História -The Walking Dead-Carl Grimes - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Aaron, Abraham Ford, Carl Grimes, Carol Peletier, Dale Horvath, Daryl Dixon, Enid, Eugene Porter, Gareth, Glenn Rhee, Lizzie Samuels, Maggie Greene, Michonne, Morgan Jones, Personagens Originais, Rick Grimes, Rosita Espinosa, Sasha, Sophia Peletier, Tara Chambler
Tags The Walking Dead
Exibições 76
Palavras 1.376
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Canibalismo, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi meninas,ta ai mais um capítulo pra vcs. Espero que gostem ❤ e muuuuuuito obg pelos comentários e pelos favorito amo muito vcs princesas ❤❤
👇 essa da capa é a grazieli 😊

Capítulo 11 - Capítulo 11


Fanfic / Fanfiction -The Walking Dead-Carl Grimes - Capítulo 11 - Capítulo 11

      Pov' Grazieli
Asim que acordo noto que ainda estávamos andado, olho pro lado e vejo que Andressa ainda dormia,me levanto e desso pro andar de baixo. Procuro minha mãe e a vejo nos banco da frente junto de minha tia vou até ela.

Eu- Mãe?-A chamo e ela me olha e sorri- a quanto tempo estamos andado?-falo me sentando no banco atrás dela-

Mãe- Não sei meu bem,mas sei que a hora que nos saímos da casa era 09:30,e agora deve ser umas 10 e pouco- ela fala e eu assinto-

Tia- A Andressa ainda ta dormindo- Minha tia pergunta se levantando-

Eu- Quando eu sai de la ela ainda dormia-falo e ela assenti e sobe pro segundo andar e eu me sento do lado da minha mãe-

Eu- Sera que vai demora muito pra gente chega mãe- pergunto me deitando em seu ombro-

Mãe- Não sei querida, acho que não- ela fala se ajeitando e me mandando deitar em seu coloco e asim eu faço e acabo dormindo novamente com ela fazendo cafuné no meu cabelo-

(...)

Acordo com minha mãe me sacudindo,e dizendo que havíamos chego em Alexandria. Me levanto e vejo que ja estávamos dentro da comunidade,me levanto ainda sonolenta e vejo que todos havia descido vou atrás deles e fico admirada com oque eu vejo.

Rick- Bem vindos a Alexandria- fala chegando perto de nós- agora vamos que vou levar vcs pra conhecer suas casa- ele fala e nos os seguimos, quando entramos na casa minha boca se abre em um peito (O)... Depois que conhecemos toda a casa ele foi pra outra que que era de frente com a nossa. Aqui ia mora eu,minha mãe minha minha tia cida,Leonardo e Andressa.
Na da frente que tinha mas quartos ia mora o resto do meu grupo e graças a deus Luana e Juliana morariam la também.

Rick- Que conhecer a comunidade?- Rick fala chegando ao meu lado-

Eu- Eu adoraria, mas tenho medo de me perde- falo sorrindo sem graça pra ele-

Rick- Não seja por isso,o Carl te acompanha pra vc não se perde- Ele fala e eu gelo na hora-

Eu- Não, não precisa sério ele deve estar cançado da viagem e- Ia fala mas Rick me interrompe-

Rick- Sem mas grazieli, vou la chamar ele,espere aqui- ele fala saindo e me deixando la de olhos arregalado,meu deus e agora? Ele vai fica me enchendo de perguntas e juro que se ele fizer algo comido novamente eu mato ele-

Carl- Meu pai falou que vc quer conhecer a comunidade- Carl fala me tirando dos meus pensamentos-

Eu- É..é, se vc tiver cançado- ele me interrompe-

Carl- Para de enrola e vamos logo antes que eu desista- ele fala ríspido e sai pra fora da casa eu reviro os olhos e o sigo-
Ja fazia uns 5 minutos des de que saímos de casa pra conhecer a comunidade e tava um silêncio horrível entre a gente e eu acho que e melhor asim até ele quebrar o silêncio.

Carl- Desculpe pelo beijo- fala parando do nada e me olhando-

Eu- Não vou desculpar, vc me beijo mesmo estando namorando aquela coisa e ainda me machucou- falo cruzando os braço em frente ao peito-

Carl- Vc me obrigou a te beijar, se eu não fizesse aquilo vc ia ter gritado e todos iam até la e- ele ia fala mas eu interrompo-

Eu- Não precisa dar explicações, pq não vou te perdoá vc me machucou e ainda me deu um tapa- falo indo me sentar num banco que tinha ali de frente pra um lago-

Carl- Vc me obrigou a fazer aquilo ofendeu a Luana, e a machucou- ele fala vindo atrás de mim,eu bufo e viro pra trás pra encara-lo-

Eu- Eu ja te falei que tinha meus motivos pra fazer aquilo com ela- falo encarando ele e depois volto a andar em direção ao banco e me sento. Ele vem logo atrás e se senta também, ficamos um tempo em silêncio até ele o quebrar novamente-

Carl- Não vai me contar seu motivo- ele fala desviando a atenção do chão pra mim, eu não o respondo e ele fala- tem haver com a sexta pessoa que vc matou- ele fala e eu congelo,será que a desgraçada da sem bunda contou pra ele,eu o encaro assustada e ele fala- Não a Luana não me contou se é isso que vc ta pensando- ele fala e eu suspiro aliviada e olho pro lago-

eu- Como vc sabe que tem haver com a sexta pessoa minha briga com ela- falo desviando a atenção do lago pra ele-

Carl- Pq eu vi como vc ficou quando a Luana começou a fala dessa pessoa ontem- ele fala me encarando-

Eu- É tem haver com ela mesmo- falo abaixando a cabeça-

Carl- Quer me contar oque houve- pergunta eu olho pra ele e nego com a cabeça ele suspira e fala-

Carl- Ta bom,mas quando vc quiser contar sabe onde me encontrar neh?- ele fala e eu o olho surpresa oq até agora pouco ele me odiava e agora quer  que eu conte meu segredo como se fossemos amigos-

Eu- Ta brincando com a minha cara não é- falo o olhando e ele nega com a cabeça e nega-

Carl- Não,, não estou brincando, pq eu estaria?-fala me olhando, eu olho bem pra ele e vejo que oque ele falou é verdade-

Eu- É que até hoje cedo vc me odiava e ainsa discutimos e vc me agrediu-falo olhando pro chão- pq mudou de ideia do nada? Não faz nem 6 horas que nos brigamos e agora vc ta aqui, me pedindo pra te procurar caso queira contar meu segredo ha vc- fala olhando minhas mãos e depois o olhando nos olhos-

Carl- Eu confesso até agora de pouco eu te odiava ou pelo menos era isso oque eu achava- da um sorriso sem graça- mas é que durante nossa viagem até aqui, eu vim pensando que não posso me meter na briga de vcs, até pq eu conheci vcs anteontem. E não se deve se intrometer na briga de família- ele fala e eu sorriso fraco- eu pensei e pensei e vi que se vc quisesse mesmo fazer mal pra mim meu pai e o Daryl, vc iria te feito enquanto dormimos- fala olhando pro lago-

Eu- É verdade rs mas também confesso que fiquei meio receosa em colocar vcs pra dormi em casa pq vai que vcs fizesse algo pra nos enquanto dormimos ou no meio da noite poderiam roubar nossas coisa- Sorrio fraco e me surpreendo com oque ele fala-

Carl- Vou confessar também que oque eu sentia por vc também não era ódio e sim inveja, ta tinha um pouco de raiva rs- fala me olhando e sorrindo eu o olhos de olhos arregalado-

Eu- Inveja de mim? Pq?- pergunto curiosa, ele me olha novamente e sorri fraco-

Carl- Pq vc é tao nova só tem 16 anos e já lidera um grupo de 19 pessoa e ainda é a única que sabe lutar que defendia eles,e que se não fosse vc estariam mortos- fala desviando a atenção pro lago, eu fico surpresa e sorriso-

Eu- Eu não gosto que falem que sou a líder,só fiz oque qualquer um faria. Eles são minha familia a única que restou- falo e sinto um na garganta- não ter pq ter inveja de mim, pq pelo que euseu pai me conto vcs passaram por muitas coisas eu que deveria ter inveja de vc- falo- eu fiz uma coisa horrível,que se vc souber nunca vai querer olhar pra mim de novo,nem vc nem ninguém daqui- Sorriso e deixo uma lágrimas uma lagrima cair-

Carl -Todos nos fazemos uma hora horrível ainda mas nesse mundo de hoje- fala como se lembrasse de algo doloroso pra ele- e hoje eu sei que tudo oque fazemos de horrível serve pra nos ensina e nos prepara pro que vem pela frente- ele fala e eu sei que ele também passou por uma situação dolorosa asim como eu,descido muda de assunto-

Eu- Vc poderia me levar pra conher o resto da comunidade?-pergunto mudando  de assunto e ele entende e sorri se levantando e me estendendo a mão-

Continua?


Notas Finais


Se tiver um erro me perdoem, hoje meu dia ta corrido tive que tira um tempinho pra posta o capítulo bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...