História ¤ FANTASY ¤ Imagine Park Jimin. - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, Tao, V
Exibições 238
Palavras 1.782
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Geeeeeeennnnte que é isso Yoongi representou a nação 😂😂😂😂

Por algum motivo o Spirit n ta enviando a foto pra fic, estou chateada? É claro.

Capítulo 31 - CAP - 29 - baby don't cry.


Fanfic / Fanfiction ¤ FANTASY ¤ Imagine Park Jimin. - Capítulo 31 - CAP - 29 - baby don't cry.

Chegamos em casa sem dizer nada, mesmo se ele falasse eu não iria escutar, afinal coloquei o fone de ouvido no máximo, preferia estourar meus ouvidos a ouvir a voz dele, quando chegamos eu fui tirar minha mala, mas ele a pegou primeiro e saiu andando na minha frente.

- não precisa pagar de cavalheiro, eu sei levar sozinha.

- minha mãe me ensinou que não se deve deixar mulheres carregar peso.

- ahh meu cu.

Saí andando na frente dele entrando no elevador e ficando de costa pra ele, voltei a sentir o cheiro do Jin, então levei a camisa dele ao nariz, abrindo um sorriso logo depois, * como pode ser tão cheiroso* percebi que estava sendo observada já que o elevador era espelhado, revirei os olhos e virei pra ele, o mesmo baixou a cabeça e falou meio baixo.

- vocês realmente não tiveram nada?

- aish... Não Jimin não tivemos nada.

- de verdade?

Eu me calei, lembrei do beijo sem querer com o Jin, aish... pq isso ta vindo na minha cabeça? Apenas o ignorei pois sabia que estava começando a corar, graças a Deus Pai o elevador chegou no meu andar e eu saí quase correndo. Entrei no apartamento deixando a porta aberta e fui pro meu quarto, tirei a blusa e a deixei em cima da cama e fui pro banheiro timar um banho, " por que estou me sentindo quente pensando no Jin?" tirei o que tinha pra tirar e entrei debaixo do chuveiro, a água estava gelada então resolveria e resolveu, quando saí do banheiro Jimin estava deitado na cama, eu juro que eu ia passar sem falar nada se eu não tivesse visto... ou melhor ... Não visto a camisa que eu deixei em cima da cama.

- Jimin oppa?

- ne

- a camisa que estava em cima da cama, onde esta?

- essa?

- ele levantou a camisa com uma mão e a mesma estava rasgada agora, eu senti meu sangue ferver.

- você não tinha o direito de fazer isso.

Eu estava tão irritada que fui pra cima dele batendo no mesmo, ele usou a força e me prendeu na cama.

- diz olhando pra mim que nunca aconteceu nada entre você e o Jin.

Eu senti meu rosto corar.

- você está... esta corando.

- e daí se eu estou corando?

- você me traiu.

- aish... ME LARGA JIMIN.

- VOCÊ JA TEVE ALGO COM O JIN?

- NÃO-EU-NÃO- TIVE - NADA - COM -O -JIN.

- ENTÃO POR QUE ESTÁ CORANDO?

- PORQUE EU JA BEIJEI O JIN SEM QUERER.

- então vocês me trairam assim.

- ninguem te traiu foi sem querer, eu ia cair, ou melhor eu caí e quando eu caí nossos labios se tocaram....... e...

- quando foi isso?

- antes da gente se casar.

- isso não aconteceu hoje?

- isso não aconteceu hoje Jimin mas....

- se não aconteceu hoje desculpe pela camisa, eu vou te comprar outra.

**😑** Deus ta de prova que eu tentei contar sobre o beijo de hoje.

- o caso não é outra, o caso é que eu ganhei essa do Jin Hyung.

Ele se jogou do meu lado olhando pro teto.

- por que o Hyung é tão importante pra você?

- porque foi ele quem esteve do meu lado quando você perdeu a memoria, foi ele quem mesmo me julgando teve a coragem de me pedir desculpa, foi ele quem me defendeu e foi ele quem me deu apoio todo esse tempo que você estava e está sendo um lixo comigo.

- me desculpe.

- what?

- me desculpe, *suspiro* nós somos casados agora, eu não deveria lhe tratar mal.

- ahh...

- por que desse seu " ahh"?

- eu sempre aprendi que devemos tratar os outros bem independente de gostar dele ou não, ou pelo menos com respito.

- eu sei que as vezes sou idiota. Voce.. você realmente tentou fugir do nosso casamento?

- sim.

- por quê?

-eu acho que eu amava o seu de antes não o seu eu de agora, eu tinha esperança de ter o meu Jimin de volta.

- eu entendo.

Ele se levantou e saiu do quarto eu fiquei deitada na cama sem saber o que fazer ou se eu deveria ir atrás dele. Apenas me vesti com o short do babydoll e uma blusa de manga longa, o tempo tinha esfriado e começado a chover, fui pra sala e o mesmo estava lá deitado no sofá com os olhos cobertos pelo braço. Fui para a cozinha e pedi comida italiana pelo telefone, peguei um vinho que eu tinha na geladeira e enfim o abri depositando um pouco do seu conteudo em duas taças e fui para a sala.

- Jimin oppa?

- ne.

Ele disse descobrindo os olhos e se sentando, logo em seguida pegou a taça que eu lhe entregava.

- vinho?

- sim, pedi comida italiana se não se importa.

- tudo bem pra mim.

Ele me parecia um pouco triste ou talvez apenas cansado.

- me disseram que você quase enlouqueceu todo mundo.

- não foi bem assim.

- então como foi?

- eu so pwrguntei pra Lara, Pro Namjoon hyung,  pro Jin hyung, pro Hope hyung, pro Tae hyung pro Yoongi hyung e pro JungKook se eles tinham te visto ou sabiam de você.

- resumindo " enlouqueceu todo mundo".

Eu comecei a rir e ele fez cara de bravo mas logo sorriu.

- aish... Não.

- quantas vezes você perguntou pra ele se eles sabiam onde eu estava?

- não vou dizer

- oppa.

- ta ta, todas as vezes que um telefone tocava ou chegava mensagens.

- ai meu Deus, por quê ? 

Eu estava rindo, ele estava rindo era até bom está com ele assim, talvez nem tudo esteja perdido, talvez eu não tenha feito uma grande burrada.

- eu não queria que as pessoas soubessem que eu perdi minha mulher no primeiro dia de casado.

- ahh, agradece ao Jin hyung ele que me fez voltar.

- aahh

O sorriso dele desapareceu, ele baixou a vista olhando pro chão eu ia dizer algo mas a campainha tocou. Me levantei indo até a porta, o entregador me entregou as coisas olhando para os meus seios que estavam marcando levemente a blusa, eu entrei pra colocar as coisas para dentro e senti o olhar dele na minha bunda, * aish que inconveniente*.

- hey seu idiota pare de olha assim para minha mulher ela é casada.

- des..descilpe senhor.

Olhei o Jimin e o mesmo estava com mascara, * para não ser reconhecido?*  Vi o homem ficar completamente desconcertado, o Jimin pagou olhando ele com cara feia.

- vá embora e nunca mais aparece aqui ou olhe para minha mulher.

- des..desculpe sen....

Jimin bateu a porta na cara do rapaz.

- obrigado por me defender.

- eu sou seu marido e maridos defendem suas esposas.

Disse ele pegando um pouco das coisas e me ajudando a levar pra cozinha. Peguei os pratos e o vinho novamente, afinal comida italiana fica maravilhosa com vinho tinto suave.  O mais velho se serviu e para minha surpresa me serviu também, eu dei um pequeno sorriso.

- vamos nos dar bem apartir de agora okay?

- ok, e a propósito você está sujo.

Ele tinha encostado em alguma coisa e feito a blusa sujar, então o mesmo apenas a tirou mostrando todo o seu corpo, incluindo o abs definida. *'*(GZUIX ME ABANA)*'*. Desviei o olhar pra minha comida.

- sabe...

- que?

- você poderia não usar esse tipo de roupa quando for atender a porta, você está de calcinha pelo menos.

- nope.

- por que não ? 

- minha casa minhas regras.

Quando eu terminei de falar ele levou a mão a cabeça e derrubando a taça no chão *( não idiota ele derrubou a taça no teto, ps: não liguem)* eu fui em direção a ele.

- Oppa.... oppa Você está bem?

Ele abriu os olhos e parecia confuso.

- está tudo bem Jimin oppa.

- eu... eu lembrei da gente na cama... você... você estava de hobi e falava isso pra mim.

Ele sorriu, senti meus olhos arderem começando a brotar as lágrimas, ele lembrou, ele lembrou, eu me sentia tão feliz, meu sorriso podia ser visto a um k/m de distância, o abracei forte, o mesmo retribuiu o abraço.

- o que mais você lembrou?

- eu sinto muito... só lembrei disso.

Meu sorriso desapareceu no mesmo instante, dei um sorriso leve para o mais velho e me sentei no meu lugar, a comida perdeu o gosto, então apenas fiquei brincando com a comida.

- sabe s/n, eu ainda posso lembrar..

- não se preocupe está tudo bem.

Me levantei levando meu prato pra pia, joguei a comida que eu mal tinha tocado fora, eu estava tão frustrada, tão chateada, não pude evitar de baixar a cabeça e apertar os olhos tentando fazer as lágrimas irem embora, senti ser abraçada por trás e o mais velho depositar um beijo no meu ombro, então as lagrimas desceram de verdade. Ele me virou limpando as lágrimas.

- ei, calma eu vou lembrar, eu ja comecei lembrar não foi?

Ele me dava um sorriso fraco e eu assenti, ele limpou minhas lágrimas novamente e depositou um suave beijo na minha testa me abraçando, em seguida ele selou nossos lábios de forma suave.

- deixa eu te ajudar a lavar as louça.

Ele disse se desvinculando de mim e indo buscar o prato dele e as taças. Eu comecei a lavar e ele a enxugar, quando terminamos ele ficou perguntando onde eu colocava tudo, por um instante eu ri dele reclamando que não sabia onde era tudo. Mas então meu sorriso se apagou, * será se o meu Jimin nunca vai voltar?* fui tirada dos meus pensamentos sendo erguida pelo mais velho em seus braços.

- eu deveria ter te carregado assim ontem no hotel.

Eu podia pedia pra descer,mas tudo que eu fiz foi envolver meus braços no pescoço dele e encaixar minha cabeça na curva do seu pescoço. Meu coração estava acelerado, eu podia mentir sobre tudo, até dizer a ele e a qualquer um que eu não o amava, mas não podia mentir para mim mesma. Ele me colocou na cama.

- eu ja volto, vou só tomar um banho.

Eu assenti fechando os olhos e ficando deitada, ele saiu, como ele estava demorando eu acabei pegando no sono...


      Quebra de tempo . . . 

Eu acordei e o Jimin ainda não estava na cama, a luz do banheiro estava acesa, levantei e fui em direção ao mesmo quando escuto... era choro? o Jimin tá chorando? entrei no banheiro e vi o mais velho sentado no chão, ele me olhou e eu vi que ele estava realmente chorando.

- oppa... me.. me diz ... o que ta contecendo... por que ta chorando?

Mas o mesmo se mantia calado com as lagrimas descendo e aquilo partia meu coração .

- é por mim? por.. por causa desse casamento?? eu.. eu te dou o divorcio.... você estará livre de mim ama...

Eu fui interrompida pela boca do Jimin tomando a minha em um beijo desesperado, suas mãos puxando meu corpo para ele, apenas correspondi aquele beijo que se tornava mais intenso.



Notas Finais


Amoooooras o que será que ouve pro Jimin fazer isso?? Será se agora ele lembrou? Ai Deus..... SCRR


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...