Tópico Mais sobre vampiros

0 Respostas

~hinaa--chan

Usuário: ~hinaa--chan

Administrador do Grupo
Vampiros


A primeira coisa que chama a atenção num vampiro: eles são inumanamente lindos. Porém as suas perfeitas feições de “mármore” são meramente parte de seu arsenal de armas que os torna mais atraentes para as suas presas. Uma transformação em vampiro intensifica tudo. Quanto ao grau de beleza, a mudança para vampiro faz uma pessoa comum ficar estonteante e uma pessoa bonita ficar além da imaginação.

Vampiros possuem movimentos fluentes e muito graciosos. Porém, isso depende do tipo de vida que eles escolhem: o andar dos vampiros selvagens (Nômades) reflete o seu ser, e remetem mais ao movimento de animais selvagens.
Como predadores, os vampiros tem armas em excesso em seu arsenal físico. A força, a velocidade, os sensos apurados. E também, são fisicamente atraentes para a sua presa, além da beleza e do cheiro que dá água na boca a um humano, eles também possuem veneno.

Matar o parceiro (namorado, cônjuge, ou como quiser chamar) de um vampiro, é pedir por sua morte.


Vampiros são divididos em três modalidades:

1. Selvagem

São os vampiros tradicionais. Alimentam-se de sangue humano e não permanecem em um lugar por muito tempo, salvo exceções. Geralmente andam sozinhos, mas alguns podem formar grupos. Tais grupos não têm laços de amizade, nem amor, é simplesmente por questões de autopreservação. Quanto aos parceiros, sua ligação está mais próxima do desejo do que de amor. Possuem olhos de uma profunda cor vermelha.

São subdivididos em dois: Nômade e Sedentário.

2. Vegetarianos

Embora tenham sido apelidados com esse nome sugestivo, os Vampiros Vegetarianos não tem um regime alimentar baseado em alimentos de origem vegetal. Os Vegetarianos são aqueles que negaram continuar a se alimentar de sangue humano e adquiriram uma dieta baseada fundamentalmente em sangue de animais selvagens, como ursos e leões por exemplo.

Os Vegetarianos são os únicos que podem formar laços entre seus iguais como amor e amizade. São civilizados e conseguem ficar normalmente entre os humanos, embora isso não seja exatamente fácil. Quando ficam com sede, seus olhos ficam pretos, e nesses momentos é difícil ficar próximo a um humano. Quando eles estão na sua cor dourada mais clara ou cor de topázio, isso reflete que a sede dele está saturada e que ele estava caçando recentemente.

3. Recém-nascidos

São os vampiros recém-criados. Logo quando criados, os vampiros são quase incontroláveis, e se não possuírem alguém para lhes explicar as regras (sim, existem regras. Favor, ler Volturi) saem se alimentando e matando em níveis altíssimos. Nesse período, são mais animais do que “homens” e dificilmente carregam alguma característica da sua vida humana, porém isso passa com o tempo. Se um vampiro recém-nascido sabia da existência de vampiros na sua vida humana, e decidisse não machucar humanos quando se transformasse, provavelmente será um recém-nascido mais controlado do que outros. Contudo, isso é muito relativo e raro.

O processo para se transformar em um vampiro é simples, presumindo que um vampiro não tenha drenado todo o sangue do corpo humano. Um humano é mordido, e o veneno é deixado pra se espalhar durante alguns dias. A verdadeira quantidade de tempo de uma transformação depende de quanto veneno está na corrente sanguínea, quão próximo ele está de entrar no coração. O veneno pulsa pelo corpo enquanto o corpo continua batendo, e várias mudanças físicas ocorrem enquanto o veneno passa. Uma das mudanças que ocorrem é a cura do corpo das feridas que podem ter ocorrido.
A maior dor começa quando o veneno já está espalhando pelo corpo, pelo coração, e ele começa a entrar nas veias de novo, secando elas, é muito dolorosa, na verdade é tão ruim que a dor da transformação é a memória mais penetrante da vida humana. Ele se move mais lentamente do que o sangue porque é mais grosso. Cada batida do coração só faz com que ele se mova um pouco mais. O processo de mudança/queimação é lento. O veneno tem que ser absorvido por cada uma das células antes que tudo acabe”. O estágio final da conversão acontece quando o coração pára, e nesse ponto um humano se torna um vampiro.


HABILIDADES


Velocidade - Quando os vampiros são transformados de humanos eles adquirem certas habilidades sobre humanas; velocidade é uma dessas. São capazes de se mover com tanta velocidade que absolutamente ninguém é capaz de enxergá-los. Sua fala também pode ser rápida demais para que um humano entenda. Depois de transformado, o vampiro fica apaixonado pela velocidade. Quando um vampiro tem que usar um carro, 300 km/h é muito pouco.

Força - A força sobre humana é uma das características que diferencia os vampiros. A dieta e uma vampiro não tem um impacto massivo em seus níveis de força, mas sabe-se que o sangue humano os deixa mais fortes do que o sangue de animais, porém apenas fracionalmente. Sangue de animais grandes (ursos, gatos selvagens, predadores) os torna mais fortes do que os dos animais “mais fracos”.

Fisiologia - Quando uma pessoa é transformada em vampira, sua aparência física é aumentada, a cor dos olhos muda, sua audição e sua visão ficam mais apuradas, o coração para de bater, eles não precisam mais respirar.
O corpo também fica duro como mármore ou granito, e frio como o gelo. Um vampiro não possui muitas probabilidades de se machucar ou de se cortar, simplesmente porque pouquíssimas coisas são fortes o suficiente para penetrar a sua carne. A única forma de atar um vampiro é rasgá-lo em parte e queimá-las. Trabalho para um lobisomem ou outro vampiro.