Grupo Saint Clair



Grupo Saint Clair
Administrado por ~Overdose-
Criado
Tipo Privado
Conteúdo visivel para Apenas membros
Em 1983 um caso paranormal assustou a Igreja Católica que se viu obrigada a intervir.

Em Salt Lake City UT/USA uma criança de cerca de oito anos de idade apresentava um caso gravíssimo que foi descrito como "...possessão demoníaca e um dos mais documentados Poltergeist de todos os tempos..." pois, para os estudiosos, a garota demonstrava traços irrefutáveis de possessão demoníaca o que ocasionava eventos estranhos na casa e na vizinhança os quais eram atribuídos a outros espíritos atraídos pela energia demoníaca que a menina estava exalando. Inicialmente os religiosos locais não pouparam esforços para enviar o demônio de uma vez por todas de volta ao inferno, porém os Mórmons não foram capazes de lidar com tal situação e a medida que a menina crescia a perturbação se intensificava. Na parede da casa familiar as rachaduras já era visíveis, objetos se teleportavam pela casa, as camas levitavam e tremiam, as portas e janelas batiam sem parar, a família da menina já não conseguia dormir, então a Igreja Católica foi envolvida no caso.

Em outubro daquele ano uma equipe visitou a criança. Analice estava completamente perturbada, estava a meses trancada em seu quarto e não tinha mais amigos, todos tinham medo dela e até mesmo sua higiene era deixada de lado, quando viu a equipe formada por cinco pessoas (dois padres, um psiquiatra, uma cientista e um militar) a casa inteira tremeu. No relatório oficial a equipe definiu o caso como "...possessão demoníaca severa e constante... insanidade irreversível..." e assim eles deram apenas uma opção a família desolada.

No ano anterior a Igreja havia erguido um hospital psiquiátrico com o único objetivo de ajudar as almas perdidas, várias imagens do prédio foram colocadas na mesa, o lugar ficava no Canadá em uma cidade muito tranquila e isolada, porém a localização exata não poderia ser informada, o prédio era muito bonito e as salas apresentadas eram limpas e claras, aos arredores um belo jardim se estendia e o tratamento era o mais humanizado do mundo. A Igreja se via incapaz de cobrar para tratar de pessoas tão inocentes vitimas de espíritos malignos por isso nem um dos pacientes pagaria para ser tratado ali, junto com as fotos do prédio eles mostraram fotos de vários pacientes limpos e arrumados em seus quartos individuais e seguros. Não havia alternativa, essa era a conclusão logica. Sem saída os pais de Analice assinaram todos os papeis e a menina foi internada.

Alguns anos antes incidentes semelhantes foram diagnosticados em todo o mundo, em relatórios oficiais aquilo foi definido como "...surto paranormal..." quase que imediatamente o governo americano mapeou os casos e com o auxilio da Igreja criou a fachada perfeita o Hospital Psiquiátrico Saint Clair, aquele que traria a luz as almas desafortunadas, dezenas de crianças, jovens e adultos foram internados naquele lugar e mortos mediante tratamentos desconhecidos pela mídia em geral na maioria dos relatórios as mortes eram definidas por "...acidentes... suicídio... ataque de um dos internos..." isso quando a família buscava informações sobre seus parentes, tendo em vista que a maioria apenas ignorava os que para lá eram enviados.

Saint Clair era apenas a enorme fachada para um dos empreendimentos mais lucrativos da Igreja, nomeado de "Novo Mundo" o empreendimento visava criar seres paranormais sem vontade própria que seriam as armas para mais uma guerra, a ultima, trazendo a paz mundial sob o governo soberano dos USA e da Igreja. Quem dominasse essa arma dominaria o mundo.

Para tanto os internos eram usados como cobaias. Depois de anos de estudo chegou-se a conclusão de que "...não se pode gerar seres especiais, podemos apenas trazer a tona o potencial latente de seu DNA..." a partir disso era necessário um exame de sangue com as cobaias em potencial para, então encaminha-los ao prédio. Em muitos dos casos verificou-se que o responsável pelos fenômenos paranormais não eram aqueles que aparentavam possessão e sim alguém muito próximo, mas isso não era empecilho para a igreja que rapidamente classificava sua vitima como possuído e citava "...artimanhas do demônio... enlouquecimento com teor cruel e manipulador..." para justificar a necessidade de internação.

Maquinas, soros e medicação eram as chaves do empreendimento e a medida que a tecnologia evoluía a nova safra de internos garantia mais experiencias e foi na década de noventa que os frutos amadureceram. Finalmente a cientista tinha pleno controle de sua criação podendo identificar o potencial latente de cada um mapeando os poderes paranormais que eles apresentariam, isso havia custado quase todas as vidas que residiam ali "...um preço baixo pela conquista... de um novo mundo." foi quando começou a era da colheita.

A partir de 1998 a Igreja mapeou dezenas de casos pelo mundo, porém somente a partir de 2010 passou a sair em busca de seus achados, a colheita acabou em 2014 e enfim as experiencias começaram novamente.


Você está na nova safra, acabou de receber seus poderes. Como lidar com eles?

Mensagens