Grupo Saramandaia



Grupo Saramandaia
Administrado por ~AloeGreen
Criado
Tipo Público
Conteúdo visivel para Todo mundo
Nessa trama, nada é normal, a começar pelo nome do município: Bole-Bole. Localizada na zona canavieira de Pernambuco, a cidade fictícia torna-se palco de uma disputa pela mudança do seu nome. De um lado estão os tradicionalistas, grupo do prefeito Zico Rosado (José Mayer). Eles defendem a manutenção do nome Bole-Bole argumentando que há razões históricas para isso. Do outro lado da briga estão os saramandistas, sob a liderança de Tenório Vilar (Tarcísio Meira). Os saramandistas sentem vergonha de morar em um lugar chamado Bole-Bole e lutam pela mudança do nome para Saramandaia. Mas essa não é a única desavença entre os Rosado e os Vilar. As famílias têm uma rivalidade forte que é desafiada pela paixão entre membros dos dois clãs, no melhor estilo Romeu e Julieta -- mas sem finais tão trágicos e com a história se repetindo por gerações.

No passado, Tenório Vilar viveu um amor de juventude com Candinha Rosado (Fernanda Montenegro), mãe do atual prefeito Zico. Anos depois foi a vez do jovem Zico Rosado se apaixonar por Vitória Vilar (Lília Cabral), filha de Tenório. O romance teve fim quando os pais dos dois forçaram a separação do casal. Zico constituiu família e tornou-se prefeito de Bole-Bole, onde manda e desmanda, mas a verdade é que nunca deixou de pensar em Vitória. Vitória foi embora, casou-se e teve três filhos, Zélia (Leandra Leal), Tiago (Pedro Tergolina) e Pedro (André Bankoff). Passados 30 anos, viúva, ela volta à cidade disposta a corrigir seus erros do passado. O que ela não esperava é que o reencontro com Zico reacendesse a paixão antiga dos dois.

Liderados por seu avô Tenório, os filhos de Vitória agitam a disputa política ao lado dos saramandistas e têm seus motivos para odiar o prefeito Zico, mas nem passa pela cabeça deles que sua mãe e Zico já viveram uma história de amor. Para complicar a situação, começa a terceira geração de amor proibido entre os Vilar e os Rosado, com Tiago se apaixonando por Stela (Laura Neiva), a filha do prefeito.

Além de ser cenário de amores proibidos, Bole-Bole também abriga figuras no mínimo exóticas. Tem o professor Aristóbulo Camargo (Gabriel Braga Nunes), que vira lobisomem e desperta o interesse da espevitada Risoleta (Débora Bloch). Ela é dona de uma pensão frequentada por homens e está sempre em pé de guerra com as beatas da cidade, que consideram o estabelecimento uma pouca vergonha. Tem também Dona Redonda (Vera Holtz), que, como o próprio nome já indica, é extremamente gorda e um dia acaba explodindo de tanto comer; Seu Cazuza (Marcos Palmeira) e seu coração que salta pela boca sempre que ele está nervoso; e Dona Pupu (Aracy Balabanian), que guarda em uma redoma de vidro a cabeça do falecido marido. Isso para citar só alguns dos muitos habitantes esquisitos de Bole-Bole. Afinal, que normalidade se pode esperar de uma cidade cujo prefeito tem formigas no nariz?

Mensagens

Tópico Título Último post
Como vocês estão com o final da novela? D:
Postado por ~AloeGreen - 0 respostas
~AloeGreen
Citações dos Ultimos Capitulos.
Postado por ~Like_Mirrors - 0 respostas
~Like_Mirrors