História • Pequena Bipolar • |2° temp| - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bipolar, Estrupo, Infantilismo, Morte, Tortura
Exibições 27
Palavras 447
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Famí­lia, Ficção, Luta, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 17 - 17° eu vou precisar fazer isso?


Eu e a mamãe ficamos conversando. Ela me disse que minha roupa era linda, estou feliz por não ter mudado. Eu falei que ela era estúpida por não esconder as provas das ajudas dela, ela falou pra mim nunca mais falar aquilo. Eu machuquei ela? Sinto muito mamãe, não foi minha intenção.

Os enfermeiros não me deixaram ficar, agora eu quero machucar eles.. todos eles. Mas a mamãe falou que ela está ajudando eles, e que eu não preciso fazer esforço. Ela é maravilhosa, muito linda. Mesmo com aquela roupa branca, ela ainda é linda.

Me avisaram que toda vez que eu precisar falar com ela, e só apresentar aquela carta. Será que se eu usar ela eles soltam a minha mamãe? Eles parecem maus, e eu não quero que eles machuquem ela.

Eu voltei pra casa. Muitos homens ficaram falando palavras feias pra mim. Eles não queriam meu bem, e eu também não quero o deles. O Rafael me disse que as 15:00 horas ele viria falar comigo. Ainda é 14:12 horas, tenho que fazer algo pra me distrair. Acho que assisti a um filme de terror é a melhor opção.

1hora depois.

Alguém bateu na minha porta. Será que deixaram a mamãe vir me visitar?! Vamos lá Line, a mamãe ou seja lá quem for está te esperando. Sai correndo do sofá e fui em direção da porta principal. Seja lá quem for está com pressa.

Line: Derruba a.. oi Rafael, desculpa é que eu estava na sala e demorei pra vir.

Rafael: Por acaso sua sala é nos fundos da casa?

Line: Não, é que eu tinha que pausar o fil..

Rafael: Ok ok, sem mais explicações, eu posso entrar?

Line: Pode, mas você me deve explicações também.

Rafael: E por que? Que eu saiba eu não fiz nada de errado.

Line: Por que você está tão rude? Se algo aconteceu não é culpa minha.

Rafael: Eu não estou sendo rude.. pera aí, eu estou sendo rude. Por que estou sendo rude?

Line: Não sou a única com bipolaridade aqui. -murmurrei na intenção dele não ouvir, o que falhou.

Rafael: Eu ainda sou seu Daddy, eu posso te punir se quiser.

Line: Ok, só me deixa assistir meu filme em paz.

Rafael: Aconteceu algo lá na sua mãe?

Line: Não que te interesse, mas não, não aconteceu. Só você que está sendo rude demais.

Rafael: Vamos, de quatro no sofá. Agora.

Line: O que? O que você pensa que está fazendo?

Rafael: Você está sendo uma Baby girl má. E o que acontece quando minha Baby girl é má?

Line: Quando a Baby é má ela tem que ser punida. Mas o que eu fiz?

Rafael: Você me magoou Baby. Agora de quatro no sofá, bunda empinada, blusa pra cima.

Parece que hoje vai ser divertido.

To be continue.



Notas Finais


Olá, só pra vocês saberem. Não, eu não achei um escravo. E sim, vai ser eu que vou fazer. E não, eu não sei fazer hot tipo aqueles hot topão. Então me perdoem pela merda que vai sair. Beijos :* ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...