História • I changed for you • - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Jikook, Nanjin, Vhope
Visualizações 71
Palavras 1.377
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii seus lindos!! (* - *)

VOCÊS VIRAM AS FOTOS QUE A BIGHIT POSTOU???? SE VOCÊ AINDA NÃO VIU.... MENINA SE PREPARA, LEVA ESCUDO, RESSUSCITA O COLELINHO, PORQUE É TIRO DE AK-47, não, mentira, é pior que um tiro de uma AK-47, porque É TIRO DO BTS!!!

As fotos são lindas e o que há escrito nelas também, eu só tô tentando intender o que elas significam, tá saindo fumaça da minha cabeça de tanto tentar "juntar as peças" desse grande cebra-cabeça que a Bighit criou, mas vamos relevar.

Bom... hoje o mistério do "qual a anomalia do filhotinho do casal Jikook tem" será revelada... (música de suspense).

Boa leitura (^.^)

Capítulo 27 - Por genética


Fanfic / Fanfiction • I changed for you • - Capítulo 27 - Por genética


Jeongguk se direcionou a cozinha do palácio, chegando na mesma, passou os olhos por cada canto do local, logo avistando quem procurava, um ômega alto, cabelos castanhos escuros e de olhar preocupado para si.

Jin, assim que viu o pequeno entrando na cozinha com a folha do resultado na mão, o qual não sabia de que exame  se tratava, se direcionou ao mesmo mas, assim que pode ver o rosto inchado e olhos avermelhados do pequeno, se preocupou.

Jin apressou seus passos e ao chegar em frente a Jengkook ficou esperando o mesmo falar algo. Já estava angustiado, o pequeno olhava para Jin sem saber o que dizer.

Nem um dos dois falava uma palavra se quer. Jin decidiu tomar a iniciativa e segurou cuidadosamente o pulso do pequeno, apenas para guiá-lo para o jardim, onde teriam total privacidade para conversarem. 

Jin sabia que Jeongguk queria desabafar e que estava confuso, era visível no rosto do pequeno, bom, para Jin que sempre cuidou do ômega como um filho, era visível.

Jeongguk puxou o máximo de ar que podia para seus pulmões, sabia que Jin não o forçaria a falar nada e que se fosse preciso, ficaria ali apenas o passando confiança e conforto enquanto chorava, mesmo que não soubesse por qual o motivo, mas, ele tinha que desabafar, ele precisava de ajuda, e ele sabia que Jin também sabia disso. Expirou e inspirou mais uma vez.

-J-Jin eu fiz um exame de gravides ontem e e-eu peguei o-o resultado hoje e... - as lágrimas já escorriam pela bochecha do pequeno novamente, não eram mais lágrimas de alegria, mas sim de...

Desespero.

-Calma, vai ficar tudo bem. - Jin diz, abraçando Jeongguk enquanto o mesmo chorava, não sabia o porque do choro e nem se tudo realmente ficaria bem, mas é o papel de todo pai  falar isso.

(N/A: pai não é apenas só seu progenitor mas sim aquele que cuida e ama como filho, em minha opinião, obviamente.)

-É q-que... - Jeongguk se separa do abraço e mostra o resultado do exame para Jin.

Jin começou a ler e já se encontrava feliz, teria mais um netinho para mimar, só não entendia o porque de Jeongguk estar chorando por desespero, ele não disse a uma semana a trás que queria ter um filho? Jin deixou para questionar o ômega depois, continuou lendo o exame até que ao ler uma serta fraze ele pode entender todo o desespero do pequeno.

Jin o abraçou novamente, um abraço que transmitia calma. Os dois escutavam apenas o choro de Jeongguk.

Pouco tempo depois o pequeno se acalma, até porque não tinha mais água em seu corpo para que pudesse chorar. 

-Kook? - Jin chama o ômega, o mesmo que murmura um "hum?" como resposta. - Eu sei que você não quer mas, agora você tem que ir contar para o Jimin, vocês já tem idade o bastante para resolverem esse assunto. - Jeongguk iria questionar mas foi interrompido.- Não, você não irá resolver sozinho, irá resolver com seu alfa.

Jeongguk bufa mas acente com a cabeça.

.

.

O ômega se encontrava parado em frente à grande porta do escritório de Jimin. Pensava se entrava ou não, ele queria correr para longe dali mas algo o impedia. 

O barulho do giro da maçaneta da porta e ouvido por Jeongguk, que se assusta por estar concentrado em "bato ou não bato? Corro ou fico?", logo o alfa já se encontrava a sua frente com um lindo sorriso.

Jeongguk suspira e força um sorriso.

-Pode tirar esse falso sorriso, eu senti seu cheiro e esperei que entrasse mas você ficou aqui fora, eu sei que você está nervoso, eu sinto. - Jimin diz abraçando seu ômega por trás e o levando para dentro de seu escritório. - Por que meu coelhinho tá triste? - pergunta já sentado  no sofá de estofado preto com o ômega em seu colo com as pernas entrelaçadas em seu tronco.

-E que... eu fui pegar o resultado do exame e.... - os olhos de Jeongguk já se encontravam reluzentes pelas lágrimas, ele estava sensível pelos hormônios da gravidez, mas se manteve firme e não deixou que as lágrimas caíssem, pelo menos, não agora. -Eu não quero que você fique triste, eu... Aff!

Jimin já não entendia mais nada que Jeon falava, mesmo assim, afirmou com a cabeça.

Jeongguk pega o papel em que continha o resultado do exame e, mesmo relutante, entrega para Jimin, o mesmo, almenos lê o que havia escrito e coloca o papel ao seu lado, até porque "ele já sabia" qual o resultado.

-Você... não vai ler o que está escrito?

-Não, eu já sei o resultado. - diz dando de ombros fazendo Jeongguk o olha incrédulo.

-Não vai dizer nada? Você não se importa com nosso filho? - lágrimas já escorriam pela bochecha do ômega. Jeongguk já tinha perdido a conta de quantas vezes ele havia chorado apenas hoje, mas não é como se eu realmente se importasse com isso.

-Pera... que? - Jimin, agora mais confuso, pega a folha ao seu lado e começa a ler o conteúdo da mesma. 

Resultado:

Positivo 

Tempo de gestação:

2 meses

Uma felicidade inexplicável surgiu em si, mesmo que ainda estivesse assustado e confuso, estava imensamente feliz.

Até que...

Complicações:

Grávides de risco, feto identificado com "anomalia"

Jimin larga o papel em algum canto e abraça Jeongguk com força e logo é retribuído com o mesmo aperto.

-Não precisa chorar, vai ficar tudo bem.

Jimin sabia que estava dizendo aquilo apenas para acalmar seu pequeno, mas como se acalma alguém se nem você próprio está calmo por dentro?

-Vem, vamos conversar com o doutor, ele vai nos explicar tudo, se acalme.

.

.

Jeongguk estava sentado na maca, ele havia acabado de fazer um ultrasom, o qual, nem ele e nem Jimin, que se encontrava ao seu lado, conseguiram ver nada além de borrões em preto e branco. O doutor explicou que não seria necessário fazer mais um exame de sangue, apenas um ultrasom para confirmar a anomalia do feto.

O médico já havia explicado algumas coisas para o casal: Jeongguk tinha que ficar de repouso nos primeiros meses, pois são mais fáceis de perder o bebê e como a gravides e de risco, as chances são maiores. É normal que Jeon sinta algumas dores mas se ele tiver algum sangramento, é preciso que leve ele imediatamente para a ala hospitalar do palácio. Emoções muito fortes como, raiva, desespero, ansiedade, podem não fazer bem, então tem que evitá-las ao máximo.

O ômega direciona seu olhar para o casal, já tinha em mente o que seria preciso para explicar o que causou e qual a anomalia do feto.


-Bom, parece que por ser uma gestação causada por uma relação sexual fora do cio de seu ômega, ouve uma pequena, digamos que, mutação genética enquanto ocorria a fecundação. Engravidar fora do cio de um ômega e raro e essa mutação genética no feto que se encontrava em seu ventre, é extremamente rara em todas as ocasiões. - o ômega mais velho diz deixando um semblante surpreso estampado na cara do alfa e do ômega mais novo.

-Mas... ele ou ela, vai ter alguma dificuldade no desenvolvimento? 

-O feto não terá dificuldade alguma, pelo contrário, ele irá se desenvolver, digamos que, melhor que os outros considerados "fetos normais". - diz as duas últimas palavras enquanto faz aspas com as mãos,  até porque, para ele,  todos os bebês são normais, independente da anomalia. 

 (N/A:concordo com esse médico!)

Jeongguk e Jimin estavam com uma interrogação estampada em suas caras.

-Já que entenderam tudo, peço que tomem muito cuidado com o feto, essa anomalia é raríssima e bela. - o doutor diz sorrindo. - A próxima consulta e daqui a 3 semanas, mesmo horário, vamos fazer uma ultrasom para vemos a saúde do feto, ok? 

-Ok? - o casal respondem/perguntam, juntos. -Não, mentira, não está "Ok", eu ainda não entendi qual a anomalia do feto. - falaram juntos, novamente em sincronia fazendo o ômega mais velho soltar um riso fraco.

-Ele é o que consideramos ser um híbrido de lobo. O lobo vem da parte de pai, já que Jimin é um alfa lúpus, ou seja, seu lado lobo é mas forte, não só em força mas também em jenetica. - o ômega mais velho diz calmamente.

.

.




Se você estiver com alguma dúvida relacionada a fic (por estar um pouco confusa para você), fique a vontade para me perguntar por mensagem ou pelo comentário, que irei responder. (^.^)






Notas Finais


Acabooooooooooooooooooo
Desculpe se ficou ruim...

Desculpe qualquer erro, sei que ficou pequeno, mas meu tempo está curto esses dias.

VÓS DO ALÉM: Mas hoje é sábado, como seu tempo está curto?

Eu: Não é porque é sábado que não vou fazer nada, sábado é o dia em que eu mesmos fico em casa... tá... esse sábado é o que eu menos vou ficar em casa. 😅

ATÉ O PRÓXIMO CAPÍTULO SEUS LINDOS!! 😍😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...