História ♥ PaixoTwitt # (Vkook) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Vkook Taekook
Exibições 73
Palavras 1.919
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 1 - Um livro


Fanfic / Fanfiction ♥ PaixoTwitt # (Vkook) - Capítulo 1 - Um livro

           

                        
   Alien @eateaT     •   4 min           v

@sugaGi @jhubi  espero que vocês já estejam indo pra escola, tá!?
←           91↑↓            112❤          ✉
|
|
Yoongi @sugaGi      •  2 min         v

@eateaT Não enche já cedo! O   @jhubi já foi pra aula
←        58↑↓               99❤             ✉

                               ~ X ~

A brisa da manhã batia em meu rosto, fazendo-me arrepiar por inteiro. Não demoraria muito para chegar em frente a escola, afinal, ela ficava à quatro quadras de casa.

Esse era meu último ano letivo, agradecia por estar à acabar e lamentava por ter de me afastar de meus amigos, nem todos queriam cursar a mesma faculdade.

Sem perceber, já me encontrava frente ao grande portão de cor ocre e o ultrapassei, adentrando no local escolar. Passei pelo pátio, refeitório, corredor, quadra, pátio novamente, mais corredor e por fim, o meu local preferido dali, a sala de música.

                         ~ X ~

 
Entrei no local e pude ver que o mesmo não estava vazio e eu sabia perfeitamente quem estava ali.

- Hoseok!  - Me aproximei do mais velho, que parecia muito concentrado escrevendo .

- Ai que absurdo!   - Disse o de cabelos alaranjados, se levantando rapidamente com as mãos sobre o peito.    - Não ouse fazer isso novamente.     - Soltou o ar que havia guardado pelo susto, se sentando novamente.

- Oh!  - Não me contive e logo comecei a rir.  - Não... foi minha intenção.  

- Taehyung, eu não encontrei a graça, me diz, onde ela está?  - O mais velho fingiu estar procurando a tal graça, por baixo da mesa e em sua volta.

- Jung Hoseok.   - O olhei sério.   - Como consegue ser assim?   - Cruzei os braços e o fitei da cabeça aos pés. Sério.

- Viu como eu consigo acabar com a sua graça, rapidinho?   - Disse rindo com as mão sobre a barriga.

Ele ficou rindo por incontáveis minutos e eu já estava me entediando. Foi quando meus olhos avistaram o papel em que ele escrevia, sobre a mesa.

- Olha só o que temos aqui.   - Segurei em mãos a folha que continha algumas palavras, parecia ser uma música.

- Tae me de isso.   - Tentou pega- la, mas eu fui mais rápido e desviei de suas mãos ágeis.   - Taehyung isso pertence a mim.    - Seu tom de voz parecia furioso e nervoso.

      " Se for para sofrer por você,

                                    vale a pena.''

- Hm.. alguém aqui esta sofrendo por amor?   - Só consegui ler o título, pois ele conseguiu tomar- me a folha.

- Idiota.   - Parecia aliviado por eu não ter lido tudo.

- Posso saber quem esta fazendo isso com o coraçãozinho do meu hyung?   - O abracei por trás afim de conforta- lo um pouco.

- Ninguém, só estou inspirado.

- Claro hyung.   - Puxei novamente a folha de suas mãos e sai correndo de lá.

                            ~ X ~

Já estava nos corredores à uma distância boa para diminuir a velocidade. De repente, ouço passos super apressados logo atrás. Sim era ele, Hoseok, muito enraivecido, então eu voltei a correr rápido de novo.

Olhei para trás e pude ver Hubi ficar cada vez mais distante. Foi quando ele gritou:

- Taehyung cuidado!

Após isso, eu só senti um impacto forte me lançado contra o chão e uma dor forte depois de ter batido a cabeça no mesmo.

- A- ai..   - Gemi de dor, levando as mãos sobre o local já latejante.

- Mas porque caralhas você estava correndo? E correndo no corredor da escola!    - A pessoa a quem havia trombado, estava sentada no chão a minha frente, com as mãos na cintura, aparentando sentir dor ali.

Me sentei - já que estava deitado, gemendo de dor - com minha visão meia turva, pude ver que era um menino. Ele logo se levantou e pegou algumas folhas esparramadas pelo chão liso e brilhoso daquele corredor.

- M-me de- desculpe, eu...   - Senti uma mão leve acariciar meu ombro.

- Taehyung você está bem?   - Hobi se agachou ao meu lado preocupado. Apenas concordo vagarosamente com a cabeça de olhos fechados.  - Vem, levante- se.   - Senti suas mãos quentes segurarem meus pulsos fazendo uma leve pressão para cima. Me levantei.

- Esses idiotas, estão achando o que? Que aqui é uma pista de corrida!?  - Murmurou baixo o garoto que ainda não reconhecia, mas eu pude ouvir e até mesmo Hoseok.

Depois do incidente, ele virou -se e continuou a seguir o caminho que estava indo, antes de nossos corpos terem se chocado.

Eu ainda sentia uma dor na nuca e não podia evitar a feição de dor. Hoseok puxou- me calmamente, indo  em direção a sala de onde minutos atrás corremos dalí. Estava olhando para o chão quando vejo um livro, aproximo- me para pega- lo e logo percebo que poderia pertencer ao ser que derrubei. Com ele em mãos, voltamos à sala de música. Guardei o livro em minha mochila assim que entramos.
Um tempo depois as aulas deram- se inicio.

                          ~ X ~

Sentados na mesa do refeitório, eu e Hoseok falávamos do trabalho passado pelo professor de música - que por sinal, não era nenhum pouco fácil - decidimos que faríamos juntos, mas individualmente, eu o ajudaria e ele faria o mesmo.

Por um momento, me peguei pensando no que acontecera mais cedo. Quem era aquele menino? E por que eu nunca havia o visto antes?

   Aluno novo?

- Hyung, quem era o garoto que trombei hoje mais cedo?  - Perguntei assim que afastei o canudo do suco de meus lábios.

- Eu não o conheço mas, fiquei sabendo que ele é despercebido, ninguém o nota, é como se fosse uma alma.  - Disse aquelas últimas palavras com a voz tremula e grossa afim de causar- me medo, o que só me fez rir do feito.

- Uh!  - Coloquei sobre a mesa o livro dele.  - Eu trouxe afim de devolve- lo.  - Olhei para os lados procurando pelo garoto.    - Esta vendo ele hyung?

- Bem eu...  - Seus olhos percorreram rapidamente pelo refeitório em linha horizontal, e parou em um ponto fixo.   - Se eu não estiver enganado, deve ser aquele ali.    - Apontou para o fundo da grande praça de alimentação, lotada de estudantes.

E lá estava ele, sentado em uma das mesas sozinho, parecia estar pensando em algo, pois seu olhar mirava o ''nada''.

Me pus a caminhar em sua direção. Por algum motivo, senti minhas mãos escorregadias e deduzi que estariam molhadas por meu suor. A distância entre eu e o suposto dono do livro, já não era tão grande assim. Podia sentir o livro deslizar por entre meus dedos.

- É... com licença, atrapalho?  - Parei- me frente à mesa onde ele estava.

- Hm? O- o que disse?   - Ele me olhou confunso por um tempo, mas acho que logo lembrou- se de quem eu era e fechou a cara.

- Me desculpe por hoje mais cedo, eu... estava correndo e não te vi e... - Fui interrompido pelo garoto de cabelos acinzentados.

- Olha, eu não estou afim de ouvir seus comentários, já passou. Finja que nada aconteceu e poupe meus ouvidos, de suas explicações.   - Virou seus olhares para algum ligar dali, evitando olhar- me.

Suspirei, de raiva, eu vim afim de devolver- lhe o livro e me desculpar, e é assim que ele reage!?

- Garoto, escuta aqui! - Elevei meu tom de voz e percebi os olhares de algumas pessoas que estavam ali perto.   - Eu só vim entregar a droga desse seu livro, que encontrei depois que você se foi!.   - Bati o livro sobre a mesa.

O garoto se levantou brutamente olhando- me furiosamente. Senti uma pontada de medo do mesmo, mas me mantive firme. Haviam mais gente nos olhando.

   Onde está Hoseok quando eu realmente preciso?

- Vocês não vão brigar aqui... não é Jimin?  - Um menino alto, de cabelos escuros e os olhos de mesmo tom, se posicionou ao lado do suposto Jimin, encarando- me também.

- Não. Eu já estava de saída.  - Saiu a passadas largas e rápidas até sumir de vista, enquanto seu amigo mantinha- se no lugar.

O moreno alto me olhava intensamente, nem mesmo piscava, me deixando sem jeito.

- Olha eu não queria deixa- lo assim, vim aqui na melhor das intenções, para me desculpar com ele, mas deu nisso.  - Me expliquei rapidamente.

- Ele é assim mesmo. Arrogante.   - Soltou um sorriso nasalado.   - Prazer, Jungkook.   - Estendeu- me a mão direita.

- Taehyung.   - Correspondi a seu ato.

- Bom te conhecer Taehyung, mas agora vou atrás dele.   - Dito isso, foi atrás de seu amigo.

Pude ver o livro ainda sobre a mesa e o peguei novamente.

                  

                       ~ X ~

Voltei ao encontro de Hubi. Para minha surpresa, ele não estava sozinho, alguns rapazes e umas meninas, cercavam a mesa onde o mesmo estava.

- Jung Hoseok?   - O chamei e as pessoas ao seu redor me olharam.

- Ah Kim Taehyung, ainda bem que voltou.   - Ele se levantou e agarrou meu pulso esquerdo.   - Vamos sair daqui.   - Me puxou afastando -nos daquelas pessoas.

                    

                        ~ X ~

Estávamos dentro da sala, enquanto o professor tagarelava algo que não chama minha atenção, eu ainda tentava entender o motivo de toda aquela aglomeração em volta de Hoseok.

- Hubi... - O chamei aos cochichos. - O que aquele tumulto estava fazendo em volta da sua mesa no intervalo?

- Bem é que..  - O sinal para o fim da aula se torna presente.  - Eu preciso ir.  - Ele pega suas coisas e rapidamente sai da sala.

                         ~ X ~

Estava saindo da sala de música a procura de Hoseok, mas não o encontrei. Caminhava sem pressa nenhuma, quando sou interrompido de meus desvaneios.

- Hey! Você.  - Me virei e pude ver um garoto alto, com certeza mais velho do que eu, se proximando.

- Sim?   - Ele já se encontrava em minha frente.

- Desculpe lhe atrapalhar mas, você não viu um livro caído por aqui?   - Olhei para ele sem entender.   - É que hoje mais cedo, eu passei por aqui apressado e deixei cair.   - E foi nesse momento, que lembrei do livro que encontrei.

- Eu achei um sim.  - O tirei de minha mochila.   - Seria esse?   - Estendi o livro na direção do garoto.

- É esse mesmo!   - O pegou.   - Ah! muito obrigado.  - Ele me abraçou rapidamente.   - A propósito, meu nome é Kim Seokjin, mas pode me chamar só de Jin.   - Sorriu.

- Eu sou o Kim Taehyung.  - Correspondi seu sorriso.   - Eu preciso ir agora.   - Dei meia volta e continuei a caminhar.

- Tudo bem.  - Ele se aproximou novamente.  - Vou contigo até o portão.   - E mais um vez sorri.

                      ~ X ~           

  
Como dito, ele acompanhou- me até o portão e se despediu, indo se juntar a uns garotos que o esperava.

Indo para casa, tirei meu celular do bolso e abri meu twitter:

   Alien  @eataeT      •agora       v

Finalmente saí daquele ADORÁVEL terreno escolar!  #IamFree.
   ←           ↑↓              1❤                 ✉




Notas Finais


Espero que tenham gostado, e se sim comentem o que acharam :3

E desculpa se tiver algum erro, eu revisei, mas vai que algum passou despercebido.

Beijus no core ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...