Tópico Cidade de Port Royal

116 Respostas

~CherryCookie - Clan Fantasy

Usuário: ~CherryCookie
Born to die
Administrador do Grupo
Esta é a cidade que fica próxima do cais, onde fica o Porto Comercial, nela os cidadãos vivem "livremente" e piratas de todos os cantos devem tomar extremo cuidado.

~Rodrigo_D_Kira - Clan Blakenburg

Usuário: ~Rodrigo_D_Kira
My heart beats for you.
Sinbad Turner:


Eu estava certo. Port Royal não era longe de onde estávamos. Poderíamos cuidar do Pele-de-Marfim, Theo e Dill, fazer reparos nos navios, e comprar provisões.

- Homens! Baixar âncora! Não vamos para perto do cais ou poderemos causar problemas!
- exclamo, no timão. - Avisem o Vingança e baixem escalares! Quero que coloquem os feridos a bordo!

~CherryCookie - Clan Fantasy

Usuário: ~CherryCookie
Born to die
Administrador do Grupo


Capitã Dill Sparrow

Fui até minha cabine com um pouco de dificuldade e troquei minhas vestes, coloquei um vestido fino e retirei o chapéu trançando o cabelo, para parecer alguém de posses, só assim seríamos atendidos naquele ninho de ratos.
Desceram os feridos, eu não estava tão mutilada mas fiz questão de descer junto, para acompanha-los, me sentei ao lado de Frank e Theodore e passei os dedos pelo rosto de Theo.

-Quando você quer, causa um grande estrago não é? - Sorri enquanto avistava Port Royal se aproximar, aquela cidade que me trás tantas memórias... - Estamos chegando, vocês vão ficar bem, disse fitando Frank que estava de olhos abertos, não sabia se ele me ouvia bem mas eu ia fazer o máximo para melhorar seu estado.

O ferimento de Theodore infeccionou e precisamos agora trata-lo com um profissional também, vejo o cais se aproximando e desco, ordeno que levem os dois junto comigo, alugo uma carruagem e estamos mais próximos do médico, espero que de tudo certo.

Quando chegamos ao local, um senhor de cabelo grisalho nos atendeu, acertei o valor depois dele examinar os dois e ele disse que estão fora de perigo, eu expliquei o tiro e os cortes como um ataque pirata, que eu era uma comerciante de jóias, antes de descer nós os desarmamos é claro, para não levantar muitas suspeitas.

Fiquei numa pequena saleta esperando a hora em que poderia ve-los.

Espero que eles fiquem bem...







~CherryCookie - Clan Fantasy

Usuário: ~CherryCookie
Born to die
Administrador do Grupo


Capitã Dill Sparrow

Após um tempo o doutor saiu da sala tirando as luvas, ele disse que a cirurgia foi um sucesso e que era coisa simples, mas fizemos bem de traze-los até um médico pois a emorragia seria algo muito delicado para tratar em um navio no meio do oceano sem médicos a bordo.
Logo após nos explicar o procedimento, ele me deixou entrar na sala, disse que Frank acordaria facilmente, já Theo estava dormindo (preguiçoso). Entrei no local e me sentei em um banco no meio das duas camas, encostei um dedo em Frank para ver se ele acordava.

-Que bom que está bem... - Disse em voz baixa, soltando um longo suspiro e acariciando os seus cabelos. - Logo estará melhor.

Depois conversaria com Sinb, ele nos ajudou tanto a bordo, sem ele acho que não estaríamos aqui agora.



~CherryCookie - Clan Fantasy

Usuário: ~CherryCookie
Born to die
Administrador do Grupo


Capitã Dill Sparrow

-Estava na sua mão antes de eu desmaiar, quando acordei ela permanecia lá mas tomei a liberdade de "rouba-la" até que estivesse consciente para que não perdesse. - Disse à amarrando de volta em sua cabeça.

-Bom já que esta bem, vou deixa-lo aqui, quando precisar é só tocar a sineta que fica na comoda, eu virei em seguida.

Disse-lhe sorrindo e me levantando.


~CherryCookie - Clan Fantasy

Usuário: ~CherryCookie
Born to die
Administrador do Grupo


Capitã Dill Sparrow


Parava de caminhar e me voltava a ele.

-Nós temos um acordo, e eu cumpro o que digo. - Disse-lhe sorrindo. - Mas acho melhor você ficar em terra ou somente ficar com o vingança, e não precisa me ajudar, quando atracar eu darei sua parte. - Me sentei novamente.

-Já quase morreu uma vez por minha culpa, não quero que aconteça novamente. - Fitava Theo ainda dormindo. - Acho que desta vez, vou sozinha.

~Alfa0 - Clan Timber

Usuário: ~Alfa0
Squirtle
(Off: Pelo amor de Deus deixa eu acordar o Thoren)

~CherryCookie - Clan Fantasy

Usuário: ~CherryCookie
Born to die
Administrador do Grupo


Capitã Dill Sparrow

-Mas salvar sua vida estava explicito, nunca vi ninguém reclamar tanto depois de ser salvo. - Me virava para Theo emburrada.

-Sinb te tirou do navio inimigo, acho que deve um agradecimento a ele, quanto ao Theo, ele igualou o jogo, agora Lucas não tem um olho e Thoren teve um ferimento no pulmão. - Corava ao lembrar do que Sinb contou sobre o ocorrido.

Fechava a camisa de Frank e dava um tapa de leve em sua mão, afastando do curativo.

-E não mecha nisso... - O fitava meio emburrada ainda. - A.. E como me reconheceu sem as roupas? Tive que mudar para não chamar a atenção e confesso que me sinto mal com estas roupas de "nobreza". - Disse fazendo uma careta.

~CherryCookie - Clan Fantasy

Usuário: ~CherryCookie
Born to die
Administrador do Grupo


Capitã Dill Sparrow

-Você não está com disposição para "fantasiar" nada. - Disse sorrindo. - Entendo, já era de se esperar que reconhecesse meu... cheiro. - Olhava ao redor corando levemente com cuidado para ninguém ouvir aquilo.


-Talvez tenha tempo de senti-lo de perto novamente, se não morrer antes disso.

Theodore se retirou um pouco então fui até ele e toquei sua testa, estava com febre, coloquei um pano umido em sua testa e o deixei descansar, sentei-me novamente o fitando preocupada.

-Exagero meu me preocupar com Theo desta maneira, ele sempre chega na última hora e sempre ajuda muito, mas sempre sai com sequelas. - Disse com uma preocupação na voz.

~Alfa0 - Clan Timber

Usuário: ~Alfa0
Squirtle


Thoren Senfin

Chegamos ao porto, eu sentia dores por todo o corpo. Sentia dificuldades até para sentar na cama. Quando vejo meu gato Meia-noite está ao meu lado. Sua cara fofinha acariciava minha mão. Ele sempre me deixava animado. Olho para alguns marujos e peço para eles me trazerem comida. Como e bebo um pouco.

Depois de comer eu peço a eles que me levem a um médico. Fui levado em uma condução junto com dois marujos. Meia-noite me acompanhava o tempo todo. Quando chegamos ao local ele logo já entrou correndo no consultório. Conversei com o médico e lhe paguei. Não precisei me disfarçar afinal eu sempre estava bem vestido. Quando ele me levou a maçã e eu vi as pessoas ao lado falei para Dill:

- Quer me matar não é?
___________________________________________________

"Corra atrás dos seus sonhos agora, porque um dia não poderá mais correr."