História 2 MOONS THE SERIES - Capítulo 20


Escrita por: ~

Visualizações 13
Palavras 4.459
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 20 - VINTE


Fanfic / Fanfiction 2 MOONS THE SERIES - Capítulo 20 - VINTE

 




  - WAYO -


   Como vocês podem pensar que vou passar o dia inteiro no meu quarto sem fazer nada?
   Eu simplesmente não consegui voltar a dormir e por isso eu decidi visitar meu amigo na 
   faculdade depois de tomar banho. Eu estava com medo de perder meu amigo. Nós estavamos tão ocupados
   por causa do concurso e mal tivemos tempo para sairmos juntos nos últimos dias. Eu tive a sorte de
   poder contar com o líder da Gangue dos Anjos de Fada, que vai me dar uma carona até lá.

   Eles me deram o título de membro do grupo já que ficamos tão próximos. Eles realmente cuidam de mim
   tão bem. Talvez por eu ser a Lua da Faculdade.
   A gangue não tinha apenas veteranos mas, eles incluíam no grupo alunos de diferentes idades e classes.
   Calouros recem chegados como eu, por exemplo.

   Foi o líder da gangue que me indicou como candidato a Lua da nossa faculdade. Seu apelido é Mon, já
   seu nome de verdade é Montry. Ele que se ofereceu para vir me buscar.

   Acho que já contei sobre minha família não é? Bom, a empresa que administramos é uma multinacional 
   importadora de peças para automóveis mas, ironicamente, seu único herdeiro, eu, não sabe dirigir."

-  Hey Yo! Eu pensei que iria encontrar aquelas outras Luas lindas por aqui mas, só vi você por aqui
   hoje, tão chato.

  "Eu o chamo de E´Mon não por acaso. Ele têm a língua afiada e por isso que só chamo ele assim.
   na verdade ele têm mais a língua solta. Ele se queixou comigo  quando abri a porta
   do carro."

-  Não foi você quem disse que sou bonito e me arrastou para entrar no concurso?
-  Está tudo bem. Eu escolhi mesmo você...só dê o seu melhor e conquiste o título para mim então.

  "Ele está sendo sarcástico comigo"
-  Ou se você preferir pode me entregar seu amigo, ´MingKwan, ele é tão gostoso. Eu fico babando
   sempre que ele aparece.

  "Hahahah Eu vou fazer você sofrer ´Ming burro"

-  Você realmente quer ele? Eu vou conseguir ele para você então.
-  Isso mesmo. Me traga ele. Eu sei que ele vai ser a Lua da Universidade mesmo.

-  Hey P´! Você não acha que eu tenho chance de ganhar dele?

  "Eu não fiz esta pergunta tão à sério."

-  Para ser honesto, será um milagre se você conseguir ficar entre os três melhores.

  "E´Mon deu uma olhada em mim pelo canto de seus olhos. Seu comportamento e palavras não eram
   o bastante para me irritar. Eu apenas sentia vontade de rir.

-  O motivo que me levou a te apresentar como candidato à Lua da nossa faculdade não foi por 
   você ser o mais bonito mas, entre os caras da faculdade de ciências você é quem têm a melhor
   aparência. No entanto, seu visual é mais como "super fofo".

-  Eu não quero admitir mas, você é mais bonito do que eu P´.
-  Aí...sou bonito sua bunda!

-  Seu rosto têm uma força extraordinária, seus olhos são grandes e redondos. Não é necessário eu
   mencionar seus cílios. Até as estrelas mais em forma têm inveja de como você é esbelto. Você
   é realmente bonito Yo, lindo demais. Porra, porque você não nasceu uma Estrela?

-  Hey P´, preste atenção no caminho, você está dirigindo, aquele Benz quase atingiu seu carro.
-  Não importa, estou disposto a ser atingindo por outro carro se o motorista for bonito.

  "Como ele ainda têm coragem de dizer uma coisa dessas depois que o motorista businou irritado com
   ele? Idiota."

-  O que vocês andam fazendo na faculdade?
-  Haa Yo...muita coisa mesmo.

-  Me diga...
-  Temos que fazer uma apresentação com um símbolo que incorpore a nossa unidade. Depois de amanhã,
   teremos uma reunião antes de fazer a apresentação, muita coisa mesmo.

-  Qual o símbolo da nossa faculdade?

-  Uma árvore artificial com folhas penduradas e galhos, e neles tudo relacionado com biologia.
-  Ohhh.

-  É tão grande quanto uma casa e precisamos terminar o acabamento agora.
-  Hmm...Me desculpe por nunca ter ajudado vocês com essas tarefas.

-  Não se preocupe Yo! Apenas se concentre em conquistar o título para a nossa faculdade.

   Nossa, eu posso sentir a pressão agora. Eu tossi quando É´Mon estacionou o carro. A faculdade está
   cheia de calouros que provavelmente passaram a trabalhar em suas apresentaçãos.
  
   Eu queria muito ajudar meus amigos mas, E´Mon atrapalhou tudo fazendo uma entrada tão dramática só
   para fazer todos nos notarem. Não só nossos colegas mas toda a areas próxima.

-  ATENÇÃO! POR FAVOR, DEEM A NOSSA LUA MUITOS APLAUSOS.

-  Ai meu Deus, E´Yo. Você já encontrou um marido no meio daquelas Luas todas?
  
  "FA1 é um cara gordinho, branco e fofo, eu realmente gosto de cutucar sua barriga mas, não
   gostei de sua pergunta agora."

-  E´Yo, venha aqui e deixe eu abraçar você. Venha...Venha...Venhaaaa.
  "FA2 Estava prestes a me espremer mas, E´Mon veio em meu me salvar afastando o rosto dele."

  "Este são os quatro Anjos de Fadas originais que são E´Mon, N1,N2 e N3. Os outros membros são 
   mais como eu."

-  Atenção todos, trabalhem, trabalhem! Por que você está sorrindo, não têm nenhum macaco aqui!
   Esta feliz por ver a Lua? Se vocês estão felizes então preparem os bolsos para comprar flores
   para apoia-lo no momento do prêmio popular.

  "E´Mon pode ser tão bom quanto P´King quando se trata de ser um Líder.

-  E´Yo, vá se sentar lá e corte aquelas madeiras para as folhas e ramos. Eu e os outros vamos ver
   o tronco da árvore.

-  Espere, eu faço isso.

  "Eu me formei em um colégio só para garotos, não sou tão frágil quanto pareço. E foi o que fiz,
   guardei minha mochila e peguei uma serra para ajuda-los."

-  Antes que eu volte para os ensaios me deixe ajudar de alguma forma.

  "Eu cortei a estrutura da árvore como eu havia visto em um esboço. Eu fiquei feliz por meus amigos 
   não ficarem chateados por causa da minha ausência na maior parte do tempo nas atividades escolares. 
  
   A maioria deles sabe que estou ocupado com om concurso e não pareciam se importa, todos falaram 
   comigo. As meninas me perguntavam sem parar como são as Luas das outras faculdades de perto. Apenas
   algumas outras meninas me perguntam sobre as Estrelas.

   *******
   Me assustei quando o meu celular tocou no bolso da calça."

-  Hey, me deixe atender para você.

   "FA número um estendeu a mão para tentar tirar meu aparelho no bolso mas, eu desconfiei que ele
   queria mesmo era tocar as minhas "partes" e por isso afastei sua mão depressa."

-  Não, obrigado. Segure isso para mim por favor.

  "Eu entreguei o martelo para ele.
   Eu fiquei surpreso pela segunda vez hoje quando me dei conta de quem era a ligação assim que
  
   atendi a ligação. Eu já havia salvo o número de P´Pha nos meus contatos. Seria um ato de coragem
   da minha parte mas, eu escrevi seu nome no contato junto com um coração. Eu precisei me afastar
   atender a ligação."

-  Oi...
-  O que você está fazendo? Você saiu?

-  Humm...bem...
-  Não saí do condomínio, eu vou te buscar...

-  Hã? Por quê?
-  Para almoçarmos juntos.

-  Mas...você não têm aula P´Pha?
 
  "Eu conferi a hora no meu relógio e me dei conta que pelo horário ele devia estar no meio da aula
   agora mesmo."

-  Sim mas, tenho um intervalo (Aluno Phana! Você está procurando problemas novamente não é!?)
  "Eu pude ouvir o som de outro lado da linha, um som ressoando alto, parecia um equipamento de áudio e
   alguém estava usando um microfone."

-  Não professora Auntie!...(HÃÃÃ Usando celular durante a minha aula não é!? Que falta de etiqueta
   e educação. Espere um minuto...do que você me chamou agora?) 
   
  -  Yo..eu preciso ir agora. Vou ir busca-lo as 12:30pm, daqui a uma hora mais ou menos...
     (Venha aqui...senhor Phanaaaa!) - Calma professora...Ai ai! A senhora ouviu errado.
   Eu me confundi, eu chamei a senhora de professora Kalaya...

   "A ligação de P´Pha caiu de repente.Hahahaha
   Eu não pude evitar rir. Ele é tão grande mas ainda é pego conversando no telefone por sua
   professora como um estudante do ensino médio. Ele é tão estranho hahahah. Ele vai me encontrar
   as 12:30pm mas já é quase 11:00am da manhã."

   Eu voltei a minha tarefa feliz. Os assuntos dos meus colegas eram os mais variados possíveis.
   a disputa aqui é para saber qual unidade da faculdade vai fazer a melhor apresentação entre as
   classes. Eu acho que eu tenho facilidade para escolher amizades mas quanto ao estudo, não tenho 
   certeza já que a palavra "caúculo" é de alguma forma uma sentança de morte para mim. Nisso eu não
   sou bom de jeito algum.

   *******
   Meu celular voltou a tocar outra vez e FA um tentou mais uma vez agarrar meu celular e "outra coisa"
   também."

-  Você está tão popular heim E´YO.
   
  "Ele encolhe os ombros e depois se afastou, balançando suas nádegas gordas. Era ´Ming do outro 
   lado da linha."

-  O que foi?
-  Porra! Onde você está Yo?

-  Na minha faculdade.
-  Ham, certo, vou aí te buscar.

-  Hã!?...

   "Por quê será que as pessoas resolveram desligar o telefone na minha cara hoje? E porque ´Ming
   vem me buscar? 
 
                                               .......
 
   "Pouco minutos depois o carro de ´Ming estacionou na entrada do prédio. Eu o vi de longe. Eu acenei
   para chama-lo mesmo estando ocupado com uma cola nas mãos entretido na minha tarefa."

-  Ahhh.
-  MEU MARIDO! MEU MARIDO! É MEU MARIDO!

-  Pare! Ele não é seu marido, ele é meu MARIDO!

  "Vocês já podem imaginar quem são os alunos que estão fazendo esse escândalo por causa de ´Ming,
   não é? ´Ming ficou sobrecarregado com o ataque dos alunos da minha faculdade em cima dele.
   Ele imediatamente fugiu da mãos que o agarravam, tentando se esconder atrás das minhas costas."

-  Porra Yo! O que é isso?

  "Ele parece um pouco chocado"

-  Você é o alvo deles.

-  Hey ´Ming, eu estou torcendo por você!

  "E´Mon, o líder da Fadas cutucou ´Ming. Ele tentou sorrir para E´Mon mas sem deixar que ninguém
   o tocasse. É realmente hilário. Bem feito, é isso que espera por você toda vez que você decidir
   vir a minha faculdade. Hahaha.

-  Aiii ´Ming! Eu também estou torcendo por você. Até mais que E´Montry.

  "o número dois sacudiu seus peito falsos em direção a E´Mon.

-  Não me chame por esse nome sua bicha!
  
  "A discussão das fadas por cause de ´Ming continuou não sei por quanto tempo."

-  ´Ming por acaso você já têm um amor? Um...namorado?

  "O gordinho N1 não cede. Ele usou sua força de elefante para empurar os outros dois que se 
   afastam do corpo de ´Ming. Eu sei que meu amigo queria estar morto ao ter que enfrentar uma
   situação como essa. Ter a Gangue dos Anjos de Fada lutando por ele era massante. As mãos de 
   vários calouros o jogavam de um lado para o outro."

-  Yo! Vamos, eu imploro!

  "A expressão no rosto de ´Ming era de choro."

-  O quê? Fique um pouco e se sacrifique um pouco pelo seu fã-clube.
-  Não é engraçado Wayo! Me ajude a sair daqui.

  "Ele fechou os olhos com força e deu um sorriso amarelo para meus amigos, "suas esposas" que agoram
   estão lutando entre si e puxando-o ao mesmo tempo"

-  Mon, eu e ´Ming temos que sair agora.

  "E´Mon não ouviu nada do que eu disse. Ele continuou aos tapas com os outros dois para decidir
 
   quem é o dono de ´Ming. Eu só ria quando ´Ming agarrou minha mochila me puxando para longe da
   confusão da Gangue dos Anjos de Fadas."

-  Eu vou pensar melhor antes de decidir vir à sua faculdade.

  "Ele limpou o suor, jogando minha mochila dentro de seu carro, já se preparando para sair. Eu ainda
   estava rindo da confusão"

-  Espere! Para onde você está me levando?
-  Hehehe

-  Fale logo seu idiota.
-  Vamos para a faculdade de Medicina.

   "Essa faculdade sempre teve uma importância enorme para mim"

-  Por quê vamos lá?

-  Eu estou indo ver o KITKAT.

   "KITKAT...No início eu me perguntava quem era esse mas assim que entramos no departamento médico
   com tanto interesse eu me dei conta que "KITKAT" significa P´Kit. Ele me arrastou para ver P´Kit 
   estudando e ainda me incitou dizendo que eu poderia aproveitar para ver o meu P´Pha estudando
   também. É uma boa idéia no fim das contas.
  
   Eu realmente fiquei curioso para saber como P´Pha é quando está em sala de aula então, eu decidi
   seguir ´Ming em seu plano. Eu só não havia entendido porque ele quer tanto ver P´Kit, será que...
   Ele gosta do P´?"

-  Alí, olhe!

  "Ele se aproximou de uma das salas de aula do corredor, olhando pela fresta de vidro e gritou assim
   que o vê."

-  Eu o encontrei!
-  O quê! Onde?

   "Ele é tão rápido, já encontrou? A primeira pessoa que vejo é P´Beam. P´Kit está sentado fazendo
   anotações com uma expressão séria no rosto. Ele parece realmente concentrado na matéria. Quanto
   o cara sentado ao seu lado...AI´P´PHA!...PORRA! Ocupado jogando com o celular...ele, não está
   escrevendo nada...mais que Merda é essa!?

   Aquela deve ser a professora Auntie de que P´Pha falou. Ela é uma das professoras mais qualificadas
   da Universidade, uma das mais antigas e gentis pelo que ouvi mas, sua voz é realmente afiada.
   Uma bronca dela na frente de uma sala cheia deve ser algo assustador, não quero nem pensar nisso."

-  Hehe

  "´Ming observou por algum segundos antes de tirar o celular do bolso e digitar uma mensagem de texto.
   Imediatamente eu percebi que P´Kit ligou seu Iphone para verificar alguma coisa. A expressão no rosto
   dele se transformou imediatamente de concentrada para irritada e olhou ao redor como se procurasse 
   por alguém. ´Ming me arrastou para se esconder e depois riu. O quê diabos há com ele?"

-  O que você mandou para ele?
   "Quem pode me acusar de ser curioso...eu acabei de entrar nessa história. Ele segurou o celular 
 
   para eu ler."

   *MOON MING  /  Você fica tão fofo quando se concentra na aula
   *MOON MING  /  Mas você vai ficar com rugas se ficar franzindo a testa assim, cuidado.

  "Merda! Ele está cortejando ou insultando P´Kit? Eu fiquei confuso até ouvir o som de uma porta
   sendo aberta...era da sala onde eles estavam tendo aula. MERDA!
  
   Os alunos do segundo ano de Medicina começavam a deixar a sala e eu e Ming saímos correndo para
   fugir dali o mais rápido possível. Tomara que eles não saiam correndo. Eu podia ouvir ao longe 
   atrás de nós os alunos conversarem sobre a matéria a medida que se espalhavam pelos corredores
   próximos.

   Eu e ´Ming estavamos ofegantes quando alcançamos os bancos de mármore em frente ao edifício da 
   faculdade de Medicina. Estava tão quente que eu sacudia a minha camiseta para afastar o calor
   do meu corpo. P´Pha não pode saber que eu estive aqui e que estava o vigiando, caso o contrário
   ele vai me provocar com certeza."

-  O quê você está tramando desta vez ´Ming?
-  Já disse...eu trouxe você aqui para ver seu P´Pha estudando.

-  Hã! Está na cara que você veio aqui por causa de P´Kit....Espere, você gosta dele?
  "Ming sorriu de repente."

-  Você aprova ele?
-  Aprova quêm?

-  KITKAT.
-  Hã!?

-  Você não lembra? Não importa de quem eu esteja a fim, você deve aprovar essa pessoa
   primeiro.
  
  "Por quê ele precisa da minha aprovação para algo como isso?"

-  Desde quando?

  "Em vez de lhe responder eu perguntei o porque a minha opinião seria necessária? Espere, agora seria
   a minha vez de provocar ´Ming de volta."

-  Enquanto eu ajudava você a se aproximar de P´Pha eu...começei a reparar no amigo dele, P´Kit.
   Na verdade eu já me sentia atraído antes de passarmos a conviver tão próximos, antes de você
   começar a perseguir o P´Pha na Universidade.

  "´Ming começou a confessar seus sentimentos sem tirar o sorriso bobo da cara."

-  Ele não é meu tipo. Ele é pequeno e magro e vive arrumando briga comigo. Até você se encaixa 
   no tipo de pessoa que atrairía a minha atenção Yo.

  "Hey! Espere...espere!"

-  Mas parece que é exatamente esse jeito dele que me atraí tanto. Ele fica tão lindo bravo. Eu acho
   engraçada demais. Não é estranho?

-  É sim...
-  Hey! São eles! Os Médicos Ilegais!

  "´Ming apontou o dedo para três pessoas que caminhavam nas imediações da faculdade. Eles não pareciam
   com médicos de jeito nenhum. Se eu não soubesse nada sobre ele e alguém me disse que eles eram da
   Engenharia, Artes Cênicas ou Arquitetura, eu acreditaria sem dúvidar em nada mas, Medicina...
  
   Eles estavam com as camisas para fora das calças sociais, visivelmente relaxados depois da aula...
   que bela maneira de relaxar heim! P´Pha não perdia sua cara entediada como se estivesse farto do
   mundo inteiro. Não adianta, essa é sua característica mais evidente, sua marca registrada.

   Parecia a primeira vez que eu via P´Pha saindo da aula. Ele segurava algumas anotações na mão e com
   a outra o celular. Ele caminhava distraído atrás de P´Kit e P´Beam que conversavam sem parar.
   Eu deveria realmente espiar ele. Depois de alguns minutos P´Pha olhou para seu relógio, dizendo 
   algo para seus amigos antes de se apertar o passo, evidentemente com pressa. 
   Que estranho, eu...

   12:20pm MERDAAAA.

   "Ele deve estar à caminho do dormitório para me pegar.
   Não iria adiantar eu ligar para P´Pha e dizer que eu estava em sua faculdade, ele vai ficar furioso.
   Eu tinha sim que tentar chegar o mais rápido possível ao prédio do nosso apartamento, o que eu
   duvido ser possível, mesmo que ´Ming estivesse correndo o maximo que podia pelo campus."

-  Merda!
  "´Ming ficou de boca aberta quando se deu conta de que o AUDI de P´Pha estava estacionado no 
   lugar de sempre, em frente ao condomínio."

-  Eu vou indo então.

  "Agarrei minha mochila e acenei dizendo até mais para ´Ming"

-  Hey...Eu quero saber o que está acontencendo hã!
-  Certo...mais tarde.

-  Está noite!
-  Tá bem seu curioso.

-  Eu sempre sou curiso com os seus assuntos.

  "Droga...´Ming sempre consegue me tirar do sério."

-  Anda!...Se ele estiver com raiva, você está morto.
-  Okay Obrigado.

  "Eu dei a volta no carro de ´Ming depois de me despedir outra vez, já vendo o rosto lindo do 
   estudante de medicina. Ele parecia ofegante mas, o que notei assim que me aproximei foi seus
   olhos não em mim, mas no carro que acabou de me deixar aqui."

-  Vêm aqui...
  "P´Pha acenou com as mãos para me chamar. Agora eu é que estava ofegante."

-  QUEM É AQUELE!?

  "Nossa...A voz dele era assustadora o que me deixou atordoado."

-  YO! Eu estou perguntando...
-  Era...´Ming.

   "Eu me virei para procurar ´Ming na esperança de que ele apareça para me salvar mas, ele já 
   tinha ido. Desgraçado!"
-  Onde você estava?

   "Se eu disser à ele que estava em sua faculdade..."

-  YO...!
-  O quê?

-  ONDE VOCÊ ESTAVA!?

  "Okay...Se você realmente quer saber...então, está bem."

-  Eu estava...na Faculdade de Medicina.
-  Hã!?
  "P´Pha ficou estupefado."

-  Por quê você foi lá!?
-  ´Ming...ele me arrastou até lá. Ele queria ver o P´Kit então, ele me levou junto para
   eu poder ver você também.

  "Eu disse tudo aquilo decabeça baixa. De forma mais baixa possível, na esperança que 
   P´Pha não me escutasse. Eu me atrevia a olhar para ele em alguns momentos e percebi a confusão
   na testa que ele franzia."

-  Você gosta de brincar com seu celular na sala de aula, não é P´?

  "Eu perguntei o óbvio e finalmente ele se aproximou de mim. Seu rosto antes irritado agora
   estava relaxado, voltando ao normal. Ele muda de humor tão depressa."

-  Você acha sua aula tão chata assim? O que a professora fez com você?
   ...
-  Veja!

  "Ele aproximou o lóbulo de sua orelha dos meus olhos. É...estava um pouco vermelho ainda."

-  Ela me arrastou para fora da sala de aula, puxando minha orelha na frente de todo mundo. Doeu
   para Porra! Eu estou morrendo de vergonha até agora.

-  Aishiii Hahahah!
-  Hey...

  "Eu comecei a rir como um maluco, deixando P´Pha com uma cara estranha."

-  Não ria! Isso é por sua culpa!

  "Eu parei de rir imediatamente...mais ou menos!"

-  O quê!?
-  Você é o culpado.

-  O quê...Por quê?
-  Você me fez ligar para você.

-  Você...O quê eu fiz?
   ...
-  Você me faz sentir tanta saudade de você.

  "Okay...eu fiquei tonto agora...calado.
  
  "P´Pha não sussurou no ouvido e, nem disse isso com medo. Ele disse sem rodeios. Eu só consegui
   ficar quieto, talvez ainda mais vermelho do que a orelha dele."
   
-  Você não sente vergonha?
  
  "Foi tudo que eu pude dizer."

-  Por quê eu teria vergonha? Eu estou dizendo a verdade.
   ..."Eu estou realmente vermelho porque sinto meu rosto pegar fogo"

-  Você está com fome? 
-  Hã...quanto tempo você têm de intervalo? 

-  Não tenho muito tempo mas, eu quero mimar você.

  "Quantas borboletas esse cara louco ainda pretende soltar dentro do meu estômago?"

-  Então...vamos comer aqui.
-  Onde?

-  Na Cafeteria da minha faculdade.

                                             ........ 

   "Não era comum esse lugar ficar cheio já que o semestre letivo ainda não começou ainda mas, os calouros
   estavam por toda parte por causa do projeto de apresentação das classes. Eu começava a dúvidar que
   trazer a Lua da Universidade aqui tenha sido uma boa idéia. Ele estava quase perfeito mas, faltou a 
   gravata. Ele aqui era um alvo fácil para todos os olhos aqui. Felizmente a cafeteria não estava 
   completamente cheia o que não deixou nossa vinda aqui tão desconfortável."

-  Eu nunca estive aqui. Qual comida é mais gostosa?
-  Não sei...eu não costumo almoçar aqui também.

  "Eu tenho almoçado fora quase todos os dias por causa do concurso. Não seria possível vir de tão
  longe para simplesmente comer aqui e voltar."

-  Eu preciso me lembrar disso.

  "P´Pha examinou loja por loja."
-  Eu vou passar a vir aqui muitas vezes.
-  Para flertar com as meninas da Faculdade de Ciências?

  AUU! "Ele deu um tapa leve na minha cabeça"

-  Vou vir aqui para flertar sim mas...Com a LUA DA FACULDADE DE CIÊNCIAS!

  "Merda YO! Ele também sabe ser direto lembra?

   "Eu estou tão feliz com tudo que está acontencedo. Eu comprei meu Leite de Rosas para comemorar. 
   Eu comprei o Chá Gelado de Laranja que P´Pha gosta...bom, eu o vi comprar este então, acho que 
   ele gosta. Ele se sentou comigo trazendo apenas arroz e curry depois de um longo tempo escolhendo
   entre várias lojas."

-  Tinha muita gente naquela loja.

  "Parecia que eu estava em um sonho. P´Pha conversando comigo, aqui, enquanto pega os talheres para
   comer. O mais próximo que eu sentei perto de P´Pha a muito tempo atrás foi uns 15 metros no mínimo.
   Mas agora, estamos aqui, lado a lado. Não estamos nem a um metro de distância."

-  Você não vai comer nada?
  "P´Pha olhou para mim apenas com as bebidas."

-  Quer que eu compre alguma coisa para você?
-  Não...não precisa.

  "Eu me levantei imediatamente, caso contrário ele realmente iria comprar comida para mim. 
   Eu me lembrei da Coca-Cola na praia. 
   Poucos minutos depois eu voltei para a mesa com Arroz e Frango Tailandês. P´Pha já havia comido
   metade de sua comida. Ele mastigou ou simplesmente engoliu?"

-  É muito gostoso. Agora eu sei onde comprar comida quando vier aqui.

  "Ele estava mesmo falando sério. Ele vai mesmo vir aqui só para compra comida
  naquela loja?"

-  Você têm certeza que vai vir aqui com frequência?
-  Claro.

-  Mas...sua faculdade fica muito longe daqui.
  "Eu estava tentando ser o mais claro possível"

-  Eu tenho carro.

-  Seu intervalo é curto.
-  Melhor do que não ter nenhum

-  Você está falando sério? Você vai mesmo vir aqui?
  
  "Estava custando muito para mim acreditar."

-  YO! Quando você começar a andar pelo campus vai entender minha preocupação.

  "P´Pha ficou sério de repente"
-  Os corredores desta faculdade vão ficar cheias de gente Yo.
-  E o quê têm isso?

-  Não vai haver muitas garotas com os olhos em cima de você mas com certeza vai haver
   um monte de garotos.

-  Espera...
  
  "Para quê tanto etress?"

-  Estou certo ou não?
   ...
-  P´Pha pare com isso! Do quê você está falando.

  "Eu coloquei uma colher cheia de arroz na minha boca para cortar aquele assunto
   de uma vez do almoço.
   Mas...porquê P´Pha está me olhando desse jeito?"

-  Hmm?
-  Sempre descuidado.
  "P´Pha ergueu a mão para tirar um caroço de arroz que eu não havia notado estar preso
   no canto da minha boca...que vergonha droga."

-  Sua boca é tão pequena...linda.
-  É...Papai me disse que sou tão bonito quanto minha mãe.

-  Sim. Se você se parecesse com seu pai, você ficaria um pouco áspero.
-  Hã? Você já o viu?

-  Sim...bom, na internet.

  "P´Pha engoliu em seco. Não sei porque ele ficou apreensivo ao falar do meu Pai."

-  Eu soube que ele é muito protetor com o filho dele.
-  Sim...porque sou seu único filho.

  "P´Pha pegou seu copo de chá bebendo apenas um gole. Ele estava tão estranho."

-  Onde você quer ir depois que terminarmos aqui? Onde tenho que deixar você?
-  Ham, não precisa. Eu vou ficar aqui mesmo, tenho que terminar um trabalho junto com meus
   colegas.

-  Eu posso te levar até lá. Têm certeza que não quer que eu te leve?

  "Eu ainda lembro bem o que acontenceu com ´Ming e a Gangue das Fadas. Imagine o que aconteceria
   se a Lua da Universidade que é objeto de desejo de um monte de gente , e mais gato do que ´Ming 
   resolvesse dar as caras?
   Eu posso provocar ´Ming mas, de jeito algum vou levar P´Pha até lá."

-  EU PROÍBO VOCÊ DE ME LEVAR LÁ!

  "P´Pha me olhou surpreso e confuso."
-  Proíbe?
-  Sim

-  Eu quero conhecer seus amigos. Vai ser uma coisa boa.
  
  "Ele ainda não sabe como são os meu amigos"

-  Só faça o que eu disse.

  "P´Pha pegou meu copo para dar Leite Rosa na minha boca."

-  Você é tão cruel
-  ...Isso não é verdade.

  "Eu pude ouvir ele sorrir atrás de mim quando me inclino para tomar um gole
  do meu copo."

-  NÃO IMPORTA O QUANTO VOCÊ SEJA CRUEL COMIGO...EU POSSO ACEITAR TUDO DE VOCÊ.



  
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...