História « ASIAN ANGEL » - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, JR, Jungkook, Mark, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Anjos, Choi Youngjae, Im Jaebum, Jackson Wang, Jeon Jungkook, Jung Hoseok, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Kim Yugyeom, Kunpimook Bhuwakul, Kwon Ji Yong, Mark Tuan, Min Yoongi, Park Jimin, Park Jinyoung
Exibições 33
Palavras 1.080
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem mesmo por essa demora enoooorme... Eu estava num bloqueio criativo (como sempre) e sem idéias nenhuma em minha cabeça.
Prometo melhorar...
Enjoy!

Capítulo 14 - UNTOUCHABLE [ 14 ]


Namjoon desceu as escadas antes de nós duas. Eu tive que empurrar Ally um pouco, ela parecia insegura mesmo sabendo que Jimin iria amar a notícia.

– Ah, não sei se consigo fazer isso. - Ally parou e pôs as mãos na cabeça.

– Qual o problema? Você sabe muito bem que ele irá amar a notícia.

– E se ele achar que está cedo demais? Nos falamos de filhos para o futuro.

– Seja otimista. Vá e fale. Ele não irá negar um filho da própria mulher, não?

Ela bufou e concordou com a cabeça. Caminhei ao seu lado com uma de minhas mãos em seu ombro. Quando chegamos na cozinha vimos Jimin e Yoongi conversando animadamente, como se fossem amigos à tempos. Namjoon estava de cara fechada encostado de costas para a pia.

Ele se incomodava com a presença de Yoongi. Não pelo fato de ele estar ficando próximo de uns de seus melhores amigos ou estar morando em sua casa ou até mesmo por minha causa. Não, não.

Yoongi era simpático e bonito. Seus cabelos louros faziam um contraste belíssimo com sua pele pálida. Mesmo não sendo alto demais, tinha um belo corpo. Era magro e suas pernas mais bonitas do que de muitas modelos. Era disso que Namjoon se incomodava. E é claro que eu sabia disso. Eu sabia ler Namjoon com os olhos, sabia quando ele estava sendo irônico e sabia pelo seus gestos quando ficava constrangido.

Yoongi o fazia ficar constrangido.

Seria talvez pelo seu sorriso fofo? Seu jeito com todos à sua volta? O jeito que ele parecia estar acostumado com pessoas que ele acabou de conhecer?

Mas de uma coisa, Kim Namjoon não sabia. Ele era tudo e muito mais que isso.

Seu sorriso era mais radiante.

Seu corpo era mais atraente.

Suas covinhas eram mais fofas.

Seu jeitinho era mais carinhoso.

Sua voz era viciante.

Seus olhos eram um portal para outra dimensão.

Porém Namjoon era teimoso demais para entender que ninguém poderia ser comparado à ele. A verdade é que... Ele se sentiu ameaçado. Parece besteira. Quer dizer, olhe para ele! Ele é maravilhoso.

Porém Kim Namjoon era muito, muito e muito teimoso. Queria batê-lo por isso as vezes.

E como eu sabia dessas coisas todas? Estava escrito na testa dele! Qualquer um mais esperto perceberia isso.

Nam fitava sua caneca de cabeça baixa, Jimin e Yoongi conversavam algo e riam alto, e nenhum deles perceberam que estávamos ali. Eu pigarreei, fazendo os três me olharem.

Namjoon levantou a cabeça e me olhou, ele sorriu fazendo seus olhos se fecharem e suas covinhas ficarem a mostra. Porém fechou a cara quando viu que Yoongi sorria para mim e Ally também. Revirei os olhos e soltei uma risada baixa, recebendo um olhar confuso de Nam. Ally sentou-se na mesa de frente para Jimin e começaram a conversar. Me aproximei de Namjoon que ainda estava encostado na parede e segurei seu rosto com uma mão, enquanto beijava sua bochecha.

Fui até sua orelha e sussurrei. "Você é perfeito e eu te amo assim, do jeitinho que você é. Nunca, em hipótese alguma de esqueça disso, Kim."

Pude sentir ele sorrir em meus dedos, e não evitei de sorrir também. Ele selou nossos lábios brevemente.

Yoongi nos observava sorrindo. Seu sorriso transmitia felicidade e afeto. Ele gostava de me ver com o Nam, eu sabia disso. Namjoon? Também sabia. Mas a insegurança parecia que era maior.

Ouvimos um gritinho baixinho vindo de Jimin, ele olhava para Ally de boca aberta e olhos arregalados.

– Você... Eu... Você... - ele gesticulava com as mãos e olhava para todos presentes ali. Yoongi riu baixinho e Jimin puxou Ally para uma abraço de urso. - Obrigado meu amor, eu sou o homem mais feliz da vida! EU VOU SER PAI! - ele sorria abertamente com lágrimas em seus olhos. E Ally... Bom, ela já chorava.

Esse momento foi interrompido pela campainha sendo tocado.

– Eu atendo, fiquem ai. - sai dos braços de Nam e fui até a porta. Abrindo a mesma rapidamente.

Eu senti meu coração pular e meus estômago se revirar.

– Não... não, NÃO! - me afastei da porta a deixando aberta aos tropeços para trás. Eu segurava as coisas aos meus lados e sem querer um vaso caiu no chão. Se tornando em mil pedaços.

– Eu sabia que você estava aqui, (S/N). Sinto seu cheiro de longe, docinho. - Doug. Aquele filho da puta... Eu sabia que ele não se conformar com a minha saída do Knowledge. Mas não que ele viria tentar me buscar. Ele ainda estava parado à porta e tinha mais dois seguranças enormes atrás dele.

– Ei, o que está havendo aqui? - Yoongi se aproximou e ficou em choque igualmente a mim. Eu estava quase chorando.

– Há! Eu não disse que encontraríamos esse rato aqui também? Você é o rabinho da (S/N), não? Haha. - ele riu pelo nariz.

Jimin, Ally e Nam vieram para a sala e ficaram sem entender nada igualmente.

– O que vocês estão fazendo aqui? - Ally disse com uma pitada de irritação.

– Bom dia, Sra. Park. Temos um mandado de volta para (S/N) e Min Yoongi. Agradeço por tê-los aqui, foi fácil para nós.

Eu caí no chão, eu estava fraca demais. Então era assim? Quando tudo estava certo, algo dava de errado?

Namjoon se aproximou e me ajudou a levantar, me abraçando forte.

Doug fechou o rosto que estava em um sorrisinho cínico.

– É uma pena. Vocês parecem ser amigos felizes. Mas ordens são ordens e...

– Vai embora. - Yoongi disse. Seus olhos fritavam Doug que riu. - VAI EMBORA DAQUI, VOCÊ JÁ ESTRAGOU TUDO POR MUITO TEMPO. NOJENTO! - ele gritou descontrolado. Doug entrou e foi em direção ao Yoongi com seus punhos fechados e lhe deu um soco. Me soltei de Nam e manifestei:

– Vai. Embora. - disse pausadamente. Ele parou e me olhou. Ele estava imóvel e parecia estar obedecendo. - Você vai dar meia volta e sair daqui. Vai rasgar esse papel ridículo e NUNCA mais mexer conosco. - ele acentiu calado. - ANDA, VAZA. - gritei e ele saiu junto aos outros dois. Ajudei Yoongi a se levantar e vi que sua boca sangrava.

– Como você fez aquilo? - o louro me perguntou ainda em choque por conta daquilo tudo.

– Eu não sei. Mas me senti como se nada pudesse me derrubar. Como se eu fosse...

– Intocável a mãos humanas. - Namjoon complementou com as palavras certas.

Estou mais próximo do que pensa

Venha e o trague. ”


Notas Finais


Estou pensando em introduzir uma menina pro Yoongi, ou menino... Me digam o que acham! ✨


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...