História 10 dias com ele - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Sakura, Sasuke, Sasusaku
Exibições 210
Palavras 1.602
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Self Inserction, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 18 - Surpreso


 

10 Dias com Ele

Sasuke


         Destruído, era a palavra certa para me descrever. Eu havia perdido o chão, mas o que eu esperava? eu mesmo havia acabado com tudo. Mas eu mereço, a culpa é toda minha, tudo o que eu amo é tirado de mim, já deveria ter me acostumado com isso.

— Sasuke. — A voz de Naruto saiu preocupada.

Desci do carro e fechei a porta.

— Obrigado. — Minha voz saiu rouca.

— Você vai ficar bem? — Ele perguntou me olhando com pena.

Eu não quero olhares de pena, eu não mereço a pena de ninguém.

— Vou. Boa noite. — Respondi e me virei indo em direção a entrada do meu prédio.

— Se cuida e não vá fazer nenhuma besteira. — Ainda o ouvi gritar.

Abri a porta do meu apartamento e entrei no mesmo, me sentei no sofá e fiquei olhando pras paredes.

— Parabéns Sasuke, parabéns. — Soltei um suspiro e passei a mão no rosto.

Eu deveria ganhar o osca do cara mais idiota do planeta. Agora só me resta suportar a dor e tentar esquece-la, coisa que será muito difícil.

Acabei dormindo no sofá pois não tinha vontade nem de ir para minha cama. 

— Sasuke acorda. — Senti alguém me balançando e resmunguei me levantando.

— Droga. — Minhas costas estavam doloridas, ter dormido no sofá não foi uma boa ideia.

— Sasuke. — Ouvi a voz chamar de novo.

  Passei a mão no rosto sentindo uma puta dor de cabeça e abri os olhos, tendo a visão de Madara parado em minha frente.

— Você andou bebendo? — A voz dele saiu repreendedora enquanto segurava um litro de Wisky.

Me levantei me sentindo zonzo e cambaleei até meu quarto. Xinguei quando bati de cara com a porta, o meu humor estava horrível.

Tirei a roupa pelo caminho e entrei no banheiro onde tomei um banho gelado. Sai do banheiro enrolado em uma toalha e escultei vozes pelo apartamento.

Vesti apenas uma bermuda preta e baguncei os cabelos saindo do quarto, dando de cara com meu tio e Karin.

— Bom dia Sasuke. — Karin sorriu pra mim e eu a ignorei, o que essa garota esta fazendo aqui?

— Por que ainda não esta arrumado? você têm que ir a uma entrevista em vinte minutos. — Madara disse e eu passei por ele indo para a cozinha, precisava de um remédio para dor de cabeça.

— Não tô com cabeça. — Respondi pegando uma cartela de comprimido e tomando um.

— Esta vendo Sasuke? olha como aquela garota te deixou, você ta acabado. — Ele resmungou balançando a cabeça negativamente.

— Hum. — Me sentei na mesa e vi que estava cheia.

— Eu fiz café pra você. Esta amargo do jeito que você gosta. — Karin disse correndo ao redor da mesa, colocou café em um xícara e me entregou.

— Sasuke meu querido sobrinho, você precisa se animar, precisa esquecer essa garota. — Madara sentou em minha frente.

Experimentei o café de Karin e cuspi longo em seguida. Que merda era aquela?

— O que foi? estava quente? — Ela começou a falar na minha cabeça e eu me levantei.

— Me deixem em paz que droga, vão embora. — Alterei meu tom de voz me afastando.

Eu só queria ficar sozinho.

— Eu não acredito no que eu estou vendo, você vai deixar isso acontecer com você Sasuke? vai deixar uma mulher acabar com você? seja homem, esqueça essa garota e siga em frente, você têm uma carreira brilhante pela frente. — Ele elevou a voz se aproximando de mim.

Soltei um suspiro e me escorei na grande janela da sala, ele tinha razão. Eu preciso seguir em frente, eu afastei Sakura justamente por causa da minha carreira, não posso amarelar agora. Já estava tudo acabado mesmo.

Sai dali e fui me arrumar, seguiria em frente e quem sabe algum dia ela me perdoe.

Nos dias que se passaram eu tentava me distrair com minhas fãs e os Shows, minha rotina havia voltado e eu estava tentando me acostumar com ela novamente. Não estava sendo fácil, as vezes quando estava sozinho em casa eu me controlava para não ir atrás dela.

Eu queria pelo menos vê-la, mesmo que seja de longe. Foi ai que eu constatei que estava ficando paranoico por aquela garota. Ela não saia da minha cabeça em momento algum e eu já estava ficando louco.

Foi quando em uma sexta feira eu enlouqueci de vez e sai a procura de alguma mulher, eu precisava esquece-la e me iludi achando que outra ajudaria. Não adiantou de nada apenas me deixou mais frustrado mas eu continuei tentando.

Todas as noites eu saia a procura de uma mulher, sempre procurava asa que me lembravam ela, procurava olhos verdes e cabelos que chegassem a parecer com rosa. 

Eu estava louco. 

E assim foram se passando os dias, semanas. Todas as noites eu levava uma mulher para cama. Mas nada adiantava, só ficava com consciência pesada no outro dia.

Naruto sempre vinha na minha casa nos finais de semana para me distrair e hoje era um desses dias. 

— Cara sair pegando qualquer uma não vai ajudar em nada. — Ele murmurou balançando a cabeça enquanto comia um pacote de salgadinhos.

— Eu tô tentando esquecê-la. — Respondi olhando para a televisão onde assistíamos um programa qualquer.

— Sasuke você pegou a Karin. — Ele disse me olhando como se eu fosse um louco.

Estão vendo o tamanho da situação? estava tão louco que um dia cheguei em casa bêbado e ela estava me esperando, acabou que acordei com ela na minha cama no dia seguinte, pelo menos não lembro de nada.

— Eu tava bêbado. — Me defendi.

— Se não estivesse bebido não estaria bêbado e não transaria com ela. — Ele revirou os olhos.

— Não enche Naruto. — Resmunguei o olhando torto.

— Sabe que estão comentando não é? "Sasuke Uchiha deu a louca e esta pegando todas as mulheres que aparecem em sua frente". — Ele disse soltando uma risada irônica.

— De onde você tirou isso?

— Daqui. — Respondeu jogando uma revista em cima de mim.

Estava escrito com todas as letras o que ele disse, e ainda por cima tinha uma foto minha na capa agarrando uma garota ruiva. Ótimo era só o que faltava.

— As fãs estão loucas, estão até competindo pra ver quem consegue ser sua namorada. — Ele comentou chupando os dedos e fazendo um barulho irritante.

— Hum. — Eu não quero namorada nenhuma, a única garota que eu queria consegui afasta-la de mim com minha grande inteligência.

Seus olhos verdes vieram em minha mente e eu fiquei perdido em pensamentos.

— Aquela é a Sakura? — Naruto gritou e eu pulei do sofá.

— Onde?

— Na Tv. — Ele apontou pra televisão e eu me virei para mesma abrindo a boca.

— Sakura Haruno anuncia que começará sua carreira como cantora, depois de ter cantando com o nosso querido Sasuke Uchiha a rosada mostrou para todo o país que têm muito talento. E hoje estamos aqui no Study Senju onde ela esta gravando sua primeira música de muitas. — Uma mulher disse no microfone e mostrava a imagem de Sakura dentro da sala de gravação cantando.

Sakura? cantora? pisquei os olhos incrédulo olhando para a garota que dominava meus pensamentos.

— Nossa. — Ouvi a voz de Naruto e ele me olhava com um sorriso amarelo.

— Vamos falar com ela. — Ouvi a voz da mulher e voltei a olhar para a Tv. Sakura saiu da salinha e deu um leve sorriso para a câmera. — Sakura Haruno, tenho certeza que com essa voz maravilhosa você conquistara muitas pessoas. — A mulher sorriu.

— Obrigada. — Sakura agradeceu.

— Como esta indo a gravação?

— Muito bem e logo a música ficará pronta. — Ela parecia feliz, ela realmente seguiu em frente.

Parece que ela realmente já me esqueceu, isso me deixou decepcionado e com um pingo de irritação. 

Irritação por ela ter conseguido e eu não.

— O que acha de cantar um pedacinho para nós? — Ela perguntou animada e Sakura assentiu pegando o microfone.

Agora olhe só para mim, estou brilhando
Um fogo de artifício, uma chama dançante
Você nunca me apagará novamente
Estou brilhando, oh woah
Então, você pode ficar com o anel de diamante
Não significa nada na verdade
Aliás você pode ficar com tudo
Sim, sim
Exceto eu


       Ela cantou com um sorriso de lado e por pura ironia a câmera que ela olhava dava direto para mim. Ela estava diferente, não estava com vergonha ou medo, seu olhar era firme e decidido assim como sua postura. 

— Cara você tá fodido. — A voz de Naruto soou no meu ouvido e eu franzi o senho.

Que merda foi essa?


Sakura


          Quando Tsunade Senju me deixou o seu cartão alegando que esperaria minha resposta, eu já havia decidido que não aceitaria. Eu não me sentia pronta, eu tinha medo de não conseguir mesmo Ino me apoiando a aceitar a oportunidade que mudaria minha vida.

Agora não era um momento bom para me envolver naquele mundo de famosos. Meu coração ainda não estava recuperado.

Foi quando eu vi o amor que Sasuke dizia sentir por mim. 

Ele mostrou realmente que me "amava". O assunto do momento era Sasuke Uchiha e suas novas conquistas.

Todos os dias sua foto estava nos jornais, Tv e revistas. Ele sempre estava agarrado  com uma mulher diferente me fazendo sentir repulsa. Foi ai que minha fixa caiu e eu decidi tomar vergonha na cara esquecer aquele idiota de uma vez por todas.

Estava tão irritada que resolvi dar um basta em tudo. Aquela era uma ótima oportunidade para mudar minha vida e eu aceitaria.

Mas o que eu mais queria era mostrar para aquele cantorzinho que ele brincou com a pessoa errada

Chega de medo, chega de covardia, chega de chorar e chega de fugir de tudo. Estava na hora de nascer uma nova Sakura.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...