História - My Brother In Law - Imagine (PARK JIMIN ) - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Got7
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 110
Palavras 1.277
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura 😙

Capítulo 23 - Capítulo - 스물셋


Fanfic / Fanfiction - My Brother In Law - Imagine (PARK JIMIN ) - Capítulo 23 - Capítulo - 스물셋

          RELEMBRANDO 

Alice - Eu vou viajar S/n e você ficará sob a responsabilidade do Jimin,já que ele é mais velho e pode muito bem tomar conta de você. Tudo bem por você Jimin? - Pergunta encarando ele que aparenta também estar surpreso. Mas mesmo assim assente.

                         ↢ ❦ ↣
              

CAPÍTULO 23 - MINHA SUBMISSA

                S/N ON      
Quer saber? Não vou me preocupar à toa. É apenas uma viagem e ela volta logo,o que pode acontecer né Park Jimin, agora espero que ele respeite meu espaço.

- Ok - Digo calma - Agora eu vou para o meu quarto.- Saio em direção a escada - Mais antes de sair, você viajará quando Alice?


Alice - Durante está madrugada.

- Já?

Alice - Sim me desculpe. Eu deveria ter lhe avisado antes.

- Nada não. Agora Tchau. - Digo acenando e vendo a mesma retribui-lo.

Park estava tão calado hoje,juro que até estranhei um pouco,mas é melhor assim. Adentrei o meu quarto fiz minhas higienes pessoais e fui dormir.

                           ↢ ❦ ↣

Já na sala de aula. Eu realmente mudei muito. Confesso que estou mais descontraída,antes eu não olhava os garotos com tanta intensidade, mas hoje em dia as coisas mudaram, e acho que para melhor,pois ninguém merece aquele outro eu. As aulas se passaram rápido e eu conversei um pouco com meu amigos, iremos sair hoje de novo, todos sem exceções.


Já estou em casa e são 16:30 da tarde,então eu não vou me apressar para me arrumar agora. Vou descer e ficar lá na sala, Alice já viajou daí a casa é só minha. Aish, não posso esquecer que o Park está de olho em mim, ninguém merece. Desço e fico na sala assistindo um pouco. Eu não estou de bom humor, vou logo avisando.


                        S/N OFF 

                       JIMIN ON 

Eu e s/n estávamos sozinhos em casa, essa era a minha chance de ter a minha pequena de volta. Não quero força-la a nada. Mas vou jogar verde para colher maduro,eu sei que assim como eu ela também sente algo,pelo menos é o que parece.
Até comprei alguns brinquedos que irei usar com ela, no caso comprei um bondage kit, estou até ansioso. Eu sei que isso é diferente do que eu disse,mas eu não aguento mais ficar apenas olhando-a sem poder fazer nada. 


Eu estou na casa da s/n, estamos sozinhos na casa dela, a irmã, cujo minha namorada, está viajando, então estamos sozinhos e isso é perfeito. Apesar do meu relacionamento com a Alice ser totalmente liberal,mas não acho legal ela saber que eu estou (novamente) afim de sua irmã né? Novamente quero dizer, por que não é a primeira vez que essa garota abala minhas estruturas. A primeira vez fui muito trouxa, me deixei levar. Mas dessa vez ela não me escapa.


Desci até a sala onde s/n se encontrava sentada no sofá e me sentei ao seu lado.

-Oi s/n- cumprimentei

-Oque você quer Park?- respondeu ríspida.

-Nada demais, vamos lá no quarto de hóspedes, eu tenho uma surpresa pra você - disse já com um sorrisinho de lado.

-Não, não confio em você, principalmente sozinha num quarto.

-Vem logo, não é nada demais eu já disse - peguei em seu pulso - vamos.

-Tá bom- disse e me acompanhou até em cima.

Chegando no quarto, entramos e logo tranquei a porta sem ela perceber.

-Então, que surpresa é essa?- questionou cruzando os braços e me olhando.

Não disse nada, apenas a empurrei levemente na cama fazendo-a deitar.

-O-oque vai fa-fazer Jimin?- perguntou trêmula.

-A partir de agora você me chama de Daddy e eu chamo você de Baby, ouviu?- falei com uma voz dominadora

-Tá-tá bom- falou com medo na voz.

-Não tenha medo, não irei ser bruto com você- falei acalmando-a ou pelo menos tentando.

Sem mais delongas tirei toda a sua roupa, ela pareceu bem tímida, mas aos poucos passou, fui até o armário e peguei um malinha que continha o kit.

-O-oque é i-isso?- perguntou

-Você verá, agora vista isso, entreguei uma calcinha branca de renda, um meia 5/8 de renda e branca com um lacinho rosa pastel e uma gargantilha do mesmo jeito.

Depois de entregar ela vestiu tudo, ela ficou perfeita, peguei a mordaça, a coleira e as algemas, todos da cor rosa e coloquei-as na s/n, peguei o chicote e ela logo arregalou os olhos

-Calma, eu não vou bater forte, será apenas de leve, nada que vá te machucar tanto- disse tentando acalma-la.


Ela se acalmou mais e eu comecei, dei a primeira chicotada, de leve claro, ela soltou um gemido manhoso.

-Doeu?- perguntei e ela acenou que não.

Continuei, dei algumas chicotadas, sempre de leve, não quero machuca-la, depois de várias chicotadas e vários gemidos maravilhosos eu parei e guardei o chicote e subi em cima dela.

Comecei a dar beijos em seu pescoço, fiz uma trilha passando por sua clavícula onde dei vários chupões, indo ao seus seios, chupei-os e apertei-os.

-Ooh D-daddy hmm- s/n geme toda manhosa, isso é música para mim.

De seus seios fui direto para intimidade, retirei sua calcinha e joguei longe, logo comecei a chupar sua entrada.

-A-ah Daddy, isso é t-tão bom - disse entre gemidos.

-Isso, geme pra mim BabyGirl- voltei a chupar sua entrada, ela se contorcia e gemia alto, ah, é tão bom, seu gosto é maravilhoso.

Percebia que ia gozar e parei de chupa-la, retirei toda a minha roupa e peguei a camisinha, s/n me observa com brilho nos olhos.

-Você quer BabyGirl?- perguntei colocando a camisinha, ela apenas acenou que sim.

Introduzi meu membro de uma vez nela, oque gerou em um gemido alto meu e dela, esperei ela se acostumar o que foi uma tortura, s/n era muito apertada, vi a mesma rebolar em meu membro avisando que eu podia começar, comecei com estocadas lentas, eu dava beijos em sua barriga e chupava seus seios.

-Daddy, m-mais r-rápido- implorou com dificuldade por causa da mordaça.

Atendendo ao seu pedido comecei a estocar mais rápido e forte, eu dava tapas e arranhava suas coxas, eu gemia rouco, comecei a estocar mais rápido e mais fundo.

S/n gemia alto e manhoso, eu amava seus gemidos, comecei a dar chupões em seu pescoço, eu estava quase gozando, parei com os movimentos e me retirei de dentro dela, ela resmungou então eu logo virei deixando-a de quatro, retirei suas algemas e coloquei suas mãos para trás prendendo-as de novo, peguei a corda da coleira e introduzi novamente meu membro.

Voltei a estoca-la forte novamente, eu dava tapas em sua bunda e arranhava suas coxas, s/n só sabia gemer e implorar por mais, estar dentro da mesma é simplesmente maravilhoso, vi que estava novamente chegando perto de meu ápice, então, aumentei a velocidade, nossos gemidos eram altos e ecoavam pelo quarto juntamente com nossos corpos se chocando, ah isso é bom demais.

Uma onda de prazer me veio à tona e espasmos por todo o meu corpo, me desmanchei dentro de s/n gemendo alto.

-AAAAAAAAHHH BABYGIRL

-OOOOOOHHH DADDYYYY- gemeu alto mas com dificuldade, a mordaça atrapalhou.

Me retirei de dentro dela, retirei as algemas, a coleira e a mordaça e me deitei ao seu lado.

                       JIMIN OFF 
                          S/N ON

Eu não acredito que isso aconteceu,mais uma vez. Estou com raiva de mim mesma,com raiva desse sentimento. Mas não posso negar o quanto foi bom ter ele comigo de novo. Eu senti sua falta Jimin. Talvez eu nunca serei capaz de admitir isso para você, mas isso é o que eu sinto e eu não posso esconde-lo, porém é melhor que você não saiba, será bom para nós dois.

Sou tirada dos meus pensamentos com a campainha tocando.

                        『••✎••』





Notas Finais


Espero que tenham gostado 😙 até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...