História 2 MOONS THE SERIES VOLUME 1 - Capítulo 20


Escrita por: ~

Visualizações 98
Palavras 3.851
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 20 - VINTE


Fanfic / Fanfiction 2 MOONS THE SERIES VOLUME 1 - Capítulo 20 - VINTE

 


- WAYO -

-  A que horas vai terminar seu ensaio Yo?
-  Acho que por volta das 20:00hs, P´Pha.

-  Você quer praticar piano hoje? Eu posso buscar você.
-  Mesmo que eu não quisesse eu tenho que praticar. A competição é em
   menos de uma semana.

-  Okay. Me espere lá então. Minha aula no laboratório vai terminar um pouco tarde já que,
   o professor vai compensar a lição que faltava durante o dia.

-  Esta bem.
-  Okay...como dizem os coreanos FIGHT!
   ...
-  Okay...
-  Hã? Você não vai me dizer o mesmo?

-  Dizer o quê?
-  O que eu acabei de dizer para você.

-  Eu já disse isso uma vez mas, um certo alguém nem ligou na última vez.
-  Humm. Você nem sabe o que eu senti aquela vez quando você disse isso para mim.

-  ...Hummm.
   #_#

-  FIGHT!
-  Hehe...tão fofinho...

  " ********
   Meu celular tocou no meio do ensaio. Era P´Pha. Eu apenas verifiquei a chamada e voltei para o
 
   ensaio. Eu estava animado de verdade para o dia da competição. Ouvi a pouco que nossas fotos 
   já estão disponíveis em nossos perfis na pagina do concurso no Facebook e já temos várias curtidas.

   Soubemos que amanhã os vídeos de apresentação pessoal serão publicados na mesma página, aqueles
   vídeos gravados na praia. P´King disse que o perfil com mais curtidas é o do meu amigo ´Ming.
   
   Eu não fiquei surpreso na verdade. Eu sou amigo dele por tanto tempo e sei bem como o charme e
   
   carisma dele conquistam as pessoas. Ele não é só bonito mas, fotogênico também. Ele realmente
   merece ser o favorito nessa competição.

   P´King disse que eu também tenho muitas curtidas mas não é o suficiente para ganhar o prêmio de 
   popularidade. Esse título será dado ao competidor que receber mais rosas após as apresentações
   do Show. Eu não vou ficar ansioso por tudo isso. Vai ser bom se eu ganhar esses prêmios por causa
   dos meus colegas e dos veteranos da minha faculdade. Eles estão depositando suas esperanças em 
   mim. Eu quero ganhar pelo menos uma das faixas para a Gangue dos Anjos. Eu não consigo evitar
   o nervosismo quando penso no dia da competição."

-  Yo...eu já disse isso e vou repetir, não se esqueça de me dizer quando vai ser seu
   casamento.

  "´Ming só está pegando no meu pé porque desapareci várias vezes para falar ao telefone."

-  Vocês e P´Pha são um casal realmente engraçado. Assim que perceberam que sentem a mesma coisa um
   pelo o outro correram na velocidade da luz para ficarem juntos. Minha nossa, vocês dois devem
   se amar muito.

-  Não foi bem assim...
-  Como não! Você é louco por aquele cara.

  "Não vai adiantar discutir isso com ´Ming.'

-  E você? Como andam as coisas com o P´Kit?
-  As coisas com o P´Kit? O mesmo. Tudo que digo ou faço é motivo para ele me xingar e ficar
   bravo.

  "´Ming disse aquilo coçando a cabeça molhada de suor."

-  Mas eu não vou desistir dele de jeito nenhum. Ele é o cara certo para mim.

  "Eu achei engraçado a forma como ´Ming fala de P´Kit. Ele ficou sério depois do que disse para mim.
   Pensativo."

-  YO! Venha aqui.

  "P´Forth chegou com um grupo de antigas Luas que não incluem P´Pha agora. Eles estavam ajudando
  de forma direta na organização do concurso e pareciam estar ocupados. Eu corri para falar com ele."

-  Me diga Yo...o que você vai apresentar no Show de Talentos?
-  Ohh, vou cantar e tocar piano P´

-  Hey !

  "P´Forth parecia realmente surpreso.'

-  Você está falando sério?
-  Sim P´ Por quê está tão surpreso?

-  Vai ser legal ouvir você cantar e tocar na apresentação.

  "Ele apertou meu ombro com carinho'

-  Mas...você já começou a praticar sua performance? Você não pode perder tempo. ´Ming já
   começou e até já destruiu alguns sacos de areia na prática.
  
  "P´Forth está falando sério?"

-  Você acreditou? Eu só estou brincando!

  "Ele riu de sua própria piada."

-  Aishiii P´Forth! Eu já estou atrasado na prática então não acabe com minha auto estima!

-  Eu sei que você consegue Yo. Você é tão esperto....Bom, ´Ming vai à academia com um amigo meu
   praticar boxe, eu te dou uma carona hoje.

  "Merda...eu já tenho planos com P´Pha."

-  Eu não vou poder ir com você P´
-  Por quê?

-  Yo! Vêm aqui rápido.
  "´Ming me chamou quando retomaram o ensaio. Eu fiz uma gentil saudação para P´Forth e os outros
   antes de me juntar aos meus colegas outra vez. Eu me sinto tão culpado por não contar a verdade
   à P´Forth.
   Será mesmo que ele gosta tanto assim de mim?
   Ele é tão legal. Será mesmo que ele gosta de homens também?
   Não importa o quanto eu tente olhar para ele dessa forma, isso, parece impossível."

   20:15pm  

-  Atenção! Isso é tudo por hoje. Não se esqueçam que vocês têm apenas dois dias para praticar suas 
   apresentações individuais então, façam o seu melhor ouviram? Tentem praticar a coreografia
   geral o máximo que puderem também. 

  "O quê? Dois dias?

   Mas, eu ainda não escolhi a música. Minha nossa, agora eu me sinto frustrado enquanto limpamos a
   sala de ensaio antes de ir embora. O grupo das antigas Luas está do lado de fora mas, P´Pha não
   está com ele. Ele disse que iria chegar mais tarde."

-  P´Pha vai vir buscar você Yo?

  "´Ming me perguntou arrumando suas luvas de boxe na mochila."

-  Se precisa você pode me ligar...não importa a hora.
-  Eu sei.

-  Não vou poder esperar com você, eu tenho que ir agora.
-  Não se preocupe, ele vai chegar logo.

-  Certo...O cara tão apaixonado como ele não vai deixar de vir correndo buscar o amor
   dele.
  "Ele me deu um soquinho nas costelas"

-  Estou indo, tchau!

  "Já haviam passados vários minutos desde que eu ajudei meus colegas a arrumar o salão e P´Pha
   ainda não tinha aparecido nesse tempo. O número de pessoas dentro do prédio já tinha diminuído
   muito o que já estava me deixando irritado um pouco.
   Onde P´Pha está?
   
   20:45pm
   Eu liguei várias vezes mas não havia sinal algum. Era como se ele tivesse desligado o celular."

-  Yo! Você está esperando ver fantasmas aqui?

  "P´Forth se aproximou de mim ao me surpreender sentado no lado de fora do edifício."

-  Está esperando por quêm? Você já deveria ter ido embora. Vêm, eu te dou uma carona.
-  Não P´! Você pode ir.
 
  "Eu rejeitei o convite de P´Forth enquanto tentava ligar para o P´Pha mais algumas vezes mas
   ele não atende. Eu queri ligar para o P´Kit mas senti medo de incomodar ele."

-  Me diz Yo...Quem você está esperando?
   #_#
  "P´Forth me encarou  antes de dar um suspiro profundo."

-  Está tudo bem se você não quiser me dizer. Eu vou esperar aqui com você. 
  "Eu olhei o rosto lindo da antiga Lua de Engenharia."

-  Está tudo bem P´!
-  Não está nada bem...Como te deixaram aqui desse jeito? Sozinho?

  "Ele parecia não estar incomodado em ficar aqui comigo mas, eu me sinto tão culpado.
   Esse cara realmente existe? Alguém que teve seu convite rejeitado mas ainda assim
   espera a pessoa que o rejeitou e que está esperando por outro alguém.
   Isso faz sentido?"

-  Já disse P´, esta tudo bem.
-  Você quer parar com esse negócio de "Está tudo bem"

  "P´Forth me cortou."

-  Quem pode ter coragem de deixar você aqui sozinho? E se alguém te sequestrar?
-  Quêm vai me raptar? Você está louco?

-  Quem sabe...?

  "P´Forth ergueu uma das sobrancelhas para mim."

-  ...Esse sequestrador poderia ser...eu.

  " A sua "brincadeira" me deixou incapaz de dizer qualquer coisa."

-  Bobo! Eu só estou brincando, quem poderia fazer isso?
-  Você é corajoso o suficiente para fazer algo assim P´, eu sei que é.

-  Corajoso minha bunda! E se o seu pai, for atrás de mim com uma arma?
-  P! Não preciso do meu pai para isso. Eu mesmo posso atirar.

  "Eu levantei uma das mãos simulando uma arma, apontada para o rosto de P´Forth."

-  Há! Estou morrendo de medo...
  "Ele deu aquele sorriso lindo para mim."

-  Não ria P´! Eu tenho que me proteger de alguma forma.
-  Hummm Sua "arma" não é tão assustadora.

-  Ela é P´! EU GARANTO.
-  Onde ela pode ser assustadora? Atire em mim então?

  "Sim, certo! Ele entrou na minha piada idiota. Eu levantei a mão para mata-lo mas, com 
   um movimento rápido ele agarrou a minha "arma falsa."

-  Eu disse. Sua arma não é tão assustadora assim.

  "Seria ótimo ter uma arma de verdade. Eu sacudi a cabeça, sorrindo, lembrando o porque eu ainda
   estava aqui, sentado. Por quem.

   Sera que P´Pha quer que eu aguarde? 
  
   Como se tivesse sido conjurado pelo meu pensamento o farol de um carro iluminou tudo a minha volta.

   Era ele, P´Pha.

   A figura alta se aproximou a passos largos até diminuir sua velocidade gradativamente com uma 
   expressão surpresa no rosto quando ele se dá conta de quem estava sentado perto de mim."

-  YO eu...sinto muito. A aula no laboratório terminou tarde. A bateria do meu celular descarregou e
   a de Beam e Kit também. Não tínhamos como recarregar os aparelhos, eu tentei mesmo falar com você
   de alguma forma mas não consegui.

  "Eu apenas ouvi a explicação extremamente detalhada de P´Pha."

-  Você está esperando por esse cara!?

  "P´Forth ficou em pé, quase rindo."

-  Está tudo bem.
  "Eu fiquei em pé ao acalma-lo.
   P´Forth se levantou quase ao mesmo tempo que eu e, se aproximou de P´Pha. Claramente
   enfrentando-o."

-  Yo disse que está bem com isso mas, eu não estou.

  "Agora o olhar de P´Pha era de alguém chateado."

-  Qual o seu problema? Se você sabia que iria se atrasar, porque não avisou ele antes!?

  "Eu fiquei surpreso com o tom de voz de P´Forth. Nunca o vi falar daquele jeito."

-  Eu já disse que tentei fazer tudo o que pude para falar com YO.
-  Se sua aula demorasse mais...você simplesmente o deixaria aqui plantado esperando por você!?

-  Por quê a pergunta? Você por acaso que levar ele embora?
-  É! É isso mesmo. Eu queria muito levar ele mas, ele recusou minha oferta já que ele estava
   esperando por você.

  "Eu estava no meio desses dois caras. Eles não estavam, brigando de verdade mas, a maneira como
   eles estão falando...era como se eles fossem cortar a garganta um do outro.
  
   Eu engoli em seco, prestes a dizer alguma coisa para aliviar o clima mas, P´Forth levantou a mão
   para que eu calasse a boca."

-  Eu vou deixar passar desta vez mas, na próxima, não faça isso outra vez com Yo, ouviu?

  "P´Forth olhou nos meus olhos antes de bater no ombro de P´Pha e se afastar.
   P´Pha franziu a testa.
   Ele estava com tanta raiva e, ve-lo desta forma só me fez me sentir deprimido."

-  P´Pha! Vamos...Eu tenho que praticar piano.
-  Humm Tudo bem.

   "P´Pha abriu a porta para mim, deu a volta no carro, se sentando no banco do motorista.
   Nós saímos de lá pouco mais de 21:00pm . Não era tão tarde mas, P´Pha parecia realmente com raiva.
   Ele só se atrasou  por uma hora."

-  P´Pha, eu não estou chateado, eu falo sério.

  "Eu queria faze-lo se sentir melhor. Nós já havíamos deixado bairro da Universidade e estavamos
   próximos do local onde eu iria praticar."

-  Me desculpe.
-  Eu já disse, está tudo bem. Eu não me importo.

-  Mas...eu me sinto tão, mal.
  "Ele partou o volante com mais força."

-  E aquele...Cuzão do Forth ele...estava com os olhos em cima de você.
-  De olho em mim?

-  É...Ele te olhava como se...quisesse de comer ali mesmo.
-  P´Pha! Ele não é um crocodilo. Ele parece mais como...você.

  "Eu disse isso brincando mas P´Pha não achou nada engraçado."

-  É tudo culpa minha. Tudo porque eu não corri a tempo, eu estraguei tudo.
-  Do que você está falando, que culpa?

-  É minha culpa sim! Se eu não tivesse me atrasado eu não teria dado chance de Forth
   se aproximar de você. Eu quero te levar há qualquer lugar que você precisar.
-  Mas você têm suas coisas para fazer. Eu não quero incomodar você.

-  Sei...e você quer "Incomodar" Forth, não é?
-  Por quê você está assim, para! ´Ming também têm carro.

  "A discussão entre nós dois não era grave mas, quando se trata de P´Forth,
   P´Pha consegue ser incrivelmente sarcástico.
   Eu só conseguia me sentir mal com o clima entre nós."

-  Se eu pudesse te acorrentar em mim só para impedir que você conheça outras pessoas, eu faria
   isso com certeza.

  "Ele disse aquilo mais para si mesmo do que para mim."

-  Eu não deveria ter perdido você de vista nenhum segundo. É perigoso.
-  Por favor P´Pha! Pare de se sentir mal por isso. Eu já disse, está tudo bem.

-  Droga! Eu vou ter que andar com uma bateria portátil a partir de agora.
 
  "Eu queria rir até não aguentar mais. Por quê o cara que gosto têm que ser tão bobo assim?"

-  Aqui, tome.

  "Eu lhe entreguei uma das minhas baterias extras."
-  Eu tenho duas.
-  E para que tantas?
  
  "Ele olhou para mim enquanto eu colocava a bateria que lhe dei em sua bolsa."
-  Para carregar meu IPhone, Ipad e IPod.

-  Tão Riquinho. São muitos.
-  É, sou como um T.I BOY

-  Okay Okay!

  "O clima pelo menos estava mais leve agora.

-  Já está muito tarde.
  "P´Pha mencionou o horário quando virou a esquina para estacinar na loja de música de seu tio."

-  Sou vou levar umas duas hora...Eu sou um Deus.
-  Já escolheu a música?

  "Eu pisquei repetidamente para P´Pha antes de balançar a cabeça negativamente."

-  Ainda não.

  "Ele sorriu para mim antes de fazer seu carinho na minha cabeça."
-  Certo..duas horas então.

  "Quando entramos na loja já eram 21:30pm. Esse lugar é incrível. Como um santuário de música apenas
   para mim já que a loja fecha as 21:00pm deixando todas as salas livres para que eu escolhesse qual
   eu queria. P´Pha conversou algumas coisas com a equipe da loja antes de abrir a porta de uma das
 
   salas de prática para mim. 
   Nela, não havia apenas o piano mas, outros instrumentos também como uma sala de orquestra.
   Era extremamente elegantes tudo aquilo.

   Eu assim que vejo o piano eu saltei para ele imediatamente. Toquei sua teclas e logo lembrei
   de como eu costumava fazer."

-  Hey...
  "P´Pha se aproximou assim que ouviu as notas que eu toquei ali."

-  Impressionante.
-  Hehe...Se você diz...

  "Toquei algumas melodias mais bonitas e P´Pha ficou de boca aberta. Eu poderia fazer bem melhor só
   para deixa-lo sem palavras mas, não agora, não hoje."

-  Eu vou sair para comprar alguma coisa para você comer. Aproveite para já ir praticando.
-  P´Pha...posso pedir um favor?

-  Sopa de bolinho de camarão?
-  Não.

-  Eu quero pedir...que você não me ouça praticar. Eu quero que você
   só veja no dia do Show. Você poderia fazer isso por mim?

-  Hã! E o que vou fazer durante as duas ou três próximas horas?
  "P´Pha gemeu seu descontentamento"

-  Você vai ficar sozinho aqui? De jeito nenhum.
-  P´Pha! Por favor.

-  Yo...
-  Por favor! Por favor!

  "Eu fechei a cara ao insistir no meu pedido. P´Pha parece exausto.
   Ele cansou de resistir."

-  Tudo bem...Tudo bem...

  "P´Pha finalmente se rendeu."
-  Já volto. Vou comprar sua comida.

  "Eu não iria precisar praticar por muito tempo. Eu só quero me acostumar com a ideia de me
   apresentar em um palco. Além de ler mangás e assistir animes, o que eu mais fiz em casa foi
   tocar piano. Papai e meu outros familiares já conhecem esse meu talento."

  "Assim que ouvi a porta se abrir eu parei de tocar imediatamente. P´Pha havia voltado."

-  Está ficando ótimo.

  "A comida de uma das lojas 7-11 têm um cheiro muito bom. Eu me levantei do piano e corri para as
   coisas que P´Pha está carregando nas sacolas. Se eu fosse um cão provavelmente eu estaria abanando
   a cauda agora mesmo só pelo cheiro."    

-  Estou com tanta fome.
-  Hmm Eu comprei duas porções.

-  E se eu engordar?
-  Vai ser ótimo, assim você não vai vencer a competição.

  "Ele disse aquilo de uma forma tão despreocupada."

-  Se você ficar mais popular eu vou viver estressado por causa dos outros caras em cima de você.
-  "Viver Estressado..."

  "Eu desdenhei dele repetindo suas palavras.

   Eu me sentei no chão, começando a comer depressa. P´Pha não dizia nada. Apenas ficou ao meu
   lado, me observando acabar com as duas caixas de comida. Ele deu um suspiro um tanto exagerado.
   Se a intenção dele era chamar minha atenção, ele conseguiu.

   Ele ergueu uma sobrancelha sorrindo para mim, usando seus dedos para limpar minha boca vez 
   ou outra como ele passou a fazer com frequência."

-  Calma! O piano ainda está aqui, porque tanta pressa?
-  Eu estou com fome.

-  Ham, eu sei disso.
-  Hã? P´Pha...eu não como brócolis.
  "Eu levei a colher com brócolis na boca dele."

-  Você têm que comer. Pratos congelados já não é tão bom e se você não comer..."

  "Eu sacudi a cabeça me recusando a comer aquilo. P´Pha apenas suspirou e abriu a boca para deixar
   eu lhe dar de comer. Ele mastigou tudo enquanto mantinha os olhos no meu rosto, me deixando 
   tímido de uma forma que só ele conseguia fazer."

-  Você não está zangado comigo não é? Por...eu ter ido buscar você tão tarde?
  "Isso é sério? Ele ainda estava com isso na cabeça?"

-  Eu falo sério, não estou com raiva.
  "Eu estou sendo sincero com ele."
-  Mas...eu estou com tanta raiva de mim mesmo. Forth em cima de você daquele jeito.

-  Hey...olhe o jeito como você está falando.
-  Sério Yo que você não notou isso?

  "Ele esperou minha resposta em silêncio."

-  Bom...P´Forth não é um cara mal.
-  YO! Não fique tão perto dele, me ouviu?

  "P´Pha começou seu discurso enquanto recolhia as embalagens vazias."

-  Eu não tenho muito tempo livre mas, ele sim. Você não deve dar muita bola para ele como
   faz comigo.
  "Depois de repetir tudo aquilo ele cutucou minha bochecha suavemente com os pauzinhos que 
   acabei de usar para jantar."

-  AAU! Isso dói! 
-  Você me entendeu certo?

-  Deus P´Pha...Você já ganhou dele a muito tempo. Por quê você sente tanto medo?
  "Eu murmurei aquilo rápido e baixo e não sei se P´Pha conseguiu compreender o que eu disse."

-  Hã? O que você disse? Eu não ouvi bem...

  "Eu coloquei mais brócolis na boca dele para distraí-lo daquele assunto."

 
                                            ....... 

   Depois que terminei de comer, P´Pha ficou relutante em me deixar sozinho na sala. Eu precisei 
   insistir para que ele fosse embora, até que ele concordou. Antes de sair ele afagou minha cabeça
   dizendo para procura-lo lá fora se eu estivesse precisando de alguma coisa. O que eu poderia 
   precisar agora ou o que poderia acontecer em uma sala tão pequena como esta?

   Na verdade, eu tenho uma surpresa para ele. Se ele ouvir agora, como será surpresa?
   Eu me lembro que ele me disse para tocar algo que diga o que eu sentia no momento.
   (Espere só para ouvir o que tenho para você, P´Pha)

   0:12am
   Já era tarde quando terminei meu ensaio. Assim que passei pela porta do estúdio não vi ninguém
   pelos corredores da loja, até que notei alguém dormindo em um dos sofás da área social da loja.
   Era como se ele fosse um personagem de contos de fadas.

   Ele parece tão cansado. Ele deve ter decidido descansar já que não o deixei ouvir meu ensaio.
   Haviam algumas folhas de estudo da faculdade sobre o corpo dele. Agora sei o que ele estava
   fazendo todo esse tempo antes de dormir.
   Me abaixei ao lado dele, me aproximando em silêncio de seu rosto. Ele estava dormindo tão
   profundamente que, não tive coragem de desperta-lo.

   Eu apenas, observei alguns detalhes nele, como seus cílios por exemplo. São tão longos. Eu achava
   que os meus eram enormes mas, os dele são mais. Eu tentei sopra-los um pouco enquanto ele ainda
   descansava. Eu não consigo ficar longe dele até que, vi suas pálpebras se moverem.
   FUI AGARRADO.
   Uma mão longa prendeu meu ombro para impedir que eu me afastasse."

-  Se você quer me atacar, me ataque de uma vez.

  "Ele ergueu a sobrancelha daquele jeito que ele sempre faz, em tom provocativo. Eu, o empurrei
   reclamando de sua atitude."

-  Eu não ia...Nossa, tão cheio de si mesmo.
-  Você estava me olhando aqui a muito tempo, não é?

  "O soco que lhe dei ainda a pouco parecia ter doído"

-  Ande...vamos embora, Já é bem tarde e você está com sono.
-  Por que você estava soprando meus olhos agora?

-  Hã!
-  Não estou com os olhos irritados então, porque você fez isso?

-  É só uma...experiência científica.

  "Foi a melhor mentira que pensei."
-  Eu queria com qual intensidade o vento têm que soprar para fazer os cílios de alguém
   se moverem.

  "Minha nossa...é uma mentira tão ridícula que fez P´Pha ser incapaz de dizer qualquer coisa.
   ele simplesmente riu de mim."

-  Interessante, eu também quero saber qual deve ser a força do vento necessária para fazer os
   seus cílios se moverem.

  "Pronto...Ele vai se vingar de mim agora."

-  Feche seus olhos.
  "P´Pha me puxou para se sentar no sofa, de frente para mim."

-  Não, vamos voltar.
  
  "Eu tentei a todo custo fugir do seus apertos mas, ele não largou meus ombros por nada. Essa são
   as mãos de alguém que realmente acabou de acordar?"

-  Eu disse para fechar os olhos.
-  AI´P´HA!
 
  "Eu o obedeci para acabar com aquilo o mais rápido possível. Meu coração batia em um ritmo inconstante.
   O que há comigo. Eu apertei ainda mais meus olhos e com certeza não devo estar parecendo nada
   normal agora. Eu fiquei assim por alguns segundos mas não senti nada, vento algum vindo da boca de 
   P´Pha. Podemos parar de brincar ou não?
    
   Quando abri meus olhos, eu me assustei. O rosto de P´Pha estava absurdamente perto do meu."

Se eu te beijar agora...você vai me bater?

  "Eu não respondi aquela pergunta mas, meu coração começou a bater descontrolado e tão alto que
 
   eu podia ouvi-lo."

-  Eu não vou te provocar mais.

  "Depois de seu murmúrio, ele se aproximou mais uma vez para tocar a ponta do meu nariz.
   Eu engoli minha saliva. Eu realmente quero fugir daqui e depressa.

   Eu devo estar vermelho nesse exato momento. O que devo dizer?

-  AUNHHHH, Olhe para seu rosto.

  "Ele se fastou sorrindo, feliz. Já eu me levantei para espera-lo lá fora.
  MERDA! ESTOU MORRENDO DE VERGONHA....     
 
  
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...