História ..:: We are boyfriends « JiKook » ::.. - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae
Visualizações 519
Palavras 733
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shounen, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente, muito obrigado pelos 110+ favoritos. Sério, essa fanfic está crescendo e eu me orgulho disso.

Bom, não tenho muita coisa para lhes falar nas notas do autor, então me esperem nas notas finais.

Capítulo 6 - ..:: Capítulo cinco - Proposta ::..


..:: Capítulo cinco - Proposta ::..

- J-Jimin?

— Quem é você? — O Park perguntou confuso.— E como sabe meu nome?

Naquele momento o coração de Jungkook pareceu quebrar em milhares de pedaços apenas com aquelas duas simples peguntas. Jimin havia esquecido de si, Jimin havia se esquecido da pessoa que mais o amou em sua vida toda.

Jungkook então começou a chorar, chorar pela dor que estava sentindo. E Jimin por algum motivo se sentiu culpado pelas lágrimas derrubadas pelo maior a sua frente. Ele não estava entendendo o que estava acontecendo, mas estava disposto a ajudar o outro.

— Você realmente não lembra de mim?! — Jungkook perguntou desesperado.

— Me desculpe, mas não. Eu deveria?

Jeon não soube o que falar, apenas abaixou sua cabeça e limpou suas lágrimas, mas logo voltou a olhar para o Park e o puxou para uma das mesas, deixando o menor confuso.

— Deveria. Porque éramos…— Parou de falar olhando para Jimin. E se ele contasse e Jimin não acreditasse? Bom, ele precisava contar.— Namorados.

Jimin naquele momento corou e sentiu seu coração disparar. Em sua mente nunca se lembrará de nenhum namoro. Para si ele sempre foi solteiro.

— Me desculpe, mas eu nunca namorei.— Jimin disse envergonhado.— Olha, é melhor eu ir embora, senhor policial.

Jungkook suspirou e segurou o pulso de Jimin, impedindo-o de que se levantasse. Jimin o olhou com medo, ele realmente não estava entendendo o que estava se passando.

— Jimin, sei que isso pode parecer loucura e que para você eu posso parecer apenas mais um louco, mas me deixe te mostrar que lhe conheço e que realmente fui seu namorado.— Jungkook implorou.

— Tudo bem.— Se rendeu ao ver o desespero do maior.

— Ótimo. Hum, por onde começo? — Murmurou.— Então, eu sei que você ama praias e as estrelas. Sei que ama ficar tomando chocolate quente enquanto olha a neve caindo pela janela. Sei que gosta de usar roupas feminin…

— Aí meu Deus, cala a boca! — Jimin praticamente gritou e tampou a boca do outro, totalmente corado.

Jimin tirou a mão da boca do moreno, que carregava um sorriso travesso nos lábios. Então o ruivo suspirou e fez bico, vendo que o outro realmente o conhecia.

— Ok, você me conhece.— Confessou.— Mas já que diz ser meu ex namorado, como não me lembro de você?

— Bom, nós fomos separados a cinco anos atrás, pelo monstro que um dia chamei de pai. Na época ambos sofremos muito e conseguimos nos comunicar por um tempo, até aquele homofóbico de merda quebrar qualquer tipo de contato que tínhamos. Mas antes disso eu soube que nossos amigos estavam querendo lhe ajudar, assim como sua omma, e então acho que o levaram para um psicólogo, não sei ao certo.

Jimin sentiu uma forte dor de cabeça o invadir e levou a mão para sua testa após ouvir aquelas palavras. Realmente algumas coisas das quais o moreno lhe falou eram verdadeiras; ele lembrava de uma perda, de seus amigos e sua tentando lhe ajudar e do psicólogo. Mas por que o policial a sua frente não estava em sua mente?

— Seja lá o que aconteceu, mas você se esqueceu de mim, mesmo depois de prometer que nunca faria isso.— Suspirou.— Então por favor, me deixe tentar lhe reconquistar, me deixe voltar a fazer parte de sua vida, me deixe lhe lembrar de seu passado!

Aquilo parecia arriscado e Jimin ainda estava meio receoso sobre aquilo tudo, mas o outro parecia tão desesperado e pelo o que aparentava lhe conhecia bem. Além de que seu corpo estava diferente na presença do moreno; seu coração estava mais acelerado do que o normal, seus pelos se arrepiavam facilmente e suas bochechas estavam ficando facilmente coradas.

— Por favor, Jiminnie! — Implorou.

Jimin se rendeu e assentiu, sabendo que aquilo era arriscado. Ele queria muito se lembrar de seu passado, as coisas nunca se encaixavam direito em sua história. Então por isso Jimin aceitou a proposta do outro, que parecia confiável.

— Ótimo! Então, você poderia me encontrar aqui amanhã nesse mesmo horário? — Perguntou.

— Claro. Até mais…

— Jungkook, Jeon Jungkook.

— Até mais, Jeon.— Jimin se despediu e saiu da cafeteria.

Ambos os corações estavam acelerados. O de Jimin por motivos que ele nem sabia e o de Jungkook pela tamanha alegria que estava sentindo. Jeon havia reencontrado seu pequeno e, mesmo que o Park não se lembre dele, o moreno fará de tudo para que o ruivo se lembre de si.


Notas Finais


Me desculpem pelo capítulo pequeno, ok? Ele está menor porque era apenas o primeiro diálogo de JiKook depois de um bom tempo. Além de que vou fazer um pequeno aviso aqui.

Então, como já falei antes estamos nos 110+ favoritos e por isso irei fazer um especial com p.o.v Jimin.

Bom, era só isso.

~ Chu 🐥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...