Grupo Mortal Kombat - RPG



Grupo Mortal Kombat - RPG
Administrado por ~Kamiyu-Chan
Criado
Tipo Privado
Conteúdo visivel para Apenas membros
No início dos tempos, só existiam dois seres: Os Elder Gods (Deuses Ancestrais) e o One Being (O Ser). O Ser ganhou seu poder drenando os poderes dos Deuses Ancestrais, então os Deuses Ancestrais declararam guerra ao Ser. Os Deuses Ancestrais criaram seis armas [também reconhecidas como pedras] chamadas Kamidogu. Quando usaram a arma, dividiram O Ser em muitos pedaços, mas sua consciência sobreviveu. O Kamidogu se perdeu em 6 partes diferentes do Ser. Dessas peças se formaram os reinos, e a vida começou a crescer dentro deles. Havia seis reinos principais: Earthrealm(Plano Terreno/Terra), Netherrealm(Submundo), Outworld (Exoterra),Orderrealm/Seido (Reino da Ordem),Chaosrealm (Reino Caótico) e Edenia, cada um com um Kamidogu que definiu a essência de cada reino.

Pouco tempo depois da criação dos reinos, o deus Protetor de Edenia, Argus e sua esposa, a feiticeira Delia, tiveram dois filhos, Taven e Daegon. Delia tinha visões e profecias do futuro, e em uma dessa visões ela viu a destruição dos reinos por guerreiros cada vez mais numerosos e poderosos. Os Deuses Ancestrais exigiram uma solução por parte de Argus e Delia para evitar o armagedom. Delia previu que o Armagedom ocorreria nas ruínas edenianas, assim Argus criou uma pirâmide enquanto Delia criou um elemental do fogo chamado Blaze, que teria o poder para parar os guerreiros.

Argus queria que todos os guerreiros fossem destruídos, mas Delia queria algo mais misericordioso: tirar os poderes dos guerreiros. Para resolver essa discussão, decidiram colocar os seus dois filhos na competição e quem derrotasse Blaze ficaria com o trono de Edenia e decidiria o futuro dos guerreiros. Para isso, cada um tinha que conseguir ou a espada do seu pai ou a armadura de sua mãe localizadas em dois templos no Plano Terreno. Se o vencedor estivesse com a armadura, todos perderiam seus poderes e se o vencedor estivesse com a espada, eles seriam destruídos.

Eles foram chamados para o templo de Argus. Ao chegar lá foram emboscados e colocados em estado de estase com um dragão protetor para cada. Orin protegeria Taven e Caro protegeria Daegon. Quando Blaze desse o sinal os dragões deveriam acordar seus protegidos.

Todos os Deuses Ancestrais cuidavam dos reinos com uma grande sabedoria, mas um deles conhecido como Shinnok caiu na ilusão da ganância e poder e queria o Plano Terreno somente para ele. Mas o encarregado pelo Plano Terreno era o deus do trovão Raiden, então Shinnok começou uma guerra tão intensa que mergulhou o Plano Terreno em uma era de trevas, quase destruindo.

Raiden descobriu que Shinnok, com o poder de um amuleto místico, enfraqueceu as barreiras entre os reinos e possibilitou sua entrada no Plano Terreno. Vendo-se obrigado a escolher entre a destruição da raça sauriana (raça que habitava o Plano Terreno antes dos humanos) ou a de Shinnok, Raiden, com a ajuda dos Deuses Ancestrais, baniu Shinnok para o Submundo, poupando assim a vida da raça sauriana e retirando o amuleto da posse de Shinnok.

Raiden colocou o amuleto nas profundezas de uma montanha na ásia, onde criou um templo e designou quatro deuses elementais (representados pelos elementos que formam os reinos, água, fogo, terra e ar) para protegê-lo.

Enquanto o Amuleto Místico estivesse protegido no Plano Terreno, Shinnok permaneceria preso no Submundo.

Em um ponto desconhecido da história houve o primeiro imperador da Exoterra chamado Onaga. Ele conquistava e unia os outros reinos com Exoterra para ter cada vez mais poder e território. O segredo de Onaga era seu exercito quase que invencível, já que seu coração lhe dava o poder de ressuscitar os mortos quantas vezes quisesse. Porém Onaga queria ser imortal, então ele cuidou de um ovo de dragão para quando ele nascesse seus feiticeiros transferissem sua alma para o novo corpo.

Foi neste momento que Shao Kahn, um dos seus mais leais conselheiros, se rebelou. Ele envenenou Onaga e tomou o trono da Exoterra. Então, assim como Onaga, ele tentou aumentar seu poder conquistando outros reinos menores, assim, durante muito tempo, foi aumentando seu poder até poder conquistar um reino do tamanho do seu: Edenia.

Para fundir os reinos, Shao Kahn tinha que vencer um torneio sagrado chamado Mortal Kombat. Essa foi a regra estipulada pelos Deuses Ancestrais para evitar qualquer tipo de confronto desastroso. Apesar dos grandes esforços dos guerreiros de Edenia, Shao Kahn venceu, assassinou o Rei Jerrod e uniu os reinos. Shao Kahn forçou a rainha Sindel a ser sua esposa e adotou a princesa Kitana como sua filha. Então, por uma falha de segurança, Daegon foi despertado para trazer o equilíbrio aos reinos corrompidos. Porém o armagedom não havia começado ainda, assim, Daegon teve uma grande vantagem sobre Taven. Caro o acordou ao pensar que uma perda de contato com Blaze fosse o sinal, mas na verdade Blaze foi sequestrado para proteger o ovo de dragão de Onaga.

Alguns milênios se passaram, agora com Edenia conquistada e adicionada a Exoterra, Shao Kahn se focou para a conquista do Plano Terreno. Shao Kahn enviou seu feiticeiro Shang Tsung para idealizar o Torneio Sagrado para conquista-la. Raiden convocou os melhores guerreiros da terra para a White Lotus Society (Sociedade Lótus Branca), sociedade que definiria um guerreiro a cada 500 anos para defender o reino da terra no torneio.

O Grande Kung Lao foi o escolhido, derrotou Shang Tsung e se tornou o grande campeão. Mas eles foram campeões somente por uma geração, pois Shang Tsung tinha uma nova arma, o shokan Goro, que matou O Grande Kung Lao e ganhou o torneio por 9 gerações, das 10 seguidas que eram necessárias para unir os reinos.

Antes de acontecer o último torneio, Quan Chiconvocou Sub-Zero para ajudá-lo a recuperar o Amuleto Sagrado de Shinnok e mandouScorpion como um plano B, caso Sub-Zero não conseguisse completar sua missão. Logo, Sub-Zero derrotou todos os Deuses Elementais e entregou o amuleto a Quan Chi. Porém, Quan Chi enganou Shinnok e lhe entregou um amuleto falso, ficando com o verdadeiro para si.

Raiden alertou Sub-Zero sobre o erro que cometera e as consequências disso. Sub-Zero então foi para o Submundo enfrentar Shinnok e recuperar o amuleto. Ele foi bem sucedido e manteve a paz, pelo menos por um momento.

Dois anos depois, um novo torneio foi organizado por Shang Tsung. Sendo assim o monge shaolin Liu Kang foi escolhido pela Sociedade Lótus Branca para participar do torneio e proteger o Plano Terreno. Durante o torneio, ele se uniu ao superstar de filmes de ação Johnny Cage e Sonya Blade, membro das Forças Especiais Americana. Cage entrou no Mortal Kombat para provar ao mundo que suas habilidades não são efeitos especiais e, Sonya, por sua vez, acabou participando do torneio por acidente, quando perseguia um perigoso criminoso conhecido como Kano. Sub-Zero também participará do torneio, sob ordens de matar Shang Tsung. Após muitos duelos e mortes, chegou a hora da grande final. Liu Kang era o único guerreiro da terra que restava no torneio, ele lutou e venceu o Príncipe Goro (o mesmo que matou O Grande Kung Lao). Sendo assim, foi a grande final, onde lutou e derrotou Shang Tsung e tornou-se campeão, ganhando a liberdade de seu reino. Enquanto a ilha de Shang Tsung era destruida, Sub-Zero é confrontado por Scorpion, agora um espectro do inferno em busca de vingança. Scorpion consegue matar Sub-Zero.

Não aceitando o fracasso de Shang Tsung, Shao Kahn enviou uma horda de tarkatâneos para invadir a Academia Wu Shi e matar todos os monges shaolin. Isso enfureceu Liu Kang a ponto de persegui-los até Exoterra, mas ele não estava sozinho. Ao seu lado estavam Johnny Cage, Kung Lao (descendente do Grande Kung Lao) e Jackson Briggs (mais conhecido como Jax) que foi procurar Sonya, que estava desaparecida desde o ataque à academia. Iniciou-se então um segundo torneio, dessa vez em Exoterra. Vendo essa grande oportunidade, o irmão mais novo de Sub-Zero morto durante o primeiro Mortal Kombat, decide participar do novo torneio e encontrar o assassino de seu irmão. Embora tenham caído na armadilha de Shao Kahn, eles se uniram à princesa Kitana e frustraram seus planos libertando Sonya, que estava presa na arena de Shao Kahn.
Shao Kahn reagiu e, para poder fundir os reinos sem ter que vencer o torneio, ele ressuscitou a rainha Sindel em solo do Plano Terreno, assim fundindo os reinos. Mas, novamente, os guerreiros da terra uniram-se e venceram Shao Kahn, ferindo-o gravemente e desfundindo os reinos. E o mais importante, libertando Edenia do controle de Exoterra.

Durante sua estada na terra, Shinnok reuniu um exército de aliados para recuperar o que tinha perdido. Com a ajuda de Noob Saibot no Plano Terreno e Tanya em Exoterra, ele conseguiu escapar do Submundo. Shinnok sequestrou Sindel e Kitana e destruiu parte dos Deuses Ancestrais e deuses menores para conquistar Edenia.

Raiden e Fujin, o Deus do Vento, reuniram os guerreiros novamente para combaterShinnok. Depois de árduas lutas, Liu Kang derrotou Shinnok e salvou a terra uma vez mais. Shinnok foi novamente banido com seu aliado Quan Chi para o Submundo e Raiden assumiu o posto de Shinnok como Deus Ancestral.
Enquanto esteve no Submundo, Quan Chi descobriu muito sobre o passado, inclusive o exército quase invencível de Onaga estava escondido. Ele conseguiu fugir do Submundo por um portal secreto, encontrando-se com Shang Tsung que se ofereceu para formar uma aliança e assim governarem juntos. Quan Chi construiu uma câmara de almas na fortaleza de Shang Tsung para conseguir almas e assim reanimar os soldados do exército de Onaga. Ambos se aproximaram de Shao Kahn que estava em estado debilitado devido a sua ultima batalha com os guerreiros da Terra e o mataram.

Juntos, para continuar seu plano, mataram a única pessoa que podia detê-los: Liu Kang. Diante desta situação, Raiden abre mão de seu posto como Deus Ancestral e novamente se une aos guerreiros do Plano Terreno para deter a ameaça. Porém entraram na disputa as neutras Nitara, que queria libertar seu reino, Vaeternus, do domínio de Exoterra e Li Mei, que queria libertar sua terra do domínio da Aliança Mortal. Outros entraram do lado de Raiden como Cyrax, que foi reprogramado por Jax e Sonya, e Kenshi, um guerreiro que queria vingança por Shang Tsung ter deixado-o cego. Porém as forças de Raiden e Li Mei, a solitária campeã, não foram fortes o bastante e a Aliança Mortal superou todo o exército da oposição, enganando a vencedora e tomando sua alma guerreira para fundir-se ao exército.
Onaga em estado de morte conseguiu projetar sua aparição para Shujinko, um promissor guerreiro que seria escolhido para o próximo Mortal Kombat, se fazendo passar por Damashi, um mensageiro dos Deuses Ancestrais. Ele deu a Shujinko a habilidade de absorver habilidades e o fez juntar todas as Kamidogus (em uma aventura que durou sessenta anos) e coloca-los em Nexus (um pequeno local criado entre os reinos para facilitar a viagem pelos reinos do Campeão). Então Onaga voltou a sua forma física através do ovo de dragão e se fundindo com Reptile, pegando as Kamidogus de Shujinko. Para libertar os poderes das Kamidogus e conseguir a essência do Ser, faltava o Amuleto de Shinnok que estava sob a posse de Quan Chi.

Voltando ao presente, durante o último ataque dos guerreiros da terra contra a Aliança Mortal, Johnny Cage, Sonya, Kung Lao, Jax e Kitana são mortos pelas forças de Shang Tsung e Quan Chi. Raiden foi pessoalmente enfrentar a Aliança Mortal. Depois de uma grande batalha ambos vencem Raiden, porém, romperam a aliança e começaram a lutar entre si. Quan Chi vence, mas sua vitória durou pouco tempo pois Onaga surge para reclamar seu trono de Exoterra. Quan Chi tenta detê-lo e em pouco tempo Shang Tsung e Raiden acordam e, vendo a ameaça, unem suas forças para tentar deter Onaga.

Mesmo os poderes deles juntos não era páreo para Onaga. Então Raiden lança toda sua essência contra o Rei Dragão, se sacrificando explodindo tudo ao seu redor, mas não adiantou nada, nem feriu Onaga, mas eliminou Quan Chi e Shang Tsung. Então Onaga continua de onde parou conquistando reinos para unir a Exoterra, sem saber que está sendo controlado pela essência do Ser. Scorpion, que foi escolhido como Campeão dos Deuses Ancestrais, e Shujinko, o novo campeão do Plano Terreno, vão tentar deter Onaga. Shujinko juntou o máximo de guerreiros que pôde e absorveu suas habilidades, assim destruindo as Kamidogus, deixando com Onaga somente o Amuleto de Shinnok. Ele derrotou Onaga, mas no golpe final a alma de Onaga foi expelida de seu corpo e enviada para o Submundo.

Durante os acontecimentos, Raiden usou magia dos necromantes para ressuscitar Liu Kang, entretanto, teve que se corromper. O corpo de Liu Kang não tinha consciência, pois sua alma estava separada dele. Então o corpo de Liu Kang começou a matar pessoas de forma brutal. Sua alma se uniu a Ermac para deter seu corpo, antes que entrasse em um templo shaolin. Ao entrar no templo, o corpo de Liu matou dezenas de monges, mas sua alma conseguiu para-lo e se fundiu com ele se tornando um só.

Após isso, Ermac jurou ajudar também os aliados de Liu Kang (Sonya, Kitana, Johnny, Kung Lao e Jax). Eles haviam sido ressucitados por Onaga e foram obrigados a servirem a ele. Durante um confronto, Ermac conseguiu romper a influência de Onaga sobre os guerreiros da terra.
Com as conquistas dos Reinos por Onaga, teve o inicio do armagedom previsto por Delia anteriormente. Como Daegon fora despertado séculos antes ele tomou conhecimento de seu objetivo e ficou obcecado pelo poder que teria. Então fundou o clã Red Dragon (Dragão Vermelho) e escravizou Caro para criar portais pelos mundos. O objetivo do clã era encontrar Blaze e assassinar Taven, que quando foi acordado na hora certa já era atacado pelos guerreiros de Daegon. Ele fez seu caminho até o templo de seu pai onde estaria a espada que era reservada para ele, mas ela foi roubada por Daegon. Então, teve que ir ao templo de sua mãe para roubar a armadura de Daegon.

Enquanto isso, Quan Chi reuniu um exercito junto a Shang Tsung, Shao Kahn, Shinnok e Onaga. Quan Chi tinha conhecimento de que quem derrotasse Blaze conseguiria o poder, não somente Taven ou Daegon, assim ele matou Orin, o dragão de Taven. Porém, Johnny Cage acabou por descobrir o plano maligno, após presenciar uma conversa de Shinnok com Quan Chi. Cage reuniu seus aliados e outros guerreiros (Sub-Zero, Ermac, Cyrax, Nightwolf e outros) para lutarem contra as forças do mal. Então como nas visões de Delia, a batalha foi para as ruínas edenianas.

Taven foi direto para as ruínas onde Blaze explicou qual a essência da missão e que como ele tinha a armadura, se ele vencesse por ter a armadura ele retiraria os poderes dos guerreiros e caso Daegon vencesse, por ter a espada, mataria todos os guerreiros. Então Taven encontra Daegon para a batalha que decidiria o destino dos guerreiros. Daegon revela que foi ele quem roubou a espada de Taven e que foi ele quem matou os seus pais com a espada que foi criada por eles mesmos para deter o Armagedom. Mesmo assim, Taven venceu Daegon. Com isso o processo já estava no fim. Eis que a batalha cessa com o levantar da gigante pirâmide, que fora deixada ali por Argus a milênios. No topo da pirâmide estava Blaze, desta vez gigante e incrivelmente poderoso.

Então se desmancharam todas as alianças e todos os guerreiros começaram a subir a pirâmide lutando entre si para reclamar o prêmio sem terem conciencia de seus atos ou com as consequencias (mesmo os do bem). Taven pegou a espada de volta de Daegon e foi para a pirâmide, cumprir seu destino e enfrentar Blaze. Taven finalmente concluiu a busca por Blaze, derrotando-o com a espada deixada por Argus. Assim a energia divina de Blaze passa por Taven o tornando um deus completo. A energia passa para a armadura de sua mãe e vai passando por cada guerreiro. Isso deveria ter tirado os poderes dos guerreiros, mas ao invés disso, por Blaze estar corrompido pelos sacerdotes de Onaga, aumentaram mais ainda seus poderes. Com isso a missão de Argus falha e os reinos continuam em perigo. Taven como o novo protetor de Edenia tenta achar uma solução alternativa para o problema.
Depois do Armagedon, todos os guerreiros ficaram muito poderosos devido ao que ocorrera. Mesmo com a queda de Blaze que fez a verdade voltar as mentes dos lutadores, os lados foram restaurados e seguiu-se uma batalha final que resultou em Raiden e Shao Kahn lutando no alto da Pirâmide de Argus. Mas Shao Kahn está muito poderoso e derrota Raiden. Pouco antes de sofrer o golpe final e ser morto, Raiden envia uma mensagem mental para o seu eu do passado. A mensagem dizia "He must win!" (Ele deve vencer!), assim o tempo retrocede para o inicio do 11° Mortal Kombat (Mortal Kombat). O Raiden do passado recebe a mensagem e não sabe o que está havendo, mas sabe que algo ruim está para acontecer.

Retrocedendo os acontecimentos para o primeiro torneio, hospedado por Shang Tsung, uma versão do passado de Raiden tem visões do futuro, devido ao seu amuleto agora rachado. Raiden chega à conclusão de que o lutador Liu Kang deve vencer o torneio e salvar o Plano Terreno de Exoterra. Liu Kang vence o feiticeiro mas o amuleto de Raiden continua a deteriorar-se, um sinal de que eventos futuros mantêm-se inalterados. Decepcionado com a derrota de Exoterra, Shao Kahn ordena a execução de Shang Tsung, mas cede quando o feiticeiro sugere um segundo torneio em Exoterra. Raiden tenta mudar a linha do tempo, substituindo Liu Kang (que na verdadeira linha do tempo foi o vencedor do torneio) por Kung Lao, na esperança que ele fosse o campeão do segundo torneio.

Shao Kahn, no entanto, mata Kung Lao em combate, e Liu Kang enfurecido fere mortalmente o imperador. Raiden observa que a linha do tempo ainda não foi alterada, já que seu amuleto continua a deteriorar-se. Curado pelo feiticeiro Quan Chi, Shao Kahn então faz uma aliança com o feiticeiro e invade o Plano Terreno. Juntamente com lutadores como Nightwolf, Raiden e Liu Kang tentam parar Kahn, mas Kabal, Stryker, Cyber Sub-Zero, Jax, Smoke e Jade são assassinados pela esposa de Shao Kahn, Sindel (controlada pelo feiticeiro Quan Chi), que depois suga a alma de Kitana, assim, Nightwolf se sacrifica para matá-la. Então, Raiden enfrenta Quan Chi, e pela aliança com Kahn, percebe que a mensagem "Ele deve vencer" refere-se a Shao Kahn - se Shao Kahn fundir a Exoterra com o Plano Terreno, ele será punido pelos Deuses Anciões por violar as regras do Mortal Kombat.

Liu Kang, no entanto, acusa Raiden pela morte de seus aliados e o ataca, enquanto Shao Kahn se aproxima. Na tentativa de preservar o futuro, Raiden acidentalmente mata Liu Kang. De luto, Raiden se rende a Shao Kahn. Os Deuses Anciões intervêm, possuindo Raiden e usando-o como uma forma de condenar e punir Kahn por quebrar as regras do Mortal Kombat. Após matar Kahn, Raiden promete proteger o Plano Terreno com os sobreviventes Johnny Cage e Sonya. É revelado que Quan Chi na verdade tem uma aliança com o seu mestre, Shinnok, e pretende tirar vantagem do caos que toma conta dos reinos e da derrota de Shao Kahn para conquistar tanto o Plano Terreno quanto Exoterra, em nome do Submundo.


~Atualmente>> Três séculos depois~

Mais um Mortal Kombat esta sendo organizado. Desta vez decidirá o destino do plano terreno.

Entre no torneio Mortal Kombat para defender sua terra, para saciar sua sede por vingança, para defender sua familia, para provar suas habilidades. Venha se divertir conosco!

Mensagens