História || Almas Partidas || Série da trilogia: DESVENDAR - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Draco Malfoy, Harry Potter
Tags Amor, Darry, Dracomalfoy, Drama, Harrydark, Sexo, Traição, Violencia, Yaoi
Visualizações 91
Palavras 1.213
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Saudades? Nem deu tempo né kkkk Mais então ai está a segunda parte da trilogia ||Almas partidas||

AVISO: Este capítulo contém cenas de sexo blá,blá,blá

Boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo I - Uma aliança


- Aaaaaahhhh, Harry! (1)

Draco gemeu, levando sua mão aos cabelos do moreno, que o chupava, fazendo seu corpo estremecer.

Estavam no quarto do moreno na Mansão, algumas semanas depois que Harry matou o Lord.

Harry o olhou, sem parar o que estava fazendo, e, por alguns segundos, as esmeraldas se perderam naquele mar metálico dos olhos do loiro, até este fechá-los, gemendo novamente, arqueando o corpo e se derramando na boca do moreno.

Harry o limpou com os lábios, e subiu, distribuindo beijos pelas linhas do seu abdômen e do peito arfante, até chegar ao pescoço e, finalmente, à boca, permitindo-se roubar o pouco fôlego que restava ao loiro. Depois o observou, ainda de olhos fechados, ainda arfante, os lábios rosados entreabertos, a expressão sublime em sua face.

- Adoro ver o prazer no seu rosto... – Harry disse em um sussurro no ouvido do loiro, Draco o olho e sorriu - Você é tão lindo...

Harry voltou a beijá-lo. Draco retribuiu, suas mãos descendo pelo corpo do moreno até encontrar a sua ereção, sentindo o moreno gemer em sua boca quando o tocou. Harry afastou delicadamente sua mão, escorregando uma perna por entre as do loiro, se movendo devagar, atritando os dois corpos.

- Harry...

- Shiii – e Harry voltou a beijá-lo, aumentando a velocidade dos movimentos. Draco se abraçou a ele, sentindo sua excitação aumentar novamente, aprofundando o beijo.

Harry parou e Draco sentiu suas mãos deslizarem algo gelado sobre o seu corpo. Ele abriu os olhos de repente e tentou sentar, mas o moreno o calou com um beijo, forçando-o a deitar enquanto se movia sobre o seu quadril, até que seus corpos se encaixaram e Harry arqueou, com um gemido de dor.

- Harry! – o loiro o olhou, preocupado.

Harry se ergueu, se remexendo sobre o loiro, que não conseguiu conter um gemido. Harry sorriu, depositando um beijo na testa de Draco.

- Relaxa... Eu quero você gozando pra mim...

Apoiou suas mãos nos ombros do loiro e começou a se mover lentamente, fechando os olhos, gemendo languidamente. Draco não conseguia deixar de observar o moreno se movendo sobre seu quadril, o prazer evidente em seu rosto. Então Harry aumentou a velocidade, abrindo os olhos, e Draco se sentiu preso àquelas esmeraldas, o desejo tomando conta de seu corpo. Ele levou as mãos trêmulas às pernas do moreno, que estavam ao lado do seu corpo, agarrando-se a ele, ajudando no movimento. Harry deslizou as próprias mãos pelo seu corpo, até alcançar as suas, levando-as acima de sua cabeça, entrelaçando os dedos dos dois, se debruçando sobre o seu corpo ao senti-lo gozar. Harry ainda continuou mais alguns segundos, até jogar a cabeça pra trás, gemendo, sujando a barriga e o peito do loiro, olhando-o, arfante.

Harry murmurou um feitiço, limpando os dois, e se deitou ao lado do loiro.

- Por que você fez isso? – Draco perguntou.

- Você não gostou?

- Claro que eu gostei. – Draco o beijou – Só foi meio... repentino...

- Fiquei com medo de você me recusar... Eu te quero tanto...

Draco o abraçou com mais força, puxando-o contra o seu corpo. Harry acomodou o rosto contra o seu pescoço, passando a outra mão sobre o seu peito, mexendo no cabelo do loiro.

- Harry... Você acha que isso vai dar certo?

- O que?

- Sabe... Nós.

- Você acha que pode não dar certo? – Harry perguntou, rindo.

- Ah, você sabe... Os comensais não estão aceitando a idéia exatamente... Eu não quero que você perca força por causa de mim...

- Eles te fizeram alguma coisa? – Harry se ergueu para encarar o loiro, o rosto sombrio.

- Não. – Draco o fez se deitar de novo – Mas não é como se eles tivessem muito respeito por mim, não é mesmo?

- Eu não vou permitir que eles façam nada contra você, Draco.

- Não é essa a questão. É o que eles podem fazer com você por causa de mim.

Harry riu.

- Eles estão com medo demais pra pensarem na possibilidade de tentar alguma coisa contra mim. Fica tranqüilo. A minha preocupação no momento não é com os comensais.

- É... Eu sei... É amanhã, né?

- É, pelo que o Snape falou, amanhã eles vão estar reunidos. Eu preciso ir lá.

- Você já sabe o que vai propor?

- Bem, eu não tenho nada muito sólido. Mas já passei o planejamento de ações aos comensais para o próximo mês e eles aceitaram. De qualquer forma, vou passá-lo à Ordem também... Mesmo que eles não aceitem o acordo...

Draco se voltou para olhá-lo.

- Mas é importante pra você que eles aceitem, não é mesmo?

Harry não respondeu, o beijou na testa e voltou a se acomodar contra o seu corpo. Ficaram um tempo em silêncio, até que Harry se levantou de forma brusca.

- Ei, eu tinha esquecido... Comprei uma coisa pra você...

Draco sorriu, observando o moreno se levantar nu e ir até a mesa, pegando dois embrulhos, um comprido, o outro bem pequeno.

- Este primeiro. Quero saber se comprei certo. – disse Harry, lhe oferecendo o pacote comprido, sorrindo ao ver os olhos do loiro brilhando de forma quase infantil ao ver os presentes.

Draco desembrulhou a caixa com cuidado, reconhecendo logo o que era.

- Uma varinha! Ora, Harry... Uma varinha é uma coisa muito pessoal... Você devia ter me chamado pra ir com você comprar...

- Não é seguro... – Harry afagou os cabelos do loiro ao receber um olhar cortante deste, que dizia claramente "você não manda em mim, se eu quiser ir, vou!" - Você sabe, Draco... Eu não quero te ver caído por aí com essa guerra... Você tem que ver o caos que está o Beco. Foi melhor assim, acredite. Agora vamos, experimente...

Draco pegou a varinha e a examinou por um momento, então a sacudiu com leveza e fez um cravo branco surgir.

- É... Acho que dá pro gasto... – disse, oferecendo a flor a Harry – Como você sabia? – perguntou, dando um beijo no moreno.

- Eu te sinto mais do que você imagina. – Harry disse sorrindo – Agora este. – disse, pegando o pacotinho – É uma coisa boba, que eu vi e lembrei de você. Acho que você vai gostar...

Draco pegou o pacotinho e o sacudiu perto do ouvido, conferindo que havia algo pequeno dentro. Harry sorriu frente ao gesto infantil, mas seu rosto se fechou ao ver o loiro ficar sério quando viu o que era.

- O que é isso, Harry Potter?

- Um anel... – Harry respondeu, incerto – Achei que você gostaria.

Draco levantou o anel prata na linha dos olhos, examinando-o. Sua face superior era oval e alongada, provavelmente tomaria toda uma falange de seu dedo. Era liso e muito brilhante, mas no centro havia um vazado negro, um tribal em forma de dragão. Era uma peça simples, mas muito bonita. O que estava lhe preocupando não era o presente, era o que ele simbolizava.

- Isso é só um anel?

- Como assim? – Harry perguntou, mais confuso ainda.

- Anéis presenteados entre pessoas que têm uma relação como a nossa, Potter, costumam simbolizar compromissos. E eu não tenho um compromisso com você...

Draco estava sério, mas Harry parecia divertido.

- Não é nada disso... É só um presente. Não é um compromisso. Mas eu quero que você use e se lembre de mim todas as vezes que olhar pra ele, ta bem? – disse, colocando o anel no dedo de Draco e o beijando - Além do mais, eu sou seu, Draco Malfoy, e espero que você não precise de nenhuma aliança pra saber disso.


Notas Finais


N/A: (1) Depois daquele final em "Dupla Face", eu não poderia começar de maneira diferente XD.

N/A2: Espero comentários 😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...