História ×× To Be ×× J-Hope ×× - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan, Bangtan Boys, Bts, Hobie <3, Hobiemecome, Hoseok, J-hope, Jung Hoseok, Livros, Romance
Exibições 12
Palavras 1.906
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


YAY!
OLAAAF!
Sei que demorei pra caralho, tá... desculpa, mas... olha, tô aqui.
Não tem explicação, eu só demorei pra finalizar o capítulo, e ainda tem esse bug do Spirit, que o texto tá em negrito e em itálico no bloco de notas, só que quando passa pra cá, você tem que editar ele inteiro, já que o itálico e negrito não aparecem. É uma bela merda.

Antes queria compartilhar a obra de arte que estou ouvindo, Rain, dos meus filhos... ô música que dá um orgasmo mental.

Antes queria dizer que; a Sohee, por mais que pareça, não é bipolar e também não tem problema com os pais... não achei que precisasse de um conflito familiar na fanfic.

O Namjoonie Appa e a Sohee tem uma amizade de longa data, e não me deem uma lapada, okay?! Já já vão entender o motivo.

Algumas palavras separadas do resto, e em itálico é o pensamento da nossa Sohee.

Sim... ela é mais velha que o Hoseok, por que... bem, eu imagino que ficaria legal com uma mulher de vinte e oito anos que tem um pensamento maior do que do Hoseok. Vocês vão me entender no decorrer da fic.

Agradeçam a duas @, vocês filhas da putas. Que grudaram nas minhas costas e me cobraram essa capítulo, Orra... tá aqui, tá bom?!

Agradecimentos, a pessoas, três na verdade...

@Kim_Naehyung, que me ajudou muito, em ficar no meu pé, e me deu muita ideia com as patadas que costuma me dar.

@CakeziinhaS2, AMOR... VAMO CASA. ela me deu algumas ajudas pra capa, me dando uma opinião, já que eu sou bem insegura com as minhas edições.

Deem muito amor a @Seja_um_Pinkmon, é a pessoa que me ajudou a escolher quem seria dos meninos aqui... mas, olha... ela é bem legal, deem amor a ela, e também chocolate, ela gosta :3

Recomendo para ouvirem enquanto leem, Very Very Very do I.O.I, achei que combina pra caralho com a Sohee, essa música é muito ela.

Okay... já chega, espero que gostem do capítulo.

Capítulo 2 - Capítulo 2 - Não seja ácido.


Fanfic / Fanfiction ×× To Be ×× J-Hope ×× - Capítulo 2 - Capítulo 2 - Não seja ácido.

Respirou fundo... pronto, estava em cas- não, não era uma casa, era um apartamento, de quatro cômodos... uma cozinha junta a sala, separada somente por um balcão, quarto, banheiro e uma sala pequena, mas aconchegante.

As pequenas unhas da cachorrinha que corria pela casa, faziam um barulho mínimo a pessoas que não observam, não escutam com atenção. Ela jura que é humilde... pelo menos, se diz uma.

Pegou seu celular, colocou as suas bolsas em uma posição estratégica, e sua cachorrinha aproveitou, se sentando do lado de uma delas; - Diga chuchu! - falou para a pequena cadelinha que latiu, como se entendesse o que sua dona havia falado.

Saiu uma bela foto, postou em sua rede social... mas, como de costume mandou para Joonie.

[17:24] Me - Em casa! [Anexo de imagem]

[17:26] Joonie - Aish... Gwong está muito fofa nessa foto, nonna.

[17:26] Me - Nonna é meu pau inexistente.

[17:26] Joonie - Desde quando não posso te chamar de nonna? Você é mais velha que eu.

[17:27] Me - Desde quando ter 28 é ser velha? O que está insinuando, Kim Namjoon?!

[17:28] Joonie - Que dia vai estar livre?

[17:28] Me - Amanhã, depois das três.

[17:28] Me - Vamos andar por Seul... faz tempo que não faço um passeio 

[17:30] Joonie - Ah, certo... passo aí às quatro... adeus pequena gafanhota~

Soltou uma baixa risada. Ela conhece Joon- Namjoon a uns cinco anos, desde que ele debutou, se encontrar normalmente, como pessoas normais se tornou bem mais difícil... pelo sucesso tanto de Namjoon do que de Sohee, qualquer foto dos dois em qualquer lugar e um artigo em uma revista de fofocas.

Se moveu lentamente até o pequeno quarto, ainda se pergunta; já que é uma escritora "famosa", por que não comprou um apartamento maior? Bem... por que simplesmente não quer. Além de demorar um tempo para escolher o seu imóvel, teria toda a democracia, então, se for fazer isso, deixaria o seu chefe fazer... ele tem mais paciência.

Como sempre, Gwong sobe primeiro na cama, indo para seu lugar, bem no canto da cama, ao lado da parede, já que é mais gelado. Pegou seu fone, com rapidez, pondo o mesmo nos ouvidos, e aleatório.

Saudades de 4Minute... liar, liar, liar...

Cantarolou internamente, ouvindo a música de um de seus eternos grupos favoritos, sorriu no refrão, balançando seus pés. Só Namjoon sabia de sua paixão por dançar, e por ele, dançava muito bem... mas, não considera a palavra do monstro.

O que faria agora? Dormir? Ver alguma série? Dormir... dormir é legal, deixou que seus fones tocassem o hino e colocou a cabeça no travesseiro, fechando os olhos e deixando que tudo em volta de si não importasse... bem, apenas Gwong importava.

[...]

Lambidas em sua cara... comum para Sohee que está de férias a partir de agora. Tirou Gwong que estava em cima de si, levantou vendo as horas, uma e quinze... perdeu metade do dia, é... só talvez, não faria nada mesmo.

Foi até a cozinha, pegando algo que encontrasse na cozinha, algo como... iogurte, mas de chocolate... esses que você está pensando, pegou uns dois, indo até a pequena sala embutida na cozinha, apenas separada por um balcão.

Ligou a televisão, mudando para um canal de animações. Odiava os noticiários... só passavam péssimas notícias, e sempre eram pela polêmica da presidência da Coréia, que realmente não importava agora para Sohee.

Okay... talvez se mexer seria uma ótima ideia, mesmo que talvez, tenha que esperar alguém... realmente não se lembra, seguiu o conselho de sua omma naquele momento, "espere a bagaça acontecer", bem... omma era uma mulher respeitável, era. Depois que se casou com appa, tenha perdido toda a sua essência, não por que brigavam... ah, era um casamento saudável, mas... rotineiro demais, talvez seja isso que a fez perder-se na vida em si.

Suspirou, revirando os olhos... sua omma fala que o seu casamento era o melhor é gritava a sete ventos que Sohee teria um igual... bem, era louca, simplesmente maluca. Não só por querer que a filha tenha um casamento rotineiro e enjoativo, por querer que a filha se case! Já estava perto dos seus trinta anos, e odiava lembrar disso, talvez seria bom arranjar um parceiro ou coisa parecida.

Levantou o projeto de bunda de chumbo e foi até a cozinha... precisava comer algo com pelo menos, cinco nutrientes... bem, só talvez.

Pegue algo decen- hm... lamen...

Pegou o copo, que sim... colecionava. Tinha de várias cores, mas o que achou mais lindo é um preto que simplesmente veio de um lamen super picante, que não se arrepende, foi gostoso, foi um jantar bom.

Foi até a máquina de água que comprou quando se mudou para o apartamento, sua omma na verdade. Disse que era melhor pegar as coisas já quentes do que esquentar e por fogo na casa, "Esse bicho preguiça de proporções maiores vai explodir essa casa, você tem duas opções, deixar com que eu compre essa máquina de água, e que Sohee sobreviva a morar sozinha, ou, verá a casa em chamas. Decida." Foi exatamente assim que a omma de Sohee falou, e também foi assim que convenceu ao pai de Sohee que deveria comprar aquela máquina de água.

Colocou a água, bem... Namjoon fala que Sohee é um tipo diferenciado de garota, já que todas gostam de lamen pela metade, sem muito excesso e também sem faltar. Mas, Sohee gosta que o caldo seja praticamente um copo de água, já que assim, vai matar sua sede e a fome também. Fechou o mesmo com o Sujeo, o deixando em cima da mesa e voltando para sala.

Ainda estava com a roupa de ontem... precisava de um banho, enquanto a "comida" estava sendo "feita", decidiu que tomaria um banho. E bem foi isso que fez.

Foi ao cubículo que... era um banheiro, se despiu e entrou na água, é... Namjoon estava certo, talvez fosse una garota diferente, sem muitas cerimônias. Entrou na água, ficando ali por alguns segundos e refletindo o por que que refletimos tanto no banheiro. Infelizmente não conseguiu respostas.

Ouviu passos dentro de casa, primeiramente pensou que fosse um estuprador e que o comeria forçadamente, mas ao ver de quem a sombra se tratava, ah... não tinha coragem de matar uma mosca. A tora ambulante, mas conhecida como Kim Namjoon, mas apelidada por Sohee de Joonie.

- Estou no banho. - falou em um tom consideravelmente alto. Bem, Namjoon tinha a cópia da chave... eles já discutiram por ele ter ficado quatro horas esperando Sohee acordar, já que estava trancado do lado de fora, dias depois ela o deu três chaves, a da portaria, do apartamento e da sacada, se quiser se jogar. - Afinal... o que veio fazer aqui? - Perguntou, enrolando a toalha em seu corpo e saindo do banheiro.

- Eu disse que as quatro horas estaria aqui pra passarmos por Seul. - falou um tanto que, ácido...? Suspirou, talvez fosse o stress do trabalho.

- Namjoonie... não seja como um limão. - falou, saindo do quarto com um moletom que realmente não tinha visto o desenho.

Namjoon riu, vendo que era o moletom do BTS que teria comprado à algumas semanas atrás. A mais velha olhou para baixo, vendo a estampa e sorriu, colocou a mão na cintura curvando para o lado.

- Eu estava preparando lamen... - falou, voltando a sua posição normal e indo até a mesa, se sentando com o pequeno copo de macarrão em mãos. Namjoon e foi até a cozinha, para os armários sendo mais exato, pegando três potes. Prepararia um "super lamen" foi assim que apelidou a única coisa que consegue fazer sem botar fogo na casa.

- De quais sabores vai fazer? - Perguntou, começando a comer o que tinha deixado pronto.

- Dois de carne e um de pimenta. - falou, enchendo a panela na máquina de água e pondo os três potes dentro, colocando o tempero e fechando em seguida. - Você só sobrevive de lamen... qualquer dia desses vai comer no dormitório, não quero que fique desnutrida. - falou, indo em direção a mesa, arrumá-la.

De-desnutrida?!

- Ki-Kim Namjoon... você me chamou de desnutrida? - falou, terminando de comer e apontando o Sujeo para o mesmo com se fosse uma arma. O mais novo levantou as mãos em rendição, rindo. - Não ria! - falou, ainda com o Sujeo apontado para o mesmo, se aproximou colocando o palitinho em seu pescoço. - Eu posso te matar.

- Você não viveria sem mim. - falou, a humildade mandou uma mensagem, xô ler... oi, eu existo. Pensou revirando os olhos, e se sentando na mesa.

- Realmente, imagina... - falou, apoiando o queixo nos punhos fechados, vendo uma mecha do cabelo preto cair sobre o rosto, assoprando a mesma, fazendo com que saísse dali. - você não me traze- cadê a marmitinha?! - perguntou com um olhar triste, passando os dedos entre os fios molhados. Com uma expressão triste, fungando de uma forma mentirosa.

- O Jin hyung não está em casa, ele foi pra selva... - falou, indo até onde estava a panela a trazendo para para mesa, dividindo em porções iguais.

- Ah... - falou, antes de comer uma boa parte de seu prato, comeu, em seguida olhando para o mesmo. Se levantou, indo a geladeira, pegando um pote de salada. - Aqui... - colocou o pequeno pote com uma salada verde e vermelha, se perguntava quem teria dado, ou se comprou, aonde? Ela realmente não lembrava. - Eu vi o... - Parou de falar, pondo uma quantidade considerável na boca e comendo com certa velocidade por conta da comida muito quente. - ...trailer da Wings Tour. - Terminou, pegando com o Sujeo um tomate cereja do pote.

- Hm... - falou com a boca cheia, sabe que Sohee era chata o bastante pra gritar com ele por falar de boca cheia, então mastigou, engoliu e depois falou. - o que achou? - Perguntou, gostava da opinião de Sohee, ela sabia sobre essas coisas, sempre era sincera, dando as melhores opiniões.

- Vocês trabalharam bem na fotografia... e também, você nunca abriu a boca comigo pra falar das teorias... isso me machuca um pouco. - Falou, com uma cara de tristeza falsa. Namjoon riu, comendo mais um pouco do macarrão, que mesmo sendo, uma fonte de morte, tristeza e doenças, estava bom... na verdade, lamen é delicioso.

- Quem disse que tem teorias? - Perguntou, bebendo um pouco de suco que a mesma havia preparado mais cedo, bem... talvez preparasse algo decente, isso era o suco. Riu com a reação da mesma, uma cara de "Me fale se não quiser virar comida de microorganismos." - E também... pode ou não pode ter teorias... nem tudo tem algo por trás. - falou, colocando mais um pouco do lamen, mas é interrompido por uma mãozinha, pequena mais forte de certa forma, lhe bateu nas costas de sua mão, recoou, com uma falsa cara de dor, riu em seguida.

- Sério? - Perguntou, colocando a tampa na panela vermelha, dada por sua mãe, guardou na geladeira em seguida, tomando cuidado para não se queimar. - Querido, isso vai ser meu almoço. - Soltou, fazendo Namjoon gargalhar. Gwong como sempre, folgada, se arrastou em Namjoon, pedindo colo, e foi o que fez, colocou a mesma em seu colo. A cara de indignação de Sohee foi imediata, apontou para cachorra, apontando para Namjoon em seguida, abrindo e fechando a boca, sem soltar nenhum som. - Já tá me trocando... tô vendo, tá bom?! NAMJOON!


Notas Finais


Vrau... tentei soltar meu lado comediante nesse capítulo, não me batam pmdds... não quero que me batam pelo o Hobie não ter aparecido ainda :'v

Bem, agora eu tô ouvindo, Rap do Shiki X Hentai Dude, Senpai... melhor música, tipo... bom pra caralho.

O que acharam da capa nova da fanfic? Demorei cinco mil temer pra terminar isso. Agora tá tocando Fools, o cover do Kookie e do Namjoonie Appa. Meu anus.

Bem, o que acharam?!
Eu realmente estou animada pra continuar essa longfic, que imagino que vai ter uns vinte e cinco capítulos... bem, é só o que eu acho... imagino que tenha mais, ou menos... não confiem em mim.

Até~~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...