Grupo [NRPG] Naruto RPG



Grupo [NRPG] Naruto RPG
Administrado por ~TheLoneWolf, ~Aiatsu
Moderadores ~RxMalandro, ~Bending, ~ShadowCat_
Criado
Tipo Privado
Conteúdo visivel para Apenas membros
Em tempos antigos, os humanos viviam majoritariamente em grandes vilas, espalhados por diversos países. Cinco dessas aldeias se destacavam por terem imensos poderes bélicos e assim constantemente entravam em guerra devido a interesses opostos. Tais aldeias influenciavam o viver de civilizações menores, trazendo assim o mundo para um sangrento caminho. Entretanto, mesmo com essas rivalidades, estes aglomerados possuíam algo em comum: A religião. O culto Ninshu era o maior e mais influente grupo religioso daquele tempo. Seu líder, Hagoromo Otsutsuki pregava paz e igualdade, valores que eram muito difundidos, sendo eles os motivos de cessar fogo durante tempos sombrios. Assim, o mundo girou durante muito tempo, até aquele dia.

A esposa de Hagomoro deu luz a duas crianças com habilidades nunca antes vistas. O mais novo com um simples bater de palmas convocava imensas florestas e assim esmagava seus inimigos. O mais velho, com um simples olhar podia obliterar tudo o que estivesse em sua frente. Ashura e Indra eram seus nomes. Hagoromo como líder do culto e pai resolveu treinar suas crias, tornando-os sucessores diretos da religião Ninshu.


Assim, o tempo passou, Indra e Ashura cresceram e o pai de ambos envelheceu. O mais velho já via que era o momento do Ninshu ter uma mudança, um toque diferente e por isso resolveu que era hora de escolher um de seus filhos. Hamura, irmão de Hagoromo e protetor das crianças, o questionou. Dizia que os irmãos ainda eram muito jovens e fúteis para a escuridão que o mundo shinobi exalava, mas o velho não escutou e seguiu em frente com seus planos. Ele resolveu monitorar o estilo de vida dos filhos, desde o momento em que colocavam os pés no chão ao saírem da cama durante a manhã e quando iam dormir em meio a fogueiras durante a noite. Os testou inúmeras vezes e construiu seus próprios pensamentos com relação aos filhos. De Indra, avistou um pensamento exato e prático, onde o poder poderia alcançar a paz de maneira mais efetiva que qualquer vertente. De Ashura, avistou um pensamento de compreensão e simplicidade, que aos poucos a humanidade iria evoluir e então alcançar o estado perfeito de paz.

Mesmo duvidoso Hagoromo optou por Ashura, este que seria seu sucessor e estaria encarregado de tudo, sendo o aniversário do mesmo a data de posse do trono. Todos estavam em festa e gritavam, era o dia do mais novo completar a maioridade. Poucos sabiam de sua sucessão ao trono, já que o pai escondera para promover um anúncio surpresa. Mas como diz um velho ditado: "As paredes possuem ouvidos". E assim aconteceu, tal informação chegou a Indra que em um ato de fúria assassinou Hagomoro de modo silencioso e isolado. O mesmo aproveitou a situação e culpou os humanos pelo assassinato, alegando que por medo e inveja os líderes das grandes vilas ordenaram a morte do agora ex-líder Ninshu. Devido à habilidade de manipulação do mais velho, muitos foram manipulados por seus pensamentos, incluindo seu irmão, Ashura. Contudo, apenas um ser não fora... Hamura.

Mesmo não contendo conhecimento sobre a mentira de Indra, Hamura sempre preservou a paz como seu irmão, assim negociando a paz com o conselho Ninshu e por votos majoritários se tornou o novo líder do culto. Tal acontecimento gerou a inveja de Indra que seguido por Ashura, declarou guerra ao conselho e ao seu tio. Conseguindo uma minoria como apoio, uma sangrenta rebelião foi iniciada. Durante tempos a batalha perdurou, envolvendo tanto as cinco grandes vilas quanto as outras, prejudicando inúmeras pessoas, que em maioria eram civis inocentes. Em um ato desesperado, as nações resolveram se mobilizar, fundando o que atualmente é a república Shinobi. O resultado de uma união entre os grandes poderes, que por momentos tomou a frente da guerra. Durantes os últimos momentos de batalha, a república vinha tendo derrotas consecutivas, perdendo o controle de Iwagakure e Sunagakure, respectivamente. Temendo a derrota iminente, em um último ato, Hamura planejou o ataque definitivo para a retomada da aldeia. Um ultimato que, em caso de falha, geraria a derrota para a união. Sem delongas, Hamura atacou os grandes vulcões de forma estratégica. Com muito esforço as tropas republicanas conseguiram eliminar os obstáculos, colocando Indra e Hamura frente a frente. Dizem às lendas que durantes dias eles batalharam, resultando na queda dos dois no vulcão. Porém, apenas um deles retornou. Indra, ainda com o pouco de energia vital que lhe restava, se arrastou para fora da mortal lava, conseguindo sobreviver pela ajuda de Ashura, que no meio da batalha, auxiliara seu irmão mais velho. Os únicos ruídos escutados nas noites sombrias perante o fim da república eram a das risadas de Indra a esmagar todos que se pusessem em seu caminho. Planejamento, este, que não foi finalizado simplesmente pela interferência de Ashura, ao descobrir as motivações por detrás da morte de seu pai. Sem qualquer resquício de piedade para com seu Indra, Ashura iniciou um movimento de separatismo contra o agora Império Ninshu de seu irmão mais velho.

Deste modo, o Império e a República se colocaram em um estado de paz, mesmo se enfrentando por meios de influências, através de pequenos grupos e nações. Ashura terminou fundando sua própria vila, denominada de Uzishiogakure. Indra manteve seu Império a vagar ao redor do Mundo Shinobi. A república, agora controlada pelos seguidores dos ideais de Hagoromo e Hamura, uniu-se em áreas menores e isoladas, se pondo longe das guerras e adequando-se em diversos polos.

Konohagakure, a maior área da república, tornou-se o centro populacional, com o maior índice de civis e clãs remanescentes, também sendo a mais próxima do centro e onde os maiores agrupamentos shinobis se encontram, possuindo um aspecto peculiar e exótico em referência ao meio-ambiente. Como ótimos manipuladores de fogo, as grandes maiorias dos clãs se encontram em harmonia com a natureza, enquanto poucos realmente optam pelos centros comerciais da vila. Suas longas e gigantescas florestas alongam-se por grande parte de sua área, contendo muitos pontos ainda não descobertos.

Kirigakure, o centro social da república, estende-se por grande parte da costa, próxima ao mar e lagos ditos tão límpidos quanto à neve. Seus clãs possuindo afinidade natural com o elemento água vivem em meio ao gelo, sendo ditos como elegantes e nobres por suas habilidades excêntricas. A vila, além disso, é palco de atrações e os mais derivados eventos, principalmente durante o inverno, onde sua aparência se destaca entre os outros vilarejos. É clamada como a vila mais bela entre as demais, pelo fato de ser praticamente um arquipélago e de difícil acesso por conta das várias ilhas ao seu redor.

Sunagakure, o centro cultural da república, possui o visual menos avantajado entre as cinco grandes vilas. Se tratando de um deserto, a área esconde-se por baixo das grandes camadas de areia, sendo de difícil encontro pelo clima predominantemente quente. Contudo, ela é a mais popular entre as demais, por conta de sua fácil aceitação e recrutamento. Apoiando arte, e principalmente a música, os shinobis com afinidades naturais ao elemento ar, aceitam tudo e todos ao seu redor, arcando como uma vila liberal, e de carisma inegável.

Iwagakure, o centro militar da república, se encontra em meio a cadeias gigantescas de montanhas, sendo usuários do elemento terra, que bate de frente com a personalidade pouco manipulável dos mesmos. Ensinados desde a infância a lutar e defender a república, os membros da vila tão duros como rochas, se encontram em menor número, devido ao apoio natural ao militarismo. Dona de um visual arcaico e limitado, a vila montanhosa contém o singelo mito de que, unicamente os aspirantes capazes de atravessar as pontes que ligam ambos os extremos da vila em meio a uma tempestade, são dignos e aptos a tornarem-se guerreiros do rochedo.

Kumogakure, o centro econômico da república, se instala próxima à costa, cercada por grandes cachoeiras e, principalmente, o mar. Dita como a vila de maiores mistérios e dona de acontecimentos excêntricos como os raros usuários do elemento relâmpago, o centro tecnológico possui a menor quantidade de civis e clãs em seu território. Responsável pela criação de armas e pontos necessários para a locomoção através da república – como o metrô –, ela raramente é vista. Isso se deve ao fato da vila ter se estendido acima das nuvens décadas atrás, forçando as cachoeiras a correr no sentido oposto. As motivações se tornaram apenas especulações dos civis, tornando a vila um mito entre as demais. A única forma de acesso encontra-se através de metrôs que trafegam em horários específicos, incapacitando qualquer ser que tente adentrar o local em horários não autorizados.

A união de todas elas formulara a atual paz acerca da nova geração de ninjas que passava a disseminar-se. Uma falsa paz que iminentemente se esgotava, e a guerra entre as grandes potências... Vagarosamente iniciava-se.


---------------------------------------------------

Causar a guerra ou impedi-la. Lutar por seus objetivos, defender seu clã, crescer no mundo ninja. Trilhar o seu próprio rumo, evoluir, optar pelas vantagens e desvantagens do seu ninja. No Naruto RPG, a evolução do seu personagem é completamente sua, assim como a responsabilidade pelas consequências de seus atos.

Trilhe o seu jeito Ninja no Naruto RPG!


---------------------------------------------------

Status: Ativo.
Horário: Tarde.
Clima: Konohagakure|Iwagakure [Nublado; 14ºC]; Kirigakure|Kumogakure [Nublado; 5ºC]; Sunagakure [Desértico; 34ºC]


---------------------------------------------------


Regras;
Clãs & Hiden;
Especializações;
Apresentação;
Personagens;
Localizações.


---------------------------------------------------

Mensagens