História .-O Suicida e o Psicopata-. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Yaoi
Visualizações 37
Palavras 726
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Lemon, Orange, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Bom dia
Boa tarde
Boa noite!

Heeeey, fofinhos!
Antes de ler, gostaria de deixar claro que as imagens sem edição não são de minha autoria, só as editadas

Boa leitura!! *-*

Capítulo 1 - -Corpo Correto, Alma Errada.


Fanfic / Fanfiction .-O Suicida e o Psicopata-. - Capítulo 1 - -Corpo Correto, Alma Errada.

 **09:45**

O som do despertador atrapalha os pesadelos de Angel, fazendo o mesmo despertar.

-Bom...... Dia...... 


Ele sussurra para sí mesmo, observando o teto, pisca várias vezes, se sentando na cama, virando e começando a andar pela casa de meias.


Se dirigiu a cozinha, onde encima da mesa de vidro havia um bilhete, e nele escrito;

"Filho, seu pai viajou para Africa e eu, para Tokyo, voltaremos logo, beijos meu querido

Mamãe e Papai."

Um suspiro se escapa dos lábios de Angel, que amassa a folha e a joga no lixo.

Faz sua refeição, sobe, toma um banho e se veste, ligando para um táxi..

          Angel ON

Da mesma forma de todos os dias, entrei no taxi, e paguei o taxista para ir até minha escola

Aproveitei aquele tempo e botei meus fones de ouvido....

E um tanto difícil me descrever

Sou um garoto que não tem o amor dos pais, que se alto mutila, depressivo e que tem vontades depressivas

Não sou nem um tanto popular

Meu pai e pesquisador, minha mãe atriz.... Mas eu? Um adolescente sem futurfiz aaandoue se corta..

Enquanto me xingava mentalmente, o táxi para e o motorista me olha, provavelmente pedindo o dinheiro, entrego e saio do táxi.. Tenho a visão da enorme escola, meus pais gostam que eu tenha o melhor....

Já de cara, enquanto eu andava pelo pátio, um grupo de valentões se unem, me segurando

-Ora, Ora, se não e o "Sad Boy" -Diz o maior, Thiago.. Um mesquinho metido a gostosão da escola

-Me deixe em paz por favor... -Esbarro em seu ombro, começando a andar.. Meu ombro e puxado e sou acertado na bochecha por um soco certeiro, viro meu rosto e volto a o olhar com ódio, fechando a mão e ameaçando o acertar, mas, sendo mais forte, ele segura minha mão me derrubando..

-Larga de ser merda, você não pode me bater, "Bebezão" hahaha -Ele saiu andando como se nada houvesse acontecido... Me levantei, botando meu capuz e saindo do pátio para um lugar mais calmo..

Lá, peguei um cigarro e comecei a fumar........

Às vezes, eu queria apenas matar todos que estão a o meu redor ...

Ouvi o sinal bater e joguei o cigarro no chão, pisando em sua ponta e começando a andar.

          Sala de aula - Angel

Estava na última aula, e com a professora que me odiava de verdade.. Acho que meu pai fez algo a ela..

-Muito bem alunos, quero que façam um trabalho em dupla.. -Diz ela, estava fodido.. Não tenho amigos nesta merda e ela sabe disso!

-Eu que fiz as duplas, então, estejam cientes de suas duplas

Ela começou a falar os nomes e eu só desejava uma coisa.... Fazer dupla com uma menina super linda que sentava na frente, loira, olhos claros.. Tudo de bom...

-Angel e Thiago.. Julia e Matheus.. Liberados

DE JEITO NENHUM

Não posso acreditar que ela me botou com esse delinquente de merda!

Me levantei indo até a professora

-Sra.Marisa... Me desculpe, mas pode mudar minha dupla?

-Se não quer fazer meus trabalhos suma da minha sala!

-Eu....... Ah... Foda-se

Me virei e sai andando, comecei a guardar meu material até sentir alguém me fitar com os olhos, olhei pra trás e vi Thiago, me observando com um sorriso 

Mas... Oque realmente me assustou, foi ele lamber seus lábios de forma provocante... Voltei a olhar pra frente, corado..


Estava fazendo o mesmo de sempre, voltando pra casa, mas... Sentia alguém me seguir, entrei em um beco com o desejo de cortar caminho, mas fui surpreendido por um empurrão contra a parede

-Ah, me larga, maldito!

-Shh... Fique quieto

Conhecia aquela voz, abri meus olhos, vendo ele..

-T-Thiago?

Ele voltou a me olhar e sorriu

             *Horas depois*

...

Sim, eu estava na casa dele...

Dizia ele querer adiantar o trabalho, e claro, eu aceitei

Estavamos no quarto dele, sentados na sua imensa cama, ele se joga pra trás, me observando

-Seus pais estão viajando?

Ele pergunta

-Estão...

Eu respondo

-Legal..

Ele afirma

Aquele silêncio estava constrangedor...

-Olha, sei que não gostamos uns dos outros, mas pode dormir aqui? Estou solitário pra caralho...

Ele pergunta, oque me assusta

-Ah..... Bem.... Talvez....

Estava desconfiado.. Mas... Queria o ajudar


Thiago havia ido tomar um banho, eu já havia tomado primeiro, aproveitei para dar uma olhada na imensa casa dele

Havia belos quartos, enquanto andava me deparei com um de porta vermelha, diferente das outras brancas.. Abri a porta, tendo uma visão assustadora

Havia 3 mulheres, caídas no chão repletas de sangue... Envolta pelo quarto, brinquedos sexuias...

Minhas pernas ficam bambas, lábios trêmulos.. Me viro para correr e dou de cara com Thiago, que me acerta me deixando inconsciente

-Boa noite, brinquedo..

Continua ~


Notas Finais


Obrigado por ler!!
Querem querem mais?
Favoritos!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...