História 2 Months - (H.S) - Capítulo 148


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles
Tags Amor, Cameron Dallas, Cosmopolitan, Drama, Harry Styles, Liam, Louis, Niall, One Direction, Romance, Shawn Mendes, Zayn
Exibições 221
Palavras 2.907
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ola minhas pequenas criaturas do mundo magico das fanfics.

Feliz dia das crianças
Boa leitura

Capítulo 148 - Hello London, estou amando


Pov Harry

Haviamos chegado em Londres, depois vôo, estávamos acabados. Foram longas horas de vôo até aqui e acabamos de desembarcar.

Liz estava sob o carrinho com as nossas malas, eu empurrando e ela sentada.

Pegamos nossas malas e tudo o que tínhamos pra fazer ali, já acabou. Agora tínhamos que esperar o táxi.

Assim que chegou, peço pra ele ir até o hotel Rosewood London, onde nos hospedariamos por dois dias.

O hotel foi uma indicação da minha mãe. Ela acabou resolvendo isso pra mim.

Sim, a minha mãe sabe que estamos aqui. E sabe o que viemos fazer. Depois desses dois dias vamos para
a casa da minha linda e adorável mãe, Anne.

- Onde vamos agora? - ela pergunta.

- Nós vamos pro hotel - digo e beijo sua testa - descansar um pouco e mais tarde, vamos dar uma volta pela cidade... Quero te levar em diversos lugares... Eu até fiz um cronograma.

- Você pensou em tudo mesmo - fala Liz

- Pensei - digo e pego em sua mão - quero que tudo seja especial. E você nunca veio aqui, nada mais justo do que fazer com que seja perfeito pra você.

- Você já é perfeito pra mim - ela beija meu lábio - e mesmo que não haja planos, estar aqui com você já é perfeito. - ela diz - e a sua mãe sabe que estamos aqui?

- sim! - digo - e não vamos hoje ou amanhã.

- Não vamos vê-la?

- Vamos! - digo - mas não hoje.

- porque não?  - ela pergunta.

- Os Planos... esqueceu?

- Ah é. Os planos... - ela fala e olha pra janela - quais os planos mesmo?

- Não vou contar nada mocinha - digo rindo

Ela é teimosa. Intensa. Impaciente. E, de longe, a melhor coisa que ja me aconteceu.

- Sei o que está fazendo - digo - e não vai conseguir nada, eu não vou contar os planos ou qualquer coisa que seja.

Ela ri e continua olhando para a janela, para a rua movimentada e pra todas as coisas ali.

- Obrigada por me trazer aqui - ela diz - estou ansiosa pra ver tudo... E espero que não se importe, porque eu tô pensando seriamente em escrever sobre isso e tudo o mais...

- Não precisa se preocupar - digo - quero que seja uma viagem incrível,  pra você contar tudo lá. Pra ficar na memória. Espero que contribua pra suas matérias.

- Com toda certeza - ela diz - vai ser a melhor matéria da minha vida.

Seus olhos brilhavam, era como se todas as estrelas fugissem do céu e fossem habitar os olhos dela...

Liz conseguia transformar qualquer situação. Por mais nervoso que eu estivesse, por mais ansioso que eu pareça, ela me acalma. Até sem perceber.

Ela trouxe paz na guerra confusa que eu tinha dentro de mim.

E sei que da mesma forma, tenho ajudado ela, quero ser aquele que contribui para livrar ela dos medos amorosos. Não quero ser o motivo de medos ou de qualquer outro receio.

Quero apagar tudo o que ela passou com Shawn, fazer com que ela não tenha medo... que ela saiba que estou aqui... sempre.

Tudo pode parecer louco, pode parecer estranho e cedo, qualquer um pensaria. Mas, sabe aquela certeza de que você encontrou a pessoa certa? Que sua vida não será mais a mesma, se não for com essa pessoa?

O que posso fazer? Me sinto completo. E estou disposto a completar Liz também!

Que seja o melhor.

...

Chegamos ao hotel, era exatamente como minha mãe disse, era absurdamente elegante.

Fica à cinco minutos de parques. Parece uma casa antiga, com portões de ferro, janelas grandes e arbustos.

Nosso quarto, tem uma pequena lareira, janelas que deixam o quarto bem claro, uma cama enorme, banheiro logo à frente, com um vidro enorme.

Era um hotel cinco estrelas, ao qual estaria com a mulher da minha vida.

- O quarto dos sonhos - ela diz ao deitar sob a cama macia.

- O quarto é lindo mesmo - digo - se quiser, podemos reformar o de lá de casa e deixar assim, o que acha?

- Da sua casa?  - ela pergunta - eu ia querer dormir todo dia lá.

- Pelo quarto?

- Apenas por causa dele - ela ri

Assim que o rapaz que nos ajudou com as malas saiu do quarto, começo à tirar a roupa e dobro tudo. Deixando em cima da pequena poltrona que tem ali. O quarto tinha duas partes, onde dormiriamos e uma sala de tv.

- Vou tomar um banho rápido - digo e ela assente.

Entro no banheiro e Liz me olha pelo vidro que divide o mesmo, do quarto.

- Isso é melhor do que assistir qualquer coisa pornô. - ela diz.

- Você vai ficar me olhando?

- Claro! - ela diz rindo - essa é a cena mais maravilhosa da vida. Harry Styles, tomando banho e eu vendo tudo isso.

Eu começo a rir. Mas logo, ela está mexendo no celular. Deve estar avisando Alice, que está tudo bem.

Assim que tomo meu banho, me troco e ela entra pra tomar.

- Acho que agora é a minha vez - digo sorrindo e ela retribui o sorriso.

Pego meu celular, digito a mensagem pra minha mãe e digo que chegamos. Ela está animada, me ajudando em todo detalhe dessa viagem.

Fico ali olhando o cronograma. Vou levar Liz para jantar, depois quero que ela conheça a cidade.

Ela então sai do banheiro. Estou de boxer, deitado, com o celular na mão.

Liz abre a bolsa, pega uma calcinha azul e uma camiseta grande. Seu cabelo ruivo está preso num coque.

Ela caminha até meu lado na cama e se joga sob meu corpo.

- Larga o celular - diz ao se arrumar ao meu lado.

- Estava olhando algumas coisas, sobre a programação da viagem e tal. - coloco o celular ao lado.

- Dorme comigo - falou e se encaixou no meu corpo.

- Durmo - digo e ela logo se deita ao meu lado.

- Obrigada, por isso - ela diz baixo - por tudo...

- Não precisa agradecer - digo e achego minha cabeça em seu cabelo.

Adormecemos ali. Juntinhos.

Me faz feliz saber que mal começou a viagem e já aconteceu tudo isso. Espero que sejam os melhores dias, que seja incrível e inesquecível. Que seja perfeito, assim como tem sido desde quando a conheci naquele bar.

...

* 18:23h *

O vento frio embate na janela, Londres está com o clima que eu gosto. Acabo de entrar no quarto, Liz não estava na cama e nem no banheiro. A janela do quarto aberta me faz ver Liz debruçada na sacada, com o celular em mãos.

- Hey - digo e ela me olha - dormiu bem?

- Sim, eu tô aqui tirando foto - ela fala - a vista é incrível.

- Sim... É realmente linda - digo e a abraço - trouxe café e o bolinho que você gosta.

- Sério? - ela fala sorrindo - tava com fome, na verdade, ainda estou.

Andamos para dentro do quarto.

- Como não tomamos café - disse - pensei em trazer  isso e te levar pra jantar.

Iriamos jantar as 20h. Assim que chegamos dormimos um pouco. Por isso reservei dois dias aqui.

- Certo - ela fala - eu quero dar uma olhada no que Camiz colocou na minha mala.

- Acho que não trouxe tanta roupa de frio pra você - digo - mas, se quiser algo, podemos ir em uma das lojas do centro.

- por mim tudo bem - ela diz.

Então nos sentamos e começamos a tomar o "café da manhã" improvisado.

Logo mais, ela já havia tomado banho e eu também. Vestimos, ambos, casaco preto. Ela riu ao dizer que pareciamos um casal gótico que assumiu o papel da Camiz e de Zayn.

- Então, onde iremos? - ela diz

- Bom... o tour começa...

- Espera, espera - ela fala e pega o celular - fala de novo.

Eu dou risada, porque percebo que ela está gravando no snap dela.

- Fala amor - ela diz - qual o tour de hoje... Pra deixar as meninas com inveja.

- Tá! - ri  - hoje nós vamos jantar no Nando's. Foi a indicação do Niall..E depois vamos ver um pouco de Londres.

- Perfeito - ela diz animada - obrigada Nini.

- Tudo fica bem perto daqui e logo depois de visitar alguns lugares, vamos tomar chocolate quente...

- Espera - ela diz e para de gravar os snaps - vamos tomar chocolate quente?

- Vamos amor - falo rindo.

- Você é um amor, sabia? - Ela ajudanta seus lábios nos meus e me dá um selinho.

- Isso tá tudo no cronograma? - ela diz

- Sim amor - falo - e amanhã tem muito mais. Vou te levar pra ver tudo, vamos almoçar num dos meus restaurante favoritos daqui... tomar sorvete, ver o por do sol e de noite, quero te levar em um lugar especial.

- Jura? - ela diz surpresa

- Sim amor.

- Meu deus, eu te... Você é incrível, sabia disso? - ela ia completar a frase, mas para e me abraça.

Ela ia dizer que me ama? Será que.. ela não me ama tanto assim? Se ela não me ama, não sei ao certo se ela vai aceitar o pedido. E agora?

- tá tudo bem?

- tá sim amor - digo - vamos?

Eu a abraço e depois caminhamos até o restaurante. E ela parece estar impressionada com tudo. Eu fico feliz ao vê-la assim, seu rosto está iluminado. Eu nunca a vi desse jeito, ela parece uma criança que ganha um brinquedo novo. Eu fico muito feliz por estar aqui com ela. No meu lugar favorito.

Deixo os pensamentos de lado e caminho ao seu lado.

Logo, entramos no restaurante.

- Nando's? Acho que você já me falou daqui. - ela diz

- Sim... Niall adora esse lugar... É realmente muito bom - digo.

- Boa noite - o garçom diz - meu nome é Paul e eu irei servi-los essa noite.

- Boa noite Paul - ela diz sorrindo, toda simpática.

Olhamos o cardápio e ela deixa que eu faça os pedidos.

- Boa noite, gostaria de pedir essa entrada - aponto para um dos pratos no cardápio - quero dois desse e...

- Suco de limão - ela diz

- Um suco de limão e um de laranja, por favor - digo.

- Certo, volto já com seus pedidos - Paul fala e se retira.

- Adorei o local - ela diz - Muito legal...

- Vínhamos muito quando todos morávamos aqui, principalmente depois das aulas. - digo

- Me fala de você - ela diz - você sabe tanto sobre mim, eu as vezes acabo achando que eu falo demais e ouço pouco. Como... Você conheceu os meninos?

- Gosto de te ouvir! -digo - Mas Eu era um cara normal - digo - na escola, sempre estávamos juntos, desde que me conheço por gente somos amigos.

- E vocês eram os populares?

- Digamos que sim, por incrível que pareça, éramos normais, mas as pessoas da escola nos viam como um grupo popular - digo - Eu era sempre muito observador, mas bastava conhecer mais a pessoa, já brincava, zoava bastante. Eu era divertido - falo e ela me chama de metido - Não era metido, o caso é que eu tinha meu charme... - ri - Passei o rodo na escola, eu não estava nem aí pra sentimentos - ri e ela me olha - eu tinha meu charme, apesar de quieto, abusava disso pra ficar com elas.

- Então meu namorado é: Harry o pegador? - ela fala rindo.

- Na verdade, Louis era mais pegador que eu - digo rindo -Sempre foi assim! Lou passava e as meninas babando. - ri ao lembrar - acho que era aquela carinha de baby dele, o charme dos olhos azuis. Ele sempre foi amigo de todo mundo, do grupo era o mais popular... Suas irmãs estudavam com a gente, as únicas que estávamos proibidos de ficar eram elas: Felicite e Lottie.

- Lou protetor... que fofo, já imagino como ele vai ser se o bebê deles for menina- ela diz e eu sorri - e Niall?

- Bom, Niall sempre foi mais tranquilo - falo - foi o último a perder o bv. E não porque não havia ninguém, mas porque ele não ligava muito pra isso. Porque mulher... isso tinha de monte.

- Niall é um fofo - ela fala

- Não sei como ele não ficou gordo - digo - A gente conheceu ele no refeitório, na segunda série. Ele veio da Irlanda, como eu e os meninos já éramos amigos, ficávamos observando ele comer aquele tanto de coisa no refeitório. Uma vez até apostamos que ele passaria mal. E ele não passou... Então, um dia chamamos ele pra comer na nossa mesa - disse rindo - acredita que ele comeu tudo, duas vezes e ainda perguntou se o Louis e o Liam iam comer a gelatina?

Ela gargalha, aquela risada gostosa dela. Liz percebe que eu estou a olhando e coça o nariz por vergonha.

- Tá, e o Liam? - ela diz secando as lágrimas de riso.

- Liam, era o cara pra quem corríamos pra resolver os problemas. O dad do grupo... Talvez o mais responsável. Inteligente. - digo - Eu me lembro de quando Liam começou a namorar a Sophia. Eles estavam no fim do ensino médio, ela resolveu vir com a  gente pra LA e fez até faculdade lá. A gente jurava que eles iam casar. Pra mim sempre foi uma bobagem isso tudo. - digo - Liam estava apaixonado. E eu não entendia... Até zoava ele. Eu mal entendia o que era isso... paixão era uma palavra muito vaga pra mim... Até eu te conhecer.

Ela sorri.

- Por isso que... Quando eu te vi, quando comecei a querer algo com você... foi por causa dele, eu me apaixonei no primeiro instante e mal sabia como agir, sempre foi fácil pegar as meninas... Eu era expert nisso... Mas você... - a olho - Você não! Eu saberia falar sobre qualquer mulher da face a terra, tinha uma lábia filha da mãe e conquistava todas... Por você eu me apaixonei de verdade e eu mal sabia o que era isso.

- Eu acho que foi assim comigo também, não a parte de sair pegando todo mundo - ela ri - mesmo com toda aquela coisa de matéria, falando sobre o assunto, o amor se tornou tão vago...Uma palavra tão estranha pra mim - ela fala - eu lutei muito pra não me apaixonar por você, mas foi inevitável, eu já havia me apaixonado muito antes de perceber.

- Eu te entendo perfeitamente - digo.

Logo os nossos pratos chegam, agradecemos e começamos a comer.

Não vou deixar com que essas coisas entrem em minha cabeça. Talvez, ela só tenha receio de ser a primeira a dizer... Mas eu farei isso.

Porque essa é a verdade: eu a amo!

...

Pov Liz

Estava tudo maravilhoso, eu estava adorando tudo aquilo.

Niall tinha razão, Nando's é o melhor lugar do mundo pra se comer comida portuguesa. Era maravilhoso.

Acabamos de sair do restaurante e caminhávamos pela rua

- E agora o que vamos fazer? - pergunto.

- vamos tomar um chocolate quente - diz e pego em sua mão -tem um Starbucks do outro lado da rua, próximo ao hotel.

- Perfeito - digo

- E como ainda são 22:00h... - ele diz - podemos andar por ai e voltar pra assistir um filme no quarto.

- Vamos! - digo - quero tirar algumas fotos por aqui...

- Tiro quantas quiser - ele diz - E não vamos demorar, porque amanhã temos o dia cheio... Há vários lugares pra você visitar e muita coisa pra gente fazer.

- Tá me deixando mais curiosa ainda - digo e sorri.

Harry e eu, caminhamos e passamos a noite juntinhos. Londres era realmente linda e se tornou mais linda ainda por ter a companhia de alguém como Harry.

O que me fazia gostar tanto do Harry? O que me faz querer ter ele por perto? Porque me sinto atraída por ele desde que o vi a primeira vez?

Nem eu sabia dizer.

A única coisa que sei, é que ele me faz sentir completa. Me sinto viva. Me sinto inteira. Posso ser, eu mesma.

E eu sei que é ele.

É ele com esse sorriso lindo ao me contar coisas sobre ele. É ele com esses olhos que eu adoro ver brilhar. É ele com essa mania exagerada de mexer no meu cabelo a toda hora quando a gente se encontra. É ele com seus abraços quando nos faltam palavras. É ele me guianfo pelas ruas de Londres nessa noite fria.

É nele que eu penso ao ouvir aquela música que fala de amor. É ele quando escrevo. É ele quando falo em amor. É ele quando paro olhando pro nada. É ele quem me faz feliz. É ele que eu desejo. É com ele e somente com ele.

Ele, Harry Styles...

É ele que eu quero.

É ele que eu amo.

---


Notas Finais


Oi gente. Me perdoem pela demora.
Eu não sei nem se ficou tão bom... Mas, tentei.

Tive um problema com o app no meu celular e acabou travando tudo. Perdi o capítulo eu tinha feito três e ai perdi tudo. Foi pior do que eu pensei.

Eu fiquei chateada com isso, porque não salvei em nenhum outro lugar ou no pc.

Mas espero que gostem desses dois de hoje.

Volto logo com a continuação,  tenham paciência, quero reescrever e fazer mais lindo possível.

Beijos enormes e muitos Abraços.

feliz dia das crianças meus amores.

Marea


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...