História °• O Último Aprimorado - Interativa •° - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~ThalynCat

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amigos, Casal, Escola, Jovens, Magia, Mistério, Poderes, Romance
Visualizações 14
Palavras 1.312
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Shounen, Slash, Sobrenatural, Super Power, Survival, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Hi!
Como estão?
Mais um capítulo, o pessoal seguiu em frente com a ideia de passar a noite na escola!
Gente, não vai prestar...
Boa leitura e esperamos que gostem!
~ Thalyn

Capítulo 4 - Chapter 2 - Acampando na escola


 °• Narração:


Horário: 21:30. Escola Luz do dia.


Depois de finalmente fechar o colégio, todos os funcionários retornaram para suas casas, depois de um dia cansativo. Os alunos já deviam estar em seus lares, dormindo.

Mas nem todo mundo é igual.

Recapitulando... Kayla Shellby, durante uma aula de álgebra, teve a brilhante ideia de desvendar o grande segredo do misterioso corredor assombrado, ou melhor dizendo, especificamente, a sala 23. Ela não vai sozinha, de jeito algum. Seus amigos Matthew (apelidado Matt), Henri, Dievo e Beatriz (apelidada Bea) a acompanharam mesa pequena missão. Como e onde estão os jovens agora, neste momento?

Kayla: Todo mundo já foi? - a voz saiu de uma porta velha cheia de rabiscos.

Bea: Acho que sim. - a voz saiu de uma outra porta rabiscada, porém, recém colocada.

Kayla: Não ouvi mais nenhum barulho, então devem ter ido para suas casas.

Bea: Você teve uma boa ideia em nos escondermos nos sanitários.

Kayla: Aprendi com Percy Jackson, no Ladrão de Raios.

Bea: .... What?

Kayla: Percy Jackson! Não conhece?

Bea: ...

Kayla: ... Poser.

Bea: Enfim... Está o maior silêncio. Quer dar uma olhada?

Kayla: Pode ser. Vamos?

As duas amigas saíram de seus esconderijos um tanto estranhos - cabines do banheiro feminino - e deram uma olhada ao redor. A garota de cabelos rosados, a então líder da trama, analisou todo o local e entrou em outra passagem, ao lado do sanitário das mulheres.

Bea: Kayla, onde... Espera! O quê você...?

Kayla não deu ouvidos e continuou. Ela direcionou-se à uma extremidade da área e com a parte de cima da mão, bateu levemente em uma porta.

Kayla: Hm, Dievo, é você quem está aí? Olha, eu e a Bea achamos que o pessoal já foi.

Dievo: ...

Kayla: Dievo. - ela chamou. Silêncio novamente. - Você me ouviu?

Dievo: ...

Kayla: Dievo, seu surdo, você está me o...!

Ela interrompeu a si mesma ao ouvir um barulho diferente. Parecia um gotejar... não, parecia mais com uma rajada, algo assim. Por um instante, Kayla pensou que era Bea que abrira a torneira e sem querer, a esqueceu aberta, entretanto, a sua amiga estava ao seu lado, alguns passos mais atrás.

Então, outro barulho. Uma descarga.

A porta da cabine foi aberta e um garoto saiu de lá. Só poderia estar de brincadeira!

Dievo: ... * na maior nice *

Kayla: Eu não estou acreditando. Você não me respondeu por que estava mijando?!

Dievo: Eu, hein, Kah, que horror! Que grosseria, não podemos nem mais fazer nossas necessidades?

Kayla: Que mané necessidades, meu filho! Como é que 'cê me explica isso?! Que vergonha!

Dievo: Vergonha tenho eu de você, Kayla! Que garota fala uma palavra tão feia como "m-m-mijar?" * sim, o Dievo é tão certinho que não consegue falar uma coisa dessas *

Kayla: Que tipo de garota? Eu, ora! Não consegui se segurar um pouquinho mais?

Outro garoto saiu de uma cabine à esquerda.

Matthew: Sim, ele não aguentava mais. Toda hora eu ouvia ele gritando baixinho, parecia até um ganido.

Kayla: Cachorro? E como se grita baixo?

Dievo: Eu não sou um cachorro! Gosto mais de coelhos.

Bea: Isso é sério? * revira os olhos *

Matthew: Ué! Queria que eu dissesse ge...

Kayla: Tá, tudo bem, pode parar.

De outra porta, mais um jovem se juntou aos outros.

Henri: Sério, cara. Nem eu entendi essa.

Matthew: Também não vou explicar! Nem é mais importante...

Henri: E quando foi que isso era importante?

Kayla: Dá pra vocês calarem a boca?

Todos: ... * obedecendo *

Kayla: Bem... - ela olhou ao redor e encontrou a janela do sanitário masculino, onde por ela, era possível ver a lua cheia iluminando o céu em sua imensidão. - Vamos nos apressar. Daqui do banheiro, nos separaremos e verificar se há somente nós aqui.

Bea: Eu vou para o andar de baixo, no maternal.

Dievo: Posso ficar no pátio e dar uma olhada também na secretaria.

Henri: Andar de cima.

Matthew: Terceiro andar.

Kayla: Eu vou para a quadra. - ela mexeu em uma mochila que carregava por apenas um ombro. - Trouxeram lanternas?

Bea: Lan...

Dievo: ... Ternas?

Henri: ... Vish... Acho que...

Matthew: ... Eu também...

Kayla: Esqueceram de trazer. Cambada de pamonhas, isso é uma missão impossível à noite! * revira os olhos * Agradeçam por eu ter trazido a mais.

Ela mexeu novamente na mochila à procura de mais lanternas para seus amigos. Encontrou três. Entregou-as à Bea, Henri e Dievo. Um ficou sem. Kayla revirou a bolsa para tentar achar mais uma, porém não havia mais lanternas.

Kayla: Só tinham essas três. Foi mal, Matt.

Matthew: Não tem problema. Eu trouxe meu celular.

Kayla: ........... Seu BAKA! Por quê não disse antes?!

Matthew: Ué, você não perguntou.

Kayla: .... * fervendo de raiva que nem uma doida* Um... Dois... Três...

Henri: * sussurrando * Ela tá doida ou o quê?

Matthew: * sussurrando * Sei lá, cara. Tá contando uns número estranho aí...

Dievo: * chega do nada na conversa * Deve estra de TPM...

Bea: Péssima ideia.

Kayla: O QUÊ VOCÊ ACABOU DE DIZER?!?! QUE ESTOU DE TPM?!?!

Bea: Viu?

Dievo/Henri/Matt: DESCULPA!!!!

Kayla: Grrr... * se recuperando * ... Hm... * recuperada * ... Ah... Melhorei. Enfim, vamos cada um para seu determinado lugar.

Matthew: Ok. * pega o celular e liga a lanterna *

Dievo: Estou indo. - depois dessa, fiquei até com medo da Kah! "Espero que ela não tenha me ouvido!"

Henri: Kayla, você pensou em tudo, não?

Bea: Pois é, ela ninja!

Henri: Ou é vidente!

Kayla: Se chama "ser prevenida", mas se quiserem chamar assim...

Bea: Ninja!! * fazendo reverência *

Henri: Vidente!! * fazendo reverência *

Kayla: * se sentindo toda-toda * Obrigada, obrigada! Agora vamos.

Cada um seguiu um caminho diferente.


Andar de cima -› Andar 3 -› Para a Quadra.


Dois jovens, um garoto loiro escuro, um pouco encaracolado, óculos e olhos bege-esverdeados; uma garota, cabelos rosa bebê, medianos, na altura dos seios, olhos vermelhos como sangue e pele clara. Andavam um do lado do outro nas escadarias, cada um munido de sua lanterna. Caminhava sem dar uma palavra desde a hora que saíram do ponto de encontro. Porém, um deles estava decidido a quebrar esse silêncio naquele momento.

Matthew: Então... Não vai falar comigo até quando?

Kayla: Olha, Matt, eu fiquei P da vida por você ter dito que eu estou de TPM.

Matthew: Não entendo porque as mulheres ficam bravas com isso. Não é normal para vocês?

Kayla: É lógico que é. Temos isso todo mês sem falta e sem descanso! Você gostaria se alguém ficasse dizendo toda hora que você está de TPM?

Matthew: Mas eu não sou menina para ter isso...

Kayla: Você me entendeu!

Silêncio. Mais uma vez.

Matthew: Hm... Desculpe por isso. Mesmo.

Kayla: Tá legal... Isso já passou. Mas ainda não entendi porque você deixou de verificar o terceiro andar só para falar comigo.

Matthew: Eu tinha que me desculpar pelo comentário que te fiz. E outra, se parar para pensar, eu já não fiz isso? Se vamos para a quadra, não temos que passar pelo Andar 3?

Kayla: Pensando bem... - ela parou um instante. - É verdade.

A garota deu um soco leve no braço de Matthew e os dois riram. Então, voltaram à sua missão de curiosidade adolescente. Passaram pela quadra, verificaram tudo e voltaram ao ponto de encontro, onde viram Henri, Dievo e Bea.

Matthew: E então?

Os quatro responderam e Kayla confirmou sua expectativa: ninguém na escola e isso significava que...

Todos: NÃO TEM NINGUÉM AQUI!!!! A GENTE TÁ PASSANDO A NOITE NA ESCOLA!!! UHUU!!!

" Cri-cri "

Bea: Hm... É melhor a gente não fazer muito barulho.


                                   - * - * - * - * - * - * - * -


C.

O.

N.

T.

I.

N.

U.

A.


Notas Finais


Gostaram?
Aguardem os próximos capítulos e esperamos que tenham gostado!
Beijinhos!!
~ Thalyn


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...