História 2 Months - (H.S) - Capítulo 149


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Cameron Dallas, Júlio Cocielo, One Direction, Shawn Mendes
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Cameron Dallas, Harry Styles, Júlio Cocielo, Liam Payne, Louis Tomlinson, Luke Hemmings, Michael Clifford, Niall Horan, Personagens Originais, Shawn Mendes, Zayn Malik
Tags Amizade, Amor, Cameron Dallas, Coisasde1maria, Cosmopolitan, Drama, Festa, Harry Styles, Liam, Louis, Morte, Niall, One Direction, Romance, Shawn Mendes, Sorteio, Zayn
Visualizações 359
Palavras 2.372
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Geeeeente linda e maravilhosa, não me matem... pera... vão querer quando vetem como acabou. Haha
Boa leitura

Capítulo 149 - Realizando sonhos


Pov Harry

Acordei cedo, ainda eram 7h da manhã. Liz dormia perfeitamente ao meu lado. Eu tinha umas coisas pra fazer, preparar tudo pra que a noite, pudesse ser incrível.

Hoje iríamos andar por alguns lugares de Londres, apenas alguns, porque em um dia não será possivel visitar todos.

Me levanto, vou ao banheiro fazer minha higiene. Arrumo o cabelo, o que agora é bem mais fácil por estar curto.

Visto meu jeans preto, minha bota preta e um casaco cinza. Londres acordou com o típico vento frio.

Dou um beijo na testa de Liz e deixo um bilhete, avisando que volto logo.

Saio do quarto, pegando meu celular e carteira. Desço até o saguão do hotel para pedir uma informação.

Onde haveria uma joalheria mais próxima. O rapaz me informa que no centro de Londres há uma.

Era lá que levaria minha mãe, assim que a encontrasse na estação. Iríamos juntos.

Era um tanto cedo, mas era necessário pra que eu pudesse agir enquanto Liz dorme.

Eu estou decidido à mudar a minha vida, literalmente. Dar um passo grande e com certeza, o passo mais louco que já dei na vida.

Você deve se perguntar às vezes, como saber se está pronto para dar um passo que pode mudar a sua vida.

Eu já dei grandes passos na vida, mas nenhum se compara ao que decidi dar agora.

Óbvio que umas pessoas acham que somos muito novos para avançar ou fazer algumas coisas. Mas, minha mãe costuma dizer que podemos dar passos grandes, se há paz em nosso coração.

O primeiro passo, é sonhar grande. Sonhar com o melhor.

Claro que vem os desafios, as coisas que tentam nos barrar ou fazer esquecer que somos capazes de alcançar algo. E é ai que entra o segundo passo, é determinar em seu coração.

Quando temos a certeza em nosso coração, nada pode nos impedir.

Então, quando você já sonha e determina, você já pode avançar para o terceiro passo: Planejar.

Como fazer, colocar no papel, conseguir as pessoas certas pra te ajudar... Se conseguir guardar pra você, ótimo. Mas, se assim como eu, precisar de auxílio (porque nessa vida, não conseguimos muita coisa sozinhos, sempre temos que ter aquela "mãozinha).

E então, vamos colocar nessa lista um quarto passo: Conte às pessoas certas!

Algumas pessoas, são incríveis no incentivo... mas outras... Ao contrário disso, fingem estar felizes por você, quando na verdade, deixam a inveja ou o desânimo pegar você. Elas sempre são assim, você conta e depois de parecer que está feliz por você, começam a te fazer desacreditar daquilo que você idealizou. Colocando coisas na sua cabeça e ai você acaba até desistindo, se não estiver focado no que deseja.

Então, muita atenção à quem você conta seus sonhos.

O quinto e último (se não houverem mais passo para cumprir), é: Realizar.

E essa parte exige muito cuidado. Embora seja cansativo, o final vale a pena.

E é o que eu estou fazendo, indo em busca do realizar, pretendo iniciar a realização hoje. Sim, iniciar. Porque tem algumas etapas nessa realização, uma coisa vai puxando a outra e ao fim, realizo tudo e vou em busca de novas realizações.

Claro! Porque a gente sempre sonha, é algo que não dá pra parar.

Uma pessoa sem sonhos, é uma pessoa que não vive!

Seja grande ou pequeno, seu sonho não deve ser enterrado. REALIZE.

...

Pego um táxi, que me deixa em frente a estação. E lá está a minha mãe.  Aquela que me ensinou tudo isso. Ela é uma das que me ajudam a cumprir o quarto passo.

- Olá querido! - ela diz me abraçando - tudo certo?

- Oi mãe. - digo - tudo sim. E então, vamos?

- Vamos.

- Trouxe o que eu te pedi? - digo sorrindo

- Claro filho - ela diz tirando um pequeno saquinho de veludo do bolso do casaco - fico feliz que esteja certo disso.

- Nunca tive tanta certeza de algo, como agora! - falo e ela sorri pra mim.

- Então, vamos! - ela diz.

Eu e minha mãe, começamos a andar pelas ruas de Londres, rumo à Joalheria.

Rumo à minha realização.

...

Eram 9h, consegui fazer o que tinha que fazer. Deixei minha mãe na estação, peguei o táxi e voltei para o hotel.

Assim que cheguei no hotel, Liz estava deitada e mexendo no celular.

- Onde esteve? - ela pergunta com a cara amassada.

- Eu estava caminhado - digo, sinceramente não é mentira, eu estava - como dormiu?

- bem. Essa cama é maravilhosa, me lembre de um dia ter uma dessa - ela diz rindo.

Ela é linda até com essa cara de sono.

Pedi o café pra ela, logo após tomar, se arrumou e em menos de uma hora estava pronta para sairmos.

...

Estamos saindo da estação de Westminster, demos de cara com o prédio do parlamento inglês e o famoso Big Ben. Eles estavam lá, prontos para brilhar nas fotos que Liz tirava.

- que lindo - ela fala sorrindo

- Esse é o palácio - digo - é um dos maiores Parlamentos do mundo.

- É incrível e lindo - ela fala.

Andamos ao redor do rio Tamisa, um passeio que durou aproximadamente uma hora, olhamos muita coisa, tranquilamente. Liz tirando várias fotos, parecia uma criança,  de tão feliz.

Saindo dali, seguimos por uma rua empedrada muito ao estilo medieval que acompanha o curso do rio.

Nós não fomos na catedral, porque já estávamos muito cansados de caminhar e Liz estava com fome. A catedral tem o interior medieval e é muito bonita. Tanto por dentro, quanto por fora.

Então, tenho a brilhante idéia de levar Liz até meu restaurante favorito: Wasel Ali’s Paradise.

Localizado no bairro de Hampstead, passamos o tempo lá,  comendo e conversando sobre tudo o que vimos até agora, inclusive mostrou as fotos que tirou na caminhada.

Foi um dia perfeito, até agora.

...

Pov Liz

Trafalgar Square é o coração de Londres, onde acontecem as grandes festas e também as grandes demonstrações, sob a guarda dos leões e do Admiral Nelson.

E foi de lá que acabamos de sair.

Como esse dia estava sendo incrível, não poderia ser melhor. E se fosse, sei que seria graças ao Harry, que está realizando meus sonhos aos poucos.

Tudo é incrivel aqui, lindo e incrível.

Saimos da Trafalgar Square,  passando pelos cavalos da rainha na Horseguards e pela Banqueting House.

Fiquei impressionada com a realeza.

Descemos mais um pouco a rua, Harry me disse que queria mostrar algo que meu pai adoraria ver. No meio da rua havia um monumento em homenagem aos mortos nas guerras, chamam de cenotaph.

Um cenotáfio é um memorial fúnebre, que são erguidos para homenagear alguma pessoa ou grupo de pessoas... Normalmente guerrilheiros, onde os restos mortais estão em outro lugar ou estão em local desconhecido.

- Há diversos cenotáfios pelo mundo - Harry diz - é meio que pra homenagear.

- Espero que eu não precise de um desse pra homenagear meu pai.

- também espero que não. - ele diz - nunca.

O tempo passou rápido e vimos muitas coisas, as fotos estavam lindas e havia muito o que contar na revista e pras meninas também.

- Vamos voltar? - ele fala - são 16:00h e eu quero te levar num lugar.

- Sério? - digo - Onde?

- Te conto depois - ele fala e me deixa curiosa.

Eu estou amando essa viagem. E seja lá o que Harry vai me mostrar essa noite, sei que será perfeito.

Então, voltamos pra casa para nos arrumar.

Assim que voltamos e eu insisti para Harry me contar, fialmente ele me conta.

Iriamos para Paris!

- PARIS? - grito de felicidade - Harry... Você tem idéia do que é isso? EU VOU PRA PARIS.

Digo e o abraço.

Eu não consigo conter o sorriso, ele vai me levar para Paris. Que sonho.

- Vou me arrumar - digo andando pelo quarto - preciso estar linda, nós vamos pra Paris.

- Claro amor - ele diz calmo, deitando na cama - vou esperar você se arrumar e ai eu tomo banho.

- Ta! - digo - mas vou precisar da sua ajuda pra escolher a roupa...

Falo tirando algumas roupas da mala, enquanto ele se deita com as mãos sob os olhos.

Ele vai dormir. Filho da mãe.

Vou ter que me arrumar sozinha mesmo.

- Meu Deus,  EU VOU PRA PARIS! - Gritei e acordo Harry.

- QUE? - ele se assusta.

- Nada... eu... ai meu Deus - digo - amor... o que acha desse vestido?

- Acho que... Você vai passar frio - ele fala com a voz rouca.

- Tem razão, lá deve ser aberto e... - olho pra ele e lá estava Harry, dormindo outra vez.

Vou deixar meu namorado descansar... Preciso procurar um look e também preciso pensar e me arrumar. Ele está cansado... E eu? Cheia de pique.

Quem não estaria?

Afinal, eu vou pra Paris.

...

* 19:42h *

Rumo a Paris. Eu nem acredito.

Trem de alta velocidade. Melhor maneira de viajar entre cidades como Londres, Paris e Bruxelas.

O Eurostar é um trem de alta velocidade que viaja entre o Reino Unido e as principais cidades da Europa.

Estamos viajando à 300km/h.

Estou muito empolgada, animada, eufórica... e se fosse possível, apresentaria mais alguma palavra para descrever o que estou sentindo... eu assim, diria.

...

Por Harry

Chegamos na estação, o trem parou em Paris.

Liz sorria á tudo que via. Cada detalhe ou coisa da Cidade, ela olhava e fazia seus comentários. Liz estava fascinada com tudo, eu também estava, por vê-la assim. Afinal, fazia muito tempo que não vinha aqui.

- É incrível cada coisa aqui, bem que a Sarah me falou - ela diz sorrindo.

- Você  ainda não viu nada, espere para ver tudo bem próximo à  torre Eiffel - digo e vejo seus olhos se iluminaram.

Caminhamos até  a rua é lá pegamos um táxi, que em poucos minutos nos deixam de frente à linda e iluminada torre famosa.

E estava bem fria a noite em Paris. Liz vestia um sobretudo vermelho, calça preta e bota cano alto. Tinha uma maquiagem leve, apenas  um batom num tom escuro, vermelho.

Ela estava linda, eu não  sei se são as luzes de Paris... Mas o vento que embate em seus cabelos, fazem com que sei  perfume adocicado voe por todo lugar. Eu amo sentir seu cheiro.

Olhamos ao redor e muitos casais estavam ali, aquela cidade exala amor.

Pequenos prédios, com pequenas e delicadas sacadas. Hoteis e pequenos pubs. Ruas movimentadas. Passamos por cada canto e tudo era admirado por nós dois.

Liz então, solta da minha mão assim que ve vê a Torre. Ela anda apressada e para a frente da imagem iluminada.

Eu sigo logo atrás, calmo e sorridente.

- Oh meu Deus - ela diz - Harry... Ela é...

- Linda - digo completando - eu também acho.

Paro atrás dela e a abraço. Apoio meu queixo em sua cabeça e suas mãos apertam meus braços.

- Meu sonho era vir aqui, meu sonho era estar de frente à essa linda imagem - ela fala - não porque ela é famosa, mas... esse lugar inspira amor. Ele inspira tudo o que eu escrevo ou quase tudo quando comecei. Tudo aqui cheira a romance.

- Paris realmente é incrível - digo e ela então se vira para mim.

Dava pra ver em seus olhos, era nítida a alegria. Eu a trouxe aqui, justamente porque é o lugar mais bonito pra quem está apaixonado. E mais do que isso... Eu a amo.

- Uma pena que esteja fechada - ela fala e eu beijo sua cabeça - podemos voltar amanhã de manhã ou dormir por aqui? Eu queria muito subir até lá.

- E se eu te disser que podemos subir agora? - digo e ela me olha surpresa.

- Agora? Tipo... Já? - ela diz sorrindo confusa - mas Harry, ela está fechada.

- Não pra nós amor, não pra nós - Digo segurando seu rosto e selo nossos lábios, rapidamente.

Liz me olha, sem entender, mas seus olhos brilham. Seus olhos se iluminaram, como toda essa cidade.

- Você não pode estar falando sério - ela diz animada.

- Talvez essa não tenha sido a coisa mais séria que eu já te disse, mas essa é verdade... - digo e ela põe a mão na boca sem acreditar.

- Ah meu Deus... Meu deus... Harry! - ela diz e pula em meu colo e eu a abraço.

- Vamos até lá?

Ela então, me abraça mais uma vez, forte.

Parecia uma criança, que acabara de ganhar um presente ou completou alguma coleção. O ânimo dela, me deixou ainda mais animado pra fazer aquilo que vim fazer aqui.

Seguimos caminhando até a Torre, chegando lá um dos funcionários e amigo da minha mãe, estava nos aguardando. Liz mal prestou atenção quando eu conversava com Tommy a respeito disso.

Tommy era apaixonado pela minha mãe, mas ela não dava muita bola pra isso, afinal, ela já  se casou de novo.

Assim que passamos o pequeno cercado, Tommy nos acompanha até o topo da torre.

Ela estava fechada, mas não para nós.

- Eu não posso acreditar - ela diz sorrindo - obrigada amor, obrigada de verdade.

- Você não achou que eu te traria até aqui, pra você ver de lá de baixo né? - Falo a ela.

- Significa muito pra mim. - ela diz - obrigada.

E então,  depois de um tempo, chegamos. Tommy abre o portão do pequeno elevador, damos de cara com o espaço aberto, iluminado e a vista maravilhosa de Paris.

Tommy me diz que tenho 20 minutos, o que é  perfeito, até sobra pra tudo o que eu quero fazer.

Assim que ele desce, volto a atenção para Liz. Ela estava encantada pelo lugar.

Fico ali, parado, com as mãos no bolso do meu casaco. Vejo Liz olhando calmamente cada canto, viajando em pensamentos. Seu sonhos essa noite, foi realizado. E fico tão feliz quanto ela, em saber que fui responsável por realizar isso.

E agora, chegou a hora de realizar o meu.

----


Notas Finais


Hello amores.
Me desculpem por parar ai, mas estou preparando um capítulo lindo...

Pra fazer o celular ou pc de todo mundo explodir de tanta doçura. haha

Hoje, dia 13/10, é o dia do escritor. E sabe o que me faz feliz? Saber que o maior presente que tenho nesse dia, são vocês em minha vida.

Meus melhores presentes!

Espero que tenham gostado de passear por um pedacinho de Londres, no próximo capítulo, ainda em paris. Preparem os corações, porque vou fazer todo mundo se apaixonar ainda mais por esse casal.

Obrigada pelos votos e comentários. Eu fico muito contente com vocês falando comigo, sempre.

Perdeu meu numero? Me chamem lá... Respondo sempre que dá.

011 9 7538 8469

Se alguém merece um beijo e um abraço? São vocês.

Então sintam - se abraçados.
Amo vocês.

Marea


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...