História ✿ S.O.S Cupcakes ♡ - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bia, Dorgas, Drogas, Jornal, Noticias
Visualizações 48
Palavras 1.871
Terminada Não
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Chegueyyy!!!

Cerejinhas, quase que hoje não tinha capítulo e ele só saia semana que vem. Porque eu estava com uma preguiça absurda.


Acabou, que enquanto eu escrevia eu me destrai olhando pro teto, assistindo um canal no YouTube maravilhoso que eu achei por aí, olhando pingentes da pandora para a pulseira life, inclusive achei um de cerejinha, aí se eu pudesse e meu dinheiros desse, também conversei com a minha mãe de como a vida é uma porcaria, fiz um bullet journal, assim um porgama qualquer, ouvi músicas, editei imagens e olheir pro teto mais um pouco, e dei uma lida em fanfics de BTS enquanto tentava não me tramatizar. Tenham uma ideia do que eu li com a primeira fala da Bia desse capítulo.

Enfim, boa leitura.

Capítulo 24 - Atuações e cerejas negras


Fanfic / Fanfiction ✿ S.O.S Cupcakes ♡ - Capítulo 24 - Atuações e cerejas negras

 Narrodor On

E mais um dia se inicia no estúdio do SOS. Dessa vez Bia e Diego já se encontram sentados em sua bancada de trabalho prontos para gravar.


Bônus Bastidores On

Bia: Aí Didi, já percebeu que toda fanfic yaoi que se passa em um colégio, o colégio inteiro é homossexual?

Diego: Eu não leio Bia.

Bia: Então como você quer apresenta o progama de hoje?

Diego: Eu vejo muitos filmes.

Bia: Hum... Diego, tô com fome.

Diego: Sugere que eu faça o que a respeito disso?

Bia: Bolo de morango com chantilly e granulado colorido.

Diego: Agora?

Bia: Seria bom, mais temos que gravar o progama.

Diego: Eu faço, se você arrumar meu closet.

Bia: Mais Diego...


João: O programa começa em 3...

Bia: Tá bom, eu arrumo.

João: …2…


Bônus Bastidores Off

João: …1.

Diego: Olá cerejinhas! Eu sou o Diego.

Bia: E eu sou a Bia. E esse é o SOS Cupcakes.

Diego: Sente-se e relaxem pois o progama já começar e eu e a Bia trocamos nossas falas.

•••••••_==_***Abertura***_==_••••••

Pode parecer loucura o que estou prestes a dizer

Sou um unicórnio rosa que poderia ir para o espaço

Porque estou feliz

Bata palmas junto se você se sente num tédio absurdo

Porque estou feliz!

Bata palmas junto se sente que a felicidade é a verdade

Porque estou feliz

Lá vêm más notícias, falando disso e daquilo

Sem querer ofender, não perca o seu tempo com jornais banais

Eis o motivo

O S.O.S CUPCAKES, JÁ VAI COMEÇAR!

•••••••_==_***Abertura***_==_••••••

Diego: E no progama de hoje, vamos mudar um pouco, com um porgama quase exclusivo de clichês.

Bia: Cerejinhas, vocês sabem que EU NÃO SUPORTO CLICHÊ! Mais eu não consigo me separar deles.

Diego: Pensando nisso, serão apresentados alguns clichês e eu e a Bia vamos fazer a dramatização deles.

Bia: Maaais antes... A Melody, nossa repórter de avisos responsável pela falta de plantões de notícias tem um aviso.

O cenário muda para um azul escuro com o nome do SOS ao fundo, e logo vemos Melody.

Melody: Olá florzinhas, e hoje venho dizer que o suposto "concurso" do SOS, foi adiado para o sábado que vem. Acontece que algumas cerejinhas não puderam fazer a tempo, e pediu para adiamos.

Melody: O "concurso" será adiado para sábado que vem. A equipe do SOS, pede desculpas em nome de todos para aqueles que enviaram o "materia" do "concurso"

Melody: Eu fico por aqui, é com vocês aí do estúdio.

Voltando ao abitual cenário do S.O.S.

Bia: Obrigada Melody.

Diego: Partiu começar!

Bia: Quem vai falar os Clichês?

Diego: Ritaaa!

Bia: O nome dela é Tina. Tinaaa!

Rita/Tina: Eu só edito essa joça, arranjem outra pessoa pra fazer esse tipo de serviço.

Bia: Aiii, grossa!

Diego: Joãaao!!

João: Eu sou o câmera, contratem outra pessoa pra ser assistente.

Diego: E agora?

Bia: Vamos chamar o...

Diego: Nenhum menino.

Bia: Tem a Crit....

Diego: Ela não, e você sabe.

Bia: Então não tem ninguém, MELODY VEM CÁ!

Mel: Sim?

Diego: Leia essa coisas aqui enquando eu e a Bia atuamos.

Mel: Okay.

...

Mel: Caham... O primeiro clichê de hoje é.... O clássico filme de terror.


Dramatização

E vamos para a dramatização, Melody é nossa narradora e fala enquanto Bia caminha lentamente por um corredor escuro com uma pessoa ao final, mais ela caminha muito lentamente mesmo, ANDA MAIS RÁPIDO!!!

Bia: Poxa eu acordei as três da manhã, na minha casa gigante que eu nem sei porque é tão grande se eu sou pobre. Mais já que estou acordada, eu poderia dá um rolê pela casa e ir no quarto cheio de bonecos da minha família. O que de mal poderia acontecer?

E assim Bia sai caminhando pelo longo corredor, e chega em frente à uma porta.

Bia: Poxa, uma porta. Vou abri ela beeem lentamente enquanto coloco no meu celular uma música de suspense.

E assim a pestinha que todo mundo não aguenta mais abre lentamente a porta enquanto a música almenta e causa uma tensão, alguns fecham os olhos, outros gritam prematuramente, e outros já cansados da protagonista obsevam o cenário de fundo.

Ao abrir ela vê.... Nada, só um quarto cheio de bonecas.

Bia: Nossa quantas bonecas assustadoras, porque não ir observá-las? Tocar nelas, e jogá-las no chão?

E assim Bia a pirralha chata, vai "brincar" com as bonecas. E assim começa os acontecimentos dessa noite em diante.


Fim da Dramatização

Bia: Então, até o narrador resolveu me odiar agora?

Diego: Isso não importa. Vamos falar de o porque personagens terem atrações em explorar a casa de noite.

Bia: Isso é algo que ninguém nunca entendeu, afinal quando você acorda de manhã tudo que você faz é quase ficar cego com a luz do céu celular que parece um farol pra ver as horas.

Diego: E logo cair no sono, novamente. Mais parece que nós filmes de terror é uma grande idéia dá uns rolê pela casa.

Bia: Que por motivo algum são sempre enormes e escuras. Porque, qualquer criança, adulto ou velho quando vai brincar de explorador adoram ficar no escuro sem acender uma luz.

Diego: Para completar a farofada de um dos clichês de terror, temos a bendita música que te dá uma tensão absurda e te faz gritar antes mesmo de algo acontecer. Certo dona Bianca?

Bia: Não sei do que você está falando.

Diego: Haha, claro que não, isso é sarcasmo tá gente?

Bia: Enfim, a música começa enquanto a personagem vai entrando em um cômodo ou abrindo alguma porta que supostamente tem algo dentro do lugar. A questão é que nunca tem nada, a música para e quando você finalmente acha que acabou vem algo pra te assustar.

Diego: Seja um vulto, uma boneca ou palhaço e até o próprio capeta no teto.

Bia: Óbvio que barulhos assustadores, coisas quebradas, palavras escritas por tudo quanto é lado, e coisas mudadas de lugar são a cereja do bolo.

Diego: E ainda temos as coisas mais assustadoras, camas, armários, árvores, sótão, porão, cadeira de balaço, quarto de brinquedos e até elevadores estão lado a lado para acompanhar.

Bia: Tudo acompanhado de personagens, idiotas, trouxas, estremamente corajosas e capetas, fantasmas, palhaços e bonecos inteligentes demais e também assustadores demais.

........

Melody: E o próximo da lista é, os clássicos romances. Mais não romance adolecente, tá talvez seja adolecente mais vamos falar da praga de romances originadas de crepúsculo. Aquele romancinho que é um... Eu não vou falar isso.

Aiii eu falo, romances a base do cu doce de dois ou mais babacas que não tem escola apesar de metade da história ser na escola.


Dramatização

Bia e Diego se encontravam no parque que incrivelmente estava deserto, porque, quem nunca foi em uma parque pra ele tá vazio, né?

Diego: Bia você não entende, nós NUNCA poderíamos ficar juntos.

Bia: Mais eu te amo tanto. Porque não podemos?

Diego: Por que, eu sei lá Sartuno está retrógrado.

Bia: Han?

Diego: Você não entende? Eu tenho uma maldição, eu vou apenas le fazer mal.

Bia: Mano, a gente tá junto a sete filmes e tá a mesma ladainha e eu tô ótima, sem mal nenhum.

Diego: Não, eu... Eu tô sem agurmento. Apenas, não podemos ficar juntos.

Bia: Tá, então eu vou ficar com meu amigo que é um gato, e...

Diego: NÃO! VOCÊ É APENAS MINHA!!

Bia: Mais você não quer ficar comigo.

Diego: Ele vai te fazer mal, eu sou o único que pode te proteger.

Bia: M-mais... Não podemos ficar juntos.

E assima discussão se inicia de novo.


Fim da Dramatização

Bia: E aí está uma bela dramatização de romances adolescentes que fazem uma enrolação pior que sua professora para explicar uma questão enquanto o sinal tá quase batendo.

Diego: Nesses clichês sempre tem um pirralho que se acha homem, ele é possessivo, que tira motivo do (cu) do além (Bia/autora: referências) para não ficar com a garota e seu amor.

Bia: E temos a garota, mais burra que a vaca da sua sala que não sabe quanto é 2²(34÷6⁴)√48-42=

Diego: Você sabe?

Bia: Claro que sei, mais adimito que tenho problemas com raíz quadrada. Continuando, essa garota tem o incrível dom de irritar a todos, se meter em confusão, ser mais lerda que a Yui em Diabolick Lover's.

Diego: Ainda por cima o pirralho não aceita que a garota fique com ninguém.

Bia: Para complementar essa budega temos o eredo. Pode ser vampiros, adolecentes, estudantes, drogados, trabalhadores, famosos ou super-herói que a ladainha é a mesma coisa.

Diego: Ainda tem os cenários, primeiramente se você está triste se sentindo um lixo, vai chover. E sempre que você está com sua namorada você vai está em um cenário completamente vazio e não é por falta de dinheiro para pagar figurante.

Bia: Quanto as músicas, são sempre melosas e com traduções mega confusas que você nunca vai entender.

Diego: Além do mais, isso se desenvolve por vinte filmes até o casal ficar juntos. Poxa vida, parece até eu e a Bia.

Bia: Eu vou ignorar a última parte. E cerejinhas, romances são um loup infinito de pessoas fazendo cu doce infinitamente.


........



Bia e Diego se encontram novamente em suas cadeiras giratórias de couro preto.

Bia: E então cerejinhas, gostaram dos clichês?

Diego: Infelizmente o progama foi pré gravado e não ao vivo, e só foi possivel dois clichês.

Bia: Isso aconteceu porque queriamos estrear nosso novo quadro...

Bia e Diego: S.O.S Haters.

Bia: Então, vamos ler o que as cerejas negras mandaram.


TitoGamerPlayer - Só criancinha de 3 4 anos vê essa coisa que vocês chamam de progama.

Diego: É, então...

Bia: Eu e o Diego, já temos mentalidade de 3 e 4 anos...

Diego: Então tá de boa, criança de 4 e 3 anos vê a gente.

Bia: Pro-pro-proxiiimooo!


@Mistyc - Eu não gosto da Bianca porque ela chamou o Diego de idiota.

Diego: Isso aí, não gostem a Bia-chan. Assine evitamos a procriação de uma Sy ao contrário só que tem paixão platônica pela Bia e não por mim. Até porque a Bia é minha... Digo, nossa né cerejinhas? 

Bia: Pode continuar não gostando de mim flor, chamei e chamo de novo. DIEGO VOCÊ É UM IDIOTA!

Diego: O que foi que eu te fiz?

Bia: Nasceu!

Diego: Vamos pro próximo produção.

@DenaVieira - Bianca Cretina para de falar palavrões, senão eu não vou mais ver o seu progama, só vejo por causa do Diego.

Diego: E assim descobrimos que todos odeiam mais a Bia do que eu.

Bia: NÃO ME CHAMA DE CRETINA PORRA! Ops, na paz do senhor irmã, não me chame de Cretina é só para os íntimos, pegue suas coisas e vá cantando seus louvores para a casa do cara...

Diego: bianca!

Bia: Que foi?

Diego: Vamos para o próximo.

Bia: O útimo de hoje.

@SeExploda - Toma vergonha na cara vocês dois, adolecentes agindo como crianças. Tomará que vocês sejam esquecidos por todo mundo.

Bia: Mordi a língua tentando acompanhar o raciocínio.

Diego: Eu não sou infantil.

Bia: É mesmo?

Diego: É.

Bia: Tem razão Didi você não é infantil, mais eu sou. Então o que acha de você ir fazer aquele maravilhoso bolo pra mim enquanto eu arrumo seu guarda-roupa?

Diego: Okay, senhorita. E cereja negra, você foi ignorado com sucesso.

Bia: Deu nossa hora. Beijinhos caramelados.


Bônus Bastidores On

Logo o cenário se desmonta sobrando so Diego e Bia em sua cadeiras giratórias de couro pretas, câmeras ao fundo e um fundo cromado verde, no estúdio escuro.

Diego: Bia eu tô com preguiça de cozinhar, vamos ficar olhando pro teto.

Bia: Pode ser, perdi a vontade.

Diego: Bia-chan o que você tem contra laranjas?

Bia: Laranja é uma cor tão feia, deveria ser proibido qualquer roupa dela.

Diego: Eu tô falando da fruta.

Bia: Eu não sei, pra mim laranjas deveriam ser presas e interrogadas. Elas sempre tão lá... Laranjas!... Querendo ser como as maçãs.

Diego: Então você acha que as laranjas vão dominar o mundo?

Bia: não, quem vai dominar o mundo são as vacas.

Diego: O que acha dá gente fazer uma visita ao hospício?

Bia: Eu nunca fui... Parece ser legal. VAMOS PRO HOSPÍCIO!!

Bônus Bastidores Off


Notas Finais


E foi isso cerejinhas! Queria pedir para mandarem mais comentários para esse quadro S.O.S Haters, mandem por PV.

Outra coisa que eu queria saber é se gostaram dos clichês atuados pela Bia e o Diego, e a hashtag de hoje é #Queremos+Clichê vai o sinal de mais mesmo, porque sim. Coloquem apenas se querem mais a dramatização desse seres.

Enfim, beijinhos caramelados.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...