Tópico Tokyo

248 Respostas

~Teller-

Usuário: ~Teller-

Administrador do Grupo

Tokyo é a capital do Japão, é o principal centro político, financeiro, comercial, educacional e cultural do Japão. Assim sendo, Tóquio possui a maior concentração de sedes de empresas comerciais, instituições de ensino superior, teatros e outros estabelecimentos comerciais e culturais do país. Tóquio também possui um sistema de transporte público altamente desenvolvido, com numerosas linhas de trens, metrô e de ônibus, bem como o Aeroporto Internacional de Tóquio.

Principais Pontos:

Estações de Metro


Roppongi Shopping


Cidade de Eletrônicos, Akihabara


Mercado de rua, Ameyoko


Tokyo Tower


Ueno Park


Templo Kaminarimon


Shimizu-Yu


Rainbow Bridge


Centro Comercial de Odaiba


OBS. para postar aqui siga o modelo:
Imagem do Personagem 480x400 (máx.)
Imagem do Digimon 480x400 (máx.)(opcional)
Local em que se encontra no momento

Conteúdo

~Rout

Usuário: ~Rout



Casa

Geralmente Kouta ia dormir tarde, por que gostava de ficar jogando com seus amigos até tarde e já que não havia ninguém para mandá-lo dormir qual era o problema?

- Kouta, eu estou com fome, quero mais daquele negócio vermelho que comemos ontem! - Exclamou o ser que flutuava atrás da cadeira em que o moreno estava sentado.

Impmon era o único que estava sempre com Kouta e o único que poderia mandar nele, mas não o fazia, eles tinham liberdade para fazerem o que quisessem e não costumavam interferir nas decisões um do outro, o que talvez fosse o motivo para se darem tão bem.

- Maçã? - O moreno perguntou olhando para seu parceiro.

- Deve ser isso dai mesmo. - Ele respondeu rindo um pouco. - Vamos lá, eu quero maçã!

- Quem diria que você iria gostar tanto de uma fruta tão simples. - Kouta comentou achando graça e se levantando da cadeira para ir até a cozinha.

Ele deixou para trás o PC ligado e desbloqueado, o que não seria um problema já que estavam apenas os dois na casa, aliás, isso nunca seria um problema, por que estavam sempre apenas os dois na casa, o que poderia soar um pouco triste, mas Kouta já havia se acostumado.

~seiyadenatal

Usuário: ~seiyadenatal
.starchaser.
Administrador do Grupo


Apartamento dos Izumi


Akai agradecia todos os dias por Labramon parecer com um cão normal, graças a isso, poderia andar com este por todos os lados, apenas precisando repetir a história inventada para as orelhas cor-de-rosa do Digimon que se assemelhava a um cão. Agora o moreno retornava de uma de suas corridas matinais, fazendo isso sempre que estava fora da escola, visto que precisava manter a boa forma. Apesar do calor provindo do exercício, o Kido não retirava o cachecol vermelho de seu pescoço, afinal, sentiria-se desprotegido, como se algo ruim pudesse acontecer com ele. Aquilo não era uma simples vestimenta, mas carregava todo o sentimento que este nutria pelo melhor amigo.

Não demorou para alcançar a porta do apartamento do rapaz, retirando algumas pedras brancas de dentro do vaso onde guardava a chave deste. Assim que a encontrou, adentrou silenciosamente a residência com Labramon, conseguindo ouvir uma conversa vinda da cozinha. Aproveitou o momento ara correr até o quarto do rapaz e fazer uma pequena surpresa, entretanto, algo lhe chamou a atenção.

Seus olhos brilharam por um instante ao ver o computador pessoal de Kouta ligado e desbloqueado, e Akai aproveitaria a situação para conhecer um pouco mais do rapaz. Sentou-se na cadeira, sem fazer qualquer barulho, para então começar a explorar aquele tão bem guardado aparelho. Procurou e procurou, não encontrando nada interessante além de jogos e animes, até finalmente encontrar uma pasta aparentemente suspeita.

"Meu precioso".

Um sorriso abriu-se entre os lábios finos do jogador de futebol, afinal, a coisa mais preciosa para Kouta, provavelmente, era o próprio Akai. Respirou fundo e abriu a pasta. O sorriso se desfez, dando lugar a um queixo caído em descrença, seus olhos arregalavam-se e o rosto avermelhara-se instantaneamente. Na pasta, haviam centenas de imagens em estilo anime faziam sexo com outros garotos e homens mais velhos, até mesmo com tentáculos. Akai não sabia exatamente o que fazer, além de olhar fixamente para a pasta, sem mover um músculo sequer.

O que houve, Kaicchi? – perguntou o cão, apoiando as patas no colo, olhando para a tela do computador; a sua reação foi a mesma. – N-nossa...

~Rout

Usuário: ~Rout



Casa

Depois de ter tirado a casca e ter cortado a maçã em fatias o garoto e o digimon foram voltando juntos para o quarto enquanto Impmon já ia comendo pelo caminho e fazia alguns comentários:

- Como pode essa frutinha vermelha ser tão boa, Kouta?!

Kouta deu de ombros e respondeu de maneira simples. - Me pergunto como você pode gostar tanto assim.

Quando terminaram de subir as escadas puderam ver quem havia entrado escondido na casa. Kouta levou um susto a princípio, Impmon entrou no quarto sem nem perceber a presença dos dois ali e os cumprimentou tranquilamente quando os notou.

- Oi Kai, Oi Labra. - Falou enfiando mais um pedaço de maçã na boca.

O moreno entrou logo depois com uma expressão transtornada no rosto que ficou ainda mais quando percebeu o conteúdo que estava aberto no PC.

- Kai... Por que você foi abrir isso?! - Ele esbravejou se jogando sobre o aparelho e tentando fazer de tudo para tirar tudo aquilo da tela.

Impmon olhava surpreso para toda a situação e parecia estar compreendendo aos poucos.

~seiyadenatal

Usuário: ~seiyadenatal
.starchaser.
Administrador do Grupo


Apartamento dos Izumi


Kai simplesmente não conseguia entender aquilo. Como Kouta, o seu Kouta, gostar de algo como aquilo? Ele era simplesmente um depravado, e tivera vontade de vomitar quando viu uma imagem onde um desses garotos transava com um cavalo. Sentia os seus olhos lacrimejando quando Kouta finalmente apareceu no quarto, afastando-se do computador quando o maior enfiara-se na frente.

P-por que tem essas coisas no teu computador, K-Kouta...? – perguntou receoso, limpando os olhos rapidamente com o cachecol.

O garoto tentava não sentir nojo do melhor amigo, visto que este estava há tanto tempo consigo e era simplesmente a única pessoa em todo o mundo que conseguia fazê-lo feliz. A sua mente trabalhava a mil, imaginando todo o tipo de coisa que o rapaz fazia quando os seus olhos não estavam sobre ele. Já teria Kouta praticado alguma daquelas perversões? O moreno não suportaria.

O que está comendo, Impmon? – perguntou Labramon, aproximando-se do Digimon demônio e ignorando completamente os outros dois.

~Kouha

Usuário: ~Kouha
Trying . com


Ueno Park

Como sempre Keita gostava de começar o dia fazendo uma corrida pelo parque de Ueno, o lugar era muito bonito e pela manhã não costumava ser tão cheio , então era ótimo, só não era perfeito por que Hawkmon ainda precisava se manter oculto ou voando bem alto ou ficando escondido, o que algumas vezes acabava incomodando-o, afinal não era fácil se esconder embaixo de bancos ou então escolher o tronco de uma árvore grande o bastante para se esconder atrás.

Keita tinha acabado de terminar sua terceira volta quando parou no banco onde o pássaro vermelho estava escondido. Olhou para os lados para se certificar de que estavam sozinhos e então, com um sorriso no rosto, chamou:

- Pode vir Hawk, não há ninguém por aqui.

Ele então saiu de baixo do banco e procurou tirar a poeira do corpo. - Não gosto de vir nesse horário, prefiro quando podemos correr juntos. - Comentou olhando por fim para o garoto.

- Eu sei, sinto muito, mas não podia ficar sem vir. - O albino respondeu com pesar. - Quando chegamos em casa podemos continuar o jogo de ontem, o que acha? - Ele sugeriu mais animado.

Hawkmon acenou com a cabeça e fez um sinal positivo. - Com certeza, Kei!

Então com a corrida matina finalizada ambos começaram a fazer o caminho de volta para casa, Hawk voava alto o bastante para ser confundido com um pássaro qualquer e Keita prestava atenção ao caminho que fazia para chegar logo em casa.

~Rout

Usuário: ~Rout



Casa

- Ahh isso é um vírus! Um vírus que descarrega imagens desse tipo e... - Kouta começou a tentar explicar, mas pela expressão de Akai não estava sendo muito convincente, então desistiu de tentar inventar uma desculpa e se ajoelhou diante do menor, segurando em suas mãos e pedindo numa suplica. - Não conte para ninguém, por favor, eu faço o que você quiser, Kai.

Impmon pousou sentado na cama enquanto mastigava um pedaço de maçã e respondeu para Labramon assim mesmo. - É Maçã! É muito bom. - Obviamente ignorando os outros dois também.

No intimo de Kouta ele queria muito pedir ajuda a Impmon, por que ele era muito melhor em inventar desculpas, mas já que não era possível o moreno não teve escolha além de torcer para que Akai tivesse misericórdia. Talvez tivesse sido inocência da sua parte deixar aquela pasta tão desprotegida, mas como ele iria adivinha que seu melhor amigo iria entrar no seu quarto daquela maneira e encontrar tais imagens? Não tinha como.

~seiyadenatal

Usuário: ~seiyadenatal
.starchaser.
Administrador do Grupo


Apartamento dos Izumi


O moreno estreitou os olhos, fitando o maior com um semblante irritado, afinal, não nascera ontem e sabia muito bem quando Kouta mentia descaradamente. Entretanto, tal expressão fora quebrada, sendo substituída por uma incrédula e envergonhada ao ver o rapaz ajoelhado a sua frente. Akai não sabia exatamente o que dizer, apenas abrindo a boca e esperando qualquer coisa escapar de sua boca para acabar com aquela situação.

– E-então... para de usar o computador por um tempo e... só dá atenção pra mim... – disse um tanto baixo e pausadamente, enrolando-se entre as palavras devido ao nervosismo.

A única coisa que Akai queria nos últimos dias era que Kouta lhe desse mais atenção. A forma que este era fissurado por computadores e tudo o que tinha na internet incomodava profundamente o moreno, que a cada segundo passava a odiar cada vez mais aquilo, o que o motivara a ingressar no time de futebol da escola e manter uma vida saudável.

– Me dá um pouco? – perguntou o cão, subindo em cima da cama com a boca aberta, arfando com a língua para fora, que pingava.

~Akaito

Usuário: ~Akaito
# Pepper ;3

Casa

Geralmente Shouta acordava primeiro e ia preparar o café da manhã para todos da casa, depois ele esperava para ver se alguém acordaria para tomar o café consigo e caso ninguém o fizesse ele tomava sozinho e já começava a arrumar a casa que na verdade de tanto ser arrumada pelo mesmo não costumava estar desarrumada ou suja. Então ele encontra os Digimons da casa na sala assistindo tv e conforme a manhã vai passando ele cumprimenta todos que vão despertando sem, é claro, nunca deixar de continuar limpando.

Talvez fosse uma mania um tanto prejudicial para sua saúde, mas como ninguém costumava reclamar ele não via motivos para parar.

Quando finalmente Daiki deu o ar da graça o moreno se aproximou dele e deu um beijo de bom dia em sua testa, perguntando:

- Como dormiu, Dai?


Patamon bateu suas grandes orelhas e se aproximou de onde eles estavam, pousando sobre a cabeça de Shouta, um hábito que ele tinha, e perguntando:

- Vai tocar hoje, Dai? Eu e Tailmon estamos prontos para ajudar!

~Rout

Usuário: ~Rout



Casa

Kouta surpreendeu-se com o pedido singelo que recebeu do outro e se levantou mais uma vez, sem soltar das mãos de Akai.

- Tudo bem, posso fazer isso.

Ele temia um pouco o que o outro poderia pedir, mas naquele momento se sentia tão feliz por ser algo tão simples quanto "passar mais tempo com ele" que estava se sentindo capaz até mesmo de largar seu precioso computador para ficar com ele.

- Então, o que podemos fazer juntos?

Enquanto isso Impmon parecia estar pensando um pouco sobre dar ou não um pedaço de sua preciosa fruta para Labramon, mas quando no final decidiu fazê-lo pegou um dos pedaços e o jogou para o alto, esperando que Labramon o pegasse, como já vira cães de verdade fazerem na tv.

- Pega! - O incentivou.