História ೈ፝❦➳ Isso custou minha vida. • Incesto • Imagine JungKook. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, V
Tags Drama, Romance, Tragedia
Visualizações 115
Palavras 1.069
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pãozinhos sz
Penúltimo capítulo da fanfic!
Comentem e favoritem, o último capítulo será postado sexta e queria terminar essa fanfic com pelo menos 100 favoritos, me ajudem!
Obrigada, bejoka.

Capítulo 2 - Capítulo II.


➳ No capítulo anterior..

— O que foi? - falo com uma cara de desentendida.

Ela aponta para a marca de sua mão.

— Tá, é sua marca, e o que é que tem? - falo e ela pega a mão de JungKook, mostrando que eles tinham as mesmas marcas. Assim que me toco, grito.

— EU ESTOU NAMORANDO COM O MEU IRMÃO?

━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━

— Como assim, irmãos? - JungKook fala olhando para mim e para nossa omma confuso.

— E-eu não entendo.. como posso estar namorando com um irmão que nós mesmos íamos de orfanato em orfanato para procurá-lo sendo que ele estava bem do meu lado? - falo me sentando na cadeira que tinha atrás de mim, colocando minha mão na testa, enquanto JungKook e minha mãe trocam olhares surpresos.

— Mas.. se eu sou seu irmão, por que abandonaram? - JungKook fala, esperando uma resposta imediata de nossa omma.

— Eu não tinha como filho.. seu appa não estava trabalhando, e eu tinha que escolher algum bebê para ficar.. como você era um bebê lindo, sabia que alguém iria te adotar rápido, e você iria com certeza encontrar uma família melhor para ficar.. - minha omma fala, indo abraçar seu filho que não via desde seu 2° dia de nascimento.

Me levanto e vou tomar café para me acalmar. Mas, não poderia ficar com o meu irmão.

Saio da cozinha e vou para meu quarto. Me jogo na cama, olho para aquele teto branco que parecia tão interessante. Como eu poderia viver como um casal com meu irmão? Eu não poderia fazer isso. Teríamos que terminar o namoro e viver uma vida normal, como irmãos, e esquecer tudo o que aconteceu nesses últimos anos.

Enquanto estava aqui pensando, JungKook bate na porta de meu quarto. Falo um breve "entre" e ele abre a porta.

— Por que está assim, S/N?

— Não entendeu que somos irmãos? Não entendeu que não poderemos mais namorar? Não entendeu que nossos planos de ficarmos juntos e viver nossas aventuras como casal a nossa vida inteira cairam de água abaixo? Não poderemos mais namorar, é contra as leis e seria estranho demais.

— Você acha que eu ligo? Você acha que todos esses anos que passamos juntos foram a toa? - ele fala, deixando cair uma lágrima em seu rosto.

— Não JungKook! Precisamos apenas parar de namorar, irmãos também se divertem juntos!

— S/N! Eu vou embora. Se resolva. - ele fecha a porta bruscamente, e eu começo a chorar.

◤ Quebra de Tempo ◥

Passaram-se 3 dias. Ainda estou confusa. E se eu namorasse com ele, mas pra minha mãe somos apenas irmãos?

Abro meu WhatsApp, mando minha ideia e ele gosta. Fica feliz, e fala que vem aqui em casa. Rapidamente, desço as escadas e espero ele na porta, afinal sua casa é a 2 quarteirões da minha. Logo ele chega, e vem me abraçar. Não nos beijamos como sempre, só no meu quarto, minha omma não poderia saber que estávamos namorando ainda, pois já tinha lhe falado que terminamos. Ele começa a conversar. Conversa vai, conversa vem, e ele fala que teria um presente para mim. Daqui a dois dias, partiremos para escalar um monte muito famoso. JungKook não me disse o nome, e mesmo eu olhando o monte não saberei qual é. Ele fala que amanhã sairemos para fazer as compras dos materiais necessários, como mochilas, botas, casacos bem quentes, etc.

— Mas JungKook, eu não sei escalar! Vai que eu caio.

— Não vai não, eu te levanto e seguimos em frente. - ele me dá um selinho e sela minha testa.

Mais um pouco de conversa e chega minha hora de ir no shopping com minha omma. Ele vai embora e começo a me arrumar.

Coloco uma camisa preta com pequenos raios espalhados por toda sua estrutura; uma calça rasgada nos joelhos jeans; faço um coque, uma maquiagem básica e uma sapatilha preta hidrográfica. Chamo minha omma, e ela chega na porta de casa também arrumada, toda bonita.

 — Está chique, minha filha.

— Você também, omma. - dou um sorriso sem mostrar os dentes.

Entramos em seu carro e seguimos para o shopping. Compro garrafa de água, protetor solar, creme hidratante, tudo para a viagem de depois de amanhã.

Depois que compramos tudo, voltamos para casa.

Chegando em casa, vou para meu quarto. Jogo a bolsa na minha escrevaninha e tiro minha roupa.

Quando abro meu guarda-roupa, dou de cara com JungKook. Como ele estaria aqui esse tempo todo? Ele não tinha ido embora? Será que eu esqueci de trancar as portas?

— JungKook! O que faz aqui? Como entrou?

— Não fui embora, eu queria te falar uma coisa antes que eu pudesse ir pra casa e acabasse perdendo. - ele sai do armário entre roupas e sapatos. — Vá trocar de roupa.

— Sempre mandando. - pego uma roupa charmosa pra casa em meu guarda-roupa, vou ao banheiro cobrindo minhas partes íntimas apenas por uma toalha roxa com borboletinhas brancas e me troco.

Quando volto, JungKook está ajoelhado a minha frente, fico assustada e ele pega minha mão com a maior delicadeza do mundo.

— Você aceita casar comigo, Jeon S/N? - ouvindo essa pergunta, começo a tremer e ficar nervosa. Meu coração fica desparado.

— JungKook, isso é errado! Eu já estou contra as leis namorando com meu irmão e você ainda quer casar comigo?

— E você? Prefere ficar com o homem que tanto ama ou ficar sozinha pro resto da vida por causa de leis?

— Ai JungKook..

— Quer casar comigo, Jeon S/N? - ele repete a pergunta, parecendo querer resposta imediata.

— SIM JUNGKOOK! - falo, ele se levanta e pulo em seu colo, entrelaçando minhas pernas em sua cintura definida, o beijando. Ele coloca a aliança em meu dedo. Ele se senta na cama, ainda comigo no colo, me beijando de novo.

Ele beija meu corpo a cada centímetro. Simula estocadas fracas, e me dá chupões em todo o meu pescoço. Ele tira a parte de cima da minha camisa e meu sutiã. Massageia meus seios enquanto o beijo, me fazendo gemer ainda o beijando. Ele me joga na cama, tira a sua e a minha roupa e me penetra sem pensar 2 vezes. Ele dá estocadas fortes, geme baixinho e eu jogo minha cabeça para trás e agarro os lençóis, tentando me conter.

Nós fizemos amor. {...} Mesmo sendo errado, nos amamos. {...} Mesmo que algum de nós dois não nos ame mais, o outro poderia nos amar por nós dois.


Notas Finais


Até o próximo capítulo. Favorite e comente! Isso me ajuda muito!
Aaaah, e eu mudei a sinopse, vou mudar a capa e mudei o título, achei os outros brechantes. Então, não entranhem, heueheue.
Bejoka na SonHyun (sintam-se lisonjeados). ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...