História 1950 - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 12
Palavras 994
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Festa, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 5 - 1950


-Você -Katherine falou atrás de mim, quando me virei achei que tinha me reconhecido.

-Katherine -Satacy tentou voltar a atenção dela para ela -O que faz aqui? -Kath tirou os olhos de mim e olhou para Stacy.

-Eu...eu… -Ela se voltou para mim novamente -Você  não se lembra de mim?  -Me perguntou, deixando a pergunta de Stacy no ar.

-Eu deveria? -Meu cérebro entrou em curto circuito e tentei pensar se já tínhamos nos visto antes de tudo isso.

-Então você não lembra -Suspirou triste, ver ela fazendo aquele olhar triste me fez ter raiva de mim mesma por não lembrar.

-O que exatamente eu deveria me lembrar? -Perguntei na tentativa de ganhar uma dica.

-Nos conhecemos a um ano atrás num pequeno parque em Holmer Green, você me deu vários conselhos logo depois de eu brigar com meus pais por conta da minha escolha de fazer faculdade  -Seus olhos transbordavam esperança de eu lembrar de algo, entanto, não me veio nada.

Holmer Green era uma lembrança que tentava apagar com intensidade da minha mente e parece que tinha sofrido um bloqueio para algumas lembranças, por isso não estava tão surpresa de não conseguir lembrar.

-Desculpe, sofri alguns conflitos naquele lugar e meu cérebro se recusa a ter memórias dele então não lembro de quase nada -Vi suas esperanças morrerem.

-Entendo, me perdoe pelo incomodo -Ela ia se retirar.

-Não precisa ir, pode nos fazer companhia -Stacy se pronunciou.

-Se não for incomodo.

-Claro que não,  fique a vontade.

Ela pediu licença e se sentou numa das cadeiras. Ela me olhou intensamente e eu me perguntei o que ela estaria pensando naquele momento.

-Vamos começar com uma apresentação -Stacy se voltou para mim e entendi o que queria.

-Sou Liss sou irmã do Alisson é estou de passagem -Fiquei imaginando quanta coisa errada iria acontecer se essa mentira ficasse muito grande.

-Você nunca me disse seu nome e fico ainda mais pasma por ser irmã do Alisson  -Kath fazia uma cara de surpresa -De qualquer maneira... -Ajeitou sua postura -Eu sou Katherine, irmã do Carlos e faço medicina.

-E as duas já sabem quem sou, então fim das apresentações -Decretou a loira e começou a falar de coisas aleatórias.

Passeamos todas juntas vendo todas as lojas, eu ficava só observando as duas se divertindo. Stacy e Katherine eram muito parecidas apesar dos olhos da Stacy serem castanhos claros, Kath era da mesma altura e além disso a outra única diferença era o tamanho do busto o qual a da Stacy era maior. De vez em quando Kath me mandava olhares enigmáticos e eu apenas os ignorei. Após um longo período Stacy nos abandonou, mas ela mais me abandonou. Como eu iria voltar vestida desse jeito? E ainda tinha Katherine comigo. Ela me deu um tapinha nas costas e falou:

“Se vira”

-Aquela... -Apertava o punho.

-Você mudou bastante -Kath falou ao meu lado -Você emanava tanta alegria naquela época, agora parece que ela lhe foi retirada a força -Ri da sua conclusão.

-Ninguém fez tal observação sobre mim antes -Me virei para ela e fez uma cara de quem se arrependeu do que falou -Muita coisa aconteceu de um ano pra cá, meus demônios ficaram grandes demais para eu enfrenta-los sozinha -Comecei a andar e ela me acompanhou.

-O que exatamente aconteceu? -Seu olhos eram inocentes.

-Nada que mereça ser relembrado -Falei fria querendo encerrar aquela conversa. Ela tinha entendido o recado, pois não fez mais nenhuma pergunta.

Queria poupar aquele pequeno ser de uma história que ela não tinha nada a ver e ainda queria me poupar de explicar algo muito complicado até mesmo para mim. Caminhamos num silêncio ensurdecedor que estava me irritando, mas nada disse.

Pov. Katherine

Ela não era mais aquela pessoa alegre e contente com a vida que eu havia conhecido, com o pouco tempo que nos falamos pude ver que ela não conseguia ver alegria nas pequenas coisas como ela havia me ensinado. Fiquei a observando e ela estava bela como sempre com seus cabelos ruivos e olhos verdes que sempre me encantaram que hoje estavam sem vida e opacos. Se vestia com um vestido simples branco e algo me chamou a atenção, seu tornozelo continha uma vermelhidão que beirava ao roxo.

-O que aconteceu com o seu tornozelo? -”Alisson tinha o mesmo machucado” Pensei.

-...Eu...bati...em uma...cadeira? -Ela tinha soado confusa com suas próprias palavras.

-Hum… -Falei não acreditando. Chegamos perto do dormitório dos homens.

-Eu já vou indo, eu tenho que ir no meu… irmão -Disse, sem se despedir se direcionou ao dormitório.

Eu fiquei um tempo no mesmo lugar refletindo o que poderia ter a atormentado tanto para mudar daquele jeito. Balancei a cabeça na tentativa de afastar esses pensamentos e voltei o meu caminho para o dormitório feminino.

-Maninha!! -Carlos gritava atrás de mim.

-O que foi? Não estou com cabeça para seus pedidos hoje -Falei sem me virar.

-Nossa! Que bicho te mordeu? Eu só quero conversar com minha irmã.

-Sei, fala logo o que você quer -Cruzei os braços.

-Assim você me ofende -Fez uma careta -Eu só ia perguntar se você viu uma ruiva quase do meu tamanho passando por aqui.

-A irmã do Alisson?

-Essa mesma e como tu sabe?

-Eu encontrei ela com a Stacy a um tempo, acabei de me despedir dela.

-Sério?! Pra onde ela foi? -”O que ele queria com ela?”.

-Não sei exatamente, ela saiu andando por ali -Apontei para o lado oposto do dormitório masculino.

-Muito obrigado mesmo, já vou indo nós nos encontramos em breve -E seguiu o caminho que eu indiquei enquanto eu o observava desaparecer pelo caminho.

“Mas que infernos eu acabei de fazer?” -Me perguntei internamente “Eu acabei de mentir para o meu irmão e foi tão involuntário”. Não sei o que aconteceu, simplesmente joguei as palavras para fora. Algo em mim não queria dizer a verdade. Suspirei alto.

-Tenho que parar de andar com a Stacy, só pode ser convívio.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...