Clan Steinwender



Grupo Steinwender
Administrado por ~Demonai
Criado
Tipo Privado
Conteúdo visivel para Apenas membros
Reino Arkham
Século III- Rei Demonai Steinwender, segundo de sua linhagem;


Regiões:


Sul: Arqueiros- são bruxos que provém de cidades localizadas ao sul de Arkham, são de lá, originalmente, os arqueiros, que se fizeram bastante necessários, pois o Sul é uma região com bastante bosques e lagos, são pessoas, em sua maioria, calmos e com bom humor, e em épocas de paz, eles ajudam na pesca e caça, tanto quanto para a região sul quanto para o centro do Reino, em épocas de guerra, são bastantes úteis em combate a longa distância, são ágeis, e seu elemento natural é a água. Também são ótimos em botânica, e conhecem muito sobre remédios feitos com ervas.


Norte: Guerreiros- são bruxos que provém de cidades localizadas ao norte de Arkham, são de lá, originalmente, os guerreiros, o norte é caracterizado por ser uma região gélida, são naturalmente fortes e robustos, e possuem uma personalidade forte, podendo ser teimosos até o último minuto, usam mais do combate corpo-a-corpo, são os que fazem linha de frente em guerras. Seu elemento natural é o fogo, podem fazer gerar fogo e controlá-los em quase qualquer lugar.

Leste: Necromantes- são bruxos que provém de cidades localizadas ao leste de Arkham, são de lá, originalmente, os necromantes, suas cidades são em maioria, lugares áridos, sendo difícil se manterem sozinhos, por isso, recebem da capital de Arkham uma quantidade de mantimentos, mensalmente. São pessoas quietas, e um tanto assustadoras, necromantes usam mais da magia, focam suas habilidades em anos de meditação e rituais, utilizando-se dessas magias adquiridas para se sobressaírem em batalhas, durante muito tempo foram hostilizados pelos povos de outras regiões por suas práticas. Algumas de suas magias foram banidas do reino, como: ressuscitação dos mortos e controle sobre a mente de outras pessoas. Seu elemento natural é a terra.

Oeste: Artesões- são bruxos que provém de cidades localizadas ao oeste de Arkham, são de lá, originalmente, os artesões, suas cidades são em maioria, lugares rochosos, porém com alguns rios que nascem lá, cortam o reino e terminam no sul. São pessoas alegres e barulhentas, quase sempre estão animados e são bem falastrões. Habilidosos na arte de construção, grande parte desse povo, recebem cursos promovidos pela capital para aprimorarem suas habilidades na área, além de construções civis, também são responsáveis pela criação de amuletos, anéis, cajados e outros objetos mágicos, que são usados por todos os povos. Seu elemento natural é o ar.

Capital: A capital de Arkham, que recebe o mesmo nome, abriga em suas casas, uma mistura de todos os povos das regiões dentro do Reino, que convivem em paz e harmonia. Com tabernas, das mais simples à mais luxuosas, bibliotecas, academias para treinos, lojas de bugigangas, lugares para aqueles que não tenham moradia fixa se instalarem, a arena que de tempos em tempos iniciam épocas de duelos para revelar um bruxo que se destacará com suas habilidades, laboratórios para pesquisas, e claro, o castelo.

Atualmente, como muitos dos povos se misturaram, há crianças que nascem com a habilidade de controlar dois elementos, e serem incrivelmente fortes, e com o treinamento certo, podem escolher trabalhar em missão para o reino ou até mesmo criar um negócio próprio.

Mas, possivelmente, jovens hoje que vivem em Arkham como o próprio Rei Demonai, não devem se lembrar, mas antes da paz reinar entre as quatros regiões, muito sangue fora derramado. Deixe-me contar-lhe a história:


Reino Arkham
Século II- Rei Austrix Vauphn III;


Sangue, crianças aos choros, corpos sem vida espalhados, casas que agora se definiam em apenas cinzas, tudo isso era possível se ver a cada esquina em Arkham, um reino em guerra civil.

Em uma rebelião, bruxos vindo do Norte iniciaram um ataque direto à grande capital, colocando fogo em coisas públicas para chamar atenção, eles lutavam contra o monarca Austrix, um rei de apenas 21 anos, e que abusava dos pobres e vivia de luxuria, afundando o reino a cada dia que passava. Como represália à rebelião, que no início era pacífica, o rei Austrix ordenou aos guardas que eliminasse qualquer um que se opusesse ao seu reinado. E então, sangue começou a ser jorrado pelas ruas, os guardas executavam famílias inteiras a mando do rei, para que depois jogassem a culpa nos rebeldes.

Dias e meses foram passando, quando, uma figura começou a se elevar diante dos pobres e refugiados da guerra eminente, com promessas, e uma boa lábia, ele começou a ganhar seguidores e se tornar cada vez mais influente nas ruas, não demorou muito tempo para que aqueles que guerreavam tomar conhecimento dele, e o logo o convidaram a se juntar as batalhas, em pouco tempo, com algumas batalhas ganhas, ele se tornou o líder da rebelião, com um poder avassalador e incomum para um bruxo de qualquer região, uma legião de pessoas o seguindo e conhecimento de sobra, ele começou a realizar táticas e estratégias, sempre estava na linha de frente da batalha, e foi num destes avanços que conseguiu adentrar no castelo, aprisionando e matando aqueles que se opunham, ele tomou o trono e aprisionou o rei, para que em poucos dias seguintes o rei fosse executado em público.

Adorado pelo povo, ele restaurou a paz, fazendo que os povos vivessem de forma prospera, ele era uma lenda viva, muitos achavam que ele era algum tipo de Deus já que o mesmo conseguia dominar os quatro elementos, coisa que nenhum bruxo até agora tinha conseguido e em pouco tempo ele, a pedido do povo, se tornou um rei, Rei Urano Steinwender, o primeiro de sua linhagem, e no dia de sua coroação uma frase foi dita e é lembrada até hoje:

De bruxo à bruxo...

Brasão:


obrigado, com carinho, vosso Rei Demonai;

Mensagens