História - Psycho 2: A Hora da Diversão - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Morte, Romance, Suspense
Exibições 7
Palavras 1.655
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Luta, Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - " - Novas informações, e O sequestro."


~ Narradora/Autora On ~

= Na escola, 14:00 horas da tarde, depois das aulas, Clube de mistério..=

Estavam todos reunidos no clube, a noticia da menina de 15 anos já tinha sido vista por eles, os mesmo estavam surpresos, o palhaço não descansa.

Harry – Acredito que esse palhaço, está sempre atrás de novas vítimas sem parar, e outra coisa.. ele surgiu a algumas semanas, o que indica, que antes tinha algo que não deixava ele fazer essas coisas.
Amy – Um hospício ?
Harry – Isso mesmo.
Drake – Hm.. mas só tem um hospício na nossa cidade..
Sugar – O jornal da tarde vai começar, vamos ver se temos mais alguma noticia sobre ele.

{ Jornal: Policiais vão a um hospício da nossa cidade, e  descobrem que o palhaço pode ser um fugitivo de lá, segundo o dono do hospício, eles nunca conseguiram arrancar do palhaço seu verdadeiro nome. Agora vamos para outras noticiais... do dia.}

Edward – Vamos no hospício, o diretor de lá que é provavelmente o dono, pode nós dizer sobre algo.
Victoria – Mas vocês acham mesmo que o diretor vai falar algo para nós?
Harry – Claro que vai.
Yumi – Como?
Harry – Se ele não quiser falar por bem,nós matamos ele, dominamos o hospício e montamos um exercito de loucos para ir atrás do palhação.

Nakous afirmou com um movimento de cabeça com o plano de Harry, e todos olharam perplexos para os dois.

Augustus – Estão falando sério?
Harry – Eu não estou brincando.
Sean – Claro que não vamos fazer isso caramba!!
Valentina – Que tal nós irmos lá e na hora nós damos um jeito?
Mayu – Ok vamos.

Todos passaram em suas casas primeiro para trocar de roupa, se encontraram em frente a escola e partiram para o hospício.

Assim que chegaram lá viram o tamanho do enorme hospício, um funcionário atendeu eles e os levou até a sala do Diretor do hospício, eles entraram lá e viram um homem de mais ou menos 30 anos, o mesmo olhou para eles e sorriu.

Diretor – Olá Jovens, o que procuram num lugar como esse?
Drake – Er.. queríamos saber um pouco mais sobre o palhaço assassino que fugiu daqui.
O diretor olhou desconfiado para eles e falou:

Diretor – Sinto muito, mas por que eu daria informações como estás para adolescentes? Por que querem saber sobre o palhaço.

Ai então gelaram, eles tinham que inventar uma desculpa de última.

Valentina – Hã.. Nós estamos em um emprego de jornalistas, e queríamos muito que você falasse com a gente, nosso emprego depende disso ou nosso chefe vai nós despedir.
Diretor – Ah se for assim se sentem então, entendo perfeitamente.

Todos suspirara e se sentaram e prestaram atenção no que o diretor iria falar, bom.. pelo menos quase todos, por que Yumi acabou dormindo quase em cima de Edward que estava quase pra jogar ela no chão.

Diretor – A família dele o abandonou aqui, nem sequer falaram comigo direito, só jogaram ele aqui, ele já usava maquiagem de palhaço, nós tentávamos conversar com ele, mas ele nunca respondia, era como se ele fosse mudo, e ele nunca deixou ninguém tirar a maquiagem dele, nós não sabemos de nada sobre ele, mas ele sempre foi observador, ele brincava com brinquedos para crianças, mas então ele queimava os brinquedos e ria de vê-los queimando, tudo o que sabemos é que ele tem 18 anos, sim é um jovem, eu tenho certeza também que algo o fez ficar assim, era triste ver alguém tão jovem se perder na loucura, mas um dia ele fugiu de madrugada, e quando fomos perceber era tarde demais.

Depois dessa conversa com o diretor, todos foram para fora do hospício, ainda estavam surpresos com a idade do garoto palhaço.

 Amy – Ele é bem novo.. estou surpresa.
Augustus – Deve ter acontecido algo muito traumático para ele ser assim.
Yumi – Hmpf.. quantos anos ele tem?
Edward – 18 anos.
Yumi – O QUE?
Mayu – Agora que já sabemos disso, precisamos achar ele.
Sugar – Ele parece se esconder em lugares distantes da sociedade.
Harry – Eu acho que já vimos muito por hoje, o melhor é irmos para casa.
Todos – Sim.

Todos saíram andando para lados diferentes.

Nakous, Yumi e Valentina iam na mesma direção, estavam andando perto da floresta, já estava quase de noite 18:00 horas, o céu ficava escuro,  andavam pela calçada calmamente, Nakous calado como sempre, em quanto Valentina  conversava com Yumi que estava com sono.

Porém perto de uma placa que sinaliza “PARE”, estava alguém, Nakous ficou atento e não tirou os olhos da tal pessoas, ainda não dava para ver quem era..
Quando eles foram chegando mais perto, viram um palhaço, ele segurava vários balões coloridos, o palhaço olhou para eles e sorriu.

Yumi ficou surpresa e um arrepio correu pela sua espinha a mesma ficou andando um pouco mais atrás de Nakous, Valentina andou mais do lado do mesmo, e o palhaço não parava de olhar para eles.

Nakous e Valentina passaram por ele, porém quando Yumi iria passar também o palhaço a ofereceu um balão a mesma ficou sem reação.

Palhaço -... Aceite...
Yume – E-E-Eu.. er.. desculpe eu não quero.

Valentina puxou Yumi pelo braço, o palhaço olhou estranho para as duas..

Nakous esperou as duas alcançarem ele, porém o palhaço impediu eles de continuarem..

Palhaço – Querem ver meus brinquedos?

Nakous o ignorou completamente e voltou a andar, as outras duas fizeram o mesmo seguindo o exemplo de Nakous mas...o palhaço não gostou nada disso o mesmo puxou Yumi brutalmente e jogou no seu ombro com tudo e saiu correndo para dentro da floresta.

Nakous e Valentina se olharam e saíram correndo atrás do palhaço, e assim entraram também na floresta, Yumi tentava se soltar e batia com força o palhaço, mas ele não a soltava de jeito nenhum.

O Palhaço de repente tirou do bolso uma arma e apontou para trás e sem nem olhar para mirar disparou sem tirar os olhos da frente, Nakous foi mais rápido e empurrou Valentina contra uma árvore enorme o mesmo tapou a boca dela com a mão e os dois ficaram de modo com que a visão do palhaço não visse eles.

O Palhaço olhou para trás e não avistou eles, O Palhaço jogou Yumi para trás de uma árvore e subiu em cima dela, a mesma iria gritar mais ele tirou um pano e pôs na boca dela com força, esse pano tinha alguma coisa que logo a fez desmaiar.

Nakous e Valentina  foram olhar e não viram mais nenhum sinal do palhaço.

Valentina – Merda!! E agora Nakous?

Nakous não respondeu e começou a andar pro lado oposto da estrada.

Valentina – Espera não me diga que você vai procurar pela Yumi sozinho??

Nakous não a respondeu e continuou a andar.

A Essa altura, o palhaço já estava bem longe deles carregando Yumi que estava desmaiada.

Valentina – NAKOUS!!!

Nakous parou de andar e olhou para ela.

Valentina – Você está louco? E se o palhaço te matar? Nós precisamos avisar os outros, não podemos ir sozinhos!!

Nakous a olhou por alguns segundos e voltou a andar, Valentina estava se irritando por ele nunca falar nada..

Valentina – Nakous caramba, deixa de ser teimoso, ele já deve ter levado ela para longe!!

Nakous parou por um instante e pegou um graveto no chão, então ele desenhou na terra uma frase..

Valentina chegou perto e leu:

- “ Ela é uma rara amiga minha, não posso deixar ela ir assim.”

Valentina - .. Nakous... ela também é uma amiga minha, mas nós vamos correr um risco muito grande se formos atrás dela.

Nakous depois de ouvir várias reclamações de Valentina acabou voltando..

= No dia seguinte, no clube de mistério =

Amy – COMO ASSIM O PALHAÇO LEVOU ELA?

Valentina explicou tudo bem direito, todos estavam perplexos.

Harry – Mas.. por que diabos você não deixou o Nakous ir atrás dele?
Valentina – E se o palhaço matasse ele?
Harry – Nakous nunca seria morto facilmente!!
Valentina – E VOCÊ IA PREFERIR DOIS AMIGOS MORTOS DO QUE SÓ UM?
Harry -  O QUE GARANTE VOCÊ QUE A YUMI JÁ ESTÁ MORTA? SE NAKOUS TIVESSE IDO ATRÁS AS COISAS PODERIAM ESTAR MELHORES DO QUE ESTÃO AGORA!!
Valentina – EU NÃO PODIA DEIXAR ELE SE ARRISCAR!!
Harry – QUAL É O SEU PROBLEMA!! A YUMI É SUA AMIGA PORRA!!

Kim bateu as duas mão na mesa fortemente, fazendo os dois calarem a boca.

Kim – Calem a boca!!
Amy – Isso mesmo, calem a boca!! Parem de brigar céus!! Qual o problema de vocês dois? A Yumi não está morta!! Nós vamos encontrar ela viva, nós vamos prender o palhaço, parem de brigar e perder tempo quando podíamos estar indo atrás dela o mais cedo possível.

Harry e Valentina se acalmaram, nesse dia Nakous não “respondeu” ninguém, o mesmo estava de mau humor.

= Em quanto isso, no esconderijo do palhaço. =

Yumi abriu os olhos lentamente e se viu presa dentro de uma cela, ela se encolheu no cantinho e viu o palhaço a observando sentado na frente das grades que separavam eles dois.

Yumi estava com medo á mesma tremia levemente e olhava o palhaço sem desviar o olhar, o palhaço a observava e a analisava ao mesmo tempo.

Palhaço – Bom dia.

Yumi não respondeu ainda congelada do jeito que estava, o palhaço jogou uma garrafa de água para ela, mas a mesma olhou hesitante para a garrafa.

Palhaço – Não tem nada estranho nela.

Yumi pegou a garrafa e bebeu água rapidamente, porém ela ouviu um barulho vindo de algum outro lugar.

Palhaço – Ah, é meu novo brinquedo, eu ainda não matei ele, ele é um teimoso, nós vemos depois!

O Palhaço falava animado como se o que estivesse acontecendo fosse a coisa mais normal do mundo, o mesmo saiu daquele “quarto” em que ela estava e foi para outro cômodo, logo ela começou a ouvir gritos de dor vinda do tal “brinquedo.”

Yumi estremeceu e começou a chorar a mesma escondeu o rosto nas mãos e sussurrou..:

Yumi – Venham logo por favor...

~> Continua.. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...