Tópico WiRED;

11 Respostas

~Makeinu

Usuário: ~Makeinu
The Fallen
Administrador do Grupo

As mãos foram automaticamente parar em seus bolsos enquanto observava o caos que parecia se desenrolar mesmo na Entrance, onde acabara de chegar. Embora um tanto assustado e surpreso pelo cenário distinto, tentou formular alguma lógica que explicasse o que poderia ter acontecido por ali para que tudo estivesse tão confuso.

Não teve tempo de encontrar alguma resposta, ou mesmo uma teoria, pois quase no mesmo instante algo saltou em suas costas e escalou seu suéter até estar acomodado em seus ombros, parcialmente enrolado em seu pescoço.

Por que não veio logo!? Eu estou te chamando desde cedo! Aliás, você nem mesmo falou comigo nos últimos dias!

A doninha desatou a reclamar enquanto batendo no Kamiya com as patinhas, realmente irritado pelo descaso do moreno. Sua mente não focava no parceiro, no entanto, e sim em como ele havia saído do digivice por conta própria sem que sequer percebesse.

Eu me distraí tentando zerar um jogo novo que comprei no fim de semana... E acho que esqueci o digivice no mudo. — Respondeu no tom de voz baixo que lhe era característico — A propósito, o que aconteceu por aqui, Kuda?

O digimon parou por alguns instantes e olhou ao redor, demonstrando estar tão confuso quanto o tamer.

Eu não sei... Deve ter a ver com o evento que mandaram no e-mail, não?

Quem sabe... — Murmurou, olhando ao redor uma outra vez apenas para confirmar que seus olhos não estavam enganados — O que acha de explorarmos por aí? Pode ser que a gente descubra alguma coisa.

A doninha acenou de leve e logo Satoru, ou Kiryuu no sistema da Wired, escolheu uma direção aleatória por onde começou a caminhar em busca de pistas sobre o que poderia estar acontecendo. Se lembrava-se bem, o evento seria no Kowloon, de acordo com a mensagem recebida mais cedo, portanto não via uma possível ligação para que tudo parece tão... destruído?

Esperava que fosse algum tipo de sistema para tornar a caçada ainda mais realista.

~Blaziken - Clan Dragon

Usuário: ~Blaziken
Blaze your Soul


Cheguei ali no Wired, vendo que havia uma confusão no local, parecia estar destruido, e então, uma moça de cabelos verdes apareceu na tela do digivice, dizendo que digimons estava atacando, estava pronta para ir atrás deles quando senti um puxão de cabelo



- MAS DA PROXIMA VEZ QUE RESOLVER ME DEIXAR ESPERANDO, EU VOU FAZER VOCÊ DE NOVELO DE LÃ!!!! - Disse a gata, era preta com detalhes em roxo, orelhas grandes e usava luvas com garras azuis, ela puxou meu cabelo, antes de eu dar um chute nela - AAAIII!!!

- Primeiro você precisa acalmar essas orelhonhas, temos que ir para o Kowloon primeiro, e lá, você vai poder enfiar a pata na bunda de algun digimons maus - Disse para ela, a abraçando, ela era fofinha, apesar do temperamento, e como tinha alergia a gatos de verdade, ter um no Wired era uma delicia - Desculpe por te chutar

- Desculpe por gritar com você, miau! - Ela me abraçou também, depois, tornou a voltar com seu jeito durão, começando a caminhar em direção ao Kowloon, segurando minha mão com as suas luvas de garras, apertei um botão no digivice e eu e a gata fomos teleportadas para o Kowloon

~Makeinu

Usuário: ~Makeinu
The Fallen
Administrador do Grupo


A dupla de tamer e digimon ainda caminhou um pouco olhando ao redor, buscando pistas, parando apenas quando o som característico do digivice se fez presente chamando a atenção de ambos.

O que será que é?

A doninha questionou curiosa, descendo até o bolso lateral da calça do garoto e de lá pegando o aparelhinho, de onde surgiu o holograma da jovem de cabelos esverdeados. O Kamiya apenas observou curioso a informação passada, observando então o mapa que deveria seguir e, anexado a este, a url necessária para que pudessem acessar o Kowloon, onde se desenrolaria o evento.

Vamos lá, Tooru! — Animou-se o digimon — Não podemos deixar que os outros jogadores passem na nossa frente!

Suspirou baixo diante de toda a ansiedade do parceiro, sorrindo de leve enquanto voltando a caminhar, realizando alguns breves comandos no digivice enquanto franzindo o cenho levemente, por poucos instantes.

Já disse pra me chamar de Kiryuu aqui... — Resmungou baixo, antes de ser novamente envolvido pela típica luz azulada.

Como um amante de jogos, não havia como negar que o moreno era deveras competitivo; e Kudamon parecia saber exatamente como deixa-lo animado o bastante para querer ir de uma vez iniciar sua participação naquele evento surpresa.