História 1ª temporada de Incesto (Imagine Jungkook) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga
Tags 1ª Temporada, Hot, Incesto, Proibição, Romance
Visualizações 239
Palavras 1.303
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá!👋😊
👇Aqui mais um capítulo!😘

A todos, boa leitura!✌😉

Capítulo 5 - Quatro • 4


Será que eu vou? Oxe da muié indecisa Quer saber? Eu vou! O que for pra acontecer que aconteça! 


Me levantei e fui até a porta do quarto do Kook e bati na mesma, ele abre a porta e da um sorriso largo.

Jungkook é muito fofo, ele tava me deixando confusa, eu não sabia mais o que queria, ele mexeu tanto com os meus sentimentos quando ele chegou nessa casa, ele está me fazendo sentir coisas que nunca senti antes, eu estava o desejando para que ele fosse apenas meu e isso é muito errado.

__ Oi S/n – ele diz ainda com aquele sorriso fofo.

__ Oi – do um meio sorriso – O meu amigo Jimin me ligou para eu ir dar uma volta com ele e uns amigos, você não quer vim?

__ Tudo bem, eu vou! – ele sorri novamente – Bom, eu só vou me trocar e já vou, ta?

__ Tá, vou me trocar também – digo indo até meu quarto.

Vou até o banheiro, começo a me despi e vou para de baixo do chuveiro ligando o mesmo deixando aquela água morna caindo em meu corpo. Terminei o banho e me enrolo na toalha, comecei a cantarolar uma música qualquer, abri a porta e depois saio fechando a mesma, assim que me viro fico assustada ao ver Kook sentado na ponta da minha cama olhando para o chão com uma maçaneta na mão.

__ O que é que você tá fazendo aqui? – digo tentando cobrir minhas coxas com as mãos – Esse é meu quarto, o que faz aqui? Por que não me avisou que tava aqui? – começo a falar como uma tagarela.

__ Calma, tá tudo bem – ele se levanta da cama e encara o chão – Só vim dizer que a maçaneta do meu banheiro tá quebrada – ele levanta a mão que estava segurando a maçaneta para que eu vice – Eu percebi que você estava no banheiro e resolvi esperar aqui.

__ Tudo bem, vai se arrumar que quando chegarmos eu conserto isso.

__ Eu já to pronto.

__ Ótimo, então me espera lá em baixo, ok? – ele assentiu

Vou em direção de Kook empurrando o mesmo de leve para fora do meu quarto para que eu possa me trocar. Fecho a porta e me encosto na mesma pondo a mão no peito sentindo meu coração acelerado.

Kook realmente estava me deixando extranho, me fazendo ficar confusa, não consigo mais raciocinar as coisas como antes, eu fico viajando minha mente na lua, não sei mais o que eu sinto, meus sentimentos estão confusos. 

Kook chegou hoje e fez tudo isso comigo. Como ele fez isso sem perceber? Como? Bom paixão não é! Eu mal conheço ele direito, talvez seja só atração, desejo, vontade de telo pra mim. Tenho medo de que esse desejo se transforme em paixão.

Para de pensar nele! Foco no Jimin! Aquele lindão!

Droga!

Ainda tem o Jimin que mudou tanto, me fazendo esquecer totalmente da nossa amizade. 

Realmente estou confusa com os meus sentimentos, eu tenho que esquecer o Jungkook! 

Termino de me arrumar e desso as escadas encontrando Kook e Jimin sentados no sofá conversando.

__ Oi Jimin! – digo e Jimin me olha e vem em minha direção me dando um abraço – podemos ir?

__ Claro! Esse é seu irmão? – diz apontando para Jungkook que estava atrás de Jimin e eu assenti – Ele é legal, depois me explica tudo! Vamo!

Saímos de casa e fomos para o carro de Jimin, o mesmo entrou e deu partida. O caminho fomos falando de coisas aleatórias, Jimin e Kook só sabiam falar de videogame.

Fiquei curiosa em saber onde Jimin iria nos levar já que eu não havia perguntado.

__ Jimin... – o chamo – Onde vamos?

__ Vamos ao Shopping – diz com um sorriso fofo – Vamos conhecer meus amigos.  Mas... Por que perguntou? 

__ Não, nada. – dou um sorriso e ele retribui um mais bonito.

__ Continuando... – Kook diz para Jimin – Já conseguiu chegar alguma vez no nível 28?!

__ Já, lógico! – ele diz simplesmente – Eu já tô no nível 32! E você, em que nível tá?

__ Eu tô no nível 31.

A conversa daqueles dois era sem graça, mas ouvi atentamente, apenas para ouvir a voz deles.

Que vozes lindas!

Jimin para o carro em frente ao shopping, saímos do mesmo e entramos, fomos para a praça de alimentação.

Jimin vai na direção de dois meninos e uma menina, o garoto da direita era pálido e lindo, já o garoto de esquerda era alto com um sorriso lindo mostrando sua linda covinha o mesmo era muito lindo também, a garota também era bonita, mas isso não interessa.

__ Eaí galera? – Jimin diz ao se aproximar dos amigos – Essa é minha amiga S/n, S/n esse é Yoongi, Namjoon e Sun – diz me apresentando a cada um deles – E esse é o Jungkook, irmão dela – ele apresentou Kook – bom... Vamos comer algo?

__ Vamos – dizemos todos juntos.

Fomos em uma lanchonete e pedimos suco e uma fatia de pizza pra cada um. Avistamos de longe uma messa desocupado e fomos nos sentar na mesma. A ordem ficou Jimin, Yoongi e eu, do outro lado da messa ficou Kook, Sun e Namjoon.

Todos estavam conversando animadamente, Kook estava conseguindo se enturmar, já eu, eu não, não sou boa em me enturmar e não estava afim. Minha mente estava apenas em Kook, como ele conseguiu mexer tanto comigo, não consigo parar de deseja-lo isso é errado, muito errado.

Sou tirada dos meus devaneios com Yoongi me chamando.

__ Você me escutou? – Yoongi pergunta.

__ Não... Eu estava distraída... Desculpa – ele assentiu, os outros ainda conversavam – O que você estava me dizendo?

__ Eu tinha perguntado de onde você veio – diz e me encarando.

__ Eu vim do Brasil, de São Paulo – ele franzi o cenho.

__ Sério que você é brasileira? – ele pergunta e eu acssenti – Legal, sempre ouvi dizer das brasileiras... – ele me encara e percebo que ele ficou incomodado com algo.

__ O que foi? – ele fica corado. – É que eu ouvi dizer que as brasileiras tem curvas muito lindas – dou uma risadinha – e essa sua roupa mostra todas as curvas do seu corpo. Você é muito bonita.

__ Obrigada! – ele da um sorriso lindo e doce – Você também é muito bonito! 

[…]

Assim que acabamos de comer conversamos mais e depois saímos do shopping, nos despedimos e fomos em bora, Jimin levou Kook e eu para casa.

Yoongi é um garoto muito legal, gostei de conversar com ele. Fiquei apenas conversado com Yoongi, se bem que eu queria conversar com os outros só que eu não gosto muito de me enturmar.

O caminho de volta pra casa foi o mesmo, Kook e Jimin falando sobre um videogame.

Chegamos em casa, adentramos na mesma, Kook estava super feliz por ter feito amizades novas. Minha mãe não estava em casa, ela tava no trabalhando. Subi as escadas e me joguei na cama. Estava prestes a pegar no sono quando alguém bateu na porta, e eu já sabia quem era, lógico, só estava nós dois em casa.

Me levanto e vou em direção a porta e abro a mesma.

__ Você não vai concertar? – ele diz levantando a mão esquerda que segurava a maçaneta.

__ Claro... Eu tinha me esquecido! – peguei a maçaneta e fomos para quarto dele.

__ Como você vai consertar? – ele pergunta após pararmos em frente a porta do banheiro dele.

__ Espera aqui – dou a maçaneta pra ele – Vou lá em baixo, a mamãe tem um tipo de cola pra isso.

Saio do quarto e vou buscar a cola, procuro nas gavetas da cozinha e nada, subu e vou no quarto de minha mãe. Ao entrar vejo aquele quarto super arrumado, vou até ao criado mudo e abro uma das gavetas, vejo a cola e pego a mesma.

Antes de fechar a gaveta vejo um documento, um documento não uma carta.

O que será que tá escrito?

Não aguentando mais a curiosidade pego e abro a carta. Me arrependo de ter lido a carta. Quando li, me assusto e meus olhos começam a lacrimejar e um choro vindo de mim em seguida. 








Notas Finais


Espero que tenham gostado
Beijos da Fefe😘
J'C♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...