História • Far awaყ — Vmin • - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Jikook, Namjin, Vhope, Vmin
Exibições 36
Palavras 3.167
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Lemon, Violência, Yaoi

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha quem voltou ahahauua
Até as notas finais sz

Capítulo 4 - •Choices•


Fanfic / Fanfiction • Far awaყ — Vmin • - Capítulo 4 - •Choices•

Nossa vida é feita de escolhas,e até mesmo comigo,não é diferente. É por isso que logo que acordei resolvi procurar Jimin,pra tentar resolver o que em minha cabeça, não terá solução. 


Mas assim como nos sete últimos dias,sem sinal dele.


Vocês poderiam até dizer que eu estou fazendo tempestade em copo d'água,mas depois de inúmeras mensagens não respondidas, ligações não atendidas,tantos "ele não quer receber visitas" que a mãe dele me disse quando ia em sua casa,eu não seria o único a estar preocupado.


E sim,ele voltou a morar com seus pais,o que me deixou muito feliz pois não queria vê-lo naquele apartamento cheio de lembranças horríveis. E tenho certeza,que ele também não.


Não sei ao certo o por quê de tudo isso,mas algo me diz que está relacionado às visitas que o Hoseok vem fazendo a mim,desde que ele alugou a sua antiga casa,que infelismente,são apenas dois quarteirões da minha. Mais um dos motivos pra ele não sair da minha cola.


Hoje  a tarde quando eu estava em casa,logo depois de ter desistido de ir atrás de Jimin novamente,fiquei batucando na minha cabeça as coisas que Hobi me disse em sua última visita,ou seja,a duas horas atrás.



"— Se você me der uma chance de mostrar que eu realmente mudei,eu prometo que não se arrependerá."


Eu não sei. Nós já fomos grandes amigos no passado,e Hobi foi meu namorado logo que me mudei....Ele é uma pessoa maravilhosa,sempre me tratou bem,dizia e provava que me amava todos os dias,e pra ser bem sincero eu não sei quando foi que todo aquele pra sempre acabou. Mas assim como prometi a ele que iria deixar o passado no passado,assim eu farei.




Termino meu banho e me jogo na cama — logo depois de me vestir—,pego meu celular pra ver as horas,são 02h11,quando vou jogá-lo na cama para dormir,Hoseok me surpreende com uma ligação.-


- Alô?


- Tae eu estou com saudade


- Pois é. Eu também.


- Posso ir até ai?


- Ta louco? Sabe que horas são?


- Sim e sei também que tá frio aqui fora.


Abro a janela e o vejo lá embaixo,acenando pra mim -Você é mesmo um louco.


Desligo a chamada e vou até a porta,onde o mesmo me puxa pra um abraço.


- Se eu for mesmo um louco é por você, tá? - disse fazendo bico me fazendo sorrir.


- Deixa de ser viado e entra logo,não quero que pegue uma gripe.- o puxo pra dentro,fechando a porta em seguida.


- Verdade,né? Pra que pegar gripe se posso pegar você?- arqueia uma sombrancelha e sorri,logo rindo em seguida e jurando ter sido apenas uma "brincadeira".



Quebra de tempo



Estamos assistindo filme de terror,na verdade eu estou assistindo, por que Hoseok sempre desvia o olhar da televisão ou esconde o rosto em meu ombro — fora seus gritos .


- Tae,esquece o filme..- diz,mas vendo que eu não estava prestando atenção, senta de frente pra mim, segurando meu rosto.


- Você pensou no que eu disse hoje a tarde? - me olhava fixamente,até seu olhar descer até meus lábios.


- Eu...N-não sei se tô pronto...- eu gaguejava, pois sua proximidade me deixava nervoso - Você sabe,pra ter alguma coisa com alguém.


- Taehyung,apenas confie em mim.- senta em meu colo,passando seus braços pelo meu pescoço,logo selando nossos lábios, o que me assustou de início,mas logo acabo cedendo quando pede passagem com a língua. 


Estico meus braços,envolvendo sua cintura e apertando a mesma,vez ou outra,Hobi rebolava em meu colo,o que me deixava inseguro, pois eu não me sentia ~preparado.


- Hobi,não é certo isso...- me separo quando o ar fez falta,ainda ofegante.

- Eu só acho que você deveria parar de ter o Jimin como priopridade,Taehyung- ele sai de cima de mim,sentando na cama ao meu lado.

- Mas ele gosta de mim,Hoseok. Não quero machucá-lo.- 

- Ele está a uma semana sem falar com você! Você realmente acha que ele gosta de você? Tae,sou eu que realmente gosta de você!- me encarava - e eu estou tentando demonstrar isso da melhor forma possível desde que voltei pra cá, e você não sabe ficar um dia si quer sem pensar naquele garoto!

- Eu to confuso.- digo baixo,me deitando.- tá tudo diferente,sabe? Poxa,vocês dois são especiais pra mim,e eu não quero ter que escolher ninguém...

- Se você pensa que eu vou mandar você ouvir teu coração,você ta enganado, Tae. Você já tá bem grandinho e com certeza vai saber o que fazer.- se levanta,veste seus chinelos,pegando um cobertor -

- Onde você vai?

- Dormir no quarto do teu irmão, ele não está,certo?

- Não precisa...

- Taehyung - senta na ponta da minha cama me fitando - Eu gosto demais de você, sabe?-  assenti - mas você não sente o mesmo,pelo menos é isso que demonstra. Eu só quero que você seja feliz,não sei se eu sou apropriado pra tamanha responsabilidade,mas você sabe,eu estou disposto a correr esse risco por você,por nós.- afirmo com a cabeça enquanto fitava meus dedos - eu não quero que faça nada que não queira,não adianta eu ficar aqui se é pra você pensar no Jimin!- se levanta,mas o puxo pelo braço.

- Não, fica aqui. - suspiro fundo,o encarando - Hobi,eu estou confuso. Eu gosto muito de você, do Jimin também, mas são diferente as duas situações... Eu só quero esquecer o passado e tentar seguir em frente! - seu olhar caminha ao meu - E se você estiver realmente disposto,a gente pode tentar,entende? Só não sei se eu estou pronto pra ter alguma coisa agora.

- Esquece disso,vamos dormir? Eu tô com sono - tira seus chinelos e se deita ao meu lado.- esquece o Jimin,pelo menos quando estiver comigo? Dói ver a pessoa que você gosta falando de outra.- sorri sem os dentes e se vira para o lado,o cubro com um cobertor verde que ele trouxe da casa dele uns dias atrás.

- Me desculpa...- dou um beijo em seu ombro,logo me deitando também.- boa noite,Hobi.

- Boa Noite,Tae.


E foi assim,com esse clima pesadíssimo que ele pegou no sono.

Eu,pelo menos eu,não consegui dormir,pensando em tudo o que estava acontecendo.


O Jimin não me dá noticias a dias,está me ignorando até virtualmente,e ouvi falar que tá até saindo com uma pessoa.


Será mesmo que eu deveria ficar esperando por ele? 


- Mas a gente nem tem nada!- eu pensava.


Eu me sinto muito confuso...


Jimin foi a primeira pessoa que eu tive contato assim que cheguei em Seul,tínhamos somente quatro ou cinco anos e ele sempre foi muito amigável. Ele foi a primeira pessoa que me fez sentir borboletas no estômago e a primeira pessoa a me beijar—mesmo que tenha sido apenas um selar de duas crianças que nem sabiam o que era aquilo,foi especial,não entendo o por quê,pois eu nunca tinha sentido nada por ele,digo,como namorado e tal,e aquele dia,tudo o que já estava confuso em minha cabeça piorou,e só sei que ele acredita até hoje que o meu pedido foi que ele me beijasse também. Mas não foi.


Já o Hoseok,eu já tinha quase dezesseis anos,e assim como todos os garotos da minha idade,queria pegar geral. Comigo não foi diferente.

Assim que cheguei em Ilsan,sai pra muitas festas,baladas,fiz "amizades" e até conheci uma garota legal. E se eu quase namorei com essa garota não foi por vontade,acontece que meu pai nunca aceitou eu gostar de garotos e meio que me obrigou a namorar uma garota pra "mostrar que eu sou homem".

Mas quando conheci Hoseok,naquela balada que eu estava bêbado demais pra lembrar o nome, tudo mudou.

Por uns vinte minutos eu me esqueci de tudo lá fora,os vinte minutos que falamos sobre vários assuntos aleatórios que as vezes nem fazia sentido,mas ambos estávamos bêbados então nada ali fazia sentido.

Depois de várias doses De várias bebidas estavamos nós, se pegando como se fossemos um casal,ou como se nos conhecêssemos a anos.

E ele era realmente muito lindo,seus olhos brilhavam,seu sorriso era algo que eu nunca tinha presenciado no mundo todo,e o gosto do seu beijo era eu vou foder a sua vida daqui pra frente e não será do jeito que vocês estão pensando.


Mas enfim...


Eu já me decidi, vou falar com o Hoseok amanhã e tentarei falar com Jimin por mensagens mesmo,não quero vê-lo com outra pessoa.


~


[02:47] TaeTae: Jimin?

[02:49] Chim💕: Fale.

[02:49] TaeTae: Sem sono assim como eu?...

[02:50] Chim💕: Não,mas o que você quer?

[02:50] TaeTae: Enfim... Você não fala mais comigo,quis saber o por quê.

[02:50] Chim💕: Ando muito ocupado.

[02:51] TaeTae: Hm...Qual a do perfil?

[02:51] Chim💕: Qual o problema?

[02:52] TaeTae: Nenhum eu só perguntei.

[02:53] Chim💕: É minha namorada.

[03:22] TaeTae: Aa,voltou com a Chae? Felicidades.

[03:24] Jimin: Valeu,por mais que não pareça sincero.😅

[03:26] TaeTae: Como não? Eu também estou namorando ;-;

[03:57] Jimin: Hum.

[03:58] TaeTae: Por que demorou a responder?

[03:59] Jimin: Estava em uma ligação com a ChaeYeon. Vou ir dormir.

[04:00] TaeTae: Eu também vou,amanhã começa minhas aulas.

[04:00] Jimin: Ata,até mais.

[04:00] TaeTae: Até.


Logo desligo meu celular e me viro pro lado,vendo que Hoseok já dormia,fecho meus olhos também, mas não consigo fazer o mesmo.


 Droga .


~



No dia seguinte

Hoseok me acorda as sete da manhã, pulando em mim,fazendo-me lembrar de um certo Jimin por ai,mas enfim.

- As férias acabaram,esqueceu?- ele já estava pronto,seus cabelos molhados demonstrava que já tinha tomado banho,o que me fez arquear uma sombrancelha e soltar um "são sete da manhã",me virando para o lado,em uma tentativa falha de voltar a dormir.

- Taehyung,eu já fiz o café, anda - puxou a coberta de cima de mim- Taehyung! Caralho!

- Não grita,meu Deus!- me levanto,coçando os olhos em seguida indo até o banheiro, fazendo minha higiene matinal.

Chego na cozinha,me sento à mesa, pegando uma xícara e colocando café — hoje é segunda feira e eu preciso estar muito acordado pra aguentar toda aquela coisa chata que é estudar.

- Quanto café garoto - ele limpa seu bigode de leite com a mão, passando por mim me dando um tapinha na cabeça, indo até o quarto e pegando um montinho de roupa que pareciam ser o uniforme.

- Que isso?

- Suas roupas,Ora...Na verdade,são minhas. Mas como você não mora comigo e seu uniforme não está aqui...

- Como se eu morasse muito longe - vou até a pia deixando a xícara encima dela,em seguida indo ao quarto e vestindo as roupas — bem cheirosas por sinal.

Arrumamos nossas bolsas e saímos,eram 08h45 da manhã e estávamos 15min atrasados.


Chegamos no colégio, vamos até nossa sala depois de ser instruídos por um senhorzinho de idade — pelo jeito,o novo inspetor ou zelador daqui.

Batemos na porta,e pela janelinha dela percebemos que a aula já havia começado, ou pelo menos todo aquele clichê que é primeiro dia de aula.

- Hm...Estão atrasados,entrem.- o professor que aparentava ter seus vinte e poucos anos disse enquanto pegava sua cardeneta,anotando nossa presença.

- Se apresentem- ele disse enquanto sentava em sua mesa,nos direcionando ao centro.

- Hm....Eu sou Hoseok - ele disse não tão alto— jung hoseok estaria tímido? Ataok

- E eu me chamo Taehyung- digo forçando um sorriso,pois eu mais do que ninguem sabia o quanto eu não queria estar ali.


Olhando pela sala a procura de um lugar vazio,percebo um garoto com os fios rosa,com a cabeça abaixada e um foninho no ouvido,provavelmente ele não escutou e nem viu que a gente havia chegado,o que me deixou quase aliviado por que o emo isolado, digo,o garoto,era o Jimin.

- Calma- hoseok da umas batidinhas em meu ombro ao perceber meu nervosismo ao ver que os únicos lugares vazios eram um na frente de Jimin,e um do lado,ou seja,de qualquer jeito eu iria ter que ficar perto dele.


Como se não bastasse na mesma sala,okay.


Três aulas se passaram,e até que enfim o recreio chegou.

Descemos até o pátio, fomos até a fila da merenda e sentamos no canto de um dos três enormes bancos do refeitório.

- Por que tá agindo assim? - Hoseok diz baixo,dando várias colheradas em seu prato — o cardápio de hoje era arroz,feijão, carne com batata,e salada de alface,o meu preferido diga-se de passagem.

- Eu tô normal.- digo cabisbaixo enquanto dou umas mexidas na comida com a colher,ainda intacta.

- Você mente muito mal,cara.- ele se levanta,jogando o resto da comida no balde e indo ao banheiro em seguida, faço o mesmo pois até eu tinha perdido meu apetite.


-


O intervalo acabou,assim como as outras duas aulas de matemática que eu tinha.

Hoseok não falou comigo a aula toda,o que me deixou preocupado e desatento,resultando em um professor quase tacando um apagador em mim para que eu prestasse atenção em sua matéria super legal.

O Professor SeunJoo estava explicando um trabalho que teríamos que fazer,e o motivo da minha inquietação era eu estar fazendo todos os sinais do mundo para Hoseok prestar atenção em mim,mas ele fingiu não me ver e não me ouvir.

- Vamos fazer o trabalho juntos?- eu escrevi em um pedaço pequeno de papel e taquei em sua cabeça,ele abriu e fez um sinal de jóia (S/a:BR?),ainda sem mudar a carranca em seu rosto. O que será que eu fiz?


-


O sinal bate,arrumo meu material e Hoseok ainda está copiando,espero todos saírem para que eu me sente ao seu lado,pra ter aquela conversa que venho planejando a dias.

- A gente precisa conversar- digo,mas o mesmo continua a copiar,o que me faz por a mão em seu caderno,o impedindo de escrever.

- Fala,Taehyung.- larga a caneta,cruzando os braços e me encarando.

- O Jimin tá namorando.

- Olha eu não to afim de servir de ombro pra você chorar.- se levanta,colocando os cadernos na bolsa.

- Para com isso?.- reviro os olhos - Você ta assim comigo só por que ele está na nossa sala?!

- Eu cansei de pedir pra você não falar nesse cara perto de mim.- coloca a bolsa nas costas e passa por mim,mas eu o puxo pra trás, ficando de frente pra mim.

- Você tá louco,né? Eu não sinto nada pelo Jimin,dá pra parar de graça?

- Ah,claro..Não é como se você esquecesse de tudo a sua volta quando ele está por perto,até por que você não sente nada por ele, certo? - revira os olhos - Me poupe,Taehyung. Tô cansado dessa sua....hm...Indecisão!- sai pela porta,pego minha mochila e o acompanho.

- Indecisão? Como eu posso me decidir quando não tem nada em jogo?- ele passa na minha frente,com cara de "você não disse isso".

- Não tem nada em jogo,taehyung? Parabéns.- aperta o passo,me ultrapassando.

- Hoseok,espera- corro até ele,o alcançando- Não quis dizer isso..- ele encarava a rua e as pessoas que passavam,até que eu o convidei—o levei a força,especificamente — para ir conversar em um lugar calmo,que quase ninguém frequentava,ainda mais a essa hora da tarde.


No começo ele recusou,mas acabou cedendo quando já estávamos chegando em um parque abandonado,que ficava num morro,e por conta de ser em um morro,o lugar era quase deserto,mas não tinha nenhum perigo.

- Vai me estrupar?

- Cala a boca e olha que vista linda.- realmente,a cidade de Seul era muito linda vista daqui de cima,ainda mais agora que estava escurecendo e as luzes das lojas e casas preenchiam toda a escuridão.

Ele afirmou com a cabeça, e sorriu—nem parecia que estava dando piti até agora—,sentou no chão deixando a bolsa em um banco,e fiz o mesmo.

- Hobi eu pensei muito sobre tudo,sabe?-viro meu olhar ao dele,e o mesmo está fascinado olhando ao redor.- e eu quero muito recomeçar com você.

- Sério? - me olha e eu sorrio,assentindo com a cabeça, mas logo voltando a fitar a vista.

- Sim,Hobi. É sério.- deito minha cabeça em seu ombro,fechando os olhos ao sentir seu cheiro doce,que eu tanto sentia falta.

- Eu espero não falhar dessa vez.- abaixa a cabeça e seu tom parecia triste, o que me fez levantar o seu rosto e o encarar.

- Shhh..- deposito um beijinho breve em sua boca,logo entrelaço nossos dedos.- vai dar tudo certo.


~


Chegamos em casa as 23:12,havíamos perdido totalmente a noção do tempo,mas não foi um tempo perdido.

Ele me deixou em casa,pois disse estar muito tarde para que uma dama como eu — podem xingar ele,eu deixo —  viesse sozinha  embora.

Por estar tarde peço para que ele dormisse em casa,mas ele hesitou quando ouviu a voz da minha mãe lá dentro.

- Amanhã eu passo te buscar pra irmos a escola,tá?

- Tá bom - sorrio,o abraçando rápido pois ela estava vindo até nós.

- Boa noite.

- Tchau,boa noite!-aceno,logo entro, passando pela pequena senhora que estava parada na porta,querendo alguma "explicação".

- Não é da sua conta.

- Eu sou sua mãe e exijo que me responda!

- Você? Exigir algo aqui? Pra começar você nem fica em casa.

- Por estar trabalhando,não fico em casa por que trabalho, você sabe disso!

- Não me Importo.- subo as escadas e me tranco no quarto,odeio ter que dar satisfação pra quem nem convive comigo.



A noite foi longa,de um lado da parede estava minha mãe falando milhões de merdas pra mim,e do outro,estava eu deitado em minha cama com meu foninho tinindo em meus ouvidos.

A única parte boa foi a cotempo²a que tive com Hoseok.


- Hobi,já chegou?

- Já sim,calma.

- Que bom! Desculpa por hoje,não sabia que ela tava aqui.

- Não tem problema,eu entendo essas visitas surpresas que as mães adoram kkk

- Pois eu odeio ;-;

- Você vai amanhã?

- Escola? Aham...Eu vou passar ai,as 08h15 e espero que esteja pronto.

- Tá tá....

- Que foi?

- Hm............

- Fala Tae 👀

- Não precisa vir me buscar amanhã.

- Aish...Por que não? :c

- Fica atento no portão.

- Que? Taehyung você não ta pensando em vir aqui né?

- Taehyung?


Offline


Sim,eu "fugi" pra ir até a casa dele.

Ele fez isso várias vezes por que eu não posso?

Ta certo que a mãe dele não liga pra ele,aliás, ela nem mora aqui. Aliás², a minha também não né....

Enfim...

 

Quebra de tempo


Chego no prédio ofegante,pois eu havia corrido de uns cachorros que encontrei no caminho,aperto a campainha e me deparo com um Hoseok todo fofinho,de pijama,pantufa e tudo! 

- Se tua mãe vir te procurar aqui - aponta o dedo pra mim,fingindo estar bravo - eu mando ela ir pra casa do Carvalho e não te deixo sair.- ri me fazendo rir também, tranca o portão e nós entramos em sua sala,bem mais grande do que eu me lembrava.


- Whoa!-digo enquanto me sento no sofá,fitando todo o local.

- Tira foto que dura mais - me taça uma almofada,sentando em seguida.

- Ha-Ha.

- Mas é verdade mesmo?

- O que?

- Que você tá namorando comigo?-ele disse sério, o que m fez rir muito. Tadinho.

- Eu namorar você? Você que namora comigo,idiota.- me levanto indo até ele,deitando em cima do mesmo.

- Mas nem teve pedido,nem nada!

- Aish...-deito minha cabeça em seu peito,podendo ouvir seus batimentos.- Nossa,ta forte-rio fazendo sons com a boca,imitando suas batidas.

- É por quê você tá aqui-seus braços me envolviam e suas mãos acariciavam meus cabelos,fazendo uma massagem gostosa em minha cabeça o que me faz pegar no sono.


Hoseok P.O.V.

Taehyung dormiu em meus braços, o que me deixa muito feliz.

Depois de anos eu finalmente consegui ter meu pequeno Tae de volta, isso pra mim, não tem preço....

 E ali o vendo dormir,rezo a Deus para que nunca mais tire esse garoto de perto de mim. Agora mais do que nunca,eu preciso dele. E ele de mim.


Notas Finais


Desculpem cap bosta ;-;
Bom,obrigado pelos favs e comentários!!! Szszszsz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...