me apaixonei, e agora tu sofres descontroladamente.
-- O jovem virou seu olhar à mulher a sua esquerda.

-- Não diga isso. Ninguém tem culpa em se apaixonar, e se eu sofro, é porque eu quero, pois posso ser feliz com essa imagem. Agora, aproveite seus últimos momentos de vida, e saiba que jamais te esquecerei, mãe....

329 anos depois

Nunca me esqueci dela, e exatamente da forma que previ, explodi aquele lugar dois anos depois. Minha mãe já mal existia ao meu lado, e o cheiro podre quase me fez não sentir tal. Apodreci, superei. Isso que fiz. Passei o resto de minha vida vivendo como caçador de recompensas, até parar nesse internato, no mínimo curioso. E como sabem, eu sou curioso. Mas não estranhem, já tinha ouvido falar nele antes, e somente hoje resolvi conhecer melhor.

Matei, ganhei, venci. Completamente o oposto do que achavam que eu conseguiria, e agora aqui estou! Uma máquina de matar sem coração, ou melhor, quase sem, que é curioso em saber sobre esses lugares. Claro, irei adentrar, assim que trocar as flores do planalto. Pode parecer estranho, mas mudei o que estava escrito ali. Eu percebi que ser alguém que não sou, não ajudará em nada, e desculpe, sou apegado ao passado.

Escritura do buquê;
Sempre te amei e amarei
Mãe



Gosta/Não gosta:

- Gosta de flores, principalmente rosas. Porém, nunca vê a cor real delas
- Gosta de animais
- Gosta de carne
- Gosta de aprender
- Gosta de branco
- Gosta da noite
- Gosta de frio
- Gosta de dormir

- Não gosta de pessoas hipócritas
- Não gosta de ignorantes
- Não gosta de sol
- Não gosta de calor (verão)

Adicionais:

- Tem preferência por garotos sexualmente
- Já dormiu por cinco dias seguidos só de preguiça
- Dizem que ele é "Imóvel", já que ninguém consegue movê-lo quando é contra sua vontade - isso envolve falar -
- Nunca viu o mar

~Pedorito

Usuário: ~Pedorito
Crona, The Confusion
Neste mundo onde nada é certo, quem pode ser confiável e que está aqui para adicionar uma outra cicatriz?



Nome:
Yumi Yamashita

Idade:
16 Anos

Gênero:
Feminino

Sexualidade:
Bissexual

Raça:
Impuro

Habilidades:
- Seus movimentos são bastante rápidos.
- Tem prestidigitação invejável.



Poderes:
- Pode comunicar com espíritos e toca-los como se fossem vivos. (Faz isto desde nova)
- Pode invocar qualquer tipo de espíritos (Não sabe como faz)



Armas:
- Uma corrente que reage conforme a vontade da garota. Ela acha que é apenas uma pulseira de correntes de ouro branco, que cheda até um pouco abaixo de seu cotovelo no braço esquerdo.

Personalidade:
Yume sempre foi uma garota muito sorridente e alegre, nunca se importando com os problemas a sua volta, até os comentários maldosos sobre ela começarem, assim se tornou uma garota quieta e introspectiva.
Despois de tudo ela começou a ver a realidade a malícia do mundo se tornando uma garota que solta comentários irônicos e sarcásticos quando lhe convêm, começando a ver malícia nas coisas elas as vezes solta palavras com um ar de duplo sentido ou até pensa coisas desse tipo.
Mas ela realmente prefere evitar as pessoas, pois não sabe se vão aceita-la como ela é agora e se não vão fazer a mesma coisa que antes.


História:
Yume é a segunda filha de uma noite de diversão de Yokai desconhecido, que traia sua parceira e sua mãe, Hamma Yamashita. A garota nasceu com lindos olhos como lindos diamantes negros e cabelos de um castanho sem igual. A garota foi criada apenas pela mãe em uma casa na colina de uma vila, recebendo boa educação.

Ela era uma garota de rosto bastante atraente, sendo chamada de anjo pelos moradores mais velhos da vila e eles achavam que ela era de outro mundo, mas os outros já achavam que ela era estranha... Sempre perto de animais como se falasse com eles, vivia com dois corvos a seguindo, sempre indo nas ruínas e no cemitério da vila, dizendo que era um local bastante agradável e que conhecia pessoas novas lá, por isto entre as outras crianças e jovens ela era conhecida como Yokai.
Poucas crianças faziam amizade com a mesma e assim que faziam eram influenciados a ir contra a garota ou eram afastados com as histórias inventadas sobre ela.
Sua mãe dizia que ela não era nada disso, mas sim que ela era um anjo como os velhos diziam, ela sempre acreditava na mãe, mas não depois de descobrir que as pessoas que conversavam com ela no cemitério falarem que estavam mortas, não depois dos corvos que viviam com ela falarem, sim eles falaram e falaram mais do que a menina poderia digerir. Falaram que a menina era filha de um Yokai e que eles eram o guardião da mesma, que seu pai tinha traído a mulher dele com a mãe da garota e que ela por sorte era apenas humana, mas com uma beleza invejável de um demônio e agora que ela sabia de tudo eles poderiam ir, pois se continuassem eles poderiam procurar ela.

A menina não poderia viver mais na vila, ela pediu para a mãe para elas se mudarem de lá, ela mentiu dizendo que não queria morrer sendo chamada de Youkai e sem nenhum amigo.
Assim elas fizeram, sem mudaram para a cidade e recomeçaram. Ela fugiu das brincadeiras, mas encontrou problemas maiores por conta de sua beleza... Era abordada pelos garotos da antiga escola, invejada e agredida verbalmente pelas meninas e tinha um ou dois amigos, mas para conseguirem chamar atenção de outras pessoas.
Em um desses dias "comuns" de aula, quando a garota voltava para casa ela foi encurralada por um grupos de garotos que eram formado por garotos da escola e de fora dela, eles a perseguiram e a prenderam em um beco. A garota desesperada e sem saber oque fazer fechou os olhos cheios de lágrimas e gritou, mas seu grito de socorro não ecoou no mundo dos vivos, mas sim no outro mundo, espíritos a salvaram, os expulsaram de perto dela. Ela se sentiu em casa, se sentiu protegida. Sabia que poderia confiar nos espíritos, sempre confiou.
Quando a garota chegou em casa, contou tudo para a mãe, que disse que no desespero a mente prega peças e que apenas quando criança ela poderia fazer isto e não mais agora, e a mais nova acreditou.
Hamma então resolveu coloca-la no internato Kuronaisaki, dizendo que parecia mais seguro do que continuar onde estava. Então Yume não exitou, ela confiava na mãe, mas do que nos outros.


Gosta:
Lugares Abandonados || Noite || Lua Cheia || Doces || Preto || Branco || Vento

Não gosta:
Pessoas Agitadas Demais || Dias Quantes || Neve || Tempestades

Adicionais:
- Yume em japonês significa sonho.
- Ela gosta de ser chamada de Angel, pois é a única coisa boa de que a apelidaram.
- Yume mede 1,70 cm e pesa 51kg.
- Ela pode ter a aparência de uma criança, mas já tem o corpo perfeitamente formado e com curvas.

~IkiHiyori - Clan Blakenburg

Usuário: ~IkiHiyori



Frase do personagem:

I don't care what you think (Eu não ligo para o que você pensa)
As long as it's about me (Contanto que seja sobre mim)
The best of us can find happiness (O melhor de nós consegue encontrar felicidade)
In misery. (Na miséria)

Imagem:

Nome:
Park Jimin.

Idade:
21.

Gênero:
Masculino.

Sexualidade:
Bissexual.

Raça:
Humano.

Habilidades:
1. Perícia em armas.
2. Perícia em lutas.
3. Memória fotográfica.
4. Reflexos avançados.
5. Resistência.
6. Boa comunicação.
7. Persuasão.
8. Inteligência avançada.

Poderes:
Não tem.

Armas:
Jimin sabe utilizar várias, pois as domina desde jovem, mas prefere sua katana, um trio de adagas gêmeas de arremesso e um soco inglês com espinhos.


Personalidade:
Cavalheiro:
Jimin é um perfeito cavalheiro. Demonstra admiração e preocupação pelas pessoas, prezando sempre pelo bem estar destas. É do tipo que que dá flores, abre a porta do carro, ajuda a carregar as malas, segura a porta para que passem e prepara jantares românticos. Em suma, um príncipe.

Agitado:
Jimin é um rapaz extremamente animado, alegre, altivo, de bom humor. Ele acha que a vida é incrível e precisa ser aproveitada todo o dia, como se fosse o último. Não é raro vê-lo fazendo loucuras aleatórias. Gosta de se sentir corajoso, da emoção de fazer o impossível. Não sabe ficar quieto por muito tempo. Precisa estar fazendo algo, nem que seja batucar a mesa com canetas.

Irônico:
Talvez este seja um de seus maiores defeitos, mas Jimin abusa muito de sua ironia, se irritado, sem paciência, chateado ou mau humorado (o que é raro acontecer). Ele não liga de "dar patadas" ou ser rude, desde que a pessoa mereça. Isso contradiz seu lado romântico, mas ninguém é 100% perfeito, não?

Safado:
Apesar de seu rosto esbanjar inocência, sua mente é pervertida. Jimin tem um sorriso malicioso e pensamentos repletos de maldade. Consegue enxergar segundas e terceiras intenções até onde não existe e, por vezes, acaba colocando duplo sentido em suas frases, mas tenta esconder isso com expressões meigas e brincalhonas.

História:
Park Jimin nasceu em um família normal. Tinha pai, mãe e um irmão mais novo. Dentro de casa, era amado, querido, respeitado e mimado por seus genitores. Tirava as melhores notas na escola, era o melhor aluno da sala e sempre se destacou nos esportes, além de ser extremamente educado. Um garoto perfeito.

Mas foi a perfeição que o fez sofrer.

Por ser tachado de "queridinho dos professores", seus colegas não gostavam dele. Era zoado por ser nerd, feio, "gordo" e gostar de séries, filmes, livros e ficção científica. Sofria abusos verbais e apanhava constantemente, chegando em casa com marcas roxas e cortes fundos, que fazia questão de esconder da família, pois não queria que se preocupassem.

Aos catorze anos começou a praticar vários tipos de luta, entre elas Judô, Taekwon-do, Kung-Fu, Karatê, Muay Thai e Boxe, em seu tempo livre, para sua auto-defesa. Em uma dessas agressões sofridas, utilizando seus conhecimentos, Jimin acabou por surrar quatro colegas de sala, chegando a ponto de quase matá-los, a fim de descontar sua raiva e mágoa, que guardou por tanto tempo. Mas foi parado por uma criatura estranha, que lhe dava conselhos, como uma voz em sua cabeça, tentando fazê-lo abrir os olhos.

Alguns anos depois, precisamente cinco, com dezenove anos, Jimin finalmente descobrira o que era a tal criatura. Um Yokai, um demônio, um espírito que, surpreendentemente, era bom. Tinha as melhores intenções para com ele. Desperto pela curiosidade e gratidão, o moreno começou a pesquisar sobre aquela espécie, deparando-se com diversos mitos e lendas, algumas meias verdades.

Seguiu o rastro que pôde e acabou por descobrir o Internato Kuronaisaki. Um colégio para Yokais. Saiu de casa com a desculpa de cursar uma faculdade fora de sua cidade natal e se matriculou como aluno ali.

Seu objetivo era, além de aprender a conviver com esses seres diferentes, ajudá-los a aprender a como lidar com humanos.

Uma ligação de mente e alma.


Gosta/Não gosta:
Gosta:
- Ler.
- Desenhar.
- Lutar.
- Cozinhar.
- Sexo.
- Dias frios.
- Doces.
- Neve.
- Livros.
- Seus fones de ouvido.
- Camisas xadrez.
- Bonés.
- Cantar.
- Dançar.
- Yokais.

Não Gosta:
- Café.
- Dias quentes.
- Fogo.
- Praia.
- Dormir cedo.
- Lugares muito cheios.
- Pessoas fúteis.
- Viajar de ônibus.
- Vulgaridade.
- Pessoas mal educadas.
- Injustiças.

Adicionais:
- Prefere ser chamado de Jiminnie;
- É, relativamente, um homem baixo, para sua idade (1,75) e pesa apenas 60kg.
- Suas cores favoritas são azul e preto;
- Seu pecado é capital é Orgulho.

~Rodrigo_D_Kira - Clan Blakenburg

Usuário: ~Rodrigo_D_Kira
My heart beats for you.
Frase do personagem:
"Não tem amigos o homem que nunca teve inimigos" - Alfred Tennyson

Imagem:

Nome: Ikki Kuroisen

Idade: 23 anos (Humano) / 416 (Youkai)

Gênero: Masculino

Sexualidade: Heterossexual

Raça: Youkai Puro

Habilidades:
- Perícia em Arco e Flecha;
- Perícia com Adagas;
- Perícia em Furtividade;
- Agilidade;
- Escalar;

Poderes:
- Velocidade sobrenatural;
- Relâmpago sobrenatural;

Armas:
- Adagas gêmeas
- Arco e Flecha;

Personalidade:
Ikki é um rapaz bastante incomum. Ele não é bipolar já que seu humor não muda drasticamente de um segundo para o outro, mas ele tem um jeito todo próprio de agir com cada pessoa. Quanto mais próxima dele ela for, mais amigável ele é.
De modo geral, Ikki é um youkai animado, cheio de energia e disposição e está sempre de bom-humor. Mas ao mesmo tempo, ele tem um jeito extremamente rebelde e não gosta de seguir regras, preferindo agir à sua própria maneira, com seu próprio "código de honra", por assim dizer.
Quando está perto de algo que o desagrada, ele se torna extremamente antipático, irritado e frio, até que esse alvo de desgosto suma de sua vista. Entre amigos, ele é mais descontraído, flexível e de uma alegria contagiante.
Conquiste a simpatia de Ikki, e terá um amigo para toda a vida. Conquiste sua inimizade, e receberá os olhares mais gelados que se pode imaginar.

História:
Apesar de ser membro da família Kuroisen, Ikki nunca ligou muito para o suposto "status" que seu nome lhe conferia. Apesar de seus vários defeitos, o jovem youkai procurava ser do tipo que "se dá bem com todo mundo", e se isso não desse certo, ele simplesmente virava uma pedra de gelo com a pessoa de quem não gostava. E até que isso sempre funcionou muito bem.
De qualquer forma, sua vida não tinha nada de muito emocionante, até ele saber sobre o projeto do Internato Kuronaisaki. Uma escola para humanos e youkais (disfarçados de humanos). Uma chance de conhecer pessoas novas e ter novas experiências. Uma grande aposta.
Imediatamente, o rapaz se interessou pelo lugar e pediu para ir para o Internato, o que, naturalmente lhe foi negado. A família ainda queria mais um tempo até que tudo estivesse mais calmo, antes de mandar alguém dos Kuroisen para lá.
Mas Ikki não ia desistir. Ele estudou sobre os humanos e sobre o projeto do Internato Kuronaisaki, aprendeu a se disfarçar de humano e mostrar que estava pronto para ir para lá e que tudo daria certo. Foi assim por meses até que sua família concordou com o rapaz ir para a escola.
Agora, com seu objetivo concluído, Ikki segue em frente para ver o mundo com seus próprios olhos.

Gosta:
- Cor verde;
- Doces;
- Animais;
- Ler;
- Ouvir música;
- Sentir-se livre;
- Amigos.

Não gosta:
- Comidas amargas;
- Cheiros fortes;
- Ruído;
- Gente intrometida;
- Que o interrompam quando está lendo;
- Que tirem sua concentração;
- Que digam a ele o que fazer.

Adicionais:
- 1,73m e 80kg;
- Adora acordar cedo;
- Quando não tem nada para fazer, gosta de escalar prédios e correr em telhados;
- Quando houve música e está sozinho, fica cantando e dançando sem ligar.

~A-C-C - Clan Timber

Usuário: ~A-C-C

Frase do personagem: Um fogo devora um outro fogo. Uma dor de angústia cura-se com outra. - William Shakespeare





Imagem: (olho vermelho)





Nome: Fire Watanabe




Idade: 19




Gênero: Feminino




Sexualidade: Hetero



Raça: Yokai puro





Habilidades: Domesticação de Aguias e de Raposas






Poderes: Olhos dos sete pecados: Lança um olhar que induz a pessoa a um dos sete pecados capitais.
Incendio: Ilude a pessoa a achar que estar num incendio
Criação de fogo: Cria coisas a partir do fogo.





Armas: Grimoar




Personalidade: Brava, mandona, fala apenas o necessario, fica constrangida facilmente




História: Fire sempre morou com suas irmãs no Norte do Japão das 4, Fire era a do meio mais velha, elas treinavam muito seus ataques, ate que quando Fire fez 15 anos a sua irmã mais nova morreu depois disso a harmonia entre as irmãs ficaram abaladas então Fire resolveu vir ao Internato Kuronaisaki




Gosta/Não gosta: Gosta:
- Guitarra
- Rock
- Rebelioes
Nao gosta:
- Pessoas certinhas
- "Frufuzinho"
- Pelucias




Adicionais: tem um pingente:

~Yoon_Carol

Usuário: ~Yoon_Carol
Zelo mozaum, Maridinho dlç
Frase do personagem:


Com o poder de atrair todas as mulheres
O homem que morava sozinho em sua mansão
Trazia todas as mulheres que o agradavam
E assim ele criou o seu harém
O sabor do libido que escondeu o veneno o prazer da lâmina que corta
O sangue e o suor que se misturam depois de um tempo se tornam gotas púrpuras
Agora que tiramos nossas roupas,não podemos retornar à realidade.


Imagem:





Nome:

Kim TaeHyung


Idade:

20(Humano) 468(yokai)


Gênero:

Masculino


Sexualidade:

Bissexual


Raça:

Yokai Puro


Habilidades:

-Flexibilidade.
-Agilidade.
-Sedução.
-Pericia em armas.
-Inteligencia.
-Perica em luta corpo a corpo.


Poderes:

-Teletransporte.
-Consegue parar o tempo por 15 a 60 segundos.
-Controle de animais.
-Consegue se transformar no que quiser.
-Força estrema.


Armas:

Sabe ultilizar qualquer tipo mais suas favoritas são: a Katana, a Sub metralhadora e as facas gêmeas.





Personalidade:

Paciente, apegado a coisas materiais, gentil, orgulhoso, fica mau humorado facilmente, é bem ousado, safado, gosta de liberdade não gosta de ficar "preso" nas coisas, decidido, galanteador, egoísta não gosta de dividir nada que é seu ou que vai ser, preguiçoso, brincalhão, gosta de irritar que ele gosta ou é intimo, é muito muito muito ciumento mesmo.


História:


De acordo com as regras do mundo em que vivo, eu não deveria existir. Pessoas, se é que podemos chamar assim, da minha raça não são bem vindas aos olhos dos seres naturais, humanos. Eles têm medo de nós. Porque somos aberrações, demônios, espíritos. Nem sempre somos ruins, mas mesmo o mais fraco de nós causa medo. É algo com que eu preciso me acostumar. Apesar de não parecer, eu sou muito, muito velho. Mamãe e Papai diziam que o tempo demora mais para passar quando a criança é um yokai, mas eu mantenho minha forma roubando a aparência de outras pessoas. Hoje em dia, me apresento como TaeHyung ou V, para os mais íntimos, mas em outras épocas eu fui um lorde, médico, cientista e até pintor. Sou filho de dois sangue puros. Talvez essa descendência é o que faça minha presença ser persuasiva. Eu exalo poder e confiança, meu externo. Mas não pense que sou como um vilão clichê de filme de terror. Mesmo que meus pulsamentos sejam de seres, no mínimo, infernais, eu não quis ser assim. Cresci e optei por um caminho diferente. Sou eu quem faço as minhas escolhas , assumo meu erros e lido com as consequências dos meu ator. Sou um adulto. E como tal, não finjo ser quem não sou. Estou exatamente onde eu queria estar. E mesmo que se muitos não saibam sobre a minhas espécie e os que sabem temem, isso não muda nada, ao meu ver. Eu poderia ser apenas uma alma ruim, estragando a vida de muitas pessoas. Mas eu decidi estar aqui. Decidi aprender algo que eu nunca consegui aprender sozinho. Daqui pra frente, eu tenho apenas um objetivo. Provar para mim mesmo que fiz as escolhas certas. Que mesmo sendo condenado pelos meus superiores, eu nunca desisti dos meus valores e verdades. Hoje, eu sou, aparentemente, um aluno normal. Um Yokai curioso, interessado na vida e modos de ver o mundo daqueles que eu tanto aterroriza.


Gosta/Não gosta:

Gosta:

-Danone.
-Doces.
-Sexo.
-Dormir.
-Animais.
-Ler.
-Cantar.
-Dançar.
-Conhecer e aprender coisas novas.
-Frio.
-Comer.
-Musica
.

Não gosta:

-De ser ignorado.
-De não tem o que quer.
-Mentiras.
-Que toquem no que é dele sem permissão.
-Calor


Adicionais:

-Suas cores favoritas são Preto e Branco
-Seu número favorito é o número 10
- gosta do outono e do inverno.
-Tem 1,78 e pesa 50kg
-Nunca esteve em um relacionamento serio.
-Gosta de ser chamado de V por causa da palavra Vitoria.

~CherryCookie - Clan Fantasy

Usuário: ~CherryCookie
Born to die
Administrador do Grupo
Frase do personagem:

A paz vem de dentro de você mesmo. Não a procure à sua volta.





Imagem:







Nome: Aito Watanabe




Idade: 24 anos (Humano) 499. (Yokai)




Gênero: Masculino.




Sexualidade: Bissexual.



Raça: Yokai impuro.





Habilidades:

•Velocidade: Sua velocidade ultrapassa a de um humano comum em 60%

•Audição: Sua audição é 10 vezes mais aguçada que a de um humano comum

•Força: Sua força é descomunal, podendo quebrar paredes com um soco.






Poderes:

•Regeneração: Se regenera 20% mais rápido que um humano comum.


•Emoções: Consegue sentir as emoções do outro mesmo que não sabendo pelo que são causadas.


•Transfiguração: Consegue se transformar em qualquer animal.


Armas: Não costuma usar nenhuma.




Personalidade:



Cortês: Extremamente simpático e educado, esbanja sua forma de agir e pensar para todos que estiverem presentes, costuma usar de bons modos e cordialidade para tratar os demais.


Narcisismo: O que atrapalha toda essa cordialidade é seu narcisismo, Aito tem a noção de sua beleza mas geralmente costuma se colocar a frente dos demais, se enaltecendo de seu charme e todos seus atributos em detrimento dos demais.


Complexo de superioridade: Sempre quer estar um passo adiante de todos e isso o torna uma pessoa individualista, sempre pensando em si mesmo e em seus benefícios do que nos demais a sua volta. Detesta perder.







História:



Aito Watanabe cresceu na mansão juntamente com Jungkook, o fato é que ele nunca foi tratado como o irmão de forma que nunca notou tal parentesco, então, cresceram na mesma base, adentrando o internato quando Shinta achou conveniente. Após anos tendo relações de intercurso com o jovem Jungkook eles acabaram por descobrir que o rapaz era filho de Shinta, cortaram contato e Aito acabou indo embora do local, trabalhando em outras das ramificações do local pelo mundo. Passou por diversos países e culturas aprendendo novas línguas e conhecendo pessoas novas, com o tempo se esqueceu de Jungkook, até que o rapaz o ligou, obviamente ele não iria casar-se, conversaria com Shinta e estaria tudo bem, o homem sempre ouviu Aito mesmo sendo um meio Yokai e considerava suas opiniões válidas, ao contrário de Jungkook.





Gosta/Não gosta:


Gosta:

•Ler.

•Sexo (dominante.)

•Ganhar em todas as situações possíveis.

•Cantar, faz isso as escondidas.

•Escrever.

•Cup cake. (Um doce que considera... Agradável.)

•Harry Potter (Grande fã)




Não gosta:


•Que o interrompam.


•Que o menosprezem.


•Perder.


•Mexam em suas coisas.




Adicionais: Tem um gato chamado Sonserina, que o segue por todos os lados e usa uma coleira com um Rubi com o nome do gato gravado.