História - Alternativo Sou Luna - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~Milly_Silva123

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Amanda, Ámbar Benson, Ana, Cato, Delfina, Gaston, Jazmin, Jim, Luna Valente, Matteo, Miguel, Monica, Nico, Nina, Pedro, Personagens Originais, Ramiro, Rey, Ricardo, Sharon, Simón, Tamara, Tino, Yam
Tags Gastina, Jico, Lutteo, Pelfi, Simbar, Yamiro
Exibições 85
Palavras 687
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Musical (Songfic)
Avisos: Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


- Fic nova para voces minha com a Milly

Capítulo 1 - - Uma nova historia sobre rodas


Fanfic / Fanfiction - Alternativo Sou Luna - Capítulo 1 - - Uma nova historia sobre rodas

*Pilot*

_Sou Matteo Valente, sou conhecido por trabalhar em uma lanchonete. Sou mexicano, como meus pais. Mônica e Miguel._

_Pessoas muito boas, trabalham em uma mansão de praia aqui em Cancun. Os patins são minha vida. Sou delivery falando melhor. Vivo sobre rodas, os patins são minhas asas. Em tempo de voar com o vento, e deixar ele me levar para qualquer lugar do mundo. _Falando melhor, sou um sonhador, sonho muito alto, não tenho medo de cair._

_Tenho uma melhor amiga, a Âmbar, a loira mais fofa desse mundo, seus olhos azuis iluminam cada canto de qualquer lugar que for. Ela é minha melhor amiga desde os meus 5 anos de idade. Lembro de ainda como se fosse uma linda comemoração de Santos Reis._

-Matteo atrasado novamente-Diz Âmbar andando pra lá e pra cá atendendo os pedidos atrasados.

-Desculpa!Cadê a general?-Pergunto baixinho

-Aqui senhor Valente. Como sempre atrasado. Estou pensando muito bem em ti demitir, garoto abusado eu em!-Ela da a caderneta-Pedidos pra entregar. Agora!

-Está com o cronômetro Âmbar?-Pergunto e coloco a mochila térmica nas costas

-Sim. Você vai conseguir!-Sorrio animada-Agora!

_Disse e eu saio realizado o patins no chão sólido das ruas de Cancún, tudo lindo. Sempre foi lindo_

_Estava tão distraído que Bato em cheio em uma coisa. Ou melhor, pessoa…_

-Você não olha por onde anda?-Digo no chão, essa garota não olha por onde anda

-Você bem que quis bater em mim-Sorrio convencida

-Além do mais convencida. É muito convencimento pra tanta altura-Rio por ela ser baixinha

-Ah, me erra garoto. Sou a melhor em tudo que faço. Sou Luna Balsano-Deu a mão mais eu ignorei

-Não perguntei, e não quero saber. Garota abusada-Levanto e saiu andando

-Ei e o seu nome?-Grita ela, mais nem dou ouvidos. Baixinha intrometida...

Garota abusada, estragou meu lindo dia. Ainda melhor vou ter que entregar um pedido na mansão em que meus pais trabalham, afff.

Chego lá, e vejo um garoto na piscina...

-Serviço de delivery!Trouxe seu pedido-Tiro a mochila das costas

-Não ti perguntei nada!Só coloca isto ai-O garoto guarda o tablet

-Pronto. Obrigado por preferir nossa lanchonete-Sorrio mais sem derrubo o milkshake no rapaz

-Ai desculpa!Foi sem querer deixa eu limpar-Digo nervoso e começo a tentar limpá-lo mais sem sucesso

-NÃO ME TOCA-Ele grita e levanta

-Desculpa-Deslizo o patins pra trás

-Você não deveria ter feito isso-Ele me empurra na piscina, fazendo eu me afogar. Não consigo nadar de patins

Até que sinto ser puxando para cima e reculpero o a ar.

-Está tudo bem?-Diz a garota...Espera...Patricinha!

-Sim.-Digo e sento no chão molhado

-Ti salvei novamente-Rio ela. Garota debochada. Não é a toa que é linda...Ops. Feia!

-Você me salvou agora. Obrigado, -Olho meu pai vindo em minha direção

-Matteo!Filho está tudo bem?-Diz meu pai desesperado e me levanta

-Sim, está tudo bem. A garota me salvou-Digo e olho pra trás vejo ela sorrindo
Patricinha como sempre

-Obrigada senhorita Balsano. Agora vamos, desculpem-Ele me leva pra dentro...

(...)

-Matteo onde estava?Porque demorou?A general quer arrancar sua cabeça-Diz e engole seco, e aponta pra algo atrás de mim

-Novamente atrasado. O que eu faço com você Valente?-Diz sínica-Vai fechar a lanchonete e sem nenhum piu!-Ela diz e sai

-Ai e agora. Novamente ficar sozinho-Bufo

-Eu ti ajudo-Sorrio Âmbar-Mais eu tenho uma coisa pra ti mostrar

-O quê?-Pergunto curioso

Ela suspiro e pega o violão. Começa a sair notas lindas.

-Que lindo Âmbar-Sorrio-Você que fez?

-Sim. Ainda não está pronta-Ela sorri e tira o seu trequinho azul que sempre usa na cabeça. A Âmbar é uma garota estranha. Mais legal.

-É Âmbar?Posso ti perguntar uma coisa?-Digo meio incomodado com a pergunta que eu iria fazer

-Sim. Pode fazer-Sorrio ela

-Pode você se veste igual um molequinho. Digo, você é diferente das outras meninas, você é linda e se veste, com uma rockeira loucona-Digo rindo enquanto coço a nuca

-Ahn...Eu não gosto de ser igual as outras. Pensei que gostasse que eu me vista assim, este é meu estilo e ninguém vai mudar-Diz ela triste e fecha a lanchonete sai andando rápido

-Âmbar!-Grito mais ela não esculta. Droga!Fiz merda novamente. Aliás a dias só faço merda. Porquê?


Notas Finais


- E ai gostaram?
- Continuo ou paro?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...