História 101 dias - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags 101 Dias
Exibições 23
Palavras 885
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Então, comecei outra né, vcs devem quere me matar pq já tô sem tempo e tô escrevendo mais, só leiam ok? Essa eu prometo q vcs iram gostar pq está mechendo até comigo... Boa leitura e até as notas finais meus lindos leitores que não me matam em postar outra em vez de continuar as que ja posto, amo vcs... 😉😉😉😍😍😍

Capítulo 1 - Vamos lá


Fanfic / Fanfiction 101 dias - Capítulo 1 - Vamos lá

Eu não sei como contar a vocês a minha história. Se eu começasse a falar como minha vida foi digna e interessante vocês morreriam de tédio. Não quero falar sobre meu triste passado, nem como sinto falta e sou extremamente ausente na vida das pessoas que um dia foram importantes pra mim. Quero lhes contar como serei feliz, e como serão os próximos 101 dias. Vamos lá...

Eu estava sentada, escutando a televisão e tomando meu café. Ainda usava roupas sociais, eu acabara de voltar do médico e, realmente... Alguém, por favor, poderiam matar ele? Se não bastasse dizer que eu morreria, ele ainda estava bêbado e fedendo. Eu não queria morrer aqui, assim, sozinha. Não que eu seja sozinha, mas não quero morrer longe das pessoas muito especiais, que estavam fizeram parte do meu passado. Mesmo que eu não esteja há muito tempo ao lado delas.

Imagina que triste seria: uma das melhores fotógrafas da cidade, com um filho, morrendo sozinha, e ainda por cima, morrendo infeliz, sem realizar seu último desejo (a/u: dramáticaaaaa ) É algo que eu não desejo pra ninguém, Bem, não tenho nada a perder mesmo, só estou desesperada, já que não tenho com quem deixar o Rafael. Ele é meu único filho, tem dois anos apenas, e antes de completar três, não terá mais mãe. Não quero que ele sofra com a minha perda, não quero ver ninguém chorando por mim. Então decidi que irei passar meus últimos dias ao lado dessas pessoas especiais. Adeus casa, vida... Será só eu, meu filho, a minha câmera, um carro e umas pessoas legais que não vejo há muito, muito tempo.

E acho que é só isso que precisam saber sobre mim. Agora vamos lá! Onde a senhorita Izzy está..?

Eu estava jogada no chão, mexendo em vários papéis, todos indicavam aonde essas "pessoas especiais" estavam. Nada era totalmente conclusivo, mas eram alguma base para que eu pudesse achar elas, e realizar meu último desejo.

–Ma-mamae... –Rafa vinha em minha direção e coçava os olhos, ele era tão fofo e pequeno...

–Oi meu amor, tá com fome? –Me levantei e pegue ele no colo –Que tal saírmos pra tomar café?

Ele abriu o maior sorriso do mundo. Ele adorava ir na padaria tomar café.

–Vou aceitar esse sorriso como um sim. Vamos nos arrumar, porque você está de pijama ainda.

Subimos correndo pro quarto e trocamos de roupa. Coloquei um vestido vermelho rodadinho e uma sapatilha bege, prendi meus cabelos em um rabo e deixei uns fios soltos. Coloquei uma camisetinha azul e uma calça jeans no rafa, com um sapatinho preto. Peguei minha bolsa e saímos.

Devia ser umas dez horas da manhã quando chegamos. Fomos apé mesmo, já que é perto do prédio em que moramos.

–Olá, Sabrina!  –Andei em direção ao balcão.

Sabrina é minha velha amiga. A conheci quando começou a namorar meu primo. Ela tem cabelos marrons e curtos, olhos tão pretos quanto a noite. Nos tornamos amigas, e nos falamos até hoje. Ela trabalha aqui, e um dia irá assumir, ja que a avó dela não está mais em condições.

–Oi, Juh! Faz tempo que não te vejo. –Ela olha pro Rafa, e sai do balcão. – Como você está grande, hein, mocinho! –Ela pega ele e eu me sento.

–Ele se parece tanto com o pai...

–Eu sei... Tenho que achar ele logo. Não quero que o rafa fique sozinho quando... Você sabe... –Olho pra baixo.

–Calma, Juh! Você sabe que eu não posso ficar com ele por causa da minha avó. Mas prometi que tentarei te ajudar ao máximo.

–Sah, você é um amor! –Falo abraçando ela.

–Entao, vai querer comer o que? –Ela coloca o Rafa sentado na mesa e pega o bloco de notas.

–Eu quero o de sempre.

–Panquecas com chocolate. E você pequeno? –Olho para o rafa.

–Bolooooo !!! –Ele fala, pulando na cadeira de tanta felicidade.

–Já volto com o pedido de vocês.

Logo depois de comemos, eu decidi ir logo pra casa. Queria arrumar tudo o mais rápido possível e partir pra New York. Não fica muito longe, só algumas horinhas.

Cheguei no meu prédio e já avistei o porteiro.

–Boa tarde, senhorita. O que falará hoje com um humilde porteiro? – Nós dois rimos.

–Seu bobo. Eu só queria avisar que passarei um período viajando. Se alguém me procurar fale para ligarem nesse número. –Entrego um papel para ele com o meu número.

–Está bem. Eu avisarei.

Mais tarde...

Quando acabei de fechar a última mala fui para a cozinha. Estava tudo pronto, só precisava arrumar o carro, já que o Rafa ia dormindo pelo visto.

Peguei uma maçã e chamei o seu Zé, meu querido e único porteiro. Como sempre, ele estava acompanhado da dona Chica. Brigavam mais que cão e gato.

Dona Chica era a síndica, ela era dona de um humilde sorriso e tinha cabelos grisalhos, e veio se despedir e me dar boa viagem.

Depois de colocar tudo no carro, subi, peguei o Rafa no colo, o coitadinho dormia igual uma pedra, e entreguei a chave.

–Boa viagem, senhorita!

–Até mais, senhor Zé!

Entrei no carro, um conversível, que por causa do rafa estava fechado, e comecei minha longa viagem, até achar todo mundo.

        Somos tão jovens

                ~~~~

         Legião Urbana


Notas Finais


Bem meus queridos aki tô eu, então, sem criatividade pra continuar as outras então comecei outra q tá mechendo comigo, pena q só uma pessoa vai entender isso, mais nao importa, leiam sem entender literalmente pq será bem melhor kkkk deixei vcs confusos, foi mal.
Comente, digam oq acha, falem suas opiniões, critiquem, apoem, até o próximo.
Bjs da padii 😘😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...