História 13 Beaches - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags 1t!¡1f, Bangtan Boys, Bts, Jikook, Kookmin, Possível Longfic, Sincronização
Visualizações 236
Palavras 1.136
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Fluffy, Musical (Songfic), Romance e Novela, Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


HELLO HELLO

Capítulo 5 - I.III Cherry; Diga Que Se Lembrará de Mim


No quarto dia de Jimin ali, o garoto percebeu que já deveria ir embora. Ele tinha pouco tempo de férias e várias praias para visitar. Eram 13, é a próxima se ele não se engana é a Peaches.

O moreno que agora se encontrava sentado como um indiozinho enquanto conversava por Skype com Taehyung. O amigo estava na casa dos pais em Daegu, tinha chegado de manhã. Tae já havia comentado com o Park que queria passar uns dias com os pais. E Jimin particularmente achou uma ótima idéia. Os dois estavam conversando sobre assuntos idiotas e banais, até é claro Taehy tocar em um assunto delicado: Jeon Jungkook e Park Seoyeon.

— Eu não quero saber deles, Tae — falou soltando um suspiro, vendo o Kim tentando se controlar para não falar. — Tudo bem, fala.

— Jungkook veio atrás de você. Na verdade eu acho que ele ainda está atrás de você. E ele parecia, sei lá, angustiado. — Jimin franziu o cenho com aquelas informações. O que Jeon queria de si afinal? Ele nunca o procurou quando namoravam; por quê agora está fazendo isso? Já não basta a cena que viu e os chifres? — ele realmente ficou abalado quando eu contei que você estava viajando. E que não queria saber dele.

O Park então ficou estático. O que estava acontecendo com Jungkook afinal? Ele nunca fora assim. Ele nunca correu atrás de ninguém.

— Ele também falou que iria te ligar — confessou Tae enquanto ajeitava a câmera e pegava uma garrafinha de água, tomando um bom  gole, antes de continuar a falar — mas o trouxa esqueceu que você mudou de número. Coitado, 'tô rindo muito dele agora. Por dentro, óbvio.

Okay; agora o Park tinha certeza que tinha algo de muito errado com seu ex. Mas não é como se ele quisesse se preocupar. Jeon fez o que fez; confessou que a culpa fora sua – por mais que o garoto saiba que a culpa é de Seoyeon também – e agora quer vir atrás de si como se ele fosse o receber de braços abertos?! Se esse plano de dar de um bom samaritano é para fazê-lo o perdoar, bom, está falhando miseravelmente. Jimin não quer, e não irá perdoar o Jeon ou Seoyeon.

— Patético, sem dúvidas, patético. — soltou Jimin enquanto revirava os olhos. — Taehy, tenho que desligar agora. — um bico formou nos lábios de ambos

— Ah, okay. Tchau, bebê — Taehyung se despediu, com aquele apelido carinhoso que dera ao melhor amigo. — Vê se me liga ou me manda mensagem com mais frequência, 'tá?

Jimin riu, assentindo — Okay. Tchau, TaeTae. — Jimin sorriu, fez um coração e Taehyung também; e então finalizou a chamada.

O Park suspirou, ajeitando seus óculos escuros e levantou da cadeira onde estava sentado, indo em direção a seu quarto. Ele tinha uma mala para arrumar, e pensamentos confusos para por em dia. E quem sabe, até dormir.

[✿]

Jimin estava sentado na cama do quarto onde estava hospedado, terminando de arrumar as malas. Ele já havia se despedido de Rosé – essa que chorou pakas, já que pensava que o garoto ficaria ali até o fim das férias – e logo iria descer para se despedir de Yoongi. Os dois ficaram muito amigos nesse curto tempo – o que é um milagre na visão da Min já que o irmão é bem difícil de fazer amizades – e já haviam até trocado os números. Os dois sem dúvidas irão continuar mantendo contato.

O Park franziu as sobrancelhas ao ver que no visor do seu celular mostrava que Namjoon estava ligando para si. Estranho; Nam não tem o costume de me ligar. Dando de ombros o garoto atendeu, ouvindo então a voz que ele não espera ouvir de novo, pelo menos não por agora.

— Jimin? J-Jimin por favor, não desliga. — e o moreno não desligou. Jimin estava tão estático pelo tom de voz sofrido de Jeon, que nem conseguia raciocinar direito. — Eu preciso te explicar as coisas, eu preciso te ver, eu realmente preciso de você aqui. Por favor.

Silêncio. Foi isso que Jeon recebeu. O menor estava absorvendo todas aquelas palavras que o ex o dissera. Era difícil de acreditar. Na verdade, nem dava para acreditar. Juntando toda a sua coragem, e força de vontade para não gaguejar ou fazer sua voz vacilar, Jimin o respondeu:

— Não precisa. Nunca precisou. Me poupe, Jungkook. Pare de me encher o saco, cara.

Do outro lado da linha Jeon engolia em seco. Ele sabia que Jimin estava certo. E ele dava razão para o menor. Mas ele tinha que se explicar, e principalmente, ver o moreno mais uma vez. Ele não sabe se Jimin voltará e na dúvida, precisa fazer de tudo para vê-lo novamente. Ou não. Jimin está quebrado e nunca irá perdoar Jungkook. E ainda tem a Seoyeon. Ah, aquela víbora...

— Jimin, por favor, só me responda uma coisa. E eu juro que não te pertubo mais — mentira — você me daria a chance de me explicar?

E então o Park gelou. Já estava tudo explicado, não? Os dois transaram e ponto, certo? Bom, o garoto acha que sim.

— Jungkook, esqueça de mim. Por favor. Eu não vou conseguir seguir a minha vida se você continuar com essa merda. Se você tem o mínimo de consideração por mim, o que eu acho muito difícil, por favor, me deixe em paz. — a próprias palavras frias doeram em Jimin de um jeito inexplicável. Ele negava para si mesmo, mas no fundo sabia que ainda sentia algo forte pelo Jeon.

— Diga que se Lembrará de mim, Jimin. Só me diga isso e eu te deixo em paz. — a questão era, Jimin realmente queria se lembrar de Jungkook? Queria que ele o deixasse em paz?

Não aguentando mais, o Park encerrou a chamada na cara do Jeon, e depois de tal alto, com as mãos trêmulas, abriu o celular, tirando o chip jogando o mesmo no chão para depois o pisotear. Assim como Jungkook e Seoyeon fizeram com seu coração. Sem dó, e sem pensar nas consequências. Jimin ter certeza que se fosse ao contrário; se Seoyeon o odiaria. O engraçado é que Jimin não consegue os odiar.

Respirando fundo Jimin pegou suas malas, saiu do quarto e pegou o elevador. Assim que chegou no térreo, já encontrou Yoongi, esse que tinha as mãos nos bolsos das calças e um semblante triste.

— Então você já vai… — murmurou subjetivo. Jimin forçou um sorrisinho, assentindo.

— Sim… — o moreno não sabia muito bem o que fazer, por isso apenas seguiu o instinto e abraçou o seu Hyung. Um abraço gostoso. Ele poderia até mesmo se despedaçar em seus braços, assim como se desmancha no colo de Taehyung para chorar suas pitangas. — vou sentir sua falta.

— Eu também. — declarou Yoongi enquanto deixava um selar nos cabelos sedosos do mais novo.


Notas Finais


sufoco, tiro e correria

ACABOU A ERA DE CHERRY
VEM PEACHES

OIIII ZENT, TURU BOM? VOLTEI MAIS RÁPIDO Q PRETENDIA MASOKAY.
Jeon Jungkook atrás do Jimin huuuuum
ChimChim indo para Peaches rsrsrs
AAAAA YOON COMO FOI DIFÍCIL ESCREVER VC SE DESPEDINDO DO JIMIN :((
Próximo capítulo vai ser um tiro
Falando em tiro
VCS VIRAM O POSTER Q A BIG HIT POSTOU??? MEU DEUS DO CÉU EU TÔ INSANA

❥❥Divulgação
Leave Like That — Jikook — Long!fic
https://spiritfanfics.com/historia/leave-like-that-9882454

East Of Eden — Yoonmin — One!Short
https://spiritfanfics.com/historia/east-of-eden-9928944


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...