História 13° Distrito - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Lemon, Namjin, Vhope, Vhopekook, Vkook, Yoonmin
Visualizações 29
Palavras 1.149
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Finalmente consegui postar no dia aeeeee, *palmas*
Enfim, boa leitura 😇

Capítulo 9 - Favors


Fanfic / Fanfiction 13° Distrito - Capítulo 9 - Favors

 Kim Taehyung, vejo que você não  mudou nada!

Ele virou sua cadeira, nos encarou um pouco, talvez por  ter bastante tempo que não nos encontrávamos. Se levantou, colocou o copo apoiado em uma pequena mesa que havia na frente de um pequeno sofá, e veio até onde eu e Hoseok estávamos e nos deu um abraço.

- Seus dois belos filhos da mãe – ele se separou de nós e deu um de seus belos sorrisos quadrados – vão se sentar ou vão ficar plantados ai no meio? – ele se sentou, e nos sentamos no sofá que havia ali no meio.

- Quem é esse? – perguntou apontando para Jimin.

- Me chamo Jimin, Park Jimin – ele sorriu pequeno para Taehyung.

- Prazer em te conhecer Jimin,  eu me chamo Kim Taehyung – ele também sorriu para Jimin – o que trouxe vocês aqui? Conheço muito bem vocês dois para saber que não vieram fazer apenas uma visita.

- Quer saber só o motivo mesmo o motivo ou vai querer saber a história inteira? – perguntei ao mesmo que parou um pouco para pensar.

- Bom, se você vai começar com aquela história de “Era uma vez, em uma noite chuvosa” igual da última vez que perguntei?

- Acho que não tem necessidade, aquele diz você teve que ouvir desde o meu nascimento. Não precisa repetir a dose.

- Então do começo por favor.

- Então ok, essa criança aqui – baguncei o cabelo de Jimin que me olhou com uma cara de “ pelo amor de Deus, além de me chamar de criança tem que bagunçar meu cabelo?” – fugiu das minas um dia desses, você deve ter ouvido falar certo? – perguntei e o mesmo assentiu – então, ele entrou numa rua, eu estava andando e me pediu ajuda. Mas aí uns guardas encontraram ele, e quando foram tentar pegar ele, acabou que ele levou um tiro. Eu como um bom ser humano que vive para ajudar o próximo – eu disse e Taehyung riu de mim – levei ele pro Hoseok cuidar dele. Então como ele é um ser humano que também vive para ajudar o próximo, cuidou dessa criança. Aí eu tive que ficar com ele por que..

- Você é uma pessoa que vive para ajudar o próximo – Taehyung disse e começou a rir e Hoseok também.

- Exatamente! Aí eu levei essa criança pra casa. Ontem à noite esse ser sorridente à minha esquerda foi lá em casa. Quando chegou em sua humilde residência ela estava com suas coisas todas quebradas, estragadas, e por aí vai uma extensa lista da destruição que tinha lá. A única coisa que deixaram no apartamento dele foi um bilhete e essa faca – entreguei os dois para Taehyung que começou a analisar os detalhes que haviam na faca.

- Isso aqui não se acha em qualquer lojinha por aí não – ele pegou o telefone que estava em seu bolso – isso aqui só é feito por encomenda, e vai ser meio difícil achar o fabricante.

- Então quer dizer que não vai dar para saber quem comprou? – Jimin perguntou para ele.

- Você está falando com Kim Taehyung pequeno garfanhoto – ele discou um número em seu celular – não tem nenhuma pessoa que eu não possa achar  nesse distrito, tenho olhos e ouvidos por todos os lugares – alô? Gostaria de falar com o Sr. Min-ho......Oi, lembra daquele favor que me devia? Achei uma maneira de você me pagar.....ok, vai demorar quanto para chegar?......ok, estou aguardando você! – Taehyung desligou o celular – viu, agora é só esperar que a mágica acontece!

Pov's Namjoon

Passei o dia tentando fazer com que essa garota falasse, mas ela não desembucha, só abre a boca para me xingar.

- Você não vai falar o que eu quero mesmo?

- Ainda tem dúvida? Eu acho que você está perdendo o seu tempo comigo, já deveria ter percebido que não vai conseguir nada comigo.

- Você....você....aish quer saber? Já cansei de você garota – eu segurei seu rosto a fazendo olhar para mim – você não vai falar, então vou garantir que você fique em um lugar que vai fazer você pensar se vai continuar calada – soltei seu rosto e fui em direção à porta, abrindo a mesma – podem levar ela para as minas – saí da sala e fui para o meu escritório.

Pov's Taehyung

Meia hora depois de que fiz a ligação para Minho ele chegou e foi logo entrando na sala e eu fiz sinal para que ele se sentasse e logo ele o fez.

- Senhores, esse é Choi Min-ho – Minho se levantou e apertou a mão dos três.

- Só Minho está de bom tamanho – ele sorriu – e como eu posso ajudar um amigo que me ajudou tanto? – ele se sentou novamente.

- Você pode achar quem fez essa faca? – entreguei para ele, e ele pegou e observou a faca

- Eu acho que sei quem a fez – ele enrolou a faca em um pano e guardou em um bolso dentro do paletó – mas pare ter certeza preciso de um tempo, me dê um tempo.

- Uma semana, é o suficiente?

- Antes disso eu entrego o que encontrei -  ele se levantou.

- Obrigado Minho, é sempre bom poder contar com você – ele sorriu e saiu.

- Desde quando você é educado? – Yoongi me perguntou – quem é você e o que fez com o meu amigo? – todos rimos do que ele disse

- Yoongi, agora me diz uma coisa que eu não entendi.

- E o que seria?

- Se estão atrás de vocês e já descobriram o Hoseok não seria mais prudente ele ficar em um lugar seguro?

- Pela lógica, sim.

- Ele poderia ficar em minha casa, nenhuma pessoa em seu juíso perfeito ousaria invadir minha casa.

- Tem certeza que aquilo é uma casa? Tá mais para fortaleza.

- Dá pro gasto... e aí aceita ou não Hoseok?

- Não vejo problema em ir para lá – ele olhou para Yoongi.

- Não ficando no seu apartamento onde podem mandar uma bomba a  qualquer momento pode ficar onde for – Yoongi disse para o outro que abriu um sorriso.

- Então está decidido – olhei o relógio – meu Deus do céu, está tão tarde assim? – Yoongi olhou em seu celular.

- Já está tarde, acho  que já devemos ir embora – Jimin e Hoseok se levantaram logo depois de Yoongi.

- Hobi, pode ficar, eu peço alguém para levar os dois e pegar as suas coisas.

- Ok – ele abraçou Jimin – se cuide bolinho – depois abraçou Yoongi – tenta ser legal e não tentar matar o Jimin.

- Vou pensar no seu caso – ele bateu de leve no ombro de Yoongi que fingiu uma cara de dor. Me levantei e abracei Jimin.

- Tenha cuidado e juízo pequeno garfanhoto.

- Tudo bem – ele sorriu para mim e eu abracei Yoongi e sussurrei em seu ouvido – eu quero que venha aqui depois, tenho algo para falar para você.

 - Ok, tchau para os dois – ele disse e eu mandei uma mensagem ao meu motorista dizendo para levar eles para a casa – ah, já ia me esquecendo, não esqueçam da camisinha vocês dois.

- Vai se foder Yoongi – eu disse e ele riu logo saindo da sala.


Notas Finais


Esse foi o cáp, desculpe qualquer erro que tenha ficado por aí....
Até o próximo cáp, beijinhos 😙💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...