História ★ Opostos se Atraem ♥ - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli
Personagens Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli
Tags Ruggarol
Visualizações 104
Palavras 482
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 17 - Cap. 17


Narração Karol On

Eu e Rugge estavamos andando pela rua tranquilamente. Eu não sei se vou conseguir contar a causa dessa mancha pra ele. Eu quero esquecer o passado, quando escutei um barulho e quando percebi Rugge estava em cima de mim. 

- Você está bem? 

- Sim. Oque... aconteceu?

- Um carro quase te atropelou. (Rugge se levanta e me ajuda a levantar.) 

- Eu estava distraída. Eu tenho que parar de esta todo tempo com à cabeça nas nuvens! (Eu disse batendo na minha cabeça.)

- Tudo bem. O importante é que você está bem. (Rugge me abraça e eu retribuo. Nós continuamos andando por vários lugares. Quando deu 12 horas eu e Rugge almoçamos em um restaurante ali perto. Nós voltamos para o hotel e Rugge continuou comigo. Nós sentamos no sofá e Rugge me puxou para o seu colo. Eu sorriu e ele beija a minha bochecha. Ficamos em silêncio por várias horas, até Rugge quebrar o silêncio.) Em que você estava pensando? 

- Em você. (Rugge riu.) 

- Kha, fala a verdade. 

- Nada de interessante. Podemos mudar de assunto? (Rugge assentiu.)

- O que você está achando de Paris? (Rugge pergunta a olhando.) 

- Lindo. Ainda bem que você veio comigo. (Eu disse sorrindo. Ele sorriu e depois ficou sério.) O que foi? 

- Como eu nunca te notei antes? 

- Moramos um do lado do outro a anos e nunca nos falamos. 

- Verdade. Eu me arrependo de nunca ter falado com você. 

- Também. Acho que se eu tivesse aceitado ir com a Valentina na faculdade dela quando ela me pediu, teria te encontrado. 

- Acho que não, eu fico na última cadeira da sala. (Eu sorriu. Ele me beija e eu correspondo. Nos separamos e ele me olha.) Com ccerteza você teria ficado na frente, teria se apaixonado por aqueles mauricinhos. 

- Ainda bem que me apaixonei por você.  

- E eu por você. (Eu me supreendi, más sorri. Parece que nem ele acreditou no que disse. Eu peguei na mão dele e ele deu um meio sorriso. Algumas horas havia se passado, Rugge e eu já tinhamos jantado. Ele estava dormindo no meu quarto e eu estava na varanda, vendo a movimentada Paris, a cidade das luzes. Dava para ver a torre eiffel a quilômetros de distância. Eu senti dois braços na minha cintura e riu.) 

- Desculpa se te acordei. (Disse pegando na mão dele.)

- Não me acordou. Perdi o sono e vi que você não estava na cama. 

- Perdi o sono e vim para a varanda. 

- É lindo. (Ele disse olhando para a torre eiffel.)

- Muito. Rugge, como vai ser quando nós voltarmos para Buenos Aires? 

- Vamos continuar juntos. 

- E a faculdade? 

- Você vai continuar indo como Sol. 

- Tudo bem. (Esfrego os braços.)

- Está com frio?

- Um pouco. 

- Vamos entrar. (Nós entramos e nos deitamos e dormimos.)



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...