História Triângulo Amoroso - 1 & 2 Temporada. - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Derek, Ema, Jhon, Sexo, Triangulo
Exibições 18
Palavras 602
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Luta, Orange, Poesias, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


"Ah já voltou?"
Não, a partir de hoje só postarei nas sextas, obrigado.

Obs: Antes que falem "AH ESSA IMAGEM É DA SHESHEY DA FIC A MINHA IRMÃ"
A Shey me deu a imagem, pedindo que eu usasse e a da capa da fic dela, a imagem é minha, obrigado/de nada.
Boa Leitura.

Capítulo 11 - O que é isso?


Mensagem On

Ema: Derek, me passa o número do Jhon?

 Derek: Pra quê? 

Ema: Pra mim mandar uns nudez pra ele, pra mim conversar com ele né otário. 

Derek: .. Eu não tenho. 

Ema: Passa o celular pro Jhon? 

Derek: Tchau. 

Ema On

Bloqueei o celular, saí dalí indo para a mesa de doces.   

Garçon: O que vai querer? 

Ema: 2 Brigadeiros. Grandes. 

 Ele pegou e me deu, logo senti alguém me puxando.  

Paty: Oie!!  

Ema: Paty, o que você ta fazendo aqui?  

Paty: Minha mãe conhece a irmã do seu primo, e veio. 

Ema: Eu nem sei quem é o meu primo..  

Paty: É aquele ali. - ela apontou e era o menino que estava me olhando. Fui até ele. 

Ema: Oi, sou a Ema, deixei seu presente em cima da mesa, ok?  

 ???: Ah, ok. Obrigado Ema! Sou o Fred.

Ema: Feliz Aniversário, Fred.  

 Ele deu um sorriso e eu fui atrás de Paty, a festa acabou e se divertimos muito , vimos pessoas caindo de tão bêbada e rimos. Só me lembro de estar tão cansada que apaguei no carro.

Domingo 

 Acordei e percebi que era domingo, logo vi que ainda estava com a roupa da festa. Olhei pela janela, que estava Jhon, ele me olhou e eu acenei. Logo ele se aproximou de mim. 

Jhon: Bom Dia! 

 Ema: Bom dia..!- disse sonolenta. 

Jhon: Vamos andar de bicicleta?  

Ema: Estou exausta.. - bocejei.  

Jhon: Ah! Ok.. - ele sorriu. 

Ema: Seu irmão não me passou seu número. Pode me passar?

Jhon: Sim. - ele anotou num bilhete. Ele se afastou e eu fui para a cozinha, arrumei meu cabelo lá, e tomei café. Troquei de roupa no banheiro colocando um short e uma regata solta, com uma sandália.  Saí da minha casa e peguei meu celular, logo anotei o número dele e salvei, logo senti uma sombra, e era Derek.  

Derek: Ema..   

Ema: Hm?  

Derek: Desculpa não passar o número do meu irmão, tá? 

Ema: Tanto faz, já tenho o número dele de qualquer jeito. 

Derek: Ema, posso falar com você? É em particular... 

 Ema: Vem. Fui no meu quarto com ele. 

Derek: Quarto legal... 

Ema: Valeu.. O que você queria me falar? - ele se sentou na cama e se aproximou um pouco, o que me encomodou muito.

Derek: Ema.. Eu acho que gost... - eu o interrompi. 

Ema: NÃO, NÃO TERMINA ISSO, VOCÊ NÃO SABE O QUE TÁ FALANDO. - algumas lágrimas começaram a cair.

Derek: Ema, você tá bem? - ele me abraçou. 

Ema: Você não sabe o perigo que tá correndo... Você n-não sabe.. 

Derek: Ema, me da uma chance! 

Ema: Eu não consigo... 

Derek: Pensa bem, vamos se machucar com as duas respostas eu prometo...- o interrompi de novo.

Ema: Derek, saí da minha casa, por favor - falei um pouco baixo. 

Derek: Não! 

Eu levantei o abraçando com toda a força, depois ... Adormeci. 

Derek On 

Eu sinceramente estou apaixonado por uma menina, que não sabe o que é amor, e que me odeia. Pior de tudo é o meu irmão, não para de falar dela, tsc. E sinceramente, eu ficaria muito puto com o Jhonatan namorando a minha primeira paixão verdadeira, nem eu sabia que amor doía tanto...  Principalmente com minhas crises de ciúmes, que são fortes e nada discretas. Ela dormiu e eu deitei a aconchegando no meu peito, ficamos assim por longos minutos, então ouvi um barulho, beijei sua testa e saí. 

 Ema On

Senti alguém tocar meu rosto várias vezes, e falar meu nome, já estava com raiva, então acordei e vi que era minha mãe. 

Mãe: Ouviu algum barulho?

Ema: N-não. - esfreguei os olhos com minhas mãos.


Notas Finais


Até sexta.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...